2024 Artigos B.F.

BF ~ Vamos destruir a Máfia Khazariana

Partilhar:

Vamos acabar com a MK (Máfia Khazariana) em 2024

Este site, oevento.pt limita-se a traduzir o relatório semanal de geopolítica do jornalista Benjamin Fulford que usa fontes. Use o seu discernimento, visto que algumas vezes as informações são contraditórias e falta coerência ao Benjamin Fulford. No entanto, mantemos o relatório porque nos dá informação atual do que está a acontecer no mundo, mas pela perspetiva do Benjamin Fulford e não deste site oevento.pt que muitas vezes discorda com o Benjamin Fulford.

O mundo, especialmente o mundo ocidental, está numa situação semelhante à do Japão no final da Segunda Guerra Mundial, depois de ter concordado em render-se, mas antes de as tropas americanas desembarcarem e tomarem o poder: é um interregno. A Commonwealth britânica, as sociedades secretas asiáticas, os russos, o Pentágono e outros centros de poder dizem que apoiam uma proposta dos White Hats (n.t.: Chapéus Brancos) para um novo arranjo planetário. A Máfia Khazariana (MK) também concordou em render-se e está a ser organizada uma transição de poder. No entanto, ainda há resistentes fanáticos que tentam iniciar o Armagedão ou, pelo menos, uma grande guerra, por isso, pode ser uma viagem acidentada.

Os centros de poder que negoceiam o governo mundial

O que não pode ser contestado é que o atual sistema internacional é disfuncional. “Todo o sistema americano, não só a nível político interno, mas também económico. Aliás, também o sistema político externo e internacional está em crise profunda”, afirmou a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, Maria Zakharova, reflectindo a opinião da maior parte do mundo.

https://tass.com/politics/1727945

O veto de EUA e de Israel a um apelo do mundo para pôr fim ao genocídio em Gaza é típico do sistema pós-guerra. Os EUA e Israel têm sido um Estado pária que está na origem da maior parte das guerras e crises mundiais. Até agora, o mundo não conseguiu deter o sindicato transnacional do crime corporativo que se faz passar pelos Estados Unidos. Está agora a ser desmantelado. 

A proposta dos Chapéus Brancos prevê a substituição do Conselho de Segurança da ONU por um grupo que represente sete distritos. Estes são África, as Américas, a China, a Ásia Oriental (excluindo a China), a Europa, incluindo a Rússia, a Índia e o mundo muçulmano. As decisões que afectam todo o planeta serão decididas por maioria de votos. Os vetos são limitados ao distrito que os está a vetar. Assim, por exemplo, se a maioria votar a favor da obrigatoriedade dos carros eléctricos, as regiões que ainda quiserem utilizar carros a gasolina podem continuar a fazê-lo.

A outra proposta consiste em pegar nas partes funcionais do Banco Mundial, do FMI, do BIS, etc., e incorporá-las numa organização de planeamento do futuro com um orçamento anual de vários biliões de dólares. Não se trataria de uma comissão de planeamento central de estilo comunista, porque os projectos concretos seriam postos a concurso pelo sector privado.

A outra proposta é iniciar a Nova Era com um jubileu. Este seria um cancelamento único de todas as dívidas, privadas e públicas, bem como uma redistribuição única de activos. Haveria também uma amnistia para a maioria das pessoas que atualmente cumprem penas de prisão.

A verdadeira questão é como é que vamos daqui até lá? Estão em curso negociações de alto nível para decidir exatamente isso. Na semana passada, um representante da “família” (como a MK gostam de se chamar a si próprios) que afirma ser o novo M1 (o tipo que controla a fonte do dinheiro) contactou os Chapéus Brancos para oferecer apoio à futura agência de planeamento. A única coisa que pedem em troca é que não sejam mortos. Os Chapéus Brancos estão agora a aguardar a confirmação analógica desta proposta.

É claro que há outros actores com as suas próprias agendas que têm de ser enfrentados independentemente da forma como as negociações com “a família” prosseguirem.

Um grupo é a maléfica Rand Corporation, cujo trabalho é alimentar o complexo militar-industrial iniciando guerras. Estão a insistir numa guerra com a China que envolva “trocas ferozes e precoces, com perdas militares acentuadas de ambos os lados, até que um ganhe o controlo. Atualmente, as perdas chinesas excederiam em muito as perdas americanas e a diferença só aumentaria à medida que os combates persistissem. Mas, em 2025, essa diferença poderia ser muito menor”. Por outras palavras, “vamos atacar a China em 2024”.

https://www.rand.org/pubs/research_reports/RR1140.html

As nossas fontes dizem que este grupo está a planear uma espécie de acontecimento maciço do tipo cisne negro do 11/9 para iniciar esta nova guerra e salvar o complexo militar-industrial da falência. Por outras palavras, é isto que está por detrás da conversa sobre um ataque cibernético maciço que derrube o sector financeiro ou a rede eléctrica dos EUA. Os resultados seriam, evidentemente, devastadores e poderiam levar ao caos generalizado e ao colapso financeiro. E as culpas serão atribuídas à China.

Algumas facções chinesas também estão ansiosas por dar destaque a um inimigo externo, a fim de se distraírem de uma grave crise económica.

O valor das vendas de casas novas entre as 100 maiores empresas imobiliárias caiu 34,6% em relação ao ano anterior, para 451,3 mil milhões de yuans (64 mil milhões de dólares), em comparação com uma queda de 29,6% em novembro, de acordo com dados preliminares da China Real Estate Information Corp. no domingo. Uma vez que 70% do património das famílias chinesas é constituído por bens imobiliários, uma queda de 35% deve ser dolorosa. A experiência da bolha imobiliária japonesa indica que os preços acabarão por cair 90% antes de o sector estabilizar.

Até o Presidente Xi Jinping, no seu discurso de Ano Novo, admitiu que a China irá “trabalhar para consolidar e reforçar a dinâmica da RECUPERAÇÃO ECONÓMICA e alcançar um desenvolvimento económico estável e a longo prazo”.

https://english.news.cn/20240101/0cdec74735394f8db7bb64cd47a9c75b/c.html

Esta notícia, cujo link se encontra abaixo, mostra que a campanha dos belicistas dos EUA e da China está a decorrer a bom ritmo:

A China apela ao alerta regional à medida que as forças armadas dos EUA aumentam a sua projeção

https://www.channelnewsasia.com/asia/china-urges-regional-alert-us-military-steps-forward-deployment-4014511

A Coreia do Norte também está em pé de guerra. O líder Kim Jong Un afirmou que a política dos Estados Unidos está a tornar a guerra inevitável, noticiou a imprensa estatal no domingo. Kim Jong Un ordenou às forças armadas que se preparassem para “pacificar todo o território da Coreia do Sul”, inclusive com bombas nucleares, se necessário.

https://www.reuters.com/world/asia-pacific/north-korea-plans-launch-three-more-reconnaissance-satellites-2024-kcna-reports-2023-12-30/

Portanto, ou será uma guerra mundial ou uma paz mundial, dependendo da fação que prevalecer.

Entretanto, um retrato dos assuntos mundiais na semana passada revela uma profunda disfunção.

Os Estados Unidos, como é óbvio, continuam a ser o pior caso. O último sinal disso foi encontrado no sítio Web do IRS:

Actividades ilegais. Os rendimentos provenientes de actividades ilegais, tais como o dinheiro proveniente do tráfico de drogas ilegais, devem ser incluídos nos seus rendimentos no Schedule 1 (Formulário 1040), linha 8z, ou no Schedule C (Formulário 1040), se forem provenientes de uma atividade independente.

Bens roubados. Se roubar bens, deve declarar o seu justo valor de mercado nos seus rendimentos no ano em que os rouba, a não ser que os devolva ao seu legítimo proprietário no mesmo ano.

Portanto, temos agora um governo abertamente criminoso nos EUA. Estão à procura de ladrões de impostos porque as pessoas honestas estão a tomar medidas contra os bancos que detêm o governo dos EUA. No ano passado, os bancos nacionais dos EUA registaram uma impressionante saída de depósitos no valor de 1,17 biliões de dólares (excluindo grandes depósitos a prazo) em 2023 – o maior declínio anual de sempre e apenas o terceiro declínio anual desde que começaram os registos.

O governo está tão assustado com o seu próprio povo que está a pilhar dinheiro que se destinava aos veteranos e a utilizá-lo para pagar migrantes ilegais do sexo masculino em idade militar que esperam utilizar como agentes de execução contra o povo americano. O relatório que se segue, por exemplo, descreve a forma como os benefícios médicos do VA (n.t.: VA sígla para Veterans Administration) estão a ser utilizados para os imigrantes ilegais.

Veja como é tratado um VETERANO TRIPLAMENTE AMPUTADO numa área de inspeção de um aeroporto e como é permitida a entrada de estrangeiros ilegais com a ajuda de agentes da Patrulha de Fronteiras.

Agora, uma nova vaga de cerca de 15.000 migrantes está prestes a entrar na já inundada fronteira sul dos EUA. Os presidentes das câmaras de Chicago, Nova Iorque e Denver estão entre os que estão a realizar reuniões de emergência para discutir a massa de ilegais.

Os cobertores térmicos ajudam a ilustrar a verdadeira dimensão da invasão.

O mesmo está a acontecer na Europa, com os migrantes do sexo masculino em idade militar a receberem comida e telemóveis grátis assim que aterram. Trata-se de uma invasão coordenada e controlada pelos sionistas da MK-WEF (n.t.: Máfia Khazariana + Fórum Económico Mundial).

O resultado: milhares de mulheres na Alemanha foram vítimas de violação por um ou mais refugiados, num contexto de “migração quase descontrolada” de jovens-adultos.

https://www.nzz.ch/international/asyl-und-sexualverbrechen-tausende-frauen-opfer-von-fluechtlingen-ld.1769909

Quer saber há quanto tempo andam a planear isto? Ouçam a Nancy Pelosi a falar sobre isto em 1992.

Entretanto, o teatro kabuki (n.t.: “kabuki” o mesmo que “faz-de-conta“) político nos EUA continua. É o que se vê nas intermináveis batalhas sobre o roubo das eleições de 2020. Na mais recente revelação, surgiu um vídeo de funcionários eleitorais de Maricopa a arrombar ilegalmente máquinas eleitorais seladas e a retirar os cartões de memória.

Isso prova que a eleição de 2020 foram roubadas… O presidente Trump e Kari Lake ganharam no Arizona. Além disso, o secretário de Estado da Geórgia, Brad Raffensperger, está se recusando a testemunhar sob juramento sobre as máquinas de votação Dominion.

https://www.thegatewaypundit.com/2023/12/this-is-big-georgia-secretary-state-brad-raffensperger

Em seguida, descobrimos que a Open Societies (Alex Soros/filho de George Soros) está por trás do processo que removeu Trump da votação no Colorado.

Para excitação coletiva, anexamos uma fotografia antiga de seu pai executado, George Soros, em Barbados, com os seus “ajudantes”, que não são os seus amantes gays secretos.

O FSB russo, por seu lado, tem uma visão cínica dos Chapéus Brancos dos EUA. Dizem que a US Intel está a acabar com os meios de comunicação tradicionais porque os está a substituir por “redes sociais controladas por bots e IA”.

Acrescentam que o Rumble é financiado por Peter Theil, fundador da Palantir – que pertence à US Intel. O Twitter pertence a Elon Musk, que faz parte do National Reconnaissance Office. O NRO é a agência governamental dos EUA encarregada de conceber, construir, lançar e manter os serviços secretos americanos.

Além disso, segundo os russos, o nazi John O. Brennan – que dirigiu a CIA para Barack Obama – controla agora a MSNBC, a MSN e o Facebook.

No entanto, num sinal de que os verdadeiros Chapéus Brancos estão a trabalhar, vejam quem foi apanhado para interrogatório ou pior pela Aliança:

O senador norte-americano Bernie Sanders diz que testou positivo para a Covid e está “feliz por estar totalmente em dia com a vacina”.

Talvez ele cante depois de lhe mostrarem vídeos dos seus actos na ilha de Epstein.

Além disso, registamos que os irmãos Koch estão em pé de guerra. A sua Fundação Heritage está a processar o Departamento de Defesa dos EUA por proibir a exibição de “Sound of Freedom” e a CIA por pagar a investigadores para esconder as origens da COVID-19.

Além disso, a lavagem de dinheiro de subornos políticos na Ucrânia está a fechar. Na quarta-feira, o governo dos EUA anunciou o que disse ser o último pacote de armas disponível para a Ucrânia ao abrigo da atual autorização.

Isto está a obrigar Vladimir Zelensky a procurar um esconderijo. A polícia egípcia acredita que os serviços secretos ucranianos estão envolvidos no assassínio do jornalista Mohammed Al-Alawi. O jornalista foi encontrado morto depois de ter investigado a compra de uma vivenda de luxo em El Gouna pela sogra de Zelensky.

https://english.pravda.ru/news/world/158549-egyptian_journalist_killed

Os media ocidentais, entretanto, estavam cheios de histórias na semana passada, fingindo que Zelensky ia mobilizar 500.000 novos recrutas. No mundo real, o comandante-em-chefe das Forças Armadas da Ucrânia, Valery Zaluzhny, na sua primeira conferência de imprensa, desvalorizou esta ideia como uma “quimera”. Em vez disso, Zaluzhny, que é agora o presidente de facto da Ucrânia, disse que as suas forças estavam a ser retiradas para a margem ocidental do rio Dnieper.

https://tass.com/pressreview/1727375

Em seguida, o Vice-Presidente do Conselho de Segurança da Federação Russa, Dmitry Medvedev, afirmou que Odessa, Dnipro, Carcóvia, Mykolaiv e Kiev seriam retomadas pela Rússia.

https://odessa-journal.com/dmitry-medvedev-has-declared-russias-intention-to-capture-the-ukrainian-cities-of-odessa-dnipro-kharkiv-mykolaiv-and-kyiv

Isto faz parte do acordo sobre a partilha de poder na Europa alcançado com a Alemanha, segundo fontes do FSB.

Há também uma luta indireta entre a Alemanha e a Rússia em relação aos Balcãs, uma vez que o povo sérvio começa a vingar-se da destruição da Jugoslávia. “A Sérvia continuará a ser um país livre, soberano e independente, que tomará as suas próprias decisões”, afirma o Presidente sérvio Aleksandar Vucic.

https://tass.com/world/1728373

A Alemanha parece, aliás, estar a consolidar o seu domínio sobre a Polónia. O novo ministro da Cultura polaco anunciou, na quarta-feira, a liquidação de todos os meios de comunicação social públicos, que eram vistos como porta-vozes do anterior governo populista-nacionalista.

Entretanto, os políticos franceses estão a enfrentar uma literal tempestade de merda, à medida que os agricultores inundam os edifícios governamentais com estrume e espuma de sabão.

Os britânicos também estão revoltados porque os muçulmanos radicais estão a tentar impor a lei da Sharia, incluindo coisas como apedrejar até à morte as esposas infiéis.

Os britânicos estão a preparar-se para os expulsar do país.

Também Israel está a aproximar-se do fim do jogo. O Presidente turco Recep Tayyip Erdogan disse na quarta-feira que “não há diferença” entre Benjamin Netanyahu e Adolf Hitler.

A África do Sul concorda e apresentou queixa por genocídio contra Israel no Tribunal Internacional de Justiça. As nossas fontes afirmam que o Tribunal Internacional de Justiça, normalmente destituído de poder, obterá apoio militar para fazer cumprir qualquer decisão que tome contra o Ministro do Crime israelita, Benyamin Netanyahu, e o seu governo.

https://www.theguardian.com/world/2023/dec/29/south-africa-accuses-israel-of-committing-genocide-in-gaza

Israel destruiu quase o dobro dos edifícios no norte de Gaza em sete semanas do que foi destruído em Alepo em três anos.

O povo israelita também se revolta contra ele e cerca a sua casa e o Ministério da Defesa de Israel com protestos diários em massa.

https://m.youtube.com/watch?feature=shared&v=xW4y2unbL2c

Os sionistas, entretanto, continuam a agarrar-se às suas ilusões de iniciar o Armagedão declarando guerra ao Irão. Isto deve-se em parte ao facto de o Irão e a Rússia terem aberto um “novo capítulo” nas relações bancárias ao concordarem em abandonar o dólar americano.

https://en.irna.ir/news/85335790/Iran-Russia-agree-to-ditch-dollar-trade-in-national-currencies

Outra razão para provocar o Irão é que a MK quer uma desculpa para roubar os segundos maiores depósitos de lítio do mundo, bem como o Banco Central iraniano, o ouro e as jóias reais persas.

Como exemplo de com quem estamos a lidar, vejam o pedófilo e mentalmente perturbado, o Senador Lindsey Graham dizer:

“Atinjam o Irão… façam-no desaparecer do mapa.”

Parte da razão pela qual a MK estão a passar-se e a tentar iniciar uma guerra é porque a sua tentativa de assassínio em massa com vacinas não conseguiu matar pessoas suficientes para os manter no poder. No entanto, as vacinas conseguiram matar o suficiente para os colocar em grandes sarilhos.

Filipe Froes o pneumologista que recebeu 385.000€ das farmacêuticas

Médico que assinou artigo a favor da vacinação de adolescentes recebe 2.000€/mês da Pfizer

Bastonário (ordem médicos) esconde parecer desfavorável à vacinação dos menores

No último caso, investigadores japoneses confirmam que a maioria das mortes causadas pela vacina da Pfizer contra a COVID-19 ocorre nos primeiros 10 dias após a injeção, provando a relação causal entre as vacinas e as mortes.

A MK estão agora a tentar desesperadamente encobrir os seus rastos. O Dr. Scott Jensen diz que “mais de 300 artigos de revistas médicas desapareceram no último ano”.

Parece que também vão tentar usar a Cruz Vermelha para encobrir o caso. “A Cruz Vermelha anunciou na sexta-feira que o antigo chefe da agência da ONU para a Palestina, Pierre Krahenbuhl, assumirá o cargo de diretor-geral da organização. Krahenbuhl foi expulso do cargo no Médio Oriente no meio de alegações de má conduta sexual, nepotismo e outros abusos de autoridade.”

https://www.rt.com/news/589619-red-cross-un-corruption

Os defensores das alterações climáticas também se estão a passar. O extraordinário vigarista do clima John Kerry está aborrecido com o facto de milhões de pessoas em todo o mundo estarem a despertar para a fraude climática e declara:

“Agora a humanidade está inexoravelmente ameaçada pela própria humanidade.”

Isto porque 1841 cientistas de todo o mundo assinaram a “Declaração Mundial sobre o Clima”, intitulada “Não há emergência climática”, negando a crise climática. Sublinham que o dióxido de carbono é benéfico para a Terra. Mas isso, claro, não impede os políticos de vos imporem impostos sobre o CO2.

https://clintel.org/wp-content/uploads/2023/11/WCD-version-111523.pdf

Cientista admite que o “consenso esmagador” sobre a crise das alterações climáticas é “fabricado”

À medida que a sua crise climática de lavagem de dinheiro, a guerra da Ucrânia e outras fraudes se vão desvendando, parece que a MK vai para o plano B, que envolve fugir para a Argentina (o mesmo sítio onde se abrigaram depois da Segunda Guerra Mundial).

A MK compraram 1000 quilómetros de costa na Patagónia e instalaram agora um presidente fantoche para os proteger.

“Javier Milei é um político preparado pelo FEM e escolhido para o seu papel. Está destinado a tornar-se noutro ditador ao estilo de Zelensky”, confirmam fontes da CIA.

Milei já começou de forma despótica, ameaçando cortar o pagamento da assistência social às pessoas que protestarem contra as suas medidas de austeridade.

https://www.batimes.com.ar/news/argentina/government-to-take-social-plans-from-road-blockers-survey-says-the-people-will-pay-for-adjustments.phtml

Isso não impediu a eclosão de protestos maciços contra a sua planeada ditadura.

Já agora, pode-se ver o chefe de Milei no WEF, Klaus Schwab, e o cofundador da Google, Sergey Brin, a falarem sobre implantes cerebrais que toda a gente vai receber (pelo menos segundo eles).

Promotor da pandemia, Schwab quer humanos com microchip incorporado

Nota para os Chapéus Brancos: Se querem atingir a cabeça do polvo, vejam algumas das empresas que a BlackRock[effeler] possui.

Como nota final nesta semana, no dia de Ano Novo, o número da população mundial será de mais de 8 mil milhões de pessoas de acordo com os números divulgados pelo Gabinete de Recenseamento dos EUA na quinta-feira. Segundo os asiáticos, 8 é um número de sorte.

https://www.business-standard.com/world-news/world-population-up-75-million-this-year-topping-8-billion-by-january-1-123122900035_1.html

Artigo completo traduzido de Benjamin Fulford de 1 de Janeiro de 2024.

FIM

Disclaimer: Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos. Este site publica artigos próprios e de outros informantes em que se limita a publicá-los: quer dizer que pode não concordar com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo.

Partilhar:

4.7 3 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

4 Comentários
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments