A Lei do Uno - livro 4

LEI DO UNO ~ sessão 84 ~ tipo de energia transferida em atos sexuais

Partilhar:

antes do artigo: tem sido impossível comentar para quase todos que costumam fazê-lo. Se o erro continuar, por favor coloque um comentário no fórum a indicar essa situação no seguinte tópico:

oevento.pt/forum/topic/nonce-is-invalid/

No fórum não há problemas em comentar.

Sessão 84

14 de Abril de 1982

84.4 QUESTIONADOR: O instrumento perguntou a seguinte questão: Ra implicou que o instrumento está em um caminho de martírio, mas já que todos morrem, não somos todos mártires de alguma coisa? Quando, se alguma vez, o martírio faz parte da sabedoria?
RA: Eu sou Ra. Esta é uma questão bem fundamentada. Deixe-nos usar como exemplo aquele conhecido como Jehoshua. Esta entidade encarnou com o plano de martírio. Não há sabedoria neste plano, mas, em vez disso, entendimento e compaixão estendida a sua perfeição mais plena.
Aquele conhecido como Jehoshua teria tido menos que total entendimento de seu curso se ele tivesse escolhido seguir sua vontade, em qualquer espaço/tempo, durante seus ensinamentos.
Diversas vezes, como vocês chamam esta medida, esta entidade teve a possibilidade de se mover na direção do lugar de martírio, que foi, para aquele mártir, Jerusalém. Mesmo assim, em meditação, esta entidade declarou, repetidamente, “Ainda não é a hora”.
A entidade também poderia ter, quando a hora chegou, percorrido outro caminho. Sua encarnação teria então sido prolongada, mas o caminho, para o qual ele encarnou, de certa forma confuso.
Dessa maneira, pode-se observar a imensa quantidade de entendimento que esta entidade era realmente capaz, ocorrendo na medida em que a entidade, em meditação, sentiu e soube que a hora havia chegado para aquilo a ser consumado, que era sua encarnação.
É, de fato, assim, que todos os complexos mente/corpo/espírito devem morrer para a ilusão de terceira densidade; ou seja, que cada complexo de corpo físico de raio amarelo deve cessar de ser viável.
É um termo errôneo, por essa razão sozinha, chamar cada complexo mente/corpo/espírito de mártir, pois este termo é reservado àqueles que oferecem suas vidas pelo serviço que eles podem oferecer a outrem. Nós podemos encorajar meditação sobre as funções da vontade.

84.6 O instrumento pergunta se a informação restrita e impublicável sobre cura, que foi dada durante o primeiro livro, seja incluída no Livro Quatro, já que leitores que chegaram a esse ponto serão dedicados de alguma forma?
RA: Esta publicação de material será, a tempo, digamos, apropriada. Existe material intermediário.

84.7 Estou certo de que nós estamos chegando em uma área de problema com a primeira distorção aqui, e também com uma dificuldade em um pouco de material transiente aqui, mas eu tenho duas questões de terceiros que eu perguntarei, apesar de eu considerar, especialmente a primeira, como sendo de nenhum valor duradouro.
Andrija Puharich (nota oevento: originalmente conhecido por Henry Karel Puharić) pergunta sobre a chegada das mudanças físicas, especialmente neste verão. Existe alguma coisa que nós poderíamos retransmitir a ele sobre isso?
RA: Nós podemos confirmar a boa intenção da fonte dos quebra-cabeças dessa entidade e sugerir que é uma grande escolha que cada pode fazer para, por desejo, coletar os detalhes do dia ou, por desejo, buscar as chaves para o desconhecimento.

84.8 Estou interessado… Eu não posso deixar de ficar interessado no fato de que ele reportou ter sido levado a bordo de uma nave. Você poderia me dizer algo sobre isso?
RA: A natureza do contato é tal para que a porção mais profunda do tronco da árvore da mente afetada seja capaz de aceitar o contato, alguma simbologia, que pode aparecer para a mente consciente, é necessária como a estrutura para a explicação dos frutos do contato.
Em tais casos, as próprias expectativas da entidade moldam o conto que será mais aceitável para aquela entidade, e no estado de sonho ou no estado de transe, nos quais visões podem ser produzidas, esta memória aparente é alimentada nos níveis mais altos do assim chamado subconsciente e nos níveis mais baixos do consciente.
A partir deste ponto, a história pode vir à tona como qualquer memória e fazer o instrumento funcionar sem perder equilíbrio ou sanidade.

84.9 Voltando à sessão anterior, foi declarado que cada atividade sexual era uma transferência antes do véu.
Eu estou supondo, a partir disso, que você quer dizer que havia uma transferência de energia para cada atividade sexual antes do véu, o que indica para mim que uma transferência não ocorre todas as vezes.
Tomando o caso antes do véu, você traçaria o fluxo de energia que é transferido e me diria se esta era a atividade planejada ou uma transferência planejada pelo Logos projetista?
RA: O caminho da transferência de energia antes do véu, durante o intercurso sexual, era aquele de duas entidades em posse da capacidade de raio verde. A percepção de tudo como Criador é aquilo que abre o centro de energia verde.
Dessa maneira, não havia possibilidade de bloqueio, devido ao certo conhecimento de cada um, por cada um, que cada um era o Criador. As transferências eram fracas devido à facilidade com a qual tais transferências podiam ocorrer entre duas quaisquer entidades polarizadas, durante intercurso sexual.

84.10 Onde eu estava chegando mais precisamente era, o caminho da transferência de energia… Quando nós fechamos um circuito elétrico, é fácil seguir o caminho da energia. Ela segue o condutor.
Eu estou tentando determinar se esta transferência é entre os chacras do coração de cada entidade. Eu estou tentando traçar o fluxo físico da energia para tentar ter uma ideia de bloqueios após o véu. Eu posso estar em uma linha errada aqui.
Se eu estiver errado, nós apenas abandonamos isto. Você pode me dizer algo sobre isso?
RA: Em tal desenho ou representação esquemática do circuito de duas mente/corpo/espírito ou complexos mente/corpo/espírito em transferência de energia sexual, ou de outra natureza, o circuito se abre sempre no vermelho ou centro base e se move como possível através dos centros intermediários.
Se interrompido, ele parará no laranja. Se não, ele prosseguirá para o amarelo. Se ainda não-interrompido, ele prosseguirá para o verde. É bom lembrar que, no caso da mente/corpo/espírito, os chacras, ou centros de energia, podem bem funcionar sem cristalização.

84.11 Em outras palavras, eles funcionariam, mas seriam equivalentes a um circuito elétrico com uma alta resistência, digamos. Apesar de o circuito estar completo, vermelho até o verde, a quantidade total de energia transferida seria menor. Isto está correto?
RA: Nós poderíamos, mais aproximadamente, associar sua questão ao conceito da voltagem. Os centros mais baixos, não-cristalizados, não podem entregar a voltagem mais alta.
Os centros cristalizados podem se tornar bem notáveis nas características da alta voltagem da transferência de energia, na medida em que se alcança o raio verde, e de fato na medida em que o raio verde é cristalizado, isto também se aplica aos centros de energia mais altos, até que tais transferências de energia se tornam um adorno para o Criador.

84.12 Você poderia, por favor, me corrigir nesta declaração, então? Eu estou supondo que o que acontece é que quando uma transferência ocorre, a energia é aquela energia de luz que vem através dos pés da entidade e começa o… A voltagem, ou diferença de potencial, começa com o centro de energia vermelho e, no caso da transferência de raio verde, termina no centro de energia verde e então deve saltar ou fluir a partir do centro de energia verde de uma entidade para o verde da outra, e então algo acontece com ela.
Você poderia esclarecer meu pensamento sobre isso?
RA: Sim.

84.13 Você faria isto, por favor?
RA: A transferência de energia ocorre em uma liberação da diferença de potencial. Isto não salta entre os centros de energia verde e verde, mas é o compartilhamento das energias de cada a partir do vermelho seguindo para cima.
Neste contexto, pode ser visto como em sua máxima eficiência, quando ambas entidades têm orgasmo simultaneamente.
Entretanto, funciona como transferência se ambos têm o orgasmo e de fato no caso do amor, fisicamente expressado entre um par em cópula, que não tem a conclusão que vocês chamam de orgasmo tem, de qualquer forma, uma quantidade de energia considerável transferida devido à diferença de potencial que fora levantada, desde que ambas entidades estejam cientes deste potencial e liberem suas forças uma para a outra, através do desejo da vontade em uma dedicação mental ou do complexo da mente.
Você pode ver esta prática como sendo usada para gerar as transferências de energia em algumas de suas práticas do que você pode chamar de sistemas de distorções religiosas da Lei do Uno diferentes do Cristão.

84.14 Você me daria um exemplo daquela última declaração?
RA: Nós prefaciamos este exemplo com o lembrete de que cada sistema é bem distorcido e seus ensinamentos sempre meio perdidos. Entretanto, um tal sistema é aquele chamado de yôga tântrico.

84.15 Considerando o indivíduo A e o indivíduo B, se o indivíduo A experiencia o orgasmo, a energia, então, é transferida para o indivíduo B em uma quantidade maior? Isto está correto?
RA: Sua questão está incompleta. Por favor, reformule.

84.16 O que eu estou tentando determinar é a direção da transferência de energia como uma função do orgasmo. Qual entidade recebe a energia transferida? Eu sei que é uma questão estúpida, mas eu quero estar certo de ter esclarecido isso.
RA: Se ambas as entidades estiverem bem polarizadas e vibrando em amor de raio verde, qualquer orgasmo oferecerá igual energia a ambos.

84.17 Eu entendo. Antes do véu, você pode descrever qualquer outra diferença física, que nós ainda não conversamos a respeito, com relação às transferências de energia sexual ou relacionamentos ou qualquer coisa antes do véu?
RA: Talvez a diferença mais crítica do véu, antes e depois, é que antes da mente, corpo e espírito serem velados, entidades estavam cientes de que cada transferência de energia e, de fato, quase tudo que surge a partir de algum intercurso, social ou sexual, entre duas entidades, tem seu caráter e substância em tempo/espaço, em vez de espaço/tempo.
As energias transferidas durante a atividade sexual não são, apropriadamente falando, de espaço/tempo. Existe um grande componente transferido que você poderia chamar de energia metafísica.
De fato, o complexo do corpo, como um todo, é grandemente mal-entendido devido à suposição pós-véu de que a manifestação física, chamada de corpo, está sujeita apenas a estímulos físicos. Isto enfaticamente não é assim.

84.18 Após o véu, em nosso caso em particular agora, nós temos, no circuito do qual nós estávamos falando, o que você chamaria de um bloqueio que primeiro ocorre no raio laranja.
Você poderia descrever o que ocorre com este primeiro bloqueio e quais são seus efeitos em cada uma das entidades, supondo que uma bloqueia e a outra não ou se ambas estiverem bloqueadas?
RA: Este material fora tratado anteriormente. Se ambas as entidades estiverem bloqueadas, ambas terão uma fome aumentada pela mesma atividade, buscando desbloquear o interrompido fluxo de energia.
Se uma entidade estiver bloqueada e a outra vibrar em amor, a entidade interrompida ainda terá fome, mas terá uma tendência a tentar continuar o procedimento de saciar a fome crescente com aquele vibrando raio verde, devido a uma impressão de que esta entidade pode se mostrar útil neste esforço.
O indivíduo ativo em raio verde se polarizará levemente na direção do serviço a outrem, mas terá apenas a energia com a qual ele começou.

84.19 Eu não tive a intenção de tratar material previamente tratado. Eu estava tentando trabalhar em um melhor entendimento do que nós estamos conversando a respeito, com o pano de fundo do processo do véu, e o que eu estava de fato tentando fazer era descobrir algo novo ao perguntar a questão, então por favor se eu fizer qualquer pergunta no futuro que tenha sido tratada anteriormente, não se preocupe em repetir o material.
Eu estou apenas buscando a mesma área pela possibilidade de maior iluminação com relação à área em particular, já que parece ser uma das principais áreas de experiência em nossa presente condição de véu, que produz uma quantidade muito grande de catálise e eu estou tentando entender, para usar um termo pobre, como este processo do véu criou uma maior experiência e como esta experiência evoluiu, digamos. As perguntas são muito difíceis, às vezes, de se fazer.
Ocorre-me que muitas estátuas ou desenhos daquele conhecido como Lúcifer ou o Diabo o exibem com uma ereção.
Isto é uma função deste bloqueio de raio laranja, e era isto, digamos, conhecido por, de alguma forma mínima, poderíamos dizer, por aqueles que planejaram estas estátuas e desenhos, etc.?
RA: Existe, é claro, muitas outras distorções envolvidas em uma discussão de qualquer forma mítica arquetípica. Entretanto, nós podemos responder no afirmativo e notar que você é perceptivo.

84.20 Então, com relação às transferências de energia verde, azul e índigo: Como o mecanismo para estas transferências se diferenciaria, ao torná-las possíveis ou estabelecendo o fundamento para elas, do raio laranja?
Eu sei que isto é muito difícil de se perguntar e eu posso não fazer sentido, mas o que eu estou tentando fazer é obter um entendimento da fundação das transferências em cada um dos raios e as preparações para as transferências, poderíamos dizer, ou os requerimentos fundamentais e tendências e potenciais para estas transferências.
Você poderia expandir sobre isso para mim, por favor? Eu me desculpo pela pobre pergunta.
RA: Nós tomaríamos um momento para declarar, em réplica a um comentário anterior, que nós responderemos cada questão, quer ela tenha sido coberta anteriormente ou não, pois não o fazer seria interromper o fluxo de uma outra transferência de energia.
Para responder a sua questão, nós primeiramente gostaríamos de concordar com sua suposição de que o assunto, que você agora questiona, é extenso, pois nele está um sistema inteiro de abertura do portal para infinidade inteligente.
Você pode ver que alguma informação está necessariamente coberta de mistério por nosso desejo de preservar o livre arbítrio do adepto.
A grande chave para o azul, índigo e finalmente, para aquela grande capital da coluna da transferência de energia sexual, as transferências de energia violeta, é a distorção ou laço metafísico que tem o nome entre suas pessoas de amor incondicional.
Na transferência de energia de raio azul, a qualidade desse amor é refinada no fogo da comunicação honesta e clara; este, digamos, significado, em geral, normalmente leva uma porção substancial de seu espaço/tempo para se realizar, apesar de haver instâncias de casais tão bem refinados em encarnações anteriores e tão bem lembrados, que o raio azul pode ser penetrado de uma vez.
Esta transferência de energia é de grande benefício para o buscador no sentido de que toda comunicação a partir do buscador é, portanto, refinada e os olhos da honestidade e da clareza olham para um novo mundo.
Tal é a natureza da energia de raio azul e tal é um mecanismo para a potencializar e cristalizar.
Na medida em que nós nos aproximamos da transferência de raio índigo, nós nos encontramos em uma terra de sombras, onde nós não podemos dar a vocês informação direta ou de forma simples, pois isto é visto por nós como sendo um infringimento.
Nós não podemos falar de forma alguma da transferência de raio violeta, já que nós, novamente, não desejamos quebrar a Lei da Confusão.
Nós podemos dizer que estas joias, apesar de dispendiosamente compradas, estão além de preço para o buscador e podemos sugerir que bem como cada percepção é alcançada através de um processo de análise, síntese e inspiração, assim deve o buscador abordar seu parceiro e avaliar cada experiência, buscando a joia.

84.21 Existe alguma forma de se dizer de qual raio foi a transferência para um indivíduo depois da experiência? Existe alguma forma do indivíduo dizer em qual raio em particular a transferência ocorreu?
RA: Existe apenas uma medida subjetiva ou estimativa de tal. Se as energias fluíram de forma que o amor é tornado pleno, a transferência de raio verde ocorreu.
Se, pela troca das mesmas entidades, maior facilidade de comunicação e maior visão fora experienciada, a energia fora refinada ao centro de energia de raio azul.
Se as entidades polarizadas, por esta mesma experiência de transferência de energia azul, acham que as faculdades da vontade e da fé foram estimuladas, não por um período breve, mas por uma grande duração do que vocês chamam de tempo, você pode perceber a transferência de raio índigo.
Nós não podemos falar da transferência de raio violeta, exceto notar que é uma abertura para o portal da infinidade inteligente. De fato, a transferência de raio índigo é também isto mas, digamos, o véu ainda não fora levantado.

84.22 Antes do véu, existiam – Deixe-me colocar isto dessa forma: O Logos, ou a maioria dos Logoi planejaram, antes do véu, criar um sistema de atividade sexual randômica ou um emparelhamento de entidades específicas por períodos de tempo, ou eles tinham um objetivo nesse sentido?
RA: A colheita da criação anterior foi aquela que incluiu a mente/corpo/espírito masculina e a feminina. Era intenção dos Logoi originais que entidades acasalassem entre si de qualquer forma que causasse uma polarização maior.
Foi determinado, após a observação do processo por muitos Logoi, que a polarização aumentava múltiplas vezes se o acasalamento não fosse indiscriminado.
Logoi consequentes dessa forma preservaram uma tendência na direção do relacionamento por casamento que é mais característico de personalidades mais disciplinadas e do que você pode chamar de densidades mais altas.
O livre arbítrio de cada entidade, entretanto, sempre foi soberano e uma tendência poderia apenas ser oferecida.

FIM

nota: a expressão Self refere-se ao Eu (pessoa), que nem sempre foi traduzido nos livros.

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos corruptos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar:

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments