A Lei do Uno - livro 3

A Lei do Uno ~ sessão 66 ~ cura

Partilhar no Facebook

Sessão 66

12 de Agosto, 1981

66.5 QUESTIONADOR: Eu gostaria de investigar o mecanismo de cura usando o curandeiro cristalizado. Eu farei uma declaração, e eu agradeceria se você corrigisse meu pensamento.
Parece-me que, uma vez que o curandeiro tenha se tornado apropriadamente balanceado e desbloqueado com relação aos centros de energia, é possível para ele agir de alguma maneira como um coletor e concentrador de luz da mesma forma que, ou análogo à forma que as pirâmides funcionam, tomando ou coletando luz através da mão esquerda e a emitindo através da direita; isto então, de alguma forma, penetrando o primeiro e o sétimo envelopes dos chacras, envelopes vibratórios, pode-se dizer, do corpo e permitindo que o realinhamento dos centros de energia da entidade seja curado. Eu estou bem certo que não estou exatamente correto sobre isso e possivelmente consideravelmente errado. Você poderia organizar meu pensamento de forma que ele faça sentido?
RA: Eu sou Ra. Você está correto em sua suposição de que o curandeiro cristalizado é análogo à ação piramidal da posição da Câmara do Rei. Existem uns poucos ajustes que nós podemos sugerir.
Primeiramente, a energia que é usada, é trazida para o complexo do campo do curandeiro pela mão estendida usada em um sentido polarizado. Entretanto, esta energia circula através dos vários pontos de energia para a base da espinha e, a uma certa extensão, para o pé, assim vindo através dos principais centros de energia do curandeiro, espiralando através dos pés, virando para o centro de energia vermelho na direção de uma espiral no centro de energia amarelo e passando através do centro de energia verde em um microcosmo da configuração de energia de prana da Câmara do Rei; isto então continuando para a terceira espiral através do centro de energia azul e sendo enviado a partir dali, através do portal de volta à infinidade inteligente.
É a partir do centro verde que a prana de cura se move para a mão curandeira polarizada direita e a partir dali para aquele a ser curado.

Nós podemos notar que existem alguns que usam a configuração de raio amarelo para transferir energia e isto pode ser realizado, mas os efeitos são questionáveis e, com relação ao relacionamento entre o curandeiro, a energia de cura, e o buscador, questionável devido a propensão do buscador a continuar requerendo tais transferências de energia, sem ocorrer nenhuma cura verdadeira na ausência do curandeiro devido à falta de penetração da cápsula de proteção da qual você falou.

66.6 Agora, um Andarilho que tenha origem em quinta ou sexta densidade pode tentar tal cura e ter pouco ou nenhum resultado. Isto me indica que há alguma função do corpo ativado, já que – você pode me dizer o que o Andarilho perdeu e porque isso é necessário para ele recuperar certos balanceamentos e habilidades para aperfeiçoar sua habilidade de cura?
RA: Você pode ver o Andarilho como o infante tentando verbalizar os complexos de som de suas pessoas. A memória da habilidade de comunicação está dentro do complexo mental não desenvolvido do infante, mas a habilidade para praticá-la ou manifestá-la, chamada fala, não está imediatamente disponível devido às limitações do complexo mente/corpo/espírito do qual ele escolheu fazer parte nesta experiência.
Assim é com o Andarilho que, se lembrando da facilidade com a qual ajustes podem ser feitos na densidade de origem, ainda assim, tendo entrado na terceira densidade, não pode manifestar aquela memória devido às limitações da experiência escolhida. As chances de um Andarilho ser capaz de curar em terceira densidade só são maiores do que aqueles nativos desta densidade devido ao possivelmente mais forte desejo de servir e este método de serviço ter sido escolhido.

66.7 E sobre aqueles com o corpo, não os Andarilhos, mas as entidades com corpos dualmente ativados em terceira e quarta densidade? Eles são capazes de curar usando as técnicas que nós discutimos?
RA: Eu sou Ra. Em muitos casos isto ocorre, mas como iniciantes da quarta densidade, o desejo pode não estar presente.

66.8 Eu suponho então que nós temos um Andarilho com o desejo, tentando aprender as técnicas de cura enquanto, digamos, preso em terceira densidade. Ele então, me parece, está primariamente preocupado com o balanceamento e desbloqueio de centros de energia. Estou correto nesta suposição?
RA: Isto está correto. Apenas na medida em que o curandeiro tiver se tornado balanceado ele pode se tornar um canal para o balanceamento de um outro-self. A cura é primeiramente praticada sobre o self, se nós pudermos dizer isto de outra maneira.

66.9 Agora, enquanto o curandeiro se aproxima de um outro-self para realizar a cura, nós temos uma situação onde o outro-self tem, através da programação de catálise, possivelmente criado uma condição que é vista como uma condição necessitando de cura. Qual é a situação e quais são as ramificações do curandeiro agindo sobre uma condição de catálise programada para trazer a cura? Estou correto em supor que, ao realizar esta cura, a catálise programada é útil àquele a ser curado no sentido de que aquele a ser curado então se torna ciente do que ele desejava se tornar ciente ao programar a catálise? Isto está correto?
RA: Eu sou Ra. Seu pensamento não pode ser considerado completamente incorreto, mas mostra uma rigidez que não é aparente no fluxo do uso experiencial da catálise.
O papel do curandeiro é oferecer uma oportunidade para realinhamento ou auxílio no realinhamento tanto dos centros de energia quanto de algumas conexões entre as energias da mente e corpo, espírito e mente, ou espírito e corpo. Este último é muito raro.
O buscador irá então ter a oportunidade recíproca de aceitar uma nova visão do self, um arranjo variante de padrões de influxo de energia. Se a entidade, em qualquer nível, desejar permanecer na configuração de distorção, que parece necessitar de cura, ela o fará. Se, por outro lado, o buscador escolhe a nova configuração, isto é feito através do livre arbítrio.
Esta é uma grande dificuldade com outras formas de transferência de energia, no sentido de que elas não sustentam o processo do livre arbítrio, já que este processo não é nativo ao raio amarelo.

66.10 Qual é a diferença, filosoficamente, entre um complexo mente/corpo/espírito curando a si mesmo através de uma, digamos, configuração mental ou ele sendo curado por um curandeiro?

RA: Você tem uma concepção errada. O curandeiro não cura. O curandeiro cristalizado é um canal para a energia inteligente que oferece uma oportunidade para que uma entidade possa curar a si própria.

Em nenhum caso há uma outra descrição da cura. Portanto, não há diferença, desde que o curandeiro nunca aborde alguém cuja solicitação de ajuda não tenha chegado a ele anteriormente. Isto também é verdade com relação aos curandeiros mais convencionais de sua cultura e se estes curandeiros pudessem plenamente perceber que são responsáveis apenas pela oferta da oportunidade de cura, e não pela cura, muitas destas entidades sentiriam uma carga enorme de responsabilidade mal concebida os deixando.

66.11 Então, ao buscar a cura, o complexo mente/corpo/espírito iria então buscar, em alguns casos, uma fonte de energia de luz agregada e focada. Esta fonte pode ser outro complexo mente/corpo/espírito suficientemente cristalizado para este propósito ou a forma da pirâmide, ou possivelmente alguma outra coisa. Isto está correto?
RA: Estas são algumas das formas pelas quais uma entidade pode buscar cura. Sim.

66.12 Você poderia me dizer as outras formas pelas quais a entidade poderia buscar cura?
RA: Talvez o maior curandeiro esteja no interior do self e possa ser alcançado com a meditação continuada, como nós sugerimos.
Das muitas formas de cura disponíveis para suas pessoas, cada uma tem virtude e pode ser julgada apropriada por qualquer buscador que deseje alterar as distorções do complexo físico ou alguma conexão entre as várias porções do complexo mente/corpo/espírito dessa maneira.

66.13 Eu tenho observado muitas atividades conhecidas como cirurgias mediúnicas, na região das Ilhas Filipinas. Era minha suposição que estes curandeiros estivessem provendo o que eu chamaria de auxílio de treinamento ou uma maneira de criar uma reconfiguração na mente do paciente a ser curado, já que o paciente, relativamente ingênuo, observa a ação do curandeiro, e ao ver o sangue materializado, etc., então reconfigura as raízes da mente para acreditar, poderíamos dizer, que a cura tenha sido realizada e, portanto, se cura. Esta análise que eu fiz está correta?
RA: Isto está correto. Nós podemos falar um pouco mais sobre este tipo de oportunidade.
Existem situações quando a má condição a ser alterada não tem relação emocional, mental ou espiritual com a entidade e é meramente algo que tenha ocorrido talvez por arranjo genético casual. Nestes casos, aquilo que tenha aparentemente se desmaterializado continuará desmaterializado e pode ser observado como tal por qualquer observador. A má condição que tem uma carga emocional, mental, ou espiritual é provável que não permaneça desmaterializada a fim de mostrar o referente objetivo a um observador. Entretanto, se a oportunidade tiver sido aproveitada pelo buscador, a aparente má condição do complexo físico estará variante com a saúde atual, como vocês chamam esta distorção, do buscador e a falta de experiência das distorções que o referente objetivo sugeriria estar ainda exercendo influência.
Por exemplo, neste instrumento, a remoção de três pequenos cistos foi a remoção de material que não tinha nenhum interesse para a entidade. Assim, estes crescimentos permaneceram desmaterializados depois da experiência assim chamada de cirurgia mediúnica. Em outras cirurgias mediúnicas foi cuidadosamente oferecido aos rins deste instrumento uma nova configuração do estado do ser, que a entidade abraçou. Entretanto, esta porção particular do complexo mente/corpo/espírito carregava uma grande quantidade de carga emocional, mental e espiritual devido a este funcionamento distorcido sendo a causa da grande doença em uma certa configuração de eventos que culminaram na decisão consciente desta entidade de se dispor ao serviço. Portanto, qualquer exame objetivo do complexo renal desta entidade indicaria o aspecto disfuncional bem extremo que demonstrou anteriormente à experiência da cirurgia mediúnica, como vocês a chamam.
A chave não está na continuação da desmaterialização da distorção para o olho do observador mas, ao invés disto, está na escolha da configuração recentemente materializada que existe em tempo/espaço.

66.14 Você poderia explicar esse último comentário sobre a configuração em tempo/espaço?
RA: A cura é realizada na porção tempo/espaço do complexo mente/corpo/espírito, é adotada pelo corpo produtor-de-formas ou etéreo, e é então dada à ilusão física de espaço/tempo para uso no complexo mente/corpo/espírito ativado em raio amarelo. É a adoção da configuração que vocês chamam de saúde pelo corpo etéreo em tempo/espaço que é a chave para o que vocês chamam de saúde, não qualquer evento que ocorre em espaço/tempo. Neste processo, você pode ver o aspecto transdimensional do que vocês chamam de vontade, pois é a vontade, a busca, o desejo da entidade que faz o corpo índigo usar a nova configuração e reformar o corpo que existe em espaço/tempo. Isto é feito em um instante e pode ser dito como operando sem relação com tempo. Nós podemos notar que na cura de crianças muito jovens há, com frequência, uma aparente cura pelo curandeiro na qual a entidade jovem não tem nenhum papel. Isto nunca ocorre, pois o complexo mente/corpo/espírito em tempo/espaço é sempre capaz de desejar as distorções que ele escolhe para experiência, sem importar a idade real, como vocês a chamam, da entidade.

66.15 Este desejo e vontade que operam através da seção do tempo/espaço é apenas uma função da entidade que é curada ou é também uma função do curandeiro, o curandeiro cristalizado?
RA: Podemos usar esta oportunidade para dizer que esta é a atividade do Criador. Para responder especificamente sua questão, o curandeiro cristalizado não tem vontade. Ele oferece uma oportunidade sem ligação com o resultado, pois ele está ciente de que tudo é um e que o Criador está se conhecendo.

66.16 Então, o desejo de ser curado deve ser forte dentro do complexo mente/corpo/espírito que busca a cura a fim de que a cura ocorra? Isto está correto?
RA: Isto está correto em um nível ou em outro. Uma entidade pode não buscar conscientemente a cura e ainda estar subconscientemente ciente da necessidade de experienciar o novo arranjo de distorções que resultam da cura. Similarmente, uma entidade pode conscientemente desejar fortemente a cura, mas dentro do ser, em algum nível, encontrar alguma causa pela qual certas configurações que parecem bem distorcidas são, de fato, naquele nível, consideradas apropriadas.

66.17 Eu suponho que a razão para a consideração das distorções como apropriadas seria que estas distorções ajudariam a entidade no alcance de seu objetivo maior, que é um movimento ao longo do caminho da evolução na polaridade desejada. Isto está correto?
RA: Isto está correto.

66.18 Então, no caso de uma entidade que se torna ciente de sua polarização com relação ao serviço a outrem, ela pode encontrar uma situação paradoxal no caso onde ela foi incapaz de servir plenamente devido a distorções escolhidas para alcançar aquele entendimento que ela alcançou. Neste ponto, parece que a entidade, que estava ciente do mecanismo, poderia, através da meditação, entender a configuração mental necessária para alívio da distorção física a fim de que ela possa se dispor mais ao serviço a outrem, nesta ligação em particular. Estou correto neste pensamento?
RA: Você está correto apesar de nós podermos notar que há, com frequência, razões para a programação de um padrão de complexo físico distorcido. Em qualquer caso, meditação é sempre um auxílio para se conhecer o self.

66.19 Um posicionamento vertical da espinha é útil ou auxilia no procedimento meditativo?
RA: Isto auxilia de alguma forma.

66.20 Você poderia, por favor, listar as polaridades dentro do corpo que estão relacionadas ao balanceamento dos centros de energia dos vários corpos da entidade não-manifestada?
RA: Nesta questão existe uma grande quantidade de pensamento, o que nós apreciamos. É possível que a questão em si possa servir como auxílio em meditações sobre esse assunto em particular. Cada self não-manifestado é único. As polaridades básicas têm a ver com as frequências vibratórias e relacionamento balanceados entre os primeiros três centros de energia e, a uma menor extensão, cada um dos outros centros de energia.

66.22 Você mencionou que uma espiral energizadora é emitida a partir do topo de qualquer pirâmide e que se poderia se beneficiar com a colocação desta abaixo da cabeça, por um período de trinta minutos ou menos. Você poderia me dizer como esta terceira espiral é útil e qual ajuda ela dá à entidade que a está recebendo?
RA: Existem substâncias que vocês podem ingerir que fazem com que o veículo físico experiencie distorções na direção de um aumento de energia. Estas substâncias são grosseiras, trabalhando bem mais sobre o complexo do corpo, aumentando o fluxo de adrenalina.
A vibração oferecida pela espiral energizadora da pirâmide é tal que cada célula, tanto em espaço/tempo quanto em tempo/espaço, é carregada como se estivesse ligada à sua eletricidade. A intensidade da mente, a energia física e sexual do corpo e a harmonização da vontade do espírito, tudo é tocado por esta influência energizadora. Isto pode ser usado em qualquer destas formas. É possível sobrecarregar uma bateria, e isto é a causa do cuidado que qualquer um que use tais energias piramidais deve ter, removendo a pirâmide depois que uma carga tiver sido recebida.

66.23 Existe um melhor material ou tamanho ideal para a pirâmide pequena que deve ir abaixo da cabeça?
RA: Dado que as proporções são tais de forma a desenvolver as espirais na pirâmide de Giza, o tamanho mais apropriado para uso abaixo da cabeça é uma altura total pequena o suficiente para que sua colocação abaixo do travesseiro da cabeça seja algo confortável.

66.24 Não há um material ideal?
RA: Existem melhores materiais que são, em seu sistema de permuta, bem caros. Eles não são tão melhores que as substâncias que nós mencionamos anteriormente. As únicas substâncias incorretas seriam os metais básicos.

66.25 Agora, você mencionou os problemas com a ação na Câmara do Rei na pirâmide de Giza. Eu estou supondo que se nós usássemos a mesma configuração geométrica que é usada na pirâmide de Giza, isto estaria perfeitamente bom para a pirâmide colocada debaixo da cabeça já que nós não estaríamos usando as radiações da Câmara do Rei, mas apenas a terceira espiral do topo, e eu estou também perguntando se seria melhor usar um ângulo do ápice de 60° do que um ângulo maior do ápice? Ele proveria uma fonte melhor de energia?
RA: Para energia através do ângulo do ápice, a pirâmide de Giza oferece um modelo excelente. Simplesmente esteja certo de que a pirâmide seja tão pequena que não exista entidade pequena o suficiente para entrar nela.

66.26 Eu suponho que esta energia então, esta energia de luz espiralante, é de alguma forma absorvida pelo campo de energia do corpo. Isto está de alguma forma conectado ao centro de energia índigo? Estou correto nesta suposição?
RA: Isto está incorreto. As propriedades desta energia são tais que se movem dentro do campo do complexo físico e irradiam cada célula do corpo espaço/tempo e, na medida em que isto é feito, irradiam também o equivalente em tempo/espaço, que está intimamente alinhado com o corpo de raio amarelo em espaço/tempo. Isto não é uma função do corpo etéreo ou do livre arbítrio. Esta é uma radiação bem como os raios de seu sol. Assim, ela deve ser usada com cuidado.

66.27 Quantas aplicações de trinta minutos ou menos durante o período diurno seria apropriado?
RA: Em muitos casos, não mais que uma. Em poucos casos, especialmente onde a energia será usada para trabalho espiritual, experimentação com dois períodos mais curtos pode ser possível, mas qualquer sensação de cansaço súbito seria um sinal seguro de que a entidade foi radiada excessivamente.

66.28 Esta energia pode ajudar de alguma maneira com relação à cura de distorções físicas?
RA: Não há aplicação para cura direta usando esta energia apesar de que, se usada em conjunção à meditação, ela pode oferecer, a uma certa porcentagem de entidades, algum auxílio à meditação. Na maioria dos casos, é mais útil para aliviar o cansaço e no estímulo da atividade física ou sexual.

66.29 Em uma transição da terceira para a quarta densidade, nós temos duas outras possibilidades além do tipo que nós estamos experienciando agora. Nós temos a possibilidade de uma colheita totalmente polarizada positivamente e a possibilidade de uma colheita totalmente polarizada negativamente, que eu entendo que já tenha ocorrido diversas vezes em outros lugares do universo. Quando há uma colheita totalmente polarizada negativamente, quando um planeta inteiro, ou seja, tenha se polarizado negativamente e realiza a transição da terceira para a quarta densidade, o planeta tem a experiência da distorção da doença, que este planeta agora experiencia, anterior àquela transição?
RA: Você é perceptivo. A colheita negativa é uma de intensa desarmonia e o planeta expressará isto.

66.30 O planeta tem um certo conjunto de condições anteriores à transição para a quarta densidade, ou seja, ao final da terceira densidade, e então as condições se tornam diferentes no início da quarta densidade. Você poderia me dar um exemplo de um planeta negativamente polarizado e as condições no final da terceira densidade e no início da quarta densidade, para que eu possa ver como elas mudam?
RA: As vibrações da terceira para a quarta densidade mudam em um planeta negativamente orientado precisamente como elas mudam em um planeta positivamente orientado. Com a quarta densidade negativa, vêm muitas habilidades e possibilidades das quais você está familiarizado. A quarta densidade é mais densa e é bem mais difícil esconder as verdadeiras vibrações do complexo mente/corpo/espírito. Isto dá às quartas densidades negativas, tanto quanto positivas, a chance de formar complexos de memória social. Ela dá às entidades negativamente orientadas a oportunidade de um conjunto diferente de parâmetros com os quais mostrar seus poderes sobre outrem e se disporem ao serviço a si. As condições são as mesmas no que diz respeito às vibrações.

66.31 Eu estava preocupado sobre a quantidade de distorções físicas, doenças, e esse tipo de coisa em terceira densidade negativa logo antes da colheita e em quarta densidade negativa logo depois da colheita, ou na transição. Quais são as condições dos problemas físicos, doenças, etc., no final da terceira densidade negativa?
RA: Cada experiência planetária é única. Os problemas, digamos, de ações belicosas são mais prováveis de serem preocupações urgentes para as entidades do final da terceira densidade negativa do que as reações da terra à negatividade da mente planetária, pois é frequentemente através de tais atitudes de guerra, em uma escala global, que a polarização negativa necessária é alcançada.
Na medida em que a quarta densidade ocorre, há um novo planeta e um novo sistema de veículos físicos gradualmente se expressando e os parâmetros de ações belicosas se tornam aqueles de pensamento em vez de armas manifestadas.

66.32 Bem, então a doença e a enfermidade física, como nós as conhecemos neste planeta, são bem mais espalhadas em um planeta de terceira densidade negativa logo antes da colheita para a quarta densidade negativa?
RA: Distorções do complexo físico das quais você fala são prováveis de serem menos encontradas, na medida em que a quarta densidade negativa começa a ser uma escolha de colheita provável, devido ao interesse extremo no self, que caracteriza a entidade negativa colhível de terceira densidade. Muito mais cuidado é tido com o corpo físico, bem como muito mais disciplina é oferecida ao self mentalmente. Esta é uma orientação de grande interesse no self e disciplina do self. Existem ainda instâncias dos tipos de doenças que estão associadas com as distorções do complexo da mente de emoções negativas tais como a raiva. Entretanto, em uma entidade colhível, estas distorções emocionais são bem mais prováveis de serem usadas como catálise em um sentido expressivo e destrutivo com relação ao objeto da raiva.

66.33 Eu estou tentando entender a forma que a doença e as distorções corpóreas são geradas com relação às polaridades, tanto positiva quanto negativa. Parece que elas são geradas de alguma forma para criar a divisão ou polarização, que elas têm uma função na criação da polarização original que ocorre em terceira densidade. Isto está correto?
RA: Isto não está precisamente correto. Distorções do complexo corpóreo ou mental são aquelas distorções encontradas em seres que têm necessidade de experiências que auxiliam em polarização. Estas polarizações podem ser aquelas de entidades que já escolheram o caminho ou polarização a ser seguida.
É mais provável, para indivíduos positivamente orientados, experimentar distorções dentro do complexo físico devido à falta de interesse intenso no self e a ênfase no serviço a outrem. Além disso, em uma entidade despolarizada, a catálise da natureza de distorção física será gerada aleatoriamente. O resultado esperado é, como você diz, a escolha original de polaridade. Com frequência, esta escolha não é feita, mas a catálise continua a ser gerada. No indivíduo negativamente orientado, é provável que o corpo físico seja melhor cuidado e a mente melhor disciplinada contra distorções físicas.

66.34 Este planeta, para mim, parece ser o que eu chamaria de uma fossa de distorções. Isto inclui todas as doenças e mal funcionamentos do corpo físico em geral. Parece-me que, em uma média, este planeta estaria muito, muito alto na lista, se nós considerássemos a quantidade geral destes problemas. Devo eu, meu sentimento está correto nesta suposição?
RA: Nós revisaremos material prévio.
Catálise é oferecida à entidade. Se não for usada pelo complexo da mente, ela será então filtrada através do complexo do corpo e manifestada como alguma forma de distorção física. Quanto mais eficiente o uso de catálise, menos distorção física a ser encontrada.
Existem, no caso daqueles que vocês chamam de Andarilhos, não apenas uma dificuldade inata para lidar com os padrões vibratórios de terceira densidade, mas também uma recordação, vaga que seja, que estas distorções não são necessárias, ou comuns, na vibração de origem.
Nós generalizamos excessivamente, como sempre, pois existem muitos casos de decisões pré-encarnatórias que resultarão em limitações e distorções físicas ou mentais, mas nós sentimos que você está endereçando à questão de distorções espalhadas na direção de miséria de uma forma ou outra. De fato, em algumas esferas planetárias de terceira densidade, catálise tem sido usada mais eficientemente. No caso de sua esfera planetária, há muito uso ineficiente de catálise e, portanto, muita distorção física.

nota: a expressão Self refere-se ao Eu (pessoa), que nem sempre foi traduzido nos livros.

Partilhar no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.