A Lei do Uno - livro 1

A LEI DO UNO – sessão 4 – Pirâmides e Cura

Partilhar:

4.2 A forma da pirâmide tem efeito sobre a iniciação? 

RA: Como nós começamos a questão da última sessão, vocês já gravaram em seu complexo de memória individual o primeiro uso da forma, tendo a ver com a iniciação do complexo do corpo. A iniciação do espírito era um tipo de iniciação mais cuidadosamente projetado com relação às proporções de tempo/espaço, em torno das quais a entidade a ser iniciada se encontrava.
Se você imaginar comigo o lado da assim chamada forma de pirâmide e mentalmente imaginar este triângulo cortado em quatro triângulos iguais, você verá que a interseção do triângulo, que está no primeiro nível de cada um dos quatro lados, forma um diamante num plano que é horizontal. O meio deste plano é o local apropriado para a intersecção das energias fluindo a partir das dimensões infinitas e os complexos mente/corpo/espírito de vários campos de energia entrelaçados. Assim, ela foi projetada para que aquele a ser iniciado pudesse, através da mente, ser capaz de perceber e então canalizar este, digamos, portal para infinidade inteligente. Este, então, foi o segundo ponto para o projeto, desta forma específica.

4.3 Como eu entendi, então, o iniciado deveria estar na linha central da pirâmide, mas a uma altitude acima da base como definida pela interseção dos quatro triângulos feitos pela divisão de cada lado em quatro triângulos. Isto está correto? RA: Isto está correto.

4.4 Então, neste ponto, há um foco de energia que é extradimensional em relação às nossas dimensões. Estou correto? RA: Você pode usar este complexo de som vibratório. Entretanto, não é totalmente e especificamente correto, por não haver dimensões “extras”. Nós preferiríamos o uso do termo “multi” dimensões.

4.5 O tamanho da pirâmide é uma função na efetividade da iniciação? RA: Cada tamanho pirâmide tem o seu próprio ponto de influxo de infinidade inteligente. Assim, uma pequena pirâmide, que possa ser colocada abaixo de um corpo ou acima de um corpo, terá efeitos específicos e variados dependendo da disposição do corpo em relação ao ponto de entrada da infinidade inteligente. Para os propósitos de iniciação, o tamanho precisava ser grande o suficiente para criar a expressão de tamanho elevado, de forma que o ponto de entrada da infinidade inteligente multidimensional iria completamente penetrar e preencher o canal, estando o corpo inteiro capaz de descansar nesta área focada. Além disso, era necessário, para propósitos de cura, que ambos os canais e aquele a ser curado fossem capazes de estar dentro daquele ponto de foco.

4.6 A grande pirâmide de Gizé ainda é útil para este propósito, ou ela não está mais funcionando? 

RA: Ela, como muitas outras estruturas de pirâmides, é como o piano fora de tom. Ela, como este instrumento se expressaria, toca o tom, mas, oh, tão pobremente. A desarmonia estrondeia o sensível. Apenas o fantasma do fluxo ainda permanece devido à mudança dos pontos de fluxo, que estão mudando devido ao deslocamento do campo eletromagnético de seu planeta; devido também aos complexos vibratórios discordantes daqueles que usaram o local iniciatório e de cura para propósitos menos compassivos.

4.7 Seria possível construir uma pirâmide e apropriadamente alinhá-la e usá-la hoje [com] materiais que nós temos disponíveis? 

RA: É bem possível para vocês construírem uma estrutura de pirâmide. O material usado não é crítico, meramente as proporções dos complexos de tempo/espaço. Entretanto, o uso do material para iniciação e cura depende completamente das disciplinas interiores dos canais tentando tal trabalho.

4.8 Minha pergunta então seria, existem indivíduos, encarnados neste planeta hoje, que teriam as disciplinas interiores necessárias para, usando suas instruções, construir e iniciar numa pirâmide que eles construíram e então possivelmente fazê-lo novamente? Isto está dentro dos limites do que se pode fazer no planeta hoje, ou não há ninguém disponível para isto? 

RA: Existem pessoas, como vocês as chamam, que são capazes de responder a este chamado, nesta ligação. Entretanto, os fluxos do universo eram, no momento que nós tentamos auxiliar este planeta, aqueles que requeriam certo entendimento da pureza. Este entendimento foi, já que os fluxos revolvem e todas as coisas evoluem, alterado para uma visão mais iluminada da pureza. Assim, há aqueles, entre as suas pessoas, neste momento, cujas purezas já são uma com a infinidade inteligente. Sem o uso de estruturas, curandeiro/paciente podem ganhar cura.

4.9 É possível para você instruir técnicas de cura se nós pudermos tornar disponíveis estes indivíduos que têm a habilidade nativa? 

RA: É possível. Nós devemos acrescentar que, em muitos sistemas de ensino/aprendizado, as ligações cura/paciente são apropriadamente dadas a vários complexos mente/corpo/espírito. Nós solicitamos sua imaginação para considerar a relativa simplicidade da mente no ciclo anterior e as menos distorcidas, mas frequentemente excessivamente complexas, visões e processos de pensamento/espírito dos mesmos complexos mente/corpo/espírito após muitas encarnações. Nós também solicitamos sua imaginação para conceber aqueles que escolheram a distorção do serviço e removeram seus complexos
mente/corpo/espírito de uma dimensão para outra, assim trazendo com eles, em algumas vezes, forma totalmente latente, muitas habilidades e entendimentos que mais proximamente combinam as distorções dos processos da cura/paciente.

Portanto, aqueles do primeiro tipo, aqueles que buscam servir e estão desejando ser treinados em pensamento, palavra, e ação, são aqueles que serão capazes de confortavelmente manter a distorção na direção do serviço na área da cura.

Uma das distorções primárias da Lei do Uno é aquela da cura. Cura ocorre quando um complexo mente/corpo/espírito percebe, no fundo de si mesmo, a Lei do Uno; ou seja, que não há desarmonia, nenhuma imperfeição; este todo é completo e pleno e perfeito. Assim, a infinidade inteligente, dentro deste complexo mente/corpo/espírito, re-forma a ilusão do corpo, mente, ou espírito para uma forma congruente com a Lei do Uno. O curandeiro age como energizador, ou catálise, para este processo completamente individual.
Um item que pode ser de interesse é que um curandeiro, pedindo para aprender, deve tomar a distorção compreendida como responsabilidade por aquele pedir/recebendo, assim curando. Isto é uma honra/dever que deve ser cuidadosamente considerada em livre arbítrio antes do pedido.

22 de janeiro de 1981

sessão 5 – curandeiros
sessão 6 – Ra, origem de Vénus; Saturno
resumo do livro “A lei do Uno” e os 5 livros em .pdf

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos corruptos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar:

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments