A Lei do Uno - livro 3

A LEI DO UNO ~ sessão 56 e 57 ~ pirâmide de gizé ~ pirâmides

Partilhar no Facebook

56.3 QUESTIONADOR: Neste caso, eu perguntarei como a forma da pirâmide funciona? RA: Eu sou Ra. Nós estamos presumindo que você deseja saber o princípio das formas, ângulos, e interseções da pirâmide no que você chama de Giza.
Na realidade, a forma da pirâmide não realiza trabalho. Ela não trabalha. É um arranjo para a centralização tanto quanto a difração da energia de luz espiralante para cima, na medida em que ela é usada pelo complexo mente/corpo/espírito.
A natureza espiralante da luz é tal que os campos magnéticos de um indivíduo são afetados pela energia espiralante. Certas formas oferecem uma câmara de eco, digamos, ou um intensificador da prana espiralante, como alguns chamaram esta onipresente distorção primária do Uno Infinito Criador.
Se a intenção é intensificar a necessidade da própria vontade da entidade de convocar a luz interior a fim de igualar a intensificação da energia de luz espiralante, a entidade será colocada no que você chamou da posição da Câmara da Rainha neste objeto de forma particular. Este é o lugar iniciatório e é o lugar da ressurreição.
O lugar deslocado, representando a espiral como ela é em movimento, é a posição apropriada para aquele a ser curado já que nesta posição as ligações magnéticas vibratórias da entidade são interrompidas em seus fluxos normais. Assim, resulta um vórtice de possibilidade/probabilidade; um novo começo, digamos, é oferecido à entidade, no qual a entidade pode escolher uma configuração de distorções da energia dos centros magnéticos menos distorcidas, fracas, ou bloqueadas.
A função do curandeiro e do cristal não pode ser exageradamente enfatizada, pois este poder de interrupção deve ser controlado, digamos, com inteligência encarnada; a inteligência sendo aquela de um que reconhece padrões de energia; que, sem julgamento, reconhece bloqueio, fraqueza, e outra distorção; e que é capaz de visualizar, através da regularidade do self e do cristal, o outro-self menos distorcido a ser curado.
Outras formas que são curvadas, em forma de arco, cônicas, ou como suas tendas indígenas, são também formas com este tipo de intensificação da luz espiralante. Suas cavernas, sendo arredondadas, são lugares de poder devido a esta forma.
Deve ser notado que estas formas são perigosas. Nós estamos muito contentes por termos a oportunidade de expandir sobre o assunto de formas tais como a pirâmide pois nós desejamos, como parte de nossa honra/dever, declarar que existem muitos usos errados para estas formas curvadas; pois com disposição inapropriada, intenções inapropriadas, ou falta do ser cristalizado funcionando como canal para cura, a entidade sensitiva ficará mais distorcida, em vez de menos, em alguns casos.
Deve ser notado que suas pessoas constroem, em sua grande maioria, habitações quadradas ou com cantos, pois elas não concentram poder. Deve ser ainda mais notado que o buscador espiritual tem, por muitos de seus períodos de tempo em anos, procurado as formas arredondadas, arqueadas, e pontiagudas como uma expressão do poder do Criador.

56.4 QUESTIONADOR: Há um ápice angular que seja o ângulo para máxima eficiência na pirâmide?
RA: Novamente, para conservar a energia deste instrumento, eu estou presumindo que você deseja indicar o ângulo do ápice mais apropriado para trabalho de cura. Se a forma é tal que seja grande o suficiente para conter um complexo mente/corpo/espírito individual na posição deslocada apropriada dentro dela, o ângulo 76° 18′ aproximado é útil e apropriado. Se a posição varia, o ângulo pode variar. Além disso, se o curandeiro tem habilidade e perceber distorções com discriminação suficiente, a posição dentro de qualquer forma de pirâmide pode ser movida até que resultados sejam efetivados. Entretanto, nós achamos este ângulo particular como sendo útil. Outros complexos de memória social, ou porções deles, determinaram diferentes ápices de ângulos para diferentes usos, não tendo a ver com cura mas com aprendizado. Quando se trabalha com o cone, ou, digamos, a forma do tipo de silo, a energia para cura pode ser encontrada como sendo em padrão geral circular único de cada forma como uma função de sua altura e largura particular, e na forma de cone, o ângulo do ápice. Nestes casos, não há ângulos de canto. Assim, a energia espiralante trabalha em movimento circular.
56.5 QUESTIONADOR: Eu farei uma declaração que você pode corrigir. Eu intuitivamente vejo a energia espiralante da pirâmide de Giza sendo espalhada na medida em que se move através da assim chamada Câmara do Rei e então refocando na assim chamada Câmara da Rainha. Eu estou supondo que o espalhamento de energia na assim chamada Câmara do Rei é visto no espectro de cores, vermelho até violeta, e que os centros de energia da entidade a ser curada devem estar alinhados com este espalhamento do espectro, de forma que o espectro se equipare aos vários centros de energia. Você pode corrigir esta declaração? RA: Nós podemos corrigir esta declaração.

56.6 QUESTIONADOR: Você faria isto, por favor?
RA: A energia espiralante começa a ser difundida no ponto onde ela segue através da posição da Câmara do Rei. Entretanto, apesar das espirais continuarem a se cruzar, fechando e abrindo de forma dupla espiral através do ângulo do ápice, a difusão ou força das energias espiralantes, valores de cor vermelho até violeta, diminui se nós falarmos de força, e ganha, se nós falarmos de difusão, até que no pico da pirâmide você tem uma resolução de cor muito fraca útil para propósitos de cura. Assim, a posição da Câmara do Rei é escolhida como a primeira espiral após o início centralizado através da posição da Câmara da Rainha. Você pode visualizar o ângulo de difusão como oposto ao ângulo da pirâmide, mas o ângulo sendo menos amplo que o ângulo do ápice da pirâmide, estando em algum ponto entre 33 e 54°, dependendo dos vários ritmos do próprio planeta.
56.7 QUESTIONADOR: Então eu suponho que se eu inicio meu ângulo ao fundo da Câmara da Rainha e faço um ângulo de 33 a 54° a partir daquele ponto, de forma que metade daquele ângulo caia ao lado da linha central na qual a Câmara do Rei está, isto indicará a difusão do espectro, começando a partir do ponto ao fundo da Câmara da Rainha; digamos, se nós estivéssemos usando um ângulo de 40°, nós teríamos uma difusão de 20° à esquerda da linha central, passando através da Câmara do Rei. Isto está correto?
RA: É correto que metade do ângulo supracitado passa através da posição da Câmara do Rei. É incorreto presumir que a Câmara da Rainha é a fundação do ângulo. O ângulo iniciará em algum lugar entre a posição da Câmara da Rainha e dali para baixo na direção do nível da câmara de ressonância, deslocada para o trabalho de cura.
Esta variação é dependente de vários fluxos magnéticos do planeta. A posição da Câmara do Rei é projetada para cruzar a espiral mais forte do fluxo de energia sem importar onde o ângulo começa. Entretanto, na medida em que ele passa através da posição da Câmara da Rainha, esta energia espiralante é sempre centralizada e no seu ponto mais forte.

57.6 QUESTIONADOR: Você poderia me dizer como usar aquele cristal para este propósito?
RA: Eu sou Ra. Esta é uma pergunta extensa. Você primeiro, como um complexo mente/corpo/espírito, equilibra e polariza o self, conectando a luz interior com os influxos espiralantes para cima da luz universal. Vocês realizaram exercícios para regularizar os processos envolvidos. Olhe para eles para a preparação do ser cristalizado.
Pegue, então, o cristal e sinta sua polarizada e potencializada energia equilibrada canalizada em cura de raio verde através de seu ser, indo para e ativando a regularidade cristalina de luz congelada que é o cristal. O cristal ressoará com a luz carregada de amor encarnativo e energia de luz, e começará a irradiar de maneira específica, radiando, em vibrações de luz requeridas, energia de cura, focada e intensificada na direção do campo magnético do complexo mente/corpo/espírito a ser curado. Esta entidade, solicitando tal cura, irá então abrir a armadura do escudo protetor vibratório geral de raio violeta/vermelho. Assim, os campos vibratórios interiores, de centro a centro, em mente, corpo, e espírito, podem ser interrompidos e ajustados momentaneamente, assim oferecendo àquele a ser curado a oportunidade de escolher um complexo interior de campos de energia e relacionamentos vibratórios menos distorcidos.

57.7 QUESTIONADOR: O cristal deve ser segurado na mão direita do curandeiro?
RA: Eu sou Ra. Isto está incorreto. Existem duas configurações recomendadas.
A primeira, a corrente no pescoço para colocar o cristal na posição física do centro de energia do raio verde. Segunda, a corrente segurada pela mão direita, esticada, enrolada na mão de tal forma que o cristal possa ser balançado de forma a efetuar ajustes sensíveis.
Nós oferecemos esta informação percebendo que muita prática é necessária para eficientemente usar estas energias do self. Entretanto, cada um tem a capacidade de fazer isto, e esta informação não é informação que, se seguida precisamente, pode ser deletéria.

57.8 QUESTIONADOR: Um cristal sem imperfeições seria consideravelmente mais eficaz que o imperfeito que nós temos agora?
RA: Sem tentar determinar as prioridades que vocês podem escolher, nós podemos notar que a entidade regularizada ou cristalizada, em sua configuração, é tão crítica quanto a perfeição do cristal usado.

57.9 QUESTIONADOR: O tamanho, tamanho físico do cristal tem alguma relação à efetividade da cura?
RA: Em algumas aplicações com relação à cura planetária, esta é uma consideração. Ao trabalhar com um complexo mente/corpo/espírito individual, o único requerimento é que o cristal esteja em harmonia com o ser cristalizado. Há talvez um limite baixo para o tamanho do que você pode chamar de cristal facetado, pois a luz vindo através deste cristal precisa ser espalhada na amplitude completa do espectro daquele a ser curado. Deve ainda ser notado que a água é um tipo de cristal que é eficaz também, apesar de não tão fácil de dependurar em uma corrente em sua densidade.

57.10 QUESTIONADOR: Colocando a ponta deste lápis no meu umbigo, este lugar então representaria a posição onde o cristal deve estar pendurado para o raio verde apropriado? Esta correta esta posição?
RA: Eu sou Ra. Nós tentamos suas medidas. De 2 a 5.4 centímetros na direção de seu coração é o melhor.

57.11 QUESTIONADOR: Usando este pedaço de madeira então, eu determinaria a posição entre o pedaço de madeira e meu umbigo, eu determinaria a posição como sendo aproximadamente no topo do pedaço de madeira. Isto está correto?
RA: Eu sou Ra. Isto está correto.

57.12 QUESTIONADOR: Como a cura que você acabou de nos contar a respeito se relaciona à cura realizada na Câmara do Rei na pirâmide de Giza?
RA: Existem duas vantagens em fazer este trabalho em tal configuração de formas e dimensões. Primeiramente, a rotura ou interrupção da armadura violeta/vermelha ou cápsula protetora é automática. Em segundo lugar, a luz é configurada pela própria disposição desta posição nas sete cores distintivas ou frequências de energia vibratória, assim permitindo que a energia siga através do ser cristalizado, focado com o cristal, para manipular com grande facilidade a paleta de energias ou cores não perturbadas e, digamos, cuidadosamente delineadas, tanto em espaço/tempo quanto em tempo/espaço. Assim, o ser sem armadura pode ser rapidamente ajustado. Isto é desejado em alguns casos, especialmente quando a armadura é o maior mediador da possibilidade de função continuada de atividade do complexo do corpo nesta densidade. O trauma da interrupção desta vibração de blindagem é então visto como diminuído.
Nós usamos esta oportunidade para perseguir nossa honra/dever, como alguns daqueles criando a forma piramidal, notando que não é, de forma alguma, necessário usar esta forma a fim de se conseguir curas, pois precedência de vibração tem causado que os complexos vibratórios de complexos mente/corpo/espírito a serem curados sejam menos vulneráveis ao trauma da armadura interrompida.
Além disso, como nós dissemos, o poderoso efeito da pirâmide, com sua interrupção mandatória da armadura, se usado sem o ser cristalizado, usado com a intenção errada, ou na configuração errada, pode resultar em mais distorções da entidade, que seriam talvez o equivalente a alguns de seus químicos que causam interrupções nos campos de energia de maneira similar.

57.13 QUESTIONADOR: Existe atualmente algum uso para a forma da pirâmide que seja benéfico?
RA: Isto é afirmativo se cuidadosamente usada.
A pirâmide pode ser usada para o aprimoramento do estado meditativo, desde que a forma seja tal que a entidade esteja na posição da Câmara da Rainha ou entidades estejam em configuração equilibrada em torno de seu ponto central. A forma de pirâmide pequena, colocada abaixo de uma porção do complexo do corpo pode energizar este complexo do corpo. Isto deve ser feito por períodos breves apenas, não deve exceder 30 de seus minutos.
O uso da pirâmide para balancear energias planetárias ainda funciona em uma pequena extensão, mas devido às mudanças da Terra, as pirâmides não estão mais alinhadas apropriadamente para este trabalho.

57.14 QUESTIONADOR: Qual é o auxílio ou o mecanismo do auxílio recebido para meditação para uma entidade que estaria posicionada na assim chamada posição da Câmara da Rainha?
RA: Considere a polaridade dos complexos mente/corpo/espírito. A luz interior é aquilo que é seu coração do ser. Sua força se equipara à sua força de vontade para buscar a luz. A posição ou posição balanceada de um grupo intensifica a quantidade desta vontade, a quantidade de percepção da luz interior necessária para atrair o influxo de luz espiralante para cima do polo magnético sul do ser.
Assim, este é o lugar do iniciado, pois muitos itens ou distorções extrínsecas deixarão a entidade na medida em que ela intensifica sua busca, a fim de que ela possa se tornar uma com esta luz centralizada e purificada que chega.

57.15 QUESTIONADOR: Então, se uma forma de pirâmide é usada, me parece que seria necessário fazê-la grande o suficiente de forma que a posição da Câmara da Rainha seja longe o suficiente da posição da Câmara do Rei a fim de que se possa usar aquela posição de energia e não ser prejudicado pela posição de energia da posição da Câmara do Rei ou qualquer posição mais distante da Câmara da Rainha. Isto está correto?
RA: Nesta aplicação, uma forma de pirâmide pode ser menor se o ângulo do ápice for menor, assim não permitindo a formação da posição da Câmara do Rei. Também eficaz para esta aplicação são as formas seguintes: o silo, o cone, o domo, e a tenda.

57.16 QUESTIONADOR: Estas formas que você acabou de mencionar têm algum dos efeitos da Câmara do Rei, ou elas têm apenas o efeito da Câmara da Rainha?
RA: Estas formas têm o efeito da Câmara da Rainha. Deve ser notado que uma entidade fortemente cristalizada é, em efeito, uma posição da Câmara do Rei portátil.

57.17 QUESTIONADOR: Então você está dizendo que não há absolutamente nenhuma necessidade, uso, ou bem em se ter o efeito da Câmara do Rei neste momento em nossa evolução planetária?
RA: Se aqueles que desejaram se tornar curandeiros fossem de uma natureza cristalizada e fossem todos suplicantes, aqueles desejando menos distorção, a pirâmide seria, como sempre, um conjunto de parâmetros cuidadosamente planejados para distribuir luz e sua energia de forma a auxiliar na catálise de cura.
Entretanto, nós consideramos que suas pessoas não são distorcidas na direção do desejo por pureza a uma extensão grande o suficiente para receberem este presente poderoso e potencialmente perigoso. Nós, portanto, sugeriríamos que ele não fosse usado para cura na configuração, digamos, tradicional da Câmara do Rei que nós ingenuamente demos a suas pessoas apenas para vermos seu uso grosseiramente distorcido e nossos ensinamentos perdidos.

57.18 QUESTIONADOR: Qual seria o ângulo do ápice apropriado para uma forma de tenda para nossos usos?
RA: Isto é sua discrição. O princípio de formas circulares, arredondadas, ou pontudas é que o centro age como uma bobina indutiva invisível. Assim, os padrões de energia são espiralantes e circulares. Assim, a escolha da configuração mais agradável é sua. O efeito é relativamente fixo.

57.19 QUESTIONADOR: Há alguma variação no efeito com relação ao material da construção, a grossura do material? É simplesmente a geometria da forma, ou está relacionado com alguns outros fatores? RA: A geometria, como você a chama, ou relacionamentos destas formas em suas configurações é a grande consideração. É bom evitar material contendo estanho ou chumbo ou outros metais básicos. Madeira, plástico, vidro, e outros materiais podem todos serem considerados apropriados.

57.20 QUESTIONADOR: Se uma forma de pirâmide fosse colocada abaixo da entidade, como isto seria feito? Seria colocado debaixo da cama? Eu não estou muito certo do arranjo para energização da entidade com “colocada abaixo”. Você poderia me dizer como fazer isso?
RA: Sua suposição está correta. Se a forma for de tamanho apropriado, ela pode ser colocada diretamente abaixo do travesseiro ou da cama sobre a qual o complexo do corpo descansa.
Nós novamente alertamos que a terceira espiral para cima revestida de luz, aquela que é emitida a partir do ápice desta forma, é muito deletéria em exagero para uma entidade e não deve ser usada por muito tempo.

57.21 QUESTIONADOR: Qual seria a altura de uma destas pirâmides, aproximadamente, em centímetros, para o melhor funcionamento? RA: Não importa. Apenas a proporção entre a altura da pirâmide, da base ao ápice, e o perímetro da base é de alguma forma importante.

57.22 QUESTIONADOR: Qual seria esta proporção? RA: Esta proporção deve ser os 1,16 que você pode observar.

57.23 QUESTIONADOR: Você quer dizer que a soma dos quadros lados da base deve ser 1,16 da altura da pirâmide? RA: Isto está correto.

57.24 QUESTIONADOR: Quando você diz que a Câmara da Rainha era o local iniciatório, você poderia me dizer o que você quer dizer com isso? RA: Esta questão é extensa. Nós não podemos descrever a iniciação em seu sentido específico devido à nossa distorção na direção da crença/entendimento de que o processo que nós oferecemos há muitos de seus anos atrás não foi balanceado.
Entretanto, você está ciente do conceito de iniciação e percebe que ele demanda a centralização do ser na busca pelo Criador. Nós esperávamos balancear este entendimento com a enunciação da Lei do Uno, ou seja, que todas as coisas são Um Criador. Assim, a busca pelo Criador é feita não apenas em meditação e no trabalho de um adepto, mas na ligação experiencial de cada momento.
A iniciação da Câmara da Rainha tem a ver com o abandono do self para tal desejo de conhecer o Criador por completo, de forma que o influxo de luz purificada é trazido de forma balanceada através de todos os centros de energia, encontrando em índigo e abrindo o portal para infinidade inteligente. Assim, a entidade experiencia vida verdadeira ou, como as suas pessoas a chamam, ressurreição.

57.25 QUESTIONADOR: Você também mencionou que a pirâmide era usada para aprendizado. Este é o mesmo processo ou tem uma diferença? RA: Tem uma diferença.

57.26 QUESTIONADOR: Qual é a diferença? RA: A diferença é a presença de outros-selfs se manifestando em espaço/tempo e após algum estudo, em tempo/espaço, para o propósito de ensino/aprendizado. No sistema criado por nós, escolas eram separadas da pirâmide, as experiências sendo solitárias.

57.28 QUESTIONADOR: Você quer dizer que professores de sua vibração ou densidade eram capazes de se manifestar na Câmara da Rainha para ensinar aqueles iniciados, ou você quis dizer alguma outra coisa? RA: Em nosso sistema, experiências na posição da Câmara da Rainha eram solitárias. Na Atlântida e na América do Sul professores compartilhavam as experiências da pirâmide.

57.29 QUESTIONADOR: Como este processo de aprendizado ocorre na – aprendendo ou ensinando – ocorre na pirâmide? RA: Como ensino/aprendizado e aprendizado/ensino sempre ocorrem?

57.30 QUESTIONADOR: A perigosa forma de pirâmide para uso hoje seria uma pirâmide de quatro lados que fosse grande o suficiente para criar o efeito da Câmara do Rei. Esta declaração está correta? RA: Esta declaração está correta com o entendimento adicional que o ângulo do ápice de 76° é aquela característica da forma poderosa.

57.31 QUESTIONADOR: Então eu estou presumindo que nós não devemos usar uma pirâmide com ângulo do ápice de 76° sob nenhuma circunstância. Isto está correto?
RA: Isto é sua discrição.

57.32 QUESTIONADOR: Eu reformularei a questão. Eu estou presumindo então que pode ser perigoso usar uma pirâmide de ângulo 76°, e eu perguntarei que ângulo menor que 76° seria, por alto, o primeiro ângulo que não produziria este efeito perigoso? RA: Sua suposição está correta. O ângulo menor pode ser qualquer um menor que 70°.

57.33 QUESTIONADOR: Obrigado. Eu quero continuar com mais questionamentos sobre a pirâmide, mas eu quero fazer uma pergunta que [nome] tem aqui. Eu a farei neste ponto. Você poderia, por favor, expandir sobre o conceito de espaço/tempo e tempo/espaço e como entender isto, o conceito destas coisas, e em qual nível de densidade estes conceitos não mais afetam o indivíduo? RA: Os conceitos de espaço/tempo e tempo/espaço são aqueles conceitos descrevendo, tão matematicamente quanto possível, os relacionamentos de sua ilusão, aquilo que é visto com aquilo que não é visto. Estes termos descritivos são incompletos. Eles, entretanto, são suficientes para este trabalho.
Nas experiências da busca mística por unidade, estes nunca precisam ser considerados, pois eles são nada além de uma parte de um sistema ilusório. O buscador busca o Uno. Este Uno deve ser buscado, como nós dissemos, pelo self balanceado e auto-aceito, ciente de ambas suas aparentes distorções e sua perfeição total. Descansando nesta percepção balanceada, a entidade então abre o self para o universo que ela é. A energia de luz de todas as coisas pode então ser atraída por esta intensa busca, e onde quer que a busca interior encontre a prana cósmica atraída, a realização do Uno ocorre.
O propósito da limpeza de cada centro de energia é permitir que este encontro ocorra na vibração do raio índigo, assim fazendo contato com infinidade inteligente e dissolvendo todas ilusões. Serviço a outrem é automático na liberação da energia gerada por este estado de consciência.
As distinções espaço/tempo e tempo/espaço, como vocês as entendem, não exercem influência, exceto na terceira densidade. Entretanto, quarta, quinta, e até certo ponto, sexta, trabalham dentro de algum sistema de espaço/tempo e tempo/espaço polarizado.
Os cálculos necessários para se mover de um sistema para outro, através das dimensões, são de certa forma difíceis. Portanto, nós temos a maior dificuldade em compartilhar conceitos numéricos com vocês e usamos esta oportunidade para repetir nossa solicitação de que vocês monitorem nossos números e questionem qualquer um que pareça questionável.

8 e 12 de junho de 1981
nota: a expressão Self refere-se ao Eu (pessoa), que nem sempre foi traduzido nos livros.

A Lei do Uno – os 5 livros e o resumo

Partilhar no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.