revelação cósmica temporada 12

S12E01 Viagem no Tempo e Realidades Mutáveis (Revelação Cósmica)

Partilhar no Facebook

Será que estamos a ver os efeitos dos viajantes no tempo a mudar o passado? Emery Smith revela que a tecnologia das viagens no tempo é muito mais antiga do que possamos ter pensado. Durante o seu tempo dentro dos projectos compartimentados, ele foi introduzido à tecnologia que poderia impulsionar uma pessoa para a frente ou para trás no tempo, para eventos específicos. Ele revela a natureza desta tecnologia, como ela funciona e a natureza das missões de viagem no tempo. Aprendemos também que a humanidade está a desenvolver a capacidade de detectar mudanças nas nossas linhas do tempo e mudanças na realidade em que pensamos viver.

Revelação Cósmica ~ Corey Goode temporada 12 episódio 1

pode assistir (vídeo) ao episódio clicando aqui (click here to see the show)

Se der erro, usar o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift +n) no PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário para indicarmos outro link.

T12E01 Viagem no Tempo e Realidades Mutáveis (Revelação Cósmica ~ Emery Smith)
REVELAÇÃO CÓSMICA – Por dentro do programa espacial secreto

S12E01 (season 12 episode 1) Time Travel & Shifting Realities

(David Wilcock e Corey Goode saíram do canal de televisão Gaia e portanto deste programa):

 

REVELAÇÕES CÓSMICAS – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO

Viagem no Tempo
e Realidades Mutáveis

Bem-vindos ao
”Revelações Cósmicas”.

Sou George Noory
e estou aqui com Emery Smith.

Tecnologias de viagem
no tempo existem?

Se existirem,
como estão sendo usadas?

Emery, bem-vindo.

Obrigado, George.

O que são tecnologias
de viagem no tempo?

O que elas englobam?

O que eles estão tentando replicar

é uma tecnologia de portais
que descobriram aqui na Terra,

mas de muito tempo atrás.

E esse tipo de viagem

também afeta o tempo e o espaço.

Então, eles estão realmente tentando
replicar e transformar isso

em aparelhos eletrônicos,
fazendo uma versão sintética disso.

E conseguiram.
Já fizeram isso.

Só falta aperfeiçoar.

Quando você diz “eles”,
de quem estamos falando?

Dos projetos
compartimentalizados

cuja segurança é feita pelos militares,
mas o projeto em si

pode pertencer a grandes
empresas clandestinas

que são financiadas
pelos governos do mundo

para produzir essas
tecnologias para eles,

seja para tempos de guerra,
de paz ou para fins farmacêuticos.

A verba gerada por projetos
menores que eles realizam

financia esses projetos secretos,

como viagem no tempo
e coisas do tipo.

Especificamente, Emery,
como funciona a viagem no tempo?

Ouvimos falar de vários tipos
e possibilidades.

A primeira coisa de que
você precisa é muita energia.

Muitos efeitos colaterais dos
dispositivos de energia de ponto zero

criam uma fenda
no tempo e no espaço.

Tem a ver com fazer dobras
no próprio espaço,

abrindo o espaço
dentro do tempo bem aqui,

na sua frente,

pois é assim que os nossos
extraterrestres viajam pelo universo

e interdimensionalmente.

Eles criam seu próprio campo energético,
em primeiro lugar,

o campo gravitacional
que os envolve.

É assim que conseguem fazer curvas
em ângulo reto a 1 bilhão de km/h

e nada acontece com eles,
pois eles têm seu próprio campo.

Focando a energia
na frente de suas naves,

eles abrem um brecha interdimensional
de espaço no tempo

e passam por ela.

É por isso que eles somem
no espaço às vezes.

Eles têm um painel em um aparelho

onde podem digitar 3015,
e simplesmente aparecer nesse ano?

É mais ou menos assim,

mas é uma tecnologia assistida
pela consciência.

É tudo feito com a consciência.

As naves também são integradas
aos seres.

Algumas são cultivadas

com base no DNA do piloto.

O piloto só precisa pensar

no botão girando até 350 graus
ou seja o que for e pronto!

Sumiu.

-Só isso?
-Sim.

Sempre que o vejo no
”Revelações Cósmicas”,

você traz informações
que dão nós na minha mente.

Neste caso em particular,
como eles usam essa tecnologia?

Eles fazem… Como eu disse,

o tempo é um assunto delicado
com os físicos

e cientistas do mundo
que não participam

dos projetos clandestinos,
pois é difícil entender

que o tempo não existe
de verdade.

Acontece que existem
vários níveis de tempo,

existem vários níveis diferentes
de realidades e dimensões.

Existe uma dimensão
agora mesmo,

mas dentro de uma frequência
diferente

na qual nós dois estamos aqui,

mas é um pouco diferente.

Talvez as xícaras não estejam,
ou as câmeras.

Ou com pessoas diferentes.

Existem vários níveis diferentes.

O mais difícil de explicar
é que o tempo é irrelevante,

pois você já está aqui,
em todos os lugares, o tempo todo,

ou seja…

Sei que é confuso.

Mas não volte para visitar
o seu avô, certo?

Exato. Sempre me perguntam isso.

E se você voltar no tempo
e fizer algo?

Você cria outra realidade
no tempo.

É outro espaço de tempo,

mas você continua onde está
no presente.

Se você estiver achando
que pode voltar e tirar a xícara,

e então ela simplesmente some,

não é assim que funciona.

Se você quisesse voltar no tempo

e matar o Hitler,
evitando a Segunda Guerra Mundial,

o Holocausto
e o terror que ele criou,

o que aconteceria
se você voltasse no tempo

e se livrasse dele?

Quais seriam as consequências?

As consequências
não afetariam você,

pois, nesta realidade,
isso nunca aconteceu.

Interessante.

Mas haveria uma realidade
onde isso aconteceu?

Correto.

E o que aconteceria lá?

É o que está acontecendo agora.

Esse é o paradigma aqui,

tentar juntar tudo isso e dizer:

“Certo, há várias
realidades dimensionais,

há vários tipos de zona de tempo
dos quais fazemos parte.”

Somos seres interdimensionais.

É aí que entra a frequência
com o DNA e a genética,

e é assim que afetamos outros
mundos e lugares do universo,

sendo que a luz das estrelas
que vemos agora

pode já estar apagada.

Porém, por causa da distância
e do continuum de tempo,

nunca paramos para pensar nisso.

E se houver outros universos?
Se o multiverso existir?

Certo.

Outros fatos temporais aconteceriam
nesses outros universos?

Sim, exato.

Sempre me perguntam isso.

Também existem um George e
um Emery nesses outros universos.

Nesse tempo,
você precisa entender

que fazemos parte de outra
linha do tempo, só que não,

pois estamos aqui.

Não sei explicar de outra forma.

Esses programas,
os “programas temporais”…

-Claro.
-Você participou deles?

O que você fazia neles?

Participei de um programa

no qual usavam uma unidade especial
do tipo Teslatron.

Levávamos um relógio
para dentro de uma sala hexagonal e,

teoricamente,
passávamos 55 minutos lá dentro.

Lembro-me da primeira vez,
depois de trabalhar

nesse projeto por muitos anos,

fui uma das pessoas que entram na sala.
São dois relógios.

Um deles fica trancado no armário.

O outro entra no dispositivo com você.

Na primeira vez,
depois de esperar dois anos,

finalmente me deram permissão
para entrar nesse dispositivo.

Dentro do dispositivo,
quando eles o acionam,

lembro-me de ouvir,
depois de uns 15 minutos,

uma batida na porta, dizendo:
“Certo, Smith,

você já pode sair.
Terminamos.”

Eu ouvi o sistema
sendo acionado e…

Você não ficou lá nove anos
sem perceber, certo?

Exato. Fiquei lá por uma hora,
mas não fazia ideia. Então…

-Como foi?
-Quando saí, estava nervoso.

Estava agoniado,
sem saber o que estava ocorrendo.

Um defeito no sistema?

Então, os cientistas se entreolharam,

todos tinham mais de cem anos
e estavam rindo.

Disseram: “Você não viu o seu relógio
no armário?”

Não. Eu havia perdido
uns 30, 45 minutos.

E nem percebeu?

Nem percebi porque os 15 minutos
que passei lá pareciam…

Foi uma experiência incrível.
Dá para ver o universo, o espaço.

Ele faz uma desintoxicação
e teletransporta toxinas

para fora do seu corpo.

Às vezes, as pessoas perdem
até 8 kg nessas viagens.

Em uma sessão?

Uma sessão de 55 minutos.

Eu sempre perguntava:
“Aonde vai tudo isso?”

A minha hidratação estava igual
quando fizeram o exame de sangue.

Eu não estava desidratado,

mas todas as bactérias iônicas
negativas e horríveis,

vírus e metais haviam sido
removidos do meu corpo.

As pessoas muito intoxicadas
que entram lá

perdem isso tudo…

-Elas voltam saudáveis.
-Sim, muito saudáveis.

Isso é usado para tratar câncer
na elite do mundo.

Os nossos presidentes
já foram lá.

-Como é essa máquina, Emery?
-É uma sala hexagonal.

Dentro da sala hexagonal,
há uma parede de vidro.

A sala hexagonal só tem uns 2,4 m
de diâmetro.

É pequena.

Só cabe uma maca de massagem
lá dentro.

A uns 90 cm da maca, fica uma parede
de vidro ou acrílico de 7,6 cm.

Atrás dela, fica essa unidade
gigante do tipo Teslatron.

Ela emite uma frequência
eletromagnética enorme

que rasga o tempo e o espaço.

Os efeitos colaterais da energia
de ponto zero fazem isso.

Muitos cientistas,
inclusive o Tesla,

testemunharam
e descreveram isso,

uma espécie de campo,
uma esfera que se forma,

e isso já aconteceu comigo
nos meus laboratórios,

o tempo fica distorcido
por uns instantes.

-Claro.
-Mas eles já aperfeiçoaram isso.

Queríamos descobrir
se havia alguma dimensão

em que alguém estaria sentado,
talvez um extraterrestre,

que seria atingido de repente
com gordura ou várias toxinas.

Como um balde que é despejado.

Isso ainda não foi aperfeiçoado,

pois ainda querem saber
aonde isso tudo vai.

Aonde foi o tumor?

Aonde foi o câncer?
As células?

Aonde foram os vírus?

-Eles simplesmente somem?
-Eles somem.

Como isso cura as pessoas?

Ainda estão tentando descobrir.

A melhor forma de descrever isso

é que de alguma forma isso suga
os componentes iônicos negativos

dos vírus, tumores e metais também

que não são benéficos
para o corpo.

Ele se liga a eles de alguma forma
por esse campo energético que é gerado.

E essas coisas são teletransportadas
para algum lugar.

Parece que também afeta
as células malignas, certo?

Acho que não as afeta.

Ele remove as células malignas,

mas também regula e eleva
a frequência do DNA.

E também ajuda a combater infecções
e coisas do tipo.

Geralmente, você sai desses dispositivos…
No meu caso,

eu não dormi por três dias
e fiquei muito bem.

Você sente vontade de malhar.

Acho que nunca corri tanto
quanto depois de um desses tratamentos,

e eu corria e malhava muito.

Isso foi muito marcante.

Eles disseram que aconteceria.

Disseram: “Você terá uma
quantidade imensa de energia

e uma quantidade imensa
de função cognitiva.”

E a meditação era incrível.

Era só fechar os olhos
e ir a qualquer lugar,

se fosse um bom meditador
e soubesse fazer meditações normais.

Ele tem muita influência
sobre a frequência do DNA

da célula e o núcleo da célula,

além de regular e elevar
essas energias,

pois a questão é manter o corpo
na tensão certa.

Removendo-se os
contaminantes do corpo,

que afetam a sua tensão,

-isso lhe permite curar-se.
-Interessante.

Nos nossos estudos,
só nesse projeto…

E existem vários
projetos desses…

Nesse projeto específico,

você entrava lá para ser tratado
por alguma doença.

-Certo.
-Mas o efeito colateral é o tempo.

-Certo.
-Você perde tempo.

Você perde tempo,
mas não envelhece, certo?

Exato.

É por isso que todos os cientistas
nessa base subterrânea…

Ficava em Nova York, na verdade…

Eram muito saudáveis,
mas tinham mais de cem anos.

Lembro-me de trabalhar
em alguns projetos com eles

como técnico,
ouvindo as conversas deles,

e eles falavam
como se conhecessem o Tesla.

-E tinham vários…
-Provavelmente conheciam.

Sim, era muito empolgante.

Eu sempre quis saber
a idade deles.

É um dispositivo civil projetado por
cientistas navais que se aposentaram cedo.

E ele deve estar muito
melhor agora, certo?

Acho que estão
tentando fazer algo.

Tentei contatá-los
alguns anos atrás

para ver se conseguia lançar
essa tecnologia para o público.

Um dos principais cientistas adoeceu,
e eu perdi contato com o grupo.

Ainda estamos tentando entender.

Acho que virá à tona em breve,

pois os benefícios médicos desse
dispositivo de viagem no tempo

são inéditos.

Conseguiram curar HIV
em 30 dias, herpes em…

Com esse dispositivo?

Usando o dispositivo
três vezes por semana.

Ele cura tudo?

Não sei se cura tudo.

A documentação que vi

só mencionava câncer,
herpes, HIV e DSTs.

Porque vários…

Por que suprimem essas coisas?
Por que as escondem?

A FDA não aprovará esse dispositivo,

independentemente da documentação.

-Por quê?
-Porque bate de frente

com a indústria farmacêutica,
que é muito lucrativa.

Eles têm que vender pílulas.

Eles não querem as curas?

Não querem as curas.

Posso confirmar isso,
pois eu inventei

o primeiro concentrador
de células-tronco

e enviei muitos documentos à FDA

para ajudar pacientes paralíticos
e coisas do tipo.

Você pode enviar milhares de estudos
sobre uma nova tecnologia

-testada por vários cientistas…
-Claro.

-…aqui nos EUA…
-E nada acontece.

…e nada acontece.
Eles pedem mais dados.

Eles ficam enrolando,

até você ficar cansado
e sem dinheiro.

A maioria dos cientistas
e pequenas empresas

não tem verba para continuar
testando tantas vezes assim.

Falamos sobre esses
cientistas que você via

de dentro do dispositivo
de viagem no tempo.

Você disse que tinham cem anos.

De onde eram?
Por que eram tão velhos?

Eu não estava
dentro do dispositivo.

Foram eles que inventaram
o dispositivo.

Eles nasceram na Terra,
com certeza.

Eram cientistas ex-militares
aposentados…

Podem ter trabalhado
com o Tesla.

Com certeza trabalharam
com Tesla,

pela forma como conversavam nos
bastidores e faziam piadinhas.

Estavam todos em ótima forma.

Todos tinham mais de cem anos,
ainda estavam envelhecendo.

Ainda não desvendaram
esse segredo,

mas o fato de que essas pessoas
nesses projetos compartimentalizados

que estão lá há muito tempo…

São projetos compartimentalizados
na esfera civil,

mas são dirigidos por cientistas
ex-militares.

Emery, na sua opinião,
com base nas coisas que viu,

quão avançado é o nosso
programa de viagem no tempo?

Já é possível.

Não é tão eficiente ainda…

Eu diria que…
Recebi uma oferta recentemente

para voltar a um projeto
porque a equipe toda havia morrido

durante uma das missões,
pois era muito…

-Eles morreram?
-A taxa de mortalidade não é boa.

-Algo ocorreu durante o experimento?
-Algo ocorreu.

Eram pessoas que conhecia
havia mais de 20 anos.

Você parece emocionado.

Eram amigos muito próximos
nos projetos.

Não tinha mais contato com eles,

mas quando me ofereceram o cargo,
a primeira coisa que perguntei foi:

“Como está o comandante fulano?

Como está aquela pessoa?
E aquela outra?”

Disseram que havia ocorrido
um incidente.

Eu entendi.

Era por isso que me queriam.

Como um astronauta
que vai ao espaço

arriscando sua vida, ou à Lua…

E vão sabendo que podem não voltar.

Eles vão sabendo que têm uma
chance de sobrevivência de 70%.

Os cientistas calculam
os números e as taxas.

Então, não vale mais a pena para mim
envolver-me com esses projetos

porque é muito perigoso para mim,
pelo que estou tentando revelar ao mundo.

Ao mesmo tempo, é bom saber
que ainda estão tentando desvendar

a física e a ciência por trás
desses projetos.

Vários desses projetos têm metas
e missões específicas

de viagem no tempo.

Uma das missões das quais participei
quando era um jovem sargento

era passar por esses portais
e dispositivos de viagem no tempo

para coletar amostras de rocha,
terra, flora e fauna.

-Do passado e do futuro?
-Exato.

Não sei em que parte do planeta
eu estava,

nem se estava neste planeta.

Só íamos…

Era uma viagem de 15 minutos.

Porém, quando voltávamos,
haviam se passado três ou quatro horas

no tempo real.

Porém, quando você voltava,
quando tempo havia se passado?

-3 ou 4 horas.
-3 ou 4.

-Mas só 15 minutos para mim.
-Certo.

-Todo mundo volta e…
-Não é muito tempo.

Você não voltava
depois de 40 anos aqui, certo?

Não, mas eu sei que
viagens no tempo…

É aí que entra a grande questão
do tempo.

Quanto mais você se afasta
da Terra,

você perde tempo,
pois o tempo aqui acelera,

mas você não.

-Correto.
-Sim.

Emery, essas missões não são
muito longas…

10 a 15 minutos de cada vez.

Como eram essas missões?

O que acontecia?

Como disse,
cada missão era diferente.

Uma das missões
das quais participei

envolvia coletar amostras
de vida vegetal e algumas pedras

e matéria do solo.

-Entrar e sair.
-Era entrar e sair.

Algo legal que aconteceu
em uma das missões

é que havia uma folha gigante,
de quase 1 metro de diâmetro,

uma folha de videira.

Ela era à prova de balas.

-À prova de balas?
-À prova de balas.

-A folha em si…
-Era forte assim?

Não era muito grossa,
mas era forte assim.

Várias dessas tecnologias

que vemos hoje em dia vêm dessas
incríveis excursões no tempo

através desses portais.

Publicaram recentemente,

nas últimas duas semanas,
que eles pegaram uma planta

e removeram todo
o seu conteúdo interno,

deixando só a celulose dessa planta
limpa e vazia.

E conseguiram injetar um líquido
nas veias dessa planta.

São os mesmos tipos de vaso,
em termos de disposição,

-que temos no nosso corpo.
-Impressionante.

Você já viajou no tempo
para o passado

e para o futuro?

Não sei se viajei para o passado
ou para o futuro,

pois nunca havia pessoas por perto
nem outros tipos de…

Qualquer coisa que indicasse
se era a Terra ou…

Não havia um calendário
que indicasse o ano ou algo assim?

Não era tipo o cara
do “De Volta para o Futuro”,

onde ele digitava o ano.

-Sim, o Michael J. Fox.
-Sim.

Não é assim.

É um ótimo conceito,

mas não o aperfeiçoamos a ponto
de voltar a um momento específico.

Acho que estão experimentando,

sabem que as pessoas
estão perdendo tempo.

Como eles já podem levar consigo
aparelhos eletrônicos,

algo que era impossível
no passado,

e veem que a viagem
durou 15 minutos,

mas aqui já se passaram
quatro horas.

Como assim? Não entendo a física
que explica isso.

Algo já deu errado quando
você estava fazendo isso?

Não comigo pessoalmente,
mas uma pessoa da equipe

não conseguiu voltar
por algum motivo pelo dispositivo

de continuum de tempo.

Não sei o que aconteceu
com essa pessoa.

Acontece às vezes.

Existe uma linha tênue quando
você passa por esses dispositivos

de 1,2 a 1,8 metros.

Se sair dessa linha, já era.

Você tem que…

Existem vários protocolos
para passar por esses dispositivos.

Quando você alcança um destino
no tempo,

você passa por um portal?

Essa é uma boa…

É assim que funciona?

Sim, é como um véu.

Não é como naqueles filmes

que mostram um portal estelar
gigante com luzes piscando.

É um véu transparente
e embaçado,

tipo uma cortina na sua frente.

Dá para ver através dele.

Se o véu estivesse na minha frente,
eu ainda veria você,

mas de forma embaçada.

É embaçado como…

É como olhar por
uma placa de acrílico.

Assim que você passa por ele,
já está em outro lugar.

Já está no destino.

-Sumiu.
-Ou sumiu.

-Como você volta?
-Sim.

Você dá a volta.
Esse ponto

é o ponto especial de retorno,
que pode estar em qualquer lugar.

Certo.

Geralmente,
várias dessas coisas

são de origem terrestre,
como as formações tipo o Stonehenge.

As mecânicas parecem ser feitas
de metal.

Parecem um porta-retratos.

E se você se perder
e não achar esse ponto?

É por isso que as missões
têm esse limite de 15 minutos,

e englobam apenas certas áreas.

Não dá para ir muito longe
em 15 minutos.

Certo.
Não dá para ir longe.

Você pode estar em um deserto,
uma região tropical, no polo norte.

Depende da missão.

Todas as missões
das quais participei

já haviam sido feitas
por outras pessoas.

Tínhamos vídeos e imagens.

Sabíamos que tipo de flora e fauna
estávamos procurando

e que plantas, cristais, pedras
e coisas do tipo tínhamos que coletar.

Quem está por trás desses
programas de viagem no tempo?

Existem 300 grandes empresas
que controlam este planeta.

Uma pequena quantidade
dessas empresas

tem acesso às tecnologias
mais avançadas que existem.

Acho que foram elas que
conquistaram esse tipo de coisa.

Também fizeram
engenharia reversa

em várias naves extraterrestres,
criando naves interdimensionais

que viajam interdimensionalmente,
outro tipo de viagem no tempo.

Ainda fazem isso?

Se estiverem,
quão avançadas estão agora?

Até seis meses atrás,

quando me ofereceram
esse cargo,

ainda faziam.

Sabemos que é algo atual.

Ainda estão tentando aperfeiçoar
a tecnologia.

Esse é o problema.

Se você não entender a física
por trás disso,

pode causar muitos danos.

E pode trazer de volta
coisas que não são seguras.

Você não tem medo, Emery?

Você está revelando coisas

que deveriam ser confidenciais,
eu suponho,

que deveriam ser secretas.

Você está arriscando muito
vindo a público assim.

Você não fica paranoico às vezes?

Sim, sempre estou alerta,
é claro.

Os ataques diminuíram muito

desde que parei de falar sobre os
dispositivos de energia de ponto zero

e parei de falar e inventar

novos dispositivos celulares
que ajudam a curar.

Como já tenho patentes
e todas essas coisas do passado,

e como já é de conhecimento público
que eu tinha um laboratório

de energia gratuita…

E também os dispositivos
que inventei

e que foram entregues
a outras empresas,

que eu dei a elas e as ajudo
a desenvolverem e aperfeiçoarem.

Foi muito assustador.

A batida de carro
que aconteceu comigo

foi porque estava transportando um
dispositivo de energia de ponto zero

depois de validá-lo.

Acho que, tendo revelado isso
e vindo a público em novembro

com todas essas informações,

acho que foi a proteção
do público geral

e das pessoas que sabiam…

Se eles me matassem,
eu viraria um mártir.

-Sem dúvidas.
-Seria horrível.

Todo mundo ficaria sabendo.

Recentemente,
estávamos juntando

algumas centenas
de documentos

que haviam restado
após invadirem a minha casa

que eu quero publicar.

Foi o que fizeram com o Tesla
quando ele morreu.

Sim, mas estou me adiantando.

Emery, conte-me sobre esse acidente.
O que aconteceu?

Por muitos meses, na Califórnia,

trabalhei em um lugar
que não posso revelar

que me ajudou a validar
um sistema.

Conseguimos validar o sistema
corretamente.

Depois disso,
por meio de um acordo

de troca com outras tecnologias

para validarem o sistema,
coloquei-o na traseira do Range Rover

e desci a montanha.

-Alguém surgiu na esquina e…
-De propósito?

De propósito, com um grande…

Tivemos muito tempo para pensar,

mas havia um penhasco à direita
com uma cerca de 90 cm.

E essa pessoa não queria
mudar de faixa.

Eu tive um segundo para virar.

Foi uma colisão de frente horrível
a mais de 88 km/h.

Você deu sorte!

Sim.

Minha mão atravessou
a janela lateral.

Tive uma concussão.

Várias lacerações, claro.

Em qualquer tipo
de colisão de frente,

você fica ferido
por um tempinho.

Fiquei sem trabalhar
por umas três semanas,

sem conseguir fazer muita coisa.

Pelo menos o dispositivo
ficou intacto

e foi transportado imediatamente

para um lugar seguro por um investidor
e uma equipe de segurança

que me ajudava à época.

Está em um lugar seguro agora,
em boas mãos.

Certo.

E as informações que tenho

são fantásticas,
pois ele será lançado

ano que vem,
talvez em março ou abril.

Vamos mostrar ao público
o meu dispositivo e o que fizemos…

Será fascinante.

…para ajudar o mundo
com segurança e eficácia.

Não estou ensinando a ninguém
como fazer isso,

como os irmãos Bedini faziam.

Foi por isso que
foram assassinados.

Eram outros dois cientistas

que estavam tentando lançar
esses dispositivos de energia.

Fui visitado um tempo atrás pelos
homens de preto, e eles disseram:

“Sabemos o que está fazendo.
Não ligamos.

Não o venda.

Não ensine às pessoas.
Não o conecte à rede.”

-E você vai ficar bem.
-E vai ficar bem. Então…

Se fizer um desses, cuidado.

Nunca fiz.

Tenho sido inflexível.

Que outros países
fazem viagens no tempo?

Não pode ser só nós.

Os que posso confirmar
são a Alemanha, a China,

os Estados Unidos
e algumas bases

na Austrália
estão tentando duplicar isso,

conforme já vi ou ouvi falar.

Pode haver outros…

Talvez o Brasil, a Inglaterra…
Mas não que eu saiba.

Sempre me perguntei
se havia viajantes do tempo

andando pelo planeta
que vieram do futuro.

O que você acha?

É uma possibilidade.
É possível.

Tudo é possível
em termos de viagem no tempo.

É só descobrir
com esses viajantes no tempo…

Eu sei que existem várias histórias,
várias coisas acontecendo.

Não temos agentes que vão lá,

como o Exterminador do Futuro,
para matar fulano e sicrano,

para que um presidente
nunca nasça.

Não funciona assim.

Se algo assim ocorresse,

seria outra linha do tempo.

Mas eles não voltam, Emery,

para tentar manipular o tempo?

Como sabemos que os eventos
que estão ocorrendo agora…

A reunião do presidente
com a Coreia do Norte e coisas do tipo…

Como sabemos que não foram
manipuladas por um evento temporal?

Certo. Uma das opiniões
que existem

e uma das hipóteses teóricas
é que não tem como saber,

pois, como eu estava dizendo,

se alguém voltasse
e mudasse algo,

isso nem estaria
na nossa memória.

É por isso que acho
que isso pode…

Este é só um palpite informado…

Acho que essas coisas acontecem,
mas nunca ficamos sabendo

devido ao campo energético
ao qual todos estamos conectados.

Se houvesse alguma alteração no tempo,
você já estaria programado para acreditar

que nunca aconteceu.

Ou quando algo muda, mas nem
todo mundo percebe essa mudança.

É isso que estou dizendo.

As pessoas estão começando
a lembrar-se.

Estão elevando-se
em seu próprio campo de força

e entendendo todas essas coisas,

pois existe essa memória residual
ligada ao campo infinito.

Qual seria o propósito, Emery,
de manipular a linha do tempo?

Por que eles decidiriam mudar
essas coisas?

Os megalomaníacos que
controlam este planeta

têm todo o dinheiro do mundo.

Eles têm tudo que querem.

Acho que é tipo uma doença
que eles têm…

Um jogo?

Estão viciados no fator
de controle secreto.

Não se trata só de controlar
as massas,

eles controlam secretamente certos
aspectos do que pode acontecer

ou do que aconteceria
se eles mudassem algo.

Acho que se trata
de um fator de controle deles,

eles sentem prazer
com esse tipo de coisa,

liberando muita adrenalina
e dopamina

no cérebro deles quando conseguem
controlar secretamente

um indivíduo
ou uma população maior,

o que inclui a morte também.

-É um jogo de poder, não é?
-Sim.

O estado profundo…
Ouvimos falar muito do estado profundo.

-Você se envolveu com eles?
-Não.

-Não?
-Não.

Estou tentando achar um Emery Smith
que se envolveu em coisas secretas,

mas não é você.

É claro que me envolvi
em coisas secretas,

mas não uso o termo da
cultura popular “estado profundo”.

Quando eu era militar efetivo

e terceirizado de empresas,

nunca fiz nada que fosse negativo
nem nada do tipo.

Mantenho distância de termos
do tipo “estado profundo”,

pois vários dos meus colegas

e veteranos das forças armadas

que participaram de missões
secretas e coisas do tipo,

não pensamos nisso
no sentido de agentes, espiões

e coisas do tipo.

Temos um trabalho
que precisa ser feito.

Muitas vezes,
você nem sabe por quê.

Esse foi um dos motivos
que me levaram a sair,

pois é frustrante
saber que você faz parte de algo

que seja negativo para alguém…

Com certeza.

Principalmente se você for
do bem.

Sim, a alguém ou ao planeta.

Porém, que eu saiba,
nunca fiz isso na minha carreira.

Você se lembra do filme original

“The Time Machine”,
no qual um professor inventa

uma máquina do tempo
e senta-se nela?

Nesse caso específico, o aparelho
que gera a viagem no tempo

cria uns portais,

mas você não precisa levar
um aparelho consigo, certo?

Não, porque o dispositivo
já está lá.

Que bom que mencionou isso…

-E fica lá, certo?
-Certo.

Fica lá no campo,
em seu próprio campo.

Nas primeiras vezes

que acionamos um dispositivo
de energia de ponto zero

no laboratório, formou-se uma
esfera de 3 a 4,5 metros

ao redor do dispositivo.

Eu e os cientistas estávamos
nessa esfera.

Lembro-me de ver
uma esfera líquida.

Estávamos em uma esfera oca,
mas era líquida.

-Como uma bolha?
-Como uma bolha.

E víamos épocas diferentes
do planeta.

Vimos dinossauros.

Vimos seres.

Vimos seres e objetos,
era tipo uma janela.

Para onde quer que olhasse,
você via algo. Era incrível.

Só durou uns 15 segundos,
mas foi impressionante.

Abrimos uma brecha no tempo
ou algo assim.

Estávamos vendo o nosso planeta,
mas milhões e milhões de anos atrás.

Que visão!

Que visão!

Nas viagens no tempo,
existe a possibilidade de…?

Sempre imagino algo
tipo teletransporte.

Eles o enviam a outro planeta?

Nesse caso, e se você aparecer
sem um aparelho de respirar

ou algo assim?

O que acontece?

Ótima pergunta.

Eles geralmente enviam drones

milhares de vezes
antes de enviarem humanos.

Alguns são formas de vida
programadas.

Alguns são drones mecânicos
com câmeras instaladas.

Eles passam pelos portais
e voltam.

Temos gravações de tudo.

É como enviar um satélite

ou enviar uma sonda a Marte
para analisar a atmosfera

e todas essas coisas.

Você tem razão.

Você tem que ter cuidado
com o seu destino.

Também tem a ver
com as linhas de Ley do planeta

e com o alinhamento
das estrelas no momento,

para que esses portais
funcionem corretamente

e as pessoas possam
viajar com segurança.

Fascinante.

De verdade.

-Já ouviu falar de Jason Rice?
-Não.

Eu o entrevistei
em “Beyond Belief,”

ele aparecerá em episódios futuros
do ”Revelações Cósmicas”.

A Gaia filmou seu processo de
hipnose e seu teste de polígrafo…

Coisas incríveis.

Legal, mal posso esperar!

Emery, obrigado.

Obrigado pela sua presença
no ”Revelações Cósmicas”.

George, obrigado de novo.
É um prazer.

Obrigado por assistirem.

Nesta temporada de
”Revelações Cósmicas”,

as pessoas compartilham
seu envolvimento secreto

com agências governamentais,
os militares

e programas espaciais secretos…

Conheço satélites
que podem projetar algo

com sombra
e capaz de refletir luz,

e você vai achar que é real.

Tem um OVNI, mas não está lá.

Exatamente.

-Você já matou um extraterrestre?
-Sim.

Estavam transformando um humano
em um tipo de dispositivo

de comunicação interdimensional.

Estão muito interessados
no nosso DNA.

REVELAÇÕES CÓSMICAS

POR DENTRO DO
PROGRAMA ESPACIAL SECRETO

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos corruptos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar no Facebook

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

8 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Helder Pombo

Não estou a conseguir aceder ao vídeo. O link da T12E01 não está em funcionamento. Pode corrigir esta anomalia? Agradecido por todos os episódios que tem posto ao dispor para todos acederem.

Blue Sirius

Gratidão pela iniciativa de colocar todos os Episódios das Temporadas da “Revelação Cósmica”
São importantes e interessantes para todos Nós !

Jorge Frigola

Tenho todas as temporadas e todos os episódios delas no HD externo. Estou tendo dificuldades de baixar os 5 episódios legendados da 12a. temporada. Tenho tentado de varias formas mas não estou conseguindo. Se souberem onde posso encontrar estes 5 episódios para baixar com legendas deixem um recado aqui, por favor.

A respeito das outras temporadas, se quiserem, ou se alguém quiser, posso disponibilizar online, bastando apenas combinar o meio mais pratico.

Obrigado

carlos eboli

Boa noite, poderia me mandar as legendas? ja tenho os epsodios do s12e01 ao 05.
Muito Obrigado

Henrique

Ótima iniciativa! Não PARE!