revelação cósmica temporada 06

S06E11 Banidos da Terra Interior (Revelação Cósmica)

Partilhar:

S06E11 Banidos da Terra Interior (Revelação Cósmica) S06E11 (Cosmic Disclosure)

Assista ao episódio clicando no link abaixo, usando o browser chrome (watch the episode by clicking on the link below, using the chrome browser): https://drive.google.com/open?id=1R4eAWodhCrMeWj_uz1dqzafIvkajtUMG

Se der erro, use o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift + n) no PC e se necessário, antes tem de fazer logout do seu gmail. Se ainda não conseguir, aceda a partir de outro PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário (não no facebook) para indicarmos outro link.

Episódio com legendas em português do Brasil (para quem não deseja assistir ao vídeo):

REVELAÇÃO CÓSMICA

POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Banidos da Terra Interior

Muito bem, bem-vindo ao ”Revelação Cósmica”.

Sou o apresentador, David Wilcock.

Estou aqui com Corey Goode.

Quando discutimos essas atualizações no último episódio,

as coisas ficaram muito interessantes.

Então, vamos direto ao assunto. Bem-vindo de volta, Corey.

Obrigado.

Parece que o cerne da questão

é que um número pequeno de nós… E temos um número bom de telespectadores, muito maior que o grupo que conseguiu reduzir o terrorismo em 72% com o efeito da meditação…

Nós realmente poderíamos moldar todo o futuro da humanidade.

Pode ser que tenhamos muito mais poder neste caso

que imaginamos.

Com certeza.

Essa mensagem derrota a ideia

de que somos apenas espectadores.

Não, somos cocriadores.

Temos o poder de cocriar.

Então, usem esse poder.

O que aconteceu depois de você receber

essa mensagem sobre a consciência coletiva?

Eu tive várias reuniões com a Kaaree.

Elas ocorreram no que você chamou de “constructo”.

Em uma dessas reuniões, descrevi a ela

um encontro que tive em Long Beach, Califórnia,

durante as férias com a minha família.

Estávamos hospedados em um quarto de hotel.

Eu acordei.

Havia uma mulher bem na minha frente,

olhando para mim.

Quando ela me viu, quando viu meus olhos se abrindo,

ela se aproximou e, com a mão fechada

sobre um dos meus olhos, ela tocou na minha testa

com o dedo.

Eu voltei a dormir.

Eu apaguei.

Eu me lembro que, como somos amigos,

quando isso ocorreu, você não me contou imediatamente.

Isso realmente mexeu com você.

Sim.

Isso quase arruinou a nossa amizade por um tempo,

porque você estava tão traumatizado.

Você não queria falar com ninguém.

Isso realmente mexeu com você.

Sim.

Eu estava ali com a minha família.

Fui pego de surpresa.

Além disso, senti-me violado.

Qual era a aparência dessa mulher?

Ela tinha a minha altura ou era um pouco mais alta,

pelo que me lembro.

Ela tinha olhos azuis, era loira e parecia ser humana.

Certo.

Quando acordei, a cabeça dela estava sobre a minha.

Quando acordei, ela parecia surpresa.

Então, ela se aproximou e tocou na minha testa,

só me lembro disso.

Mas você estava consciente de que sua família estava ali.

Você conseguiu ver se a sua família estava dormindo

quando isso aconteceu?

Eu sabia que eles estavam ali.

Então, compartilhei isso com a Kaaree.

Eu já havia notado em encontros anteriores

que ela vinha agindo um pouco diferente comigo,

como se estivesse me observando.

Quando contei a ela sobre esse incidente,

ela me disse que aquela mulher fazia parte dos banidos,

sobre os quais ela havia me contado antes.

Ela havia me dito que eu provavelmente

começaria a encontrar pessoas que eles chamavam

de banidos.

Trata-se de grupos da Terra Interior, de todos os grupos da Terra,

que, com o passar do tempo, interagiram com a humanidade

de forma contrária a sua cultura e as suas crenças, eu acho.

Portanto, eles foram banidos para a superfície.

Não sei se entendi o que você quis dizer com

“interagindo com a humanidade de forma contrária

as suas crenças”.

Às crenças de quem?

As crenças do grupo ao qual pertenciam,

seja qual for.

Se fosse o dos Anshar e eles estivessem vindo

à superfície da Terra ou entrando em contato e manipulando,

ou talvez tentando interagir com os humanos

de forma contrária ao tratados que eles assinaram,

ou de forma que eles não aceitariam culturalmente.

Seria uma violação da lei cultural.

Então, você diria que essas pessoas estão agindo

de forma que os Anshar ou outros grupos veriam

como sendo negativa ou não necessariamente

a forma mais positiva?

Não sei se eles diriam isso.

Seria apenas…

Ou estariam passando dos limites, de certa forma.

Sim, eles estariam apenas…

Quebrando as regras.

Eles estão quebrando as regras.

Estão quebrando as regras.

Há tratados entre esses grupos.

Há vários tipos de regra.

E algumas dessas pessoas estavam quebrando essas regras.

Alguns desses banidos podem estar tentando

acelerar as coisas.

Mas, nesse processo, estão violando

o código que pode ter sido estabelecido

pela inteligência superior por um motivo muito bom.

E depois de serem banidas,

essas pessoas começaram a buscar cargos de poder

na cultura humana.

Eles começaram a infiltrar-se na nossa cultura o máximo possível,

vivendo em pequenos enclaves aqui e ali,

tendo filhos com humanos normais da superfície.

Sério?

Sim.

Há quanto tempo isso vem acontecendo?

Isso existiu durante toda a história humana?

Sim, há milênios. Foi isso que me disseram.

Acho que você já havia dito antes

que um humano típico da Terra Interior teria traços fisiológicos

ligeiramente diferentes, como olhos um pouco maiores,

esse tipo de coisa.

Sim.

Como eles se infiltrariam na cultura da Terra?

Se você não soubesse nada de ufologia

e visse uma linda loira com olhos uns 3% maiores,

você pensaria: “Nossa, que bela anomalia!

Vou lá falar com ela.”

Você não necessariamente pensaria: “Espere um minuto,

ela não é daqui.”

Depois que expliquei o que ocorreu à Kaaree,

ela ficou visivelmente preocupada. Então, fui enviado de volta…

A comunicação terminou como de costume.

Encontrei-me com ela mais algumas vezes.

Discutimos assuntos pessoais,

ela me deu alguns conselhos.

Ela ainda está me observando.

Pude sentir que ela estava me observando.

Então, de repente, provavelmente

umas seis semanas depois que contei isso a ela,

estava deitado quando surgiu um clarão.

De repente, estava deitado no chão da sala dos Anshar coberta por um domo

à qual cheguei da primeira vez que me encontrei com ela,

no complexo do templo.

Então, não estamos falando do constructo.

Você foi realmente teletransportado para lá?

Exato.

De repente, eu estava deitado em um chão duro e frio.

Sentei-me e vi Kaaree aproximando-se

pela porta que leva de volta à área da cerimônia de limpeza,

onde fica a fonte de água.

Desta vez, não havia guardas.

Só ela.

Ela me guiou até essa mesma área.

Eu repeti aquela cerimônia de limpeza constrangedora.

Desta vez, só ela estava presente,

e eu fiz a cerimônia sozinho.

Só para esclarecer, você tem que tirar a roupa?

Sim, e limpar-se com a água

da fonte.

E ela ficou parada lá enquanto você tirava

a roupa.

Na cultura dela, não tem nada de mais.

Sim, eles acham bobagem

ficar com vergonha.

Depois disso, ela saiu pela porta

daquilo que chamo de sala de limpeza

e entrou no corredor.

Então, ela virou à direita, na direção da sala

coberta pelo domo.

Eu a segui.

Você estava usando uma daquelas túnicas

que você usou no…

Sim.

Você tem que vestir uma das túnicas depois.

Nós entramos e viramos à direita

para entrar… A sala do domo tem quatro portas uma de cada lado.

Deste lado, foi onde entramos na sala de limpeza.

Saímos, viramos à direita

e passamos pela porta, entrando no corredor do lado oposto,

onde eu nunca havia estado.

Passamos por portas que estavam cobertas pela luz dura

que descrevi antes, como se fosse um campo de força.

Andamos até uma porta e o campo de força desligou-se.

Eu pude ver algo parecido com uma maca

ou cama formada… Não parecia que havia sido

fabricada e colocada ali.

Parecia que a sala inteira

havia sido esculpida ao redor da maca.

Era como se tivesse sido moldada direto do chão.

Como se tivesse sido tirada direto do solo.

Sim.

E ela pediu que eu me deitasse na mesa.

Até então, sem nenhuma explicação.

Eu meio que me sentei na mesa, a princípio.

Ela atravessou a sala e foi até uma parede

onde não havia nada, assim como ela havia feito

para pegar o néctar de Isis, que ela queria que eu tomasse

na minha primeira visita.

Quando se virou, estava segurando uma vara de cristal.

Ela era fálica.

Era muito fálica e feita de cristal.

Você pensou que…

Eu não sabia o que estava prestes a ocorrer.

Quando viu essa vara,

o que você achou que fosse acontecer?

Eu me deitei de costas,

mas fiquei olhando para ela.

Imagino que sim.

Ela veio andando até mim,

parando a uns 60 cm de mim.

Ela estava quase em cima de mim.

Ela pegou a vara e começou a esfregá-la

assim, o que não me deixou…

Isso é ainda pior.

…calmo.

A vara começou a cantar.

Começou a fazer um barulho, do tipo…

Sabe quando você esfrega os dedos

em um copo cheio de água e ele emite umas notas?

A vara estava gerando sons desse tipo.

Ela a segurou sobre o meu corpo

e começou a movê-la para frente e para trás,

parando aqui e ali.

Ela parou na minha virilha, no meu peito e na minha cabeça.

Ela voltou muitas vezes a essa região.

E ela emitia um som parecido com um detector de metal

quando detecta algo.

Então, ela esfregou…

Você sentiu o som ou só ouviu?

Não, eu ouvi.

Não o senti nos meus dentes

nem nada do tipo, já tive essa sensação antes.

Ela só segurou a vara sobre mim e parou.

Então, ela começou a fazer um ruído muito agudo.

Eu comecei a ver o contorno de uma cabeça, ombros,

foi tipo um… De repente, havia uns seis deles

saindo da minha virilha, do meu peito

e do que parecia ser a minha cabeça.

Fiquei muito nervoso.

Eles se pareciam com formas fantasmagóricas sem forma

ou tinham um formato ou estrutura?

Sim, parecia ser a cabeça de um cara careca e,

em seguida, os ombros.

Depois, tudo meio que se desfez em sombras.

Era como se fosse uma sombra transparente.

Parecia-se com um ser humano normal?

Você conseguiu enxergar os traços faciais?

Foi só isso que vi.

Certo. Nossa.

E cerca de meia dúzia deles saíram de mim.

Apoiei-me nos meus cotovelos assim, na mesa, e perguntei:

“Como foi que isso aconteceu?

O que está acontecendo?”

Ela fez uma ligação entre aquilo e o meu encontro

com um dos banidos.

Quando ela tocou na minha cabeça,

ela disse que eles haviam usado um processo

por meio do qual eles haviam me infectado com entidades obsessoras.

Eles fizeram isso como forma de obter informações

sobre o que estava acontecendo com os Anshar.

Então, enquanto esses seres estão dentro de você,

eles podem ler e transmitir os seus pensamentos?

Não sei como isso funciona.

Talvez eles só relatem o que viram ou observaram.

O que você sentiu quando esses seres saíram de você?

Você sentiu uma mudança de consciência, uma sensação de…

Não, foi uma sensação de medo, de choque e medo.

Então, fiquei curioso para saber por que,

nos nove outros encontros que tivemos,

ela não me disse que eu tinha entidades obsessoras

e de onde elas vinham.

Também queria muito saber por que ela não as havia removido

naquele período.

Por que elas as deixaria dentro de mim?

Fiquei muito nervoso nesse momento.

Eu queria saber a resposta a essa pergunta.

Ela respondeu dizendo algo

que não entendi realmente.

Ela disse que elas ainda não haviam se prendido nos meus vórtices de energia,

que, uma vez que elas se prendessem no meu vórtice de energia,

ela poderia exorcizá-las do meu corpo,

além de fechar o portal que elas usariam para voltar.

Então, é como se eles tivessem

que construir as bases para depois construir a casa.

Exato.

E se ainda não tiverem se fixado,

eles não podem ser removidos com essa tecnologia

de ressonância.

Sim.

E ela disse que não teria sido bom

para mim duas semanas atrás

se ela dissesse: “Você tem uma entidade obsessora.

Ela ficará com você por um tempinho.

Não se preocupe.

Vou removê-la daqui a umas quatro ou cinco semanas.”

Foi por isso que ela não me contou.

Você perguntou a ela como puderam deixar

que isso acontecesse?

Você já havia sido protegido da morte.

Por que eles permitiriam que alguém entrasse e enfiasse entidades

em você?

Não sei.

Já me disseram que havia uma possibilidade

de eu morrer nesta missão.

Portanto, não há garantias.

Em todo conflito, há fatalidades.

Coisas assim sempre acontecem.

Algumas coisas negativas estavam fadadas a acontecer.

Uma coisa certa é que, se você não for de encontro ao diabo,

você provavelmente está andando na mesma direção que eles.

Haverá algumas dessas interações negativas.

Depois disso, o que aconteceu

na nossa história?

Imediatamente depois disso,

falamos um pouco mais sobre os banidos.

Ela me disse que eles vivem em enclaves no nosso planeta.

E acho que isso já foi divulgado.

Diversas pessoas já relataram

que há não-terrestres que vivem em grupos em várias partes do nosso planeta,

e o nosso governo sabe disso.

Sim, fiquei sabendo disso por meio do Henry Deacon.

Não direi onde, mas ele me contou

o nome de uma cidadezinha em particular

na qual um grande número dos habitantes dessa cidade,

aqui nos EUA, são extraterrestres que têm,

como eu já havia lhe dito em uma conversa particular,

uma quantidade diferente de dentes, sendo que há médicos nessa cidade

que sabem como tratá-los.

Eles não gostam de multidões.

Eles sempre ficam sozinhos.

Eles não conseguem lidar com a interferência telepática

de grandes multidões.

Então, essa questão dos banidos

bate um pouco com o que já ouvi.

Sim, isso me faz pensar se é exatamente isso

que alguns desses grupos são.

Porque ele havia me dito que eles eram atlantianos,

que eram pessoas que existiam desde antes de Atlântida,

mas que ainda carregavam a energia de Atlântida.

Exato.

E foi aí que ela também me contou mais

sobre o fato de os banidos terem infiltrado famílias poderosas

por meio de casamentos.

Eles estão atrás de poder.

Então, isso também tem a ver com a Cabala.

Com certeza.

Alguns deles estão criando alianças

e casando-se com membros dessas famílias.

Então, se os Anshar, um dos povos mais antigos

que estão aqui há milhões de anos, esses banidos também têm

uma longa expectativa de vida?

Não.

Eles têm a mesma expectativa de vida

que o povo da Kaaree.

E qual seria essa expectativa?

A Kaaree tem mais de 130,

mas ainda aparenta ter uns 20.

Então, embora os banidos vivam

na superfície da Terra agora, eles podem ter uma expectativa de vida

muito superior à das pessoas normais.

Exato.

Segundo ela, essa expectativa de vida superior

não foi transmitida geneticamente aos filhos

que eles tiveram com pessoas da superfície.

Então, os documentos que você tinha

até esta gravação aqui, você teve que escrever tudo.

Eram 8.000 palavras.

E você me disse que precisou

enviar o texto para revisão por parte de um certo grupo,

e que só voltaram 5.255 palavras.

Portanto, 35% de todo esse trabalho que você teve no fim de semana

de escrever as suas experiências, 35% das palavras

tiveram que ser removidas.

Então, eu gostaria de saber o seguinte:

com quem você está trabalhando agora que quer revisar

o que você escreve?

Tem algo acontecendo

que é tão bem planejado e delicado,

que eles estão preocupados com a possibilidade de você arruinar

as operações deles?

Vamos falar um pouco sobre isso.

Claro.

Eu já vinha reclamando, com o Gonzales,

como faço às vezes, sobre a falta

de informações novas.

Não estavam me passando nada havia um tempo, por motivos óbvios.

Depois que fui pego pelo Programa Espacial Secreto

do Complexo Militar-Industrial… Vamos chamá-lo

de PES-CMI por enquanto. Fui submetido a um processo

por meio do qual sem querer denunciei três pessoas, inclusive o Gonzales.

Aqueles que assistem ao programa devem se lembrar

de que você foi sedado.

Então, eles lhe mostraram algo parecido com um iPad.

As suas retinas ou sei lá o quê registravam alguns rostos.

Assim, você acabou entregando essas pessoas, sendo que uma delas

era o Gonzales, e isso o jogou em uma realidade totalmente diferente.

Com certeza, e isso certamente deixou a Aliança do PES

com raiva.

Eles pararam de me passar

qualquer tipo de informação relevante.

E parece que o próprio Gonzales

ficou com raiva…

Sim, ficou mesmo.

…sentado ao lado do Questionador enquanto você

era interrogado.

Sim.

Então, essa interação com o CMI

deixou-os com muita raiva de você.

E a Aliança do PES sentiu-se traída de alguma forma,

mesmo que, como sempre digo, não tinha como

você ter evitado o que aconteceu.

Sim, não tinha como.

A minha pergunta era: por que eles próprios não evitaram isso?

Mas estou mudando de assunto.

Você estava dizendo que tinha a impressão

de que não estava recebendo informações.

Você foi deixado de fora.

Chegou a tal ponto, que muita gente

com quem eu trabalhava começou a afastar-se

e agir por conta própria.

Eu me sentia cada vez mais isolado.

E senti que precisava procurar o Gonzales

e dizer que queria mais informações.

O que eu precisava fazer para obtê-las?

E a resposta que obtive foi que, antes de publicar as informações,

eu teria que enviá-las a eles para que as aprovassem.

Mas eu não fazia ideia que eles iriam editar

35% do que eu pretendia publicar.

Então, como isso acontece?

Você tem algum contato

a quem você envia essas coisas agora?

Sim, mas não vou entrar em detalhes.

Então, nas nossas discussões em particular,

você me disse que nem tinha autorização

para contar-me o que está acontecendo.

Mas você também disse que, se pudesse,

eu adoraria saber.

Parte do que parece estar acontecendo…

Não sei se você pode revelar muita coisa neste sentido, mas,

neste momento, enquanto gravamos isto,

pode ser que haja operações muito delicadas

em preparação, e gente como eu,

que tem explorado este campo há muito tempo, adorará o resultado,

mas é algo tão delicado, que não podemos revelar o que é

porque isso arruinaria todos os planos.

É isso mesmo.

Parece que estamos chegando ao clímax

de grandes eventos.

Sim, vários eventos diferentes

que eles estão planejando agora.

Se você pudesse nos dar só uma dica

sobre o que eles autorizaram que você revelasse,

se houvesse algo, seria algo que deixaria

as pessoas que assistem a este programa felizes?

E que tipo de felicidade elas sentiriam?

A parte que posso compartilhar

não é a parte que deixará as pessoas felizes.

O que posso compartilhar é que o Gonzales relatou

que vários dos sindicatos secretos da Terra, bem como a Aliança da Terra,

estão progredindo bem nas negociações.

Eles já decidiram várias coisas.

Eles só estão definindo os detalhes.

Em relação ao sistema financeiro

e toda a verdade que está vindo à tona, sim, fiquei otimista

com o que ouvi.

Que tipo de mudança financeira

você acha que pode acontecer?

Haverá uma transição

para o novo sistema financeiro, sobre o qual muito já ouvimos falar

nos últimos cinco ou oito anos, mas que nunca

se concretizou.

Isso realmente acontecerá.

Porém, isso não necessariamente é algo bom.

É só um sistema diferente.

Mas ele vai tirar o poder das mãos da Cabala.

Será algo parecido

com os Direitos Especiais de Saque, em que as moedas do mundo

são jogadas em uma cesta e pesada com base, por exemplo,

no produto interno bruto geral de cada país?

Estamos falando desse tipo de economia?

Sim.

Mas essa é a parte que ainda está em negociação,

os pequenos detalhes.

Muitos grupos não querem que haja condições iguais de competitividade

em termos de moedas.

Eles querem que isso seja baseado em algo como o PIB.

Mas isso ainda está em negociação.

Eles lhe disseram se, em algum momento

do futuro, você poderá revelar

essas coisas que não podem ser reveladas agora?

Não me disseram se poderei revelá-las

no futuro.

Só me disseram que não posso discutir certas coisas,

porque esses projetos operacionais estão em andamento agora.

E também acho que, depois que eles se sentiram traídos

por mim naquela situação em que fui interrogado,

acho que estão me testando de certa forma.

Eles acreditam em você e na sua história?

Como assim?

O pessoal do CMI acredita que você está dizendo

a verdade?

Não, não.

Tive outra reunião, que compartilharei em outro momento,

com esse grupo que me interrogou antes.

Disseram-me que a maioria das pessoas dentro do projeto

acha que tudo não passa de uma piada.

Então, você está dizendo que há informações suculentas que,

por algum motivo muito infeliz,

você não pode compartilhar conosco.

Porém, se soubéssemos do que se trata, ficaríamos felizes.

Sim, com algumas coisas.

Outras coisas não são tão empolgantes assim.

Mas posso falar mais sobre o próximo encontro.

Certo. Então, qual foi o próximo encontro

na nossa história?

O próximo encontro ocorreu quando minha esposa e eu

fomos a Sedona para um encontro vegano…

Aliás, um encontro de crudivorismo, onde você aprende a ser

um vegano de verdade.

Durante minha estada lá, uma esfera azul

veio até o meu quarto de hotel.

Isso era incomum.

Geralmente, as esferas azuis não vêm me buscar

quando estou viajando.

Isso geralmente não acontecia.

Levantei-me e indiquei que estava pronto para o transporte.

Ela me levou, novamente, para uma esfera azul.

Nessa esfera azul, estavam o Tear-Eir e o Gonzales.

É claro que observei a cena cósmica.

Estava praticamente igual à cena anterior.

Havia cerca de nove esferas metálicas.

A cena toda parecia-se muito com a anterior,

com a mesma oscilação de energia através das esferas azuis

e aquele efeito de água.

A cena parecia estar igual.

Então, voltei minha atenção para o Gonzales e o Tear-Eir.

Eles já estavam bem na minha frente.

O Tear-Eir comunicou algo que julguei estar

em um nível inferior na escala de informações relevantes

vindas dele.

Tinha a ver com os chamados

informantes do PES e que alguns deles em particular

estavam tentando reescrever as mensagens e origens dos Aviários Azuis

conforme seu sistema de crenças.

Isso estava causando muita confusão.

Então, achei isso meio estranho,

pois não é sobre isso que os seres de sexta densidade

geralmente falam comigo.

Mas acho que era algo importante o suficiente

para ser abordado.

Então, o Tear-Eir disse-me que eu precisaria abordar

algumas dessas situações da forma mais amorosa possível.

Quero perguntar uma coisa.

Há algum outro informante do PES

representando a si próprio neste momento

que você acha que está revelando a verdade?

Sim, há alguns informantes do PES

que têm boas informações e parecem estar dizendo a verdade.

Mas acho que vários outros estão tentando

viver uma vida mítica ou envolver-se de alguma forma

nessa narrativa.

Mas foi nisso que o Tear-Eir quis se focar,

falando nisso.

Em seguida, ele me deu conselhos sobre como lidar com isso,

como não deixar que as minhas emoções interfiram

nesse tipo de coisa.

Essa foi a conversa.

Algumas coisas pessoais também foram apontadas.

Recebi orientações sobre a minha atitude e certas coisas

que preciso mudar.

Então, tive uma conversa com o Gonzales.

O Gonzales disse: “As negociações

chegaram a tal ponto, que aqueles que ainda estão no poder

estão prestes a liberar e revelar completamente

o Programa Espacial Secreto do completo militar-industrial,

que consiste em naves ovais e naves triangulares

que entram e saem da nossa atmosfera,

entrando na órbita inferior da Terra para abastecer algumas estações espaciais

que pertencem aos grupos de inteligência da DIA, da NSA

e da Força Aérea.

Como seriam essas estações espaciais,

se forem anunciadas?

São parecidas com o que vemos em filmes de ficção,

redondas, em formato de rosca.

Não são super sofisticadas, provavelmente têm

de 20 a 50 anos a mais em termos de sofisticação

que a Estação Espacial Internacional.

E ele disse que, para que eles consigam revelar

essa informação, eles precisam calar a boca…

Ou seja, precisam desacreditar qualquer um

que esteja revelando informações legítimas sobre o Programa Espacial Secreto.

Porque, quando eles soltarem essa informação como sendo a verdade,

eles não querem que as pessoas perguntem: “Mas e as bases em Marte?

E isto aqui, e tudo aquilo que o Corey ou o Tompkins

ou qualquer outra pessoa revelou?”

Eles querem ter a possibilidade de dizer: “Essa pessoa que perdeu

a credibilidade?” Assim, eles também retiram a credibilidade

das informações.

Você acha que isso vai dar certo?

Não sei.

Não sei.

O plano já está em andamento.

Eles estão movendo suas forças agora.

Eles estão recrutando pessoas

que trabalham nessa área, eu acho.

Apelando para o ego delas e dando algumas instruções, dizendo:

“Estas são informações que você… Você está recebendo

as informações mais secretas que existem.” Assim, as pessoas caem

nessa armadilha do ego, como já aconteceu com muita gente

no complexo militar-industrial, que acreditam

que as informações que receberam são as mais secretas de todas.

E ele disse que, além disso,

esses vários grupos de inteligência também estavam tentando transformar

o PES em uma questão de “super soldados”.

O que aconteceu foi que as pessoas

que estavam dizendo a verdade de repente

foram afogadas por todos os grupos

que diziam que eram super soldados.

“Eu sou um super soldado!”

Então, isso virou uma comunidade de pessoas

que só compartilhavam suas histórias de super soldado.

Lembro-me de ler algo na Internet

sobre um cara que dizia que conseguia saltar de um helicóptero

e cair de forma que suas pernas eram como molas,

ou seja, ele quicava e não precisava de paraquedas.

Não é assim que funciona.

Coisas idiotas desse tipo.

Sim, coisas idiotas.

Mas virou isso.

Agora, se você mencionar

os projetos de super soldados a qualquer pesquisador,

ele vai rir da sua cara.

Ele dirá: “Já provaram que isso é falso.

Não passa de um monte de bobagem…”

Então, essa operação deu muito certo.

Então, ele disse: “No futuro, eu prevejo convenções

nas quais as pessoas dirão que participaram do Programa

Espacial Secreto, que elas se sentarão e compartilharão suas histórias,

mas não farão isso com malícia.”

Também há a questão das pessoas

que estão sendo manipuladas para pensar que participaram

do Programa Espacial Secreto.

Eu gostaria de ressaltar que você já tinha me dito isso

antes desse cara, o Max Spiers.

Ele alegar ser um super soldado.

De repente, foi anunciado que ele estava morto.

Isso virou manchete tanto no “Drudge Report”

quanto no “Daily Mail”.

Ele revelou umas coisas e morreu.

Você já tinha me dito isso antes desse caso.

Exato.

Sim, estamos começando a ver o começo daquilo que será

uma grande campanha para desacreditar qualquer um

que discutir esse assunto.

Ele me disse isso.

Ele também disse que eu deveria me unir

a outras pessoas desta comunidade

e achar uma forma de mitigar o problema o máximo possível,

para evitar que isso vire um tipo de comunidade

e cause todos esses problemas.

Essa questão foi importante o suficiente

para justificar um encontro rápido com o Tear-Eir e o Gonzales.

E o Gonzales ficou preocupado.

Foi assim que o encontro terminou.

Desde então, como você mencionou,

já vimos vários sinais de que isso realmente está acontecendo.

Exato.

Então, qual seria a melhor forma de preservar

a credibilidade do que estamos fazendo neste programa

e do que fizemos com o Tompkins e coisas do tipo?

Digo, quando conhecemos o Tompkins,

já tínhamos filmado uns 40 ou 50 episódios do programa.

Então, foi algo do tipo: “Meu Deus,

tem esse cara agora que sabe as mesmas coisas.”

Exato.

Eles também estão desenvolvendo esse projeto

como uma forma de desencorajar futuros informantes.

Se eles conseguirem me humilhar agora, o Tompkins ou qualquer outro informante,

acho que eles acreditam que futuros informantes

ficarão calados.

Exato.

Você poderia nos revelar quem é real

e quem é falso à medida que progredimos?

Você tem uma ideia de como isso acontecerá?

Isso caberá a cada um

dos telespectadores e das pessoas.

Teremos que começar a usar mais discernimento

sem que nos apeguemos emocionalmente a uma história

só porque ela é empolgante e legal.

Os informantes terão que se validar.

A última coisa que o Gonzales e o Tear-Eir querem que façamos

é ficar em posição de dizer quem é falso e quem é real,

o que geraria uma briga interna

no nosso campo.

Claro.

Você diria que, se você nunca mencionar alguém como uma fonte legítima,

isso quer dizer que essa pessoa provavelmente é falsa?

Pode ser.

Muito bem.

Certo, esgotou-se o tempo que tínhamos

para este episódio.

Sou o apresentador, David Wilcock. Estou aqui com Corey Goode.

Nós nos veremos aqui no próximo episódio.

Obrigado por assistir.

REVELAÇÃO CÓSMICA

POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Disclaimer: Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos. Este site publica artigos próprios e de outros informantes em que se limita a publicá-los: quer dizer que pode não concordar com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo.

Partilhar:

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments