2023 Artigos B.F.

BF ~ Começo de um novo Bretton Woods

Partilhar:

Começam os preparativos para um novo Bretton Woods e uma nova era: Feliz Natal

Este site, oevento.pt limita-se a traduzir o relatório semanal de geopolítica do jornalista Benjamin Fulford que usa fontes. Use o seu discernimento, visto que algumas vezes as informações são contraditórias e falta coerência ao Benjamin Fulford. No entanto, mantemos o relatório porque nos dá informação atual do que está a acontecer no mundo, mas pela perspetiva do Benjamin Fulford e não deste site oevento.pt que muitas vezes discorda com o Benjamin Fulford.

Agora que a derrota da Máfia Khazariana (MK) é inevitável, começaram os preparativos para uma nova conferência de Bretton Woods para traçar um novo futuro para a humanidade. Isto significa que estamos agora numa espécie de interlúdio entre o fim do velho sistema e o início do novo. As implicações serão transformadoras para todos nós.

Para compreender o que isto significa para o Ocidente, talvez seja uma boa altura para olhar para a queda da União Soviética. Quando visitei a Rússia após a queda da URSS, uma das coisas que notei foram enormes instalações e complexos industriais abandonados no campo. Um sistema que tinha estado a funcionar durante 75 anos parou subitamente e os resultados foram de grande alcance. Sistemas industriais inteiros foram subitamente desligados. O que se seguiu foi a pilhagem e a pobreza, à medida que os gangsters da MK se lançavam no vazio que se seguiu ao colapso. Depois, quando os patriotas russos cristãos se uniram em torno do símbolo de Vladimir Putin, o nível de vida duplicou no espaço de um ano. Atualmente, a Rússia renovada é mais forte e mais próspera do que em qualquer outra época da URSS.

O Ocidente está atualmente a enfrentar uma situação semelhante. Enormes processos industriais e sociais que se arrastam há décadas estão a ser, ou serão, interrompidos. Se o processo não for gerido corretamente, o resultado será a pobreza generalizada e a decadência social. Isto já está em curso, com a queda do nível de vida no Ocidente, especialmente nos EUA. As coisas vão piorar muito até que os vencedores da guerra contra a MK tracem uma nova direção para o Ocidente.

A situação que o Ocidente enfrenta é ainda mais problemática do que a da União Soviética, porque as duas facções em luta feroz, ambas, estão a enfrentar a derrota. A linha dura, que queria iniciar a Terceira Guerra Mundial e matar 90% da humanidade, está a dar os últimos passos numa última guerra genocida em Gaza. Os moderados, ou a fação das causas do carbono e do aquecimento global, estão a enfrentar o colapso de vastos planos industriais baseados em mentiras.

Cientista admite que o “consenso esmagador” sobre a crise das alterações climáticas é “fabricado”

Ambas as facções ficaram sem dinheiro. As forças genocidas não estão a receber quaisquer fundos para as suas guerras na Ucrânia, em Israel e noutros locais.

Enquanto que os terroristas cimáticos estão a ver a realidade do mercado esmagar o seu planeamento central para carros eléctricos, parques eólicos, etc. Os carros eléctricos custam mais a reparar do que a construir e ninguém os quer. Por exemplo, o custo da substituição da bateria de um Hyundai IONIQ 5 2022 é superior a $60.000, mais do que os $55.000, valor do carro novo.

https://m.youtube.com/watch?v=dr3mFzh0KSk

Os moinhos de vento estão a desgastar-se e o dinheiro ganho com a venda de energia eólica não consegue pagar a depreciação ou as reparações. No décimo segundo ano de funcionamento, as taxas de avaria das turbinas são mais elevadas do que o previsto, o que significa que os custos das turbinas eólicas de águas profundas excedem os preços garantidos pelo governo. Este facto torna impossível o reembolso dos custos de financiamento.

https://www.zerohedge.com/energy/britains-net-zero-disaster-and-wind-power-scam

É provavelmente por isso que a Scottish Power admitiu que 71 dos seus moinhos de vento estavam ligados ao fornecimento de combustível fóssil depois de ter surgido uma falha no seu fornecimento de energia.

https://www.dailyrecord.co.uk/news/scottish-news/dozens-scottish-power-wind-turbines-29135763

É por causa deste tipo de “boondoggles” que os terroristas climáticos não conseguiu obter financiamento para os vários esquemas multi-triliões de dólares das “alterações climáticas” na sua recente mega-festa COP28.

Os chineses também estão em apuros porque os seus próprios planos industriais maciços, de várias décadas, estão a deparar-se com bloqueios fundamentais.

O sector imobiliário chinês, em particular, é um elefante que não pode ser ignorado. Segundo alguns relatórios, terão sido construídos 3 mil milhões de apartamentos para 1,4 mil milhões de pessoas e, no entanto, a habitação continua a ser incomportável. Acontece também que o facto de as pessoas se mudarem para apartamentos apertados desencoraja-as de terem filhos, pelo que a China enfrenta um colapso demográfico. As suas grandes apostas nos carros eléctricos também vão ser anuladas quando a tecnologia do hidrogénio os tornar obsoletos.

Por outras palavras, tanto a China como o Ocidente (o resto do mundo nem tanto) precisam de mudar completamente os seus planos económicos a longo, curto e médio prazo.

É por isso que estão a ser preparadas reuniões de alto nível para o mês de março, com o objetivo de encontrar uma direção alternativa para o futuro da economia ocidental e chinesa.

Os vencedores da guerra contra a MK estão agora a apresentar planos que são surpreendentes na sua escala e ambição. Para compreender quão fundamentais serão as mudanças, considere-se o acordo básico entre as sociedades secretas asiáticas e ocidentais: a partir de agora, o nosso objetivo como espécie será aumentar a quantidade e a variedade de vida, incluindo a vida humana.

Quando os planos sobre a forma de o conseguir forem elaborados, o resultado fará com que a explosão cambriana pareça uma bolha de champanhe, por comparação.

Em particular, a capacidade de manipular os genes permitir-nos-á tornarmo-nos imortais e criar uma variedade virtualmente infinita de novas espécies de plantas e animais. Por exemplo, é agora possível as pessoas melhorarem os seus próprios genomas com genes de gatos e tornarem-se híbridos gato/humano. Ao mesmo tempo, a velha elite foi apanhada em flagrante ao tentar usar vacinas que alteram os genes para nos tornar, para sempre, ovelhas geneticamente subservientes. A questão que temos agora de responder é como devemos proceder com este novo poder sobre a forma da própria vida.

O lançamento da tecnologia do hidrogénio disponibilizará tanta energia que todos nós poderemos viver como bilionários. Poderá também tornar disponível o equivalente a bombas de hidrogénio para adolescentes perturbados. Mais uma vez, como é que procedemos?

Além disso, o acesso à tecnologia secreta do programa espacial, como a antigravidade, terá implicações maiores para o século XXI do que as viagens aéreas tiveram para o século XX. As pessoas poderão viajar quase instantaneamente para qualquer ponto da Terra e possivelmente para além dela. Ao mesmo tempo, pessoas indesejáveis poderão surgir praticamente do nada e acabar no nosso quintal. Como é que devemos proceder?

As implicações são de tal modo espantosas e abrangentes que serão necessárias reuniões de alto nível, sob o olhar atento do público, para planear o nosso caminho para este novo futuro maravilhoso, mas potencialmente horrível.

Estão a ser enviados convites a representantes de grandes grupos de poder, como o conselho ocidental dos Illuminati, as sociedades secretas asiáticas, os russos e outros, para criarem substitutos ou renovações para as instituições disfuncionais do pós-guerra, como a ONU, o BIS, o Banco Mundial, o FMI, o Tribunal Penal Internacional, etc. Quando isso acontecer, serão feitos novos anúncios públicos.

Entretanto, um apanhado das notícias de todo o mundo na última semana mostra um quadro de colapso dos sistemas.

O Presidente sírio, Bashar Assad, resumiu a situação geral num discurso raro: “O que se cruza entre a guerra da Síria, a guerra na Palestina, a guerra na Ucrânia, o conflito no Mar do Sul da China, a Venezuela e outras, é que todas estas guerras são travadas pelo Ocidente, particularmente pela América, e baseiam-se principalmente no controlo não só da terra, mas, mais importante, da narrativa… a guerra é uma guerra de verdade, e quem ganha, ganha a verdade”.

Como ele diz, é uma batalha sobre o processo psicológico de decidir o que nós, como espécie, faremos no futuro. A velha guarda do Ocidente está a perder a batalha.

Comecemos por olhar para a fação de assassinos em massa MK que está a levar a cabo o genocídio em Gaza. O que vemos aqui é a morte iminente do Estado pária de Israel.

Alguns israelitas iludidos continuam a pensar que vão escapar impunes ao seu último genocídio, com uma empresa israelita a vender imóveis à beira-mar em Gaza arrasada. A realidade é o oposto, os últimos MK serão perseguidos nos seus esconderijos israelitas.

O último sinal disso é um embargo ao comércio internacional e à navegação contra Israel, que resultou numa queda de 85% na navegação para esse país. “Estamos na posse de munições e equipamento militar que podem afundar os vossos navios de guerra, submarinos e porta-aviões”, afirma o Major-General do Iémen Mohammad al-Atifi. “As Forças Armadas do Iémen só têm como alvo navios que sejam propriedade de Israel ou que se dirijam a portos israelitas”, acrescenta.

Não só o Canal do Suez foi cortado, como agora também o Estreito de Gibraltar. Um comandante dos Guardas Revolucionários iranianos afirmou que o Mar Mediterrâneo poderia ser fechado a Israel se os Estados Unidos e os seus aliados continuassem a cometer “crimes” em Gaza, noticiaram os meios de comunicação social iranianos no sábado.

https://www.haaretz.com/israel-news/2023-12-23/ty-article/iran-threatens-mediterranean-closure-over-what-it-calls-israeli-crimes-in-gaza/0000018c-964c-da81-a1bc-defc17a80000

Isto reflecte uma derrota militar. Décadas a transformar o Pentágono numa gigantesca pocilga fizeram com que os militares americanos gastassem milhões a abater drones e mísseis que valem cerca de 1000 dólares. Os EUA ficarão sem armas de um milhão de dólares muito mais depressa do que os seus adversários ficarão sem drones de mil dólares.

https://www.msn.com/en-us/news/world/the-us-is-piling-huge-amounts-of-firepower-into-the-red-sea-to-combat-houthi-attacks-on-vital-shipping-routes/ar-AA1lQHOM

A derrota na Ucrânia também foi abrangente. Os relatórios militares russos:

Desde fevereiro de 2022, Kiev recebeu mais de 5,2 mil tanques e veículos blindados, cerca de 1,5 mil armas de artilharia e sistemas de foguetes de lançamento múltiplo, 1,3 mil complexos de mísseis antiaéreos, mais de 23 mil complexos de mísseis antitanque, mais de uma centena de aviões e helicópteros e 23 mil drones… Cerca de 100 mil militares ucranianos foram treinados no Ocidente. Além disso, a Ucrânia recebeu mais de 200 mísseis de cruzeiro de longo alcance.

https://tass.com/politics/1724847

O resultado:

O moderno equipamento russo foi rigorosamente testado nas condições da operação especial e demonstrou supremacia sobre armas semelhantes dos países da NATO… Os militares russos alteraram a tática geral de combate e criaram unidades de assalto e de drones.

https://tass.com/defense/1723781

Os EUA também perderam a guerra do soft-power porque há muito que deixaram de ter qualquer pretensão de serem “os bons da fita”.

“Os supremacistas judeus passaram a dominar os media americanos, as finanças, a política e, claro, a política externa. Estão a cometer um genocídio à escala bíblica contra a “semente de Amaleque” (ou seja, os não-judeus) na Ucrânia – que perdeu mais de 14 milhões de pessoas, quase todos cristãos eslavos que os judeus vêem como seus inimigos tradicionais desde o início da atual guerra. Meio milhão de cristãos eslavos de ambos os lados foram mortos”, diz Kevin Barrett.

https://www.unz.com/kbarrett/lets-extinguish-the-fires-of-jewish-supremacy

Um sinal de resistência dos cristãos surgiu na Polónia, quando o político Grzegorz Braun encharcou os castiçais de Hannukkah com um extintor de incêndio. Ficou irritado com o retrato de Menachem Mendel Schneerson, que dizia que os judeus deviam assassinar e escravizar os gói (n.t.: goy é o termo empregue pelos judeus para se referirem aos gentios/não-judeus) na Ucrânia e na Rússia [para não falar do resto do mundo], explicam fontes polacas.

https://justice4poland.com/2016/05/17/chabad-leader-messiah-menachem-mendel-schneerson-on-his-plans-for-destroying-ukraine-and-russia-reprint/comment-page-1

Agora, parece que o chanceler Olaf Sholz, político escravo da Alemanha, foi chamado para ser interrogado pela Aliança, daí a manchete:

“O chanceler alemão Scholz testou positivo para a COVID e a visita do novo líder eslovaco foi cancelada”.

https://www.thecanadianpressnews.ca/world/german-chancellor-scholz-tests-positive-for-covid-visit-by-new-slovak-leader-canceled/article_211e9023-e970-536b-8aa3-fbd24eb08cf5.html

A passagem do genocídio contra os cristãos na Ucrânia para o genocídio contra os muçulmanos na Judeia (erradamente designada por Palestina) só veio agravar o isolamento internacional de USsrael (n.t.: trocadinho para se referir que ambos, Estados Unidos e Israel, têm uma governação partilhada).

Uma nova sondagem revelou que 96% dos sauditas acreditam que os países árabes devem cortar os laços com Israel em resposta à guerra em Gaza.

O culto da morte de Chabad será levado à justiça, disso pode ter a certeza.

“Hoje, o domínio dos Estados Unidos sobre as Nações Unidas é denunciado pela grande maioria dos Estados membros… Os BRICS estão a alinhar-se para que a instituição volte a respeitar o direito internacional”, afirma o jornalista francês Thierry Meyssan, reflectindo a opinião da maior parte do mundo.

Como salienta o Arcebispo Carlo Vigano: “O WEF [MK] (n.t.: Fórum Económico Mundial que está sob tutela da MK) ameaça os chefes de governo dos 20 países mais industrializados do mundo para que levem a cabo a Grande Restauração. Trata-se de um golpe de Estado mundial contra o qual as pessoas se devem insurgir. Todos os governantes das nações foram escravizados ou chantageados por esta máfia internacional.”

Aqui pode ver um político a explicar uma versão mais suave da chantagem: “É assim que funciona: …alguém, seja qual for o teu interesse, aproxima-se de ti, é muito atraente e ri-se das tuas piadas. Quando dás por ti, estás no quarto de hotel com ela, nu. Estamos a preparar-nos para fazer uma votação importante e aparece uma pessoa bem vestida que nos sussurra ao ouvido: ‘Eh pá, há gravações sobre ti e não devias mesmo votar nesta coisa'”.

Felizmente, agora que os militares e os serviços secretos mundiais estão conscientes da natureza do problema, estão a tomar medidas. É por isso que a lista dos que foram à ilha de Jeffrey Epstein, onde torturam e assassinam crianças e, subsequentemente, fazem chantagem por esta via, vai ser tornada pública. Aqui está uma lista parcial de VIPs que participaram neste tipo de atividades:

Adam Perry Lang, Akon, Al Gore, Alan Dershowitz, Alberta Pinto, Alee Baldwin, Allison Mack, Alyssa Rogers, Anderson Cooper, Andrea Mitrowicz, Andres Pastrana, Angelina Jolie, Anthony Kiedis, Anthony Weiner, Barack Obama, Ben Affleck, Bernie Sanders, Beyonce, Bill Clinton, Bill Gates, Bob Saget (falecido), Bruce Willis, Casey Wasserman, Callum Hudson, Celine Dion, Charles Barkley, Charlie Sheen, Charlize Theron, Chelsea Clinton, Cher, Chris Tucker, Chris Wagner, Chrissy Teigen, Cyndi Lauper, Claire Hazel, Courteney Cox, Courtney Love, Demi Moore, Dana Schneider, Dawid Koch, David Spade, Dawid Yarovesky, Dolores Zorreguiet, Donovan Mitchell, Doug Band, Drew Barrymore, Ed Buck, Ed Tuttle, Ehud Barak, Ellen DeGeneres, Ellen Spencer, Eminem, Emmy Tayler, Fleur Perry Lang, Francis X. Suarez, Freya Wissing, Gary Roxburgh (piloto), George Clooney, Ghislaine Maxwell, Glenn Dubin, Greg Holbert (falecido), Gwen Stefani, Gwendolyn Beck, Hank Coller (piloto), Heather Mann, Heidi Klum, Henryk Rosowski, Hillary Clinton, James Franco, James Gunn, Jay-Z, Jean-Luc Brunel (falecido), Jean-Michel Gathy, Jeffrey Jones (falecido), Jim Carrey, Jimmy Kimmel, Joe Biden, Joe Pagano, John Cusack, John Legend, John Podesta, John Travolta, Joy Behar, Juan Pablo Molyneux, Juliette Bryant, Justin Roiland, Justin Trudeau, Kathy Griffin, Katy Perry, Kelly Spam, Kevin Spacey, Kirsten Gillibrand, Kristy Rogers (falecida), Lady Gaga, Larry Summers, Larry Visoski (piloto), Laura Z. Wasserman, Lawrence M. Krauss, Linda Pinto, Lisa Summers, Lynn Forester de Rothchild, Madonna, Mandy Ellison (assistente), Mare Collins-Rektor, Marina Abramovic, Mark Epstein, Mark Lloyda, Melinda Luntz, Meryl Streep, Michelle Obama, Michelle Wolf, Mikel Arteta, Miley Cyrus, Nadine Dorries, Naomi Campbell, Naomi Watts, Natalie Blachon de Perrier, Nicole Junkermann, Olga Kurylenko, Oliver Sachs, Oprah, Orlando Bloom, Paris Hilton, Patton Oswatt, Paul Mellon, Paula Epstein (falecida), Paula Hala, Peter P. Marino, Darrell Williams, Príncipe André da Inglaterra, Princesa Carolina, Quentin Tarantino, Rachel Maddow, Rainn Wilson, Ralph Ellison, Ray Barzana (piloto), Ricardo Legorreta Vilchis, Rihanna, Rita Wilson, Rob Reiner, Robert DeNiro, Robert Downey Jr., Rodney E. Slater, Ronald Burkle, Rudy Gobert, Burger Sander, Sarah Kellen (assistente), Sarah Silverman, Seth Green, Shelley Harrison, Shelley Lewis, Sophie Biddle-Hakim, Sophie Trudeau, Stephen Collins, Stephen Colbert, Steven Spielberg, Steven Tyler, Swietłana Glazunova, Teala Davies, Tiffany Gramza, Tom Hanks, Tom Pritzker, Tyler Grasham (falecido), Victor Salva, Wanda Sykes, Whoopi Goldberg

Estes são os que vão ser atirados para debaixo do autocarro, de certeza. É provável que apontem o dedo a pessoas mais altas na pirâmide durante os seus julgamentos. A propósito, fontes da Mossad insistem que Epstein era um bom rapaz que se infiltrou na elite assassina para obter uma lista completa dos seus nomes. Dizem também que a sua morte foi forjada. Os julgamentos por crimes de guerra mostrarão se isso for verdade.

Reencarnação; cancelar Contrato

Sabemos também que a máfia farmacêutica está a ser duramente atacada. O Japão já prendeu dezenas de altos funcionários do governo. Isto aconteceu depois de os cientistas japoneses terem encontrado provas irrefutáveis de que todas as variantes da Covid são produzidas pelo homem e que a subsequente campanha de vacinação matou milhões de pessoas.

https://thehighwire.com/editorial/japanese-scientists-find-indisputable-evidence-that-all-covid-variants-are-man-made

Movimentos semelhantes estão a ocorrer noutros países, como já noticiámos anteriormente.

A outra coisa que está a acontecer é um colapso do modelo económico dos EUA centrado no mercado de acções. Este modelo é agora amplamente entendido como um enorme casino gerido por iniciados e concebido para empobrecer a maioria.

Eis alguns dos resultados recentes:

62% dos adultos norte-americanos vivem de salário em salário, 1 em cada 5 crianças não tem comida suficiente para comer, os bancos alimentares estão a lidar com uma procura recorde e o número de sem-abrigo está a crescer ao ritmo mais rápido alguma vez registado.

https://theeconomiccollapseblog.com/62-percent-of-americans-live-paycheck-to-paycheck-and-the-bottom-of-the-economic-food-chain-is-already-collapsing

Agora, parece que elementos do governo dos EUA estão por detrás da enorme onda de criminalidade que o país está a viver. Um ex-membro de um gang afirma que o governo está a distribuir armas de uso militar gratuitamente nos bairros de lata de Chicago. O governo incentiva o crime com armas para criar lucros para a indústria médica através de crimes com armas, diz ele. Também estão a usar o crime que fomentam como desculpa para emitir “Títulos de Brutalidade Policial… o que significa que os bancos de Wall Street e, em última análise, os políticos, enriquecem à custa dos contribuintes”. O governo de Chicago emitiu títulos no valor de 484 milhões de dólares para pagar 360 milhões de dólares de acordos e sentenças. A maior parte deste dinheiro foi para o MK, quer através de hospitais e advogados, quer através dos 120 milhões de dólares do dinheiro suado dos contribuintes que foram para os emissores de obrigações do MK.

https://chemtrails.substack.com/p/gov-dropping-guns-in-chigago-according

Trata-se provavelmente de uma ação da fação P2 ordo ab chao que cria a desordem para justificar a intervenção militar nos assuntos civis.

Por falar nisso, ouvimos as pessoas do “Q” que se apresentaram da seguinte forma:

Q é uma operação dos Serviços Secretos Militares dos Estados Unidos…, uma equipa de pessoas de alta patente com autorização de segurança de nível “Q”, que executa operações planeadas há muitos anos para expor ao povo a corrupção e a conspiração globais em massa. O seu trabalho é erradicar a corrupção, a fraude e as violações dos direitos humanos em todo o mundo. Q devolverá a República dos Estados Unidos ao Estado de Direito Constitucional e também devolverá “o Povo” em todo o mundo ao seu próprio governo.

Quem é o Q Anon?

As pessoas devem estar no comando, porque precisamos delas para decidir o que fazer com os avanços científicos sem precedentes. Um exemplo é a descoberta científica de que pode ser possível utilizar a mente humana como Wifi e descarregar o cérebro para a Internet.

https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S2211285518309273

https://link.springer.com/chapter/10.1007/978-3-030-16920-6_33

Enquanto espécie, estamos a entrar em águas desconhecidas.

Artigo completo traduzido de Benjamin Fulford de 25 de dezembro de 2023.

FIM

Disclaimer: Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos. Este site publica artigos próprios e de outros informantes em que se limita a publicá-los: quer dizer que pode não concordar com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo.

Partilhar:

4.5 2 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

7 Comentários
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments