revelação cósmica temporada 07

S07E29 Testemunho sobre Pirâmides e Cidades Subterrâneas

Partilhar:

Pela primeira vez Pete Peterson que era um dos informadores, apresenta-se neste programa.

Fala das pirâmides existentes na Terra, que são uma forma de comunicação com os extraterrestres. Há diversas cidades subterrâneas onde existem pirâmides que não foram descobertas.

Fala sobre os gigantes.

S07E29 Testemunho sobre Pirâmides e Cidades Subterrâneas (Revelação Cósmica)
S07E29 (Cosmic Disclosure)

Assista ao episódio clicando no link abaixo, usando o browser chrome:
https://drive.google.com/open?id=1023owpT6iQKZzWRtkbEobNlOhVMD7UxB

Se der erro, use o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift + n) no PC e se necessário, antes tem de fazer logout do seu gmail. Se ainda não conseguir, aceda a partir de outro PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário (não no facebook), para indicarmos outro link.

Episódio com legendas em português do Brasil (para quem não deseja assistir ao vídeo):

revelação cósmica temporada 7 episódio 29

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Muito bem, bem-vindos de volta
ao “Revelação Cósmica”.

Sou o apresentador, David Wilcock.
Temos uma surpresa especial

para vocês.

Este é o Pete Peterson,
de volta aqui

um ano depois da nossa
última gravação,

e tem muito mais que ele tem
permissão para discutir agora.

Então, vamos direto ao assunto.
Aqui está o Pete Peterson.

Pete, bem-vindo ao programa.

Obrigado.

Você sabe tantas coisas.

É difícil decidir o
que discutiremos

primeiro, mas já que
estávamos falando disto

antes de começarmos,

e parece um bom ponto inicial,

vamos falar sobre o fato
de que temos pirâmides…

Há mais de 500 pirâmides
da Mesoamérica

feitas de blocos gigantes.

Há mais de 120 delas no Egito.

Também há várias outras
culturas ao redor do mundo

que parecem ter tido a ideia de
pegar blocos de pedra gigantescos

pesando várias toneladas,
esculpi-los com muita precisão

e colocá-los nessas incríveis
estruturas monumentais.

Todo mundo quer saber: qual
é a visão dos bastidores?

Com base na sua experiência pessoal
com programas confidenciais

do governo, o que eles especulam
que tenha acontecido lá atrás?

Eles têm alguma ideia de
como elas foram construídas?

Isso tem alguma coisa a
ver com extraterrestres?

Primeiramente, vou
sair um pouco do tema

para explicar que, quando
eu estava crescendo,

aprendi a ler muito cedo.

As coisas que mais me empolgavam

eram antropologia e arqueologia.

A tumba do Rei Tut
e coisas assim.

Então, eu queria ser um
arqueólogo antropólogo.

Por esse motivo, sempre
que eu conseguia

me envolver com arqueologia
antiga, eu não hesitava.

Certo.

Elas obviamente foram construídas
com conhecimentos alienígenas

ou pelo menos muito
avançados das pessoas

que as construíram.

Claro.

Não necessariamente as
pessoas que governavam

essas sociedades, mas pelo
menos as que as construíram.

Então, havia uma classe de sacerdotes
que tinham muito conhecimento.

Havia uma classe de cientistas
que tinha muito conhecimento.

Eles estavam no topo
dessas sociedades.

Nós tínhamos conhecimentos
que não temos mais

desde aquela época,
porque essas sociedades

mudaram-se daqui ou
pereceram por algum motivo,

muitas vezes devido a guerras
umas contra as outras.

Elas foram construídas porque,
se você parar para pensar,

trata-se de uma
concentração de massa.

Nem a Terra é toda feita de rocha.

Porém, as pirâmides são.

Elas eram muito pesadas.

Elas foram construídas de forma…

Eles as chamavam de estruturas
matemáticas religiosas.

Na mente deles, havia
um componente religioso

ou filosófico na base de tudo.

Em segundo lugar, eles precisavam
da estrutura informativa

e do campo informativo
que era gerado

por tanta massa concentrada
em um formato específico,

em um certo lugar e tempo.

Isso lhes permitia
realizar cerimônias.

Isso lhes permitia fazer…

Vamos chamar de comunicação
com extraterrestres.

Elas aumentavam o… Não
sei que outro termo usar

para dizer isto, mas acho
que talento mediúnico

ou faculdades mediúnicas dos
sacerdotes que as usavam.

Então, Pete, você acha
que havia algum tipo

de amplificação do
aspecto espiritual

dessas civilizações que
construíam pirâmides

ou estruturas de pedra gigantes?

Com certeza.

Vou chamar esse aspecto
de informativo.

Certo.

Qual era o efeito espiritual ou,

como você diz, informativo
nessas sociedades?

O que as pessoas sentiam?

Ou como a construção dessa
pirâmide mudava as pessoas?

Como isso ocorria?

Nós vivemos em três
universos separados,

um dentro do outro, que
fica dentro de outro,

sem fronteiras.

Então, a maioria das coisas que
fazemos na nossa vida aqui

está em dois desses campos.

O campo informativo
é o pano de fundo,

sendo o responsável por aquilo
que as religiões chamam

de alma ou espírito.

Ele é responsável por boa
parte do que acontece

nos casos de visualização
e influência remotas.

Muito disso ocorre com as
capacidades de liderança

e o que chamamos hoje de cabala,

bem como com as pessoas
que sabem mais

que o ser humano comum, passam
por um treinamento diferente,

têm um DNA consideravelmente
diferente.

Elas são os resquícios
de seres muito antigos

que existem há provavelmente 200
milhões de anos, talvez mais,

e que já habitaram este planeta

em épocas diferentes.

É isso que está por trás de
todos os textos esotéricos

e espirituais do
mundo, apesar de todas

as diferenças aparentes
entre essas religiões.

Uma religião só tem poder
porque sabe de coisas

que as pessoas comuns não sabem.

Então, eu gostaria de
perguntar-lhe algo.

Como você explicaria o fato
de que essas pedras enormes

foram encaixadas perfeitamente
nessas estruturas gigantes?

Graham Hancock e outros
escritores alegam

que não há nenhum guindaste
capaz de levantar essas pedras

hoje em dia.

Então, como você acha que
essas pedras foram movidas?

Elas foram movidas com
dispositivos antigravitacionais

ou pensamento antigravitacional.

O que veríamos se
estivéssemos lá

testemunhando isso?

Veríamos pedras flutuando,

com várias pessoas movendo-as.

Algumas das pirâmides
são famosas.

As do Egito e as da
Mesoamérica são famosas.

Porém, temos algumas
coisas muito estranhas

que a maioria das
pessoas não conhece.

Por exemplo, há cerca
de 100 pirâmides

de topo plano na China

similares às da Mesoamérica.

Por que você acha que todas
essas culturas diferentes

no mundo todo tiveram
a mesma ideia

de construir estruturas
de aparência tão similar?

Porque é a estrutura que nos dá

seu poder.

Ela nos propicia suas habilidades.

Ela fornece sua utilidade às
pessoas que as constroem.

A maioria das pirâmides de
topo plano tinha um topo.

Com o passar do tempo,
a tecnologia evoluiu,

e eles aprenderam a construir
a pequena pirâmide

que ficava sobre o topo plano
ou pirâmides truncadas

que eram feitas, por falta
de uma palavra melhor,

pela imaginação.

Elas realmente estavam
fisicamente presentes,

mas existiam como algo
imaginado, algo conjurado.

Como uma estrutura energética?

Como uma estrutura informativa.

A estrutura informativa,
física ou não,

inclui a parte energética,
sua potência.

Ela também inclui um
conhecimento de formas.

Os tibetanos não são uma
civilização antiga,

mas eles têm formas ou
yantras muito poderosos

que eles usam em suas
pinturas de areia.

Eles os usam em suas
rodas de oração.

Eles os usam em seus tecidos.

Eles os usam em
desenhos temporários

que fazem para energizar algo e
fazer com que as coisas aconteçam.

Algumas sociedades chamam
isso de mapas sagrados

ou gráficos

sagrados.

Eles provavelmente são mais
poderosos que coisas físicas.

Como essas pirâmides eram
usadas na comunicação

com extraterrestres?

Como isso era feito?

Elas não eram usadas para isso.

Eles faziam rituais
e outras coisas

dentro das pirâmides, pois
eram estruturas sagradas.

Assim como na igreja,
muitas pessoas

vão à igreja e rezam lá dentro.

É o centro do que seria uma
atividade sagrada ou mediúnica.

Porém, eles não usavam
as pirâmides para isso.

Eles só faziam isso lá dentro
porque elas geram campos,

campos informativos, que
são muito poderosos.

Porém, elas não funcionam como
os nossos meios de comunicação.

É algo que ocorre totalmente
fora da dimensão física.

Você sabe de alguma pirâmide

ou outro tipo de
estrutura similar

que ainda não foi descoberta?

Existem várias.

Há diversas cidades subterrâneas
onde existem pirâmides.

Cidades subterrâneas antigas.

Algumas delas ainda não
foram descobertas.

Algumas delas foram preenchidas

por coisas naturais que
existem no subsolo.

Em outras palavras, já
ocorreram diversas enchentes

ou dilúvios que as encheram

de areia ou barro,
muito barro e areia,

partículas pequenas
que as encheram.

Elas estão enterradas no subsolo.

Essas já foram facilmente
mapeadas, inadvertidamente,

por satélites espiões que
construímos para procurar

laboratórios subterrâneos.

Então, encontramos essas
estruturas subterrâneas.

Há milhares delas que
ficam abaixo do oceano

e que já foram debatidas, mas
ninguém nunca fez nada a respeito.

Existe alguma pirâmide em
Ohio que nunca foi revelada

ao público?

Não sei de nenhuma que
não tenha sido revelada,

mas as pessoas provavelmente
nunca ouviram falar delas.

Certo.

Eles estão fazendo
escavações lá em Ohio.

Há três pirâmides que
eu conheço e já vi

que são três vezes maiores
que a maior pirâmide

no Egito.

Nossa!

Elas faziam parte de uma cidade
de 15 milhões de habitantes

que foi descoberta.

Essa cidade é
mencionada por alto

no Livro de Mórmon, por exemplo.

O Livro de Mórmon não é
a Bíblia dos mórmons,

é a história antiga dos
indígenas norte-americanos.

Porém, estamos desenterrando
muito disso agora.

Há várias leis
relativas à escavação

de sítios arqueológicos,
e o problema

é que há cidades construídas

3/4 of the city has
sobre 3/4 deles.

Já li vários livros
sobre esses montes e,

quando eles começaram
a escavá-los,

ainda lá no começo,
quando Lewis e Clark

começaram a explorar o oeste
dos EUA, parece que acharam

vários esqueletos de gigantes.

Alguns desses gigantes tinham
2,75 m de altura ou mais.

Você sabe alguma coisa
sobre os gigantes

e o que isso tem a ver com
esses montes ou pirâmides?

Essas eram as pessoas
que estavam aqui,

que viviam aqui à época, que
construíram essas coisas

e cruzaram com os…

Houve um longo
programa de cruzamento

com os terráqueos.

Quando eu era criança, fui a
museus que tinham amostras…

Havia esqueletos
de pessoas ruivas.

Parece que os cabelos sempre ficam.

Cabelos ruivos duram mais.

Porém, havia museus,
principalmente no Oregon,

que mostravam pessoas de
até 3,65 m de altura.

Nossa!

Em exibição pública?

Em exibição pública.

Muito perto dessa região, havia
uma mina de obsidiana que usavam

para fazer ferramentas primitivas.

Isso foi logo depois que
eles vieram à Terra.

Eles precisavam de armas,
mas não haviam localizado

as jazidas de aço,
de cobre e de ferro.

“Eles vieram à Terra.”

Você está dizendo que os gigantes
são humanos extraterrestres?

São extraterrestres.

Certo.

Você sabe de onde eles vêm?

Não fazemos ideia de
onde tenham vindo.

Sabemos de onde
vieram alguns deles.

Alguns parecem ser de Arturo.

Resumindo, você está dizendo

que pessoas gigantes
com aparência humana,

pessoas que se parecem conosco,
mas que são muito altas,

de alguma forma vieram aqui.

Porém, elas precisavam de
ferramentas de obsidiana.

Por que elas não
tinham armas a laser

e coisas avançadas desse tipo?

Quantas pessoas
cabem em uma nave?

Acho que depende do tamanho.

Quando pousamos
em outro planeta,

o que acontece?

Quando fomos a Marte, tivemos
que terraplanar o planeta.

Quando fomos ao outro lado da Lua,
tivemos que terraplanar a Lua.

Não chegamos lá e
achamos pilhas de aço,

pilhas de alumínio,
pilhas de tubos

e pilhas de vigas.

Certo.

Quando você chega, você
precisa de um tempo,

que pode demorar bastante.

Há rumores agora de que um
dos nossos pseudoinimigos,

como a Coreia do Norte ou a Rússia,
vai explodir bombas eletromagnéticas.

Isso nos faria voltar de 90 a 100
anos 90 to 100 years before we even

antes de termos
eletricidade no país.

Porque temos que
construir essas coisas

e não temos certos
transformadores de fase

e coisas desse tipo.

Não temos grandes estoques disso

aguardando para substituir
algo que outro país explodirá.

Quando você vai a uma planeta
ou sistema de planetas

totalmente inabitado, você
não tem todas as ferramentas

de construção necessárias.

Você precisa construir as ferramentas
para construir as ferramentas

que constroem as ferramentas
que constroem o produto final.

Eu percebi que vários desses
relatos de esqueletos gigantes…

Eu já pesquisei todos
que pude encontrar,

e há centenas deles…
Parece que eles têm

crânios mais alongados que o nosso,
o que indica que seu cérebro

seria maior em relação
ao corpo que o nosso.

Provavelmente umas cinco
ou seis vezes maior,

em alguns casos.

O cérebro, se você analisar

o formato do corpo
de um polvo ou lula,

principalmente de uma lula,
acho que eles provavelmente

são produtos degenerados do
DNA desses tipos de ser,

porque eles têm a mesma aparência
quando vistos de lado.

Temos a área do córtex frontal.

Depois, temos algo que
se parece com um saco

pendurado na parte traseira.

Essa é a aparência
de cérebro deles.

Essa é a aparência
dos crânios deles.

De acordo com o que você
sabe, esses gigantes mexeram

com DNA na Terra?

Eles tentaram miscigenar-se?

É claro, com certeza.

Eles tentaram acasalar com
as mulheres da Terra.

Vamos pensar no
que nós faríamos.

A maioria das nossas naves
é tripulada por homens.

Quando chegamos a algum lugar
sem passagem de volta,

usamos a criatividade.

Nem todos eles, aliás,
pouquíssimos deles

tinham esse tipo de
estrutura craniana.

Alguns dos mais altos tinham.

Alguns deles tinham uma
estrutura craniana

quase idêntica à nossa.

Eles eram de raças diferentes?

De raças diferentes e são raças

muito diferentes.

Então, esses gigantes
vieram aqui com…

Estou só deduzindo.

Como você disse que os indígenas
haviam construído as pirâmides

e a casta dos sacerdotes tinha
contato com extraterrestres,

estou presumindo que esses gigantes
faziam parte de algum desses grupos.

Não, os sacerdotes
eram extraterrestres.

Eles eram?

Esses gigantes trouxeram consigo

tecnologia antigravitacional?

Foi assim que muitos
deles chegaram aqui.

De novo, quando você vai a
um planeta não desenvolvido,

demora um tempo até…

Principalmente quando você
precisa mudar o seu DNA

para poder sobreviver no planeta,
respirar os gases que existem lá,

sem ser intoxicado pelos gases
que não são tóxico para nós,

mas são para eles.

Estou relativamente
seguro, baseado em coisas

que sei e que já vi,
lembrando que sou cientista,

mas também sou um arqueólogo
antropólogo amador,

eu diria que existiram pessoas

aqui que…

Eu já tive acesso, várias vezes, à
Grande Biblioteca de Alexandria,

que chamamos de
Biblioteca do Vaticano.

Certo.

Ela tem vários andares

classificados de acordo
com a idade do material

contido neles.

Você passa por várias camadas de
épocas em que já havia escrita

e várias camadas de
quando não havia escrita.

Várias civilizações já
surgiram e desapareceram.

Algumas partiram para outros lugares,
pois um dos principais motivos

para ir a outro planeta…

Esse é um processo caro,
não importa quem você é

e o que faz, é algo que
consome tempo e recursos.

Eles vieram aqui para
pegar matéria-prima.

Há quanto tempo você acha que
existem civilizações inteligentes

aqui na Terra?

Acho que, pelo menos, há uns
200, 250 milhões de anos.

250 milhões de anos?

Exato.

Há indícios disso.

Por exemplo, nas
minas de carvão.

Já vimos minas de carvão de
1 a 1,2 km de profundidade.

Na massa de carvão,
já foram encontrados

astrolábios, que são
instrumentos de navegação,

configurados para navegação pelo
menos dentro desta galáxia,

a Via Láctea.

Eram instrumentos
semiprimitivos, de certa forma,

mas que cumpriam sua
função perfeitamente.

Se esses gigantes vêm
aqui com tecnologia

capaz de levitar pedras
e fazer com que elas

basicamente flutuem, eles
fizeram algo no subsolo?

Eles conseguiam manipular pedras
no subsolo para fazer cavernas

ou algo assim?

Havia várias cavernas.

Novamente, no começo,
quando chegaram aqui,

não havia nada que
não fosse natural.

Há vários lugares na Terra,

devido ao tipo de
estrutura na Terra…

Como no Arkansas, onde
há muito calcário.

O calcário é erodido muito
facilmente pela água.

Há várias cavernas naturais lá, bem
como diversas cavernas naturais

no Novo México.

Eles habitaram essas cavernas primeiro
porque precisavam de proteção

do Sol, que tem um ciclo

de 29 mil anos.

Ele está entrando
agora em um ciclo

durante o qual provavelmente
teremos que viver no subsolo.

Acho que isso chama atenção para
o fato de que há várias coisas

no subsolo.

Eles realmente
construíram no subsolo.

Há várias coisas no subsolo.

Já visitei várias rodovias,

como gosto de chamá-las, no
subsolo da América do Sul,

que são conhecidas e
bem documentadas.

Existem túneis subterrâneos

que são pelo menos do mesmo tamanho
que o túnel submarino que construíram

entre a Inglaterra e a França.

Nossa!

Conte-me como eram esses
túneis que você viu

na América do Sul.

Se você entrar neles…
Todo mundo adoraria

vê-los, mas não temos
permissão para isso.

Acho que nunca conseguiram
filmar esses túneis.

Há vários livros

escritos sobre eles.

Sim, mas ninguém
conseguiu filmá-los.

Se você os viu com
os próprios olhos,

poderia descrever para
nós como eles eram?

Já vi túneis de piso plano

e teto meio oval.

Eles se parecem muito com
túneis vulcânicos naturais,

mas não são.

Eles foram construídos.

As paredes são de vidro, mas
é um tipo de vidro flexível.

Eles têm quilômetros e
quilômetros de comprimento.

Eu já estive em um veículo que
era como um carrinho lunar

com o qual eles fazem passeios e
coisas do tipo. Acho que já desci

uns 190 km em dos túneis.
120 miles down one tunnel.

Eu fiz engenharia de rodovias
durante um período da minha vida,

e eles obviamente foram
projetados por engenheiros.

Eles nunca surgiriam
naturalmente,

não surgiriam nem com
alguém que não fosse

um engenheiro muito sofisticado.

Quando o túnel passa por cima de
uma protuberância, por exemplo,

ele sobe acima da protuberância,
fica em uma espécie

de superfície cilíndrica,
e desce de volta

para outra superfície plana.

Ajude-me a visualizar isso.

Estamos falando de paredes retas
que parecem ter sido perfuradas

a laser?

Esse tipo de coisa?

Sim.

Certo.

E você disse que era de vidro…

Era como se uma broca
gigante e oval

tivesse perfurado o túnel.

Nossa!

Porém, o chão era plano?

Algumas partes dos
primeiros túneis…

Lembre-se que a tecnologia
evolui com o passar do tempo.

Alguns trechos das
partes iniciais

pareciam ter sido cortadas com
alguma ferramenta de corte,

como uma cabeça de corte
usada em poços de petróleo,

havia estrias na parede.

Não havia nenhum motivo para
isso em termos de engenharia.

Isso se deve ao tipo de ferramenta
que eles usavam para cortar.

Mais tarde, eles evoluíram
e desenvolveram

tecnologia a laser, tenho certeza.

Por que seres humanos
fariam algo subterrâneo

muito mais alto que
suas próprias cabeças?

Por que você criaria
tanto espaço extra

desnecessariamente?

Porque eles precisavam
do fluxo de ar.

Do fluxo de oxigênio
ou de gases.

Esses túneis levam a cidades

ou são apenas longas rodovias?

Os que vi na América do Sul

parecem ser rodovias.

Que levam aonde?

Também gostaria de saber.

Como eu disse, eu fui uns 240 km

e voltei.

Ficamos sem combustível.

Você viu alguma inscrição
nessas paredes?

Com certeza.

Sério?

Como eram?

Eram símbolos, yantras.

Há yantras lá para
proteger as pessoas.

Há yantras para manter
o vidro flexível.

Yantras como mandalas?

Sim, como mandalas.

Nossa!

Portanto, padrões geométricos?

Padrões geométricos.

Interessante.

Eram apenas entalhes no vidro

ou também eram coloridos?

Eram entalhes, mas muitas vezes

havia algum tipo de
colorífico esfregado

nesses entalhes.

Outras vezes, eram só entalhes.

Você já viu ilustrações
de pessoas,

naves espaciais ou algo
interessante assim?

Nunca vi naves espaciais,

mas vi vários
entalhes de pessoas.

Elas se pareciam conosco,
ou havia algo diferente?

Elas pareciam normais…

Pequenas variações de nós.

Há várias pessoas de
mais de 2 metros,

e outras que só têm
1,2 m de altura.

Portanto, existem variações.

Provavelmente, a
porcentagem de pessoas

que viveram àquela época
era a mesma porcentagem

das pessoas retratadas com
variações nas paredes.

Havia pessoas pequenas.

Em alguns pontos,
havia pessoas altas.

Em outros pontos, havia pessoas

que se encaixariam nos
padrões que temos

hoje em dia.

As pessoas de tamanhos
diferentes apareciam juntas

nas mesmas imagens?

Às vezes, sim. Outras vezes,

não.

Você sabe se já
foram encontrados

aparelhos tecnológicos
lá embaixo,

como hologramas ou laser?

Não sei de nada assim que
tenha sido encontrado

na América do Sul.

Certo.

E eu procurei. Como
sou um cara técnico,

essa é uma das coisas
que eu procuraria.

Por exemplo, encontrei várias
coisas no Museu Britânico

que eles haviam
roubado das pessoas.

Os britânicos já chegaram
a governar o mundo.

No Museu Britânico e no
porão do Smithsonian,

pelo amor de Deus! Há
várias histórias de coisas

que eles não fazem
ideia do que sejam.

Você chegou a ver algo na
Biblioteca do Museu Britânico

ou no Smithsonian que fosse

muito incrível e
obviamente tecnológico?

Como uma forma metálica de
aparência muito futurista?

Você chegou a ver
algo desse tipo?

Não desse tipo.

Porém, já vi naves.

Vi veículos.

Sério?

Sim, nas próprias estruturas,

havia abrigos que
protegiam do Sol

e da chuva.

Não vi pessoas… Quando
você vai a Nova York,

você espera ver casas muito
decoradas e rebuscadas

e coisas do tipo.

Não vi muitas coisas desse tipo.

Estou falando do ponto de
vista da antropologia,

não da engenharia.

Eles obviamente tinham
tecnologias muito avançadas

para construir as coisas,
mas era tudo muito rústico

na entrada do túnel.

Quando construíram esses túneis,
eles provavelmente estavam atrás

de minérios.

E também um lugar para
abrigar mais pessoas,

pois sabemos que várias pessoas

vieram aqui porque seus
planetas estavam em ruínas

ou seu sistema estava em ruínas.

Nós estamos em uma lugar
onde o nosso sistema

também passa um pouco por isso,

mas ele já passou por isso umas
12 ou 13 vezes na história

que eu conheço, pois temos
esse ciclo de 29 mil anos.

Certo.

Você mencionou em outra
parte desta entrevista

que havia cidades subterrâneas

nas quais existiam pirâmides.

Sim.

Você poderia falar um
pouco mais sobre isso?

Existe alguma relação entre
isso e esses túneis?

Sim, deve haver alguma relação

com os túneis, pois
era por meio deles

que se chegava às cidades.

Certo.

E algumas cidades
são muito grandes.

Em uma delas, há
uma cachoeira que,

com os faróis de um carro,
cuja potência é de 300 mil,

eu acho, 300,000 candlepower–

se você os apontar para cima,
dá para ver a água caindo,

mas não dá para ver
de onde ela cai.

É uma montanha em Utah que
já visitei várias vezes

que tem 3.770m de altura
perto de uma área urbana.

Ela tem várias cavernas
que são comercializadas,

de posse principalmente
do governo

ou talvez de entidades privadas,
não sei, mas já fui lá.

Em algumas delas, você
pode percorrer 27-28 km.

18 miles.

Você pode atravessar
um lago a remo

sem conseguir ver o outro lado.

Lá dentro, há uma cachoeira.

Essa montanha, no topo dela…

Já subi no topo dela
quando era mais jovem

e tinha melhores condições físicas.

Já atingi a linha dos 3.650 m.

Acho que essa é a
altura aproximada.

O solo lá em cima contém
muitas conchas marinhas

antigas.

Portanto, a montanha
inteira subiu

desde quando existiam esses tipos
específicos de braquiópode

e outros tipos de
criaturas marinhas.

Se essas pirâmides foram encontradas
em cidades subterrâneas,

elas têm uma composição
similar às pirâmides

que vemos na Terra?

Em outras palavras,
elas são feitas

de blocos de pedra
encaixados uns nos outros?

Ou essas pirâmides têm algo

ainda mais estranho que
as que vemos na Terra?

Não vejo nada que
seja mais estranho.

Elas são feitas dos materiais
geralmente encontrados

nas redondezas.

Certo.

Lembre-se de que nós as
construímos pelo seu formato,

pois esse formato afeta
um terço do universo

em termos de informação.

Claro.

Já fiz vários episódios
do “Wisdom Teachings”

sobre a tecnologia das pirâmides
e como o formato em si

cria efeitos muito estranhos.

Com certeza.

Então, você está dizendo

que há uma civilização na
qual a pirâmide não atinge

o teto dessa cavidade
dentro da Terra.

Não.

Além disso, também já mencionamos
as pirâmides truncadas.

Existem pirâmides
truncadas no subsolo.

Elas eram mais modernas
porque aprendemos a…

Por exemplo, a Grande
Pirâmide de Quéops

tinha uma cobertura
que se encaixava

nos degraus da pirâmide.

Exato, as pedras
de revestimento.

As pedras de revestimento.

Elas desciam até certo
ponto e paravam.

Essa parte da pirâmide
e esse formato…

O resto da pirâmide
concentrava informações,

e essas informações ficavam
nessa parte de cima,

sendo emanada para cima.

Existe alguma cidade na
qual algumas dessas pessoas

que as construíram ainda vivem?

Pelo que eu saiba,
a única que existe

é a que fica na Antártida.

Você poderia nos contar um
pouco do que sabe sobre ela?

Houve uma queda lá
cerca de 200 mil anos

atrás.

Àquela época, a
região era tropical.

Havia palmeiras lá.

No local da queda,
havia palmeiras.

Isso tudo está cerca de
5 km abaixo do gelo.

A área está sendo escavada.

Eles estão construindo
um túnel gigante até lá.

Várias dessas coisas antigas

lembram um pouco os filmes
de ficção científica

nos quais eles tentaram
prever como seria o futuro,

mas passaram longe do que
realmente aconteceu.

Nós avançamos muito rapidamente.

Os meus avós andavam
de carruagem.

Portanto, houve um avanço
tremendo da tecnologia.

Vemos uma mudança muito
clara na tecnologia.

As coisas mais
antigas, as coisas

que estão embaixo de
duas ou três camadas

de civilização, são
de uma civilização

aparentemente muito antiga,
provavelmente da época

em que eles teriam usado esses
instrumentos de navegação

movidos por engrenagens.

Porém, os instrumentos de navegação,
as engrenagens, as proporções,

tudo foi projetado
para esta galáxia.

Então, o que acharemos
quando vasculharmos

a Antártida, se a
verdade for revelada?

Encontraremos várias
camadas separadas

de ocupação.

Encontraremos várias
camadas separadas

de como era o
exterior quando havia

uma civilização ali.

Só a última camada era
realmente a Antártida.

Antes disso, era
uma ilha tropical.

Parte dessa ilha veio de
uma ilha muito maior.

Vários pedaços dela provavelmente
vieram de Atlântida,

foram captados e
movidos lá para baixo.

Existem várias
partes de Atlântida

que encontramos no oceano, partes
que foram deixadas para trás.

Várias partes eram e ainda são

altamente radioativas,
partes que foram destruídas.

Porém, lá embaixo, uma das
coisas que descobriremos

é que essas pessoas
lá do início,

as primeiras pessoas lá na
primeira camada, eram gigantes.

Algumas delas, pelo que
entendi, tinham até 11 metros

de altura.

Nossa!

Infelizmente, preciso
interrompê-lo.

O tempo que tínhamos para
este episódio esgotou-se.

Sou David Wilcock.

Este é o “Revelação Cósmica”.
Obrigado pela sua audiência.

REVELAÇÃO CÓSMICA

POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO
COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos corruptos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar:

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments