revelação cósmica temporada 10

S10E07 Reunião com a Nova Aliança

Partilhar no Facebook

Um breve resumo do episódio:

Neste episódio continuamos com a situação descrita no anterior episódio, agora fala com a Aliança do PES (Programa Espacial Secreto) que tinha vindo a estar ausente… Corey Goode é levado à Lua pela Aliança. Como é sabido, a tecnologia de camuflagem estava ativa e ao chegar perto da superfície, só se viam as crateras. Depois entrou pela cratera dentro até à LOC.

Corey:… Sigmund era do alto escalão do Programa Espacial Secreto co Complexo Militar-Industrial. A sua função era investigar de onde vinham os meus vazamentos de informações altamente confidenciais. O programa do CMI não sabe do programa maior que eu servi…

A Aliança quis a reunião para eu dizer acerca do que tenho vindo a relatar nos últimos episódios. A Aliança também nos informou de vários assuntos que para já têm de ser mantidos confidenciais…

… Ele têm alguns planos para revelar o Programa Espacial Secreto do Complexo Militar-Industrial. Um deles tinha a ver com um conflito com a Coreia do Norte, onde eles apresentariam armas espaciais e aeronaves exóticas. A Coreia do Norte é uma marioneta da Cabala. A Cabala sempre precisa de um vilão para usar contra os EUA. Neste caso, a Aliança está na liderança das forças armadas, do complexo militar-industrial. O Programa Espacial Secreto também está sob a liderança da Aliança da Terra. Eles querem revelar esse programa com firmeza e segurança. Então, eles acham que, se usarem as armas que desenvolveram por décadas sobre a Coreia do Norte, isso será um aviso ao resto do mundo. Ao mesmo tempo, querem divulgar as tecnologias ao público…

… a ufologia foi infiltrada por cultos do tipo “illuminati”, pessoas narcisistas e egoístas que só querem falar sobre o seu prórpio material e criar religiões baseadas em OVNIs. Eles disseram que, se quiserem que a sociedade leve essas informações a sério, eles acham que têm que fazer isso de forma independente do que vem acontecendo na ufologia, o que é dececionante. A comunidade de ufologia tem vários problemas. Se queremos fazer parte disto,teremos que ser firmes e forçar a nossa participação…

… há agentes secretos na ufologia vazando falsas informações e promovendo discussões entre a comunidade e isto tem ocorrido desde o início, com certeza. DW: Como podemos confiar na nossa comunidade? CG: Acho que temos de pegar as nossas crenças em OVNIs e mantê-las a uma certa distância focando-nos em obter a revelação. Nenhum de nós sabe ao certo a verdade, mas queremos saber…

CG: Há 3 LOC’s. Temos o LOC Alfa o que sempre mencionei. Temos o LOC Bravo e o LOC Charlie. Nesse passeio pude visitar os três.

nota: na temporada 1, o episódio 3 é dedicado ao LOC (Comando de Operações Lunar)

S10E07 Reunião com a Nova Aliança (Revelação Cósmica)
S10E07 Briefings with a New Alliance (Cosmic Disclosure)

Assista ao episódio clicando no link abaixo, usando o browser chrome:
https://drive.google.com/file/d/1BgGqMA2FmMV_qlqQGpAiUHq4Etbpya7V/view?usp=sharing

Se der erro, use o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift + n) no PC e se necessário, antes tem de fazer logout do seu gmail. Se ainda não conseguir, aceda a partir de outro PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário (não no facebook), para indicarmos outro link.

Episódio com legendas em português do Brasil (para quem não deseja assistir ao vídeo):

revelação cósmica temporada 10 episódio 7

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Bem-vindos ao
”Revelação Cósmica”.

Sou David Wilcock.

Estou aqui com Corey Goode.

Neste episódio, vamos discutir

o incrível retorno da Aliança
do Programa Espacial Secreto.

-Bem-vindo, Corey.
-Obrigado.

Vamos continuar de onde
paramos no episódio anterior.

O que mais aconteceu com você

depois dessa incrível
série de visitas?

Geralmente, após uma
experiência desse tipo,

eu passo vários dias sentado,
olhando para a parede

e tentando processar tudo.

Estava no meio desse processo
quando fui informado

que teria uma reunião
com o Gonzales

e a Aliança do PES no LOC.

Não sei se você se
lembra, mas eles ficaram

bastante inativos por um tempo

e fizeram um esforço para fazer com
que eu me sentisse responsável

por quase destruir
a Aliança do PES.

O Sigmund vinha buscar-me e
interrogar-me quimicamente

para descobrir o que
estava acontecendo,

pois eles fazia parte do
programa espacial secreto do CMI

e não acreditava em
nenhuma dessas coisas.

-Ele não acreditava.
-Sim.

Depois de fazer sua investigação,

ele descobriu que era verdade
e começou a causar problemas.

Logo depois, ele sumiu
da face da Terra.

O que você achou quando
ouviu que a Aliança do PES

estava se reerguendo?

Fiquei meio nervoso.

Não sabia o que esperar.

Eu sabia que eles
pediriam informações

sobre tudo que havia
acontecido comigo.

Certo.

Eu ainda estava processando
essas informações.

Não estava disposto a
participar de reuniões,

mas sabia que teria
que fazer isso.

Isso ocorreu logo depois
que você se mudou de casa

e ainda estava se ajustando.

Existe alguma relação
entre a mudança

e as coisas que começaram
a acontecer na sua vida?

Logo depois que eu me
mudei, em outubro,

eu saí com o meu filho para
pedir “doces ou travessuras”

e conhecer melhor os vizinhos.

Os meus vizinhos do
outro lado da rua,

tanto o homem quanto sua esposa,

eram aposentados da CIA.

Eram geólogos que interpretavam
imagens de satélite

para a CIA.

-Aposentados da CIA?
-Sim.

-Do outro lado da rua?
-Exato. Então…

-Que loucura!
-Ele começou a me contar

que outra vizinha era da NOAA,

a Administração Oceânica
e Atmosférica Nacional.

Outro vizinho era
militar aposentado.

Em toda a região, havia
vários membros da Força Aérea

e da área de inteligência.

Isso me deixou perturbado.

Mencionei isso ao Gonzales depois.

Ele me disse que era verdade

e que eles haviam instalado
no meu bairro todo

vários tipos de aparelho
de detecção sensível

capaz de detectar qualquer tipo de
alteração elétrica na atmosfera,

qualquer tipo de alteração.

Eles, quem?

Os militares.

Eles queriam descobrir o
que estava acontecendo.

Certo.

Eles queriam testemunhar
algo acontecendo com você,

tipo uma esfera
azul vindo buscá-lo

ou naves pousando?

Ou eu sendo teletransportado.

Quando isso ocorre,

existe um tipo de assinatura
energética estranha

que eles conseguem rastrear
com esses dispositivos.

Além disso, se qualquer
nave vier me buscar,

eles conseguem obter a
telemetria da nave.

Uma das coisas que
discutimos em particular

convenceu-me de que
a Aliança da Terra

está levando a sua história
muito mais a sério que antes.

Sim.

Você concorda?

Muito mais a sério, mas eles
ainda são muito céticos

em relação ao Programa
Espacial Secreto.

Porém, você acha que eles estão
ficando mais convencidos

com base em certas
informações que obtiveram?

Sim.

E eles também queriam descobrir

como um cara que fala de alienígenas que
são pássaros azuis de 2,4 m de altura

também tem acesso a
informações tão precisas

sobre o Programa
Espacial Secreto do CMI.

Você sabe se esses dispositivos
que eles instalaram

já conseguiram captar algo

que eles tenham achado incrível?

Não sei. No dia dessa
reunião, eles me disseram

que eu precisava sair de casa,
ir até uma escola local

e ficar esperando em
um campo de futebol.

Foi exatamente o que aconteceu.

Eram cerca de 2h da madrugada.

Eu me vesti, entrei
no carro e saí.

Estacionei e esperei uns 20 minutos

ao lado da escola.
De fato, eu vi…

Eu vi um clarão vindo de longe.

Ele piscou de novo e ficou aceso.

Era tipo um orbe branco no céu.

Ele estava descendo rapidamente

e começou a mover-se
na minha direção,

ficando cada vez maior.

Então, quando ele estava a
uns 400 metros de distância,

a luz estourou como
se fosse uma bolha.

Um bolha de sabão.

Deve ter sido legal.

Sim. Foi muito legal.

Ela estourou e lá
estava uma nave…

-Sério?
-…que eu já conhecia.

Do tamanho de um carro normal?

Sim, do tamanho de um… Um
pouco maior que um SUV.

Certo.

Ela desceu e pousou.

Ela parou um pouco longe,

não muito perto do meu carro.

Porém, olhei à minha volta

para ver se havia algum carro
ou aeronave por perto,

mas não havia nada.

Sentei-me e eles
disseram: “Fique aí.

Aperte o cinto.

Vamos ao LOC.”

Decolamos. Dava para ver a Lua à
medida que nos aproximávamos dela.

A Lua estava deste tamanho,

então, de repente…

Ela cresceu tão rápido,

que parecia que
sofreríamos uma colisão.

Você sentiu algum movimento?

Senti um pouco.

É como olhar para a Lua e,

de repente, ela
cresce muito rápido.

Então, de repente, você…

Não dá mais para ver
a circunferência.

Ela está tão perto.

Eles sobrevoaram até o
lado de trás da Lua.

Sobrevoamos a cratera
onde fica o LOC

umas duas ou três vezes, mas
não dava para ver a base.

A tecnologia de mascaramento
estava ativada.

Parecia só uma cratera.

Não dava para ver nem
a cratera secundária,

o buraco no fundo da cratera.

Estava todo coberto.

Havia alguma falha na imagem

ou ela estava nítida?

Estava nítida.

Disseram-me que era tipo
um efeito de miragem,

mas eu achei muito nítido.

Então, eles estavam se comunicando,

obtendo permissão para pousar.
Quando o mascaramento foi desligado,

eu consegui ver a base.

Dava para ver luzes verdes,
vermelhas, brancas;

algumas piscando, outras fixas.

Nós sobrevoamos a cratera

e entramos no buraco
que fica no meio dela,

no meio da cratera
onde fica o LOC.

Entramos diretamente nele.

A cratera estava aberta?

É um buraco.

-Um duto?
-É um buraco que desce,

tipo um ralo.

Depois, ele vira um tubo de lava.

Mas havia uma superfície
lunar embaixo dele?

Se você não chegasse muito perto,

-pareceria uma cratera?
-Não, um buraco escuro.

-Certo.
-Um buraco escuro.

Entramos nele. Imediatamente,

vi a parte do LOC
que eu já conhecia,

a parte em formato
de sino no subsolo.

Existe uma caverna
em volta desse sino?

Sim, o sino foi construído
dentro de uma caverna.

No meio dela.

Parecia que a caverna era maior,

mas foi bloqueada pelo sino.

Interessante. Certo.

Havia duas pontas de
hangar principais.

Uma era para naves saindo,

a outra era para naves entrando.

Nós entramos

e pousamos em uma das
áreas de desembarque.

Os pilotos imediatamente desceram as
escadas, onde o Gonzales me recebeu.

Ele estava de farda da Força Aérea.

Olhei para ele e disse:

“Voltamos ao mesmo
joguinho de antes.”

Ele me olhou com cara
de: “Cale a boca.

Cale a boca.”

Então, eu…

Por que a Força Aérea
seria um joguinho?

Porque ele era da Marinha.

Dentro da Aliança do
Programa Espacial Secreto,

ele fingia ser da Força Aérea.

Eu já havia revelado isso
ao público anteriormente,

por isso não entendi por que ele
estava de farda da Força Aérea.

Certo. Interessante.

Surgiu uma mulher com
farda da Força Aérea.

Ela se apresentou

e disse que nos acompanharia

durante a nossa visita.

Essas fardas eram macacões?

Não, ela estava de farda
normal da Força Aérea.

Certo.

Ela estava com o cabelo
preso, de coque.

Parecia uma farda
da Força Aérea.

Da Força Aérea normal da Terra?

-Sim.
-Certo.

Ela nos acompanhou até um elevador.

Entramos no elevador e descemos.

Ele era muito rápido.

Descia muito rápido.

Não consegui contar os
andares nem captar nada.

E depois?

Quando a porta se abriu,

eu sabia que estava
em uma parte do LOC

onde eu não tinha permissão para
entrar antes, que eu me lembre.

Quando as portas se abriram,

eu estava esperando ver algo
mágico, mas fiquei decepcionado.

Eram só corredores e portas.

Então…

Você saberia que estava na Lua,

se tivesse sido transportado
diretamente para lá?

Não. Não havia diferença.

Não saberia dizer que
não estava na Terra.

Certo.

Fomos guiados por um
corredor até uma sala.

Ela bateu à porta enquanto a abria.

Lá dentro, havia uma
mesa de conferência

e algo parecido com uma
janela grande atrás deles.

A mesa de conferência
estava virada para cá,

e a janela ficava do outro lado.

Todos se levantaram,
ou quase todos.

Todos que eu podia
ver se levantaram.

O que havia na janela?

Dava para ver Marte pela janela.

Parecia Marte.

Sério?

Fiquei meio perplexo.

As pessoas vinham
cumprimentar-me,

mas eu só pensava em Marte.

Já vi você contar

que outros informantes
entraram em um elevador e,

de repente, estavam
em outro planeta.

É verdade.

-Fiquei pensando se era o mesmo.
-Sim.

Eles chamam de corredor,
mas é teletransporte.

Sim. Fiquei confuso.

Imediatamente, um deles
virou-se e mudou a vista

para uma paisagem lunar.

Então, depois de falar com
o Gonzales várias vezes,

as pessoas…

Quando você trabalha
nesses projetos,

eles o levam através de
um portal sem você saber

se está na Lua ou em Marte.

E eles podem mostrar
uma janela convincente

de algum lugar na Terra.

Você acha que está na Terra.

Se você estiver na
Terra e eles quiserem

que ache que está em Marte,

-também podem fazer isso.
-Que loucura!

Imediatamente, olhei à
minha volta e reconheci

todo mundo que estava presente.

Olhei à minha volta e…

Como assim? Quem eram?

Os oficiais da Aliança do
Programa Espacial Secreto

que eu já havia conhecido.

Certo.

Pareciam muito preocupados.

Aquele primeiro encontro
comigo e com o Gonzales

deixou-os muito preocupados.

Não foi difícil perceber.

Até onde você saiba, essas
pessoas vêm à Terra

ou vivem exclusivamente no espaço?

Algumas delas, sim.

Elas vêm à Terra.

Porém, a maioria já foi
removida completamente

e segmentada de qualquer
tipo de vida na Terra.

Eles se levantaram, como
os militares fazem.

Quando alguém entra,
eles se levantam.

E eles nos cumprimentaram.
Como já disse,

estavam preocupados.

Quando começaram a se sentar,

vi o Sigmund na ponta da mesa.

Sério?

Eu e o Gonzales ficamos chocados
e perplexos com a presença dele.

Eu soltei sem pensar,
desabafando:

“Então, é aqui que você
anda se escondendo?”

Olhei ao redor.

Dei uma olhada de relance,

pois todos ainda
estavam incomodados.

Eu disse: “Estou
surpreso de vê-lo aqui

depois que eu disse à Aliança
do PES que eu achava

que você estava se infiltrando.”

Ele não gostou disso.

Ele se levantou e começou
a espumar pela boca.

Ele estava sentado com
um sorriso no rosto,

mas se levantou e disse: “Você
não sabe o que eu perdi.

Eu perdi tudo!”

Ele apontou o dedo
para mim e disse:

“Empatia intuitiva? Que nada!”

Todos ficaram em silêncio.

O que você acha que ele
quis dizer com isso?

Ele perdeu tudo?

Mais tarde, eu ouvi que ele abandonou
a família e tudo que tinha aqui.

-Sério?
-Ele abandonou tudo.

Para entrar na Aliança do PES,
quando viu que era verdade?

Sim.

Você poderia nos
contar rapidamente

o que ele fazia antes e por
que isso é importante?

Sim. Ele era do alto escalão
do Programa Espacial Secreto

do Complexo Militar-Industrial.

Sua função era investigar

de onde vinham os
meus vazamentos

de informações altamente
confidenciais.

Só para esclarecer,

o programa do CMI não sabe sobre o
programa maior no qual você serviu?

Exato.

Então, estou contando vários
relatos interessantes

junto com informações
confidenciais,

e eles queriam saber o
que estava acontecendo.

Então, ele me levou lá.

Eles estavam certos de que eu
fazia parte de um programa

e me testaram para ver

se eu estava dizendo
a verdade ou não.

Fizeram testes forenses
comigo para ver

se eu havia estado onde
alegava ter estado.

Quando descobriram que era verdade…

Ele conseguiu
confirmar a maioria…

Logo depois disso, ele fugiu
e entrou na Aliança do PES.

Foi assim que todos entraram.

Em algum momento, eles fugiram

quando descobriram
mais informações.

Vê-lo lá deve ter sido
um choque para você,

considerando que, no passado,

ele nem acreditava na existência
do seu Programa Espacial Secreto.

Sim, mas ele ainda é muito cético.

Durante essa reunião, ele
mostrou seu ceticismo.

Depois dessa explosão dele,

houve uma pausa constrangedora,

quando alguém do outro
lado da mesa disse:

“Que tal nos sentarmos
para conversar?”

Então, todos nos sentamos
e a reunião começou.

Qual era o propósito da reunião?

As informações que venho
compartilhando nos últimos episódios.

Você estava
compartilhando com eles?

-Sério?
-E eles comigo.

Eu e o Gonzales também
obtivemos informações.

A maioria delas ainda
é confidencial.

O Gonzales compartilhou o que
sabia, muita coisa confidencial,

mas muita coisa também tem
a ver com os vários seres

com os quais ele trabalhou junto com
os maias e o trabalho que fizeram.

Eu falei o que sabia.

Assim que mencionei
a Super Federação

e comecei a compartilhar…

E mencionei o Teir-Eir, o
Aviário Azul que apareceu…

O Sigmund jogou-se para
trás e ergueu os braços

em sinal de descrença.

-Mesmo depois de tudo?
-Sim.

Por que você acha que
ele ainda não acredita,

agora que sabe que a
Aliança do PES é real?

Perguntei isso a ele.

Eu disse: “Depois de
tudo que você já viu

agora que entrou
na Aliança do PES,

ainda não acredita?”

Ele disse: “Já usaram
certas tecnologias em mim,

de modo que não sei nem
se isto aqui é real.”

Ele disse que a
tecnologia que eles têm

é capaz de fazer com que você veja
o que eles quiserem que você veja.

Ele disse: “Tenho certeza
de que os nórdicos

estão brincando conosco de novo.”

Perguntei: “Como assim, de novo?”

Mas a mesma pessoa na outra
ponta da mesa pediu ordem.

Considerando que
você foi submetido,

como você descreveu, a
simulações de realidade virtual

no programa MILAB
quando era criança

que você disse que eram
idênticas à realidade,

você acha que ele pode estar
certo ou que tem razão?

Ele com certeza tem
um bom argumento.

Da perspectiva dele,
ele foi submetido

a várias dessas tecnologias,
de modo que às vezes

não sabe mais o que é
real, como ele disse.

Certo.

Porém, com base no que
você já descreveu,

eu diria que há várias
camadas que evidenciam

que não são só os nórdicos
brincando com você,

que esse é um fenômeno
real, com seres reais.

Exato. Ele disse:

“Eu vi o vídeo da
primeira reunião no LOC

onde os Aviários Azuis e o ser do
triângulo dourado apareceram.”

Ele disse que, mesmo tendo
visto, não acreditava.

Ele se recusa a acreditar.

Essa é uma opinião meio avulsa

que ninguém compartilha?

Ele está meio isolado
nessa posição?

Todas as pessoas que
estavam na reunião do LOC

e que estavam presentes quando
os Aviários Azuis apareceram

estavam convencidas
de que era real.

A questão é que ele…

Ele estava se baseando em
sua experiência passada.

Vamos falar um pouco sobre isso.

Se ele tem motivos para achar

que os nórdicos têm tecnologias
avançadas o suficiente

para fazê-lo ver o que eles quiserem,
por que eles não projetariam,

por exemplo, o presidente
dos Estados Unidos

substituindo ele, ou outras
coisas estranhas desse tipo

para mudar a nossa história?

Eles não podem fazer o que
quiserem, conforme a lei cósmica.

Porém, parece que algumas
espécies de nórdicos

estão envolvidas conosco
desde o começo.

Há relatos de anjos, de
seres que apareceram

durante a fundação
dos Estados Unidos.

Sim.

E que foram descritos como
seres de aparência nórdica.

Eles estão aqui desde o começo.

Porém, ainda não entendi
o que ele quis dizer com

“brincar com a nossa
mente de novo”.

Mas você acha que a maioria
dos que estavam presentes

não acreditava nele?

A maioria não concordava.

Certo. E depois?

Basicamente, terminei o meu relato
e respondi algumas perguntas,

assim como o Gonzales.

Ele respondeu várias perguntas.

Então, terminei a minha
parte do relato.

Disseram algo de interessante

depois que você
terminou o seu relato?

Eles mencionaram alguns planos
que estavam implementando

para revelar o Programa Espacial Secreto
do Complexo Militar-Industrial.

Um deles tinha a ver
com um conflito

com a Coreia do Norte,
onde eles apresentariam

armas espaciais e
aeronaves exóticas.

Só para esclarecer,

qual é a visão totalmente
consciente da Coreia do Norte

sobre quem realmente é responsável pelo
que estão fazendo e pelo plano geral?

Esse tópico é extenso,

mas podemos dizer que é
uma marionete da Cabala.

Certo.

Então, por que eles estão
tentando ou ameaçando bombardear

os Estados Unidos?

A Cabala sempre precisa de um
vilão para usar contra nós.

Neste caso, a Aliança está na
liderança das forças armadas,

do complexo militar-industrial.

O Programa Espacial Secreto
também está sob a liderança

da Aliança da Terra.

Eles querem revelar esse programa
com firmeza e segurança.

Então, eles acham que,
se usarem as armas

que desenvolveram por décadas
sobre a Coreia do Norte,

isso será um aviso
ao resto do mundo.

Ao mesmo tempo, querem divulgar
as tecnologias ao público.

Eles querem que isso seja filmado e
discutido nas manchetes do mundo todo?

Exato, assim como na guerra…

Acho que foi no Iraque,

quando o caça “stealth”
foi revelado.

Devido a toda a
polêmica na Internet,

preciso perguntar-lhe isto:

O que a Cabala poderia fazer com
um país como a Coreia do Norte

para que provoquem o país
mais poderoso do mundo

em uma missão
aparentemente suicida?

Em outras palavras, eles
não têm quase nada,

mas estão agindo como se fossem lançar
uma bomba atômica de qualquer forma.

Quão grave é a ameaça militar
que representamos para eles?

Vamos destruir o
país deles inteiro?

Qual é o alcance do ataque?

Muita gente está
preocupada com isso.

O alcance do ataque,
pelo que ouvi falar,

é que, recentemente, a SpaceX
lançou um dispositivo do DOD

que é um pulso
eletromagnético sustentado.

Eles querem usar isso
na Coreia do Norte,

atacando com um pulso eletromagnético
e jogando alguns bastões de Deus…

Feixes de tungstênio grandes,
longos, do tamanho de um telefone

e revestidos de cerâmica.

Certo.

O plano é lançá-los
e, em seguida,

naves do tipo TR-3B entrarão em campo e
farão ataques com precisão cirúrgica.

Eles não danificarão a
infraestrutura, por menor que seja,

eles querem minimizar
o número de mortes.

Certo.

Esses bastões de tungstênio
que você mencionou

são como explosivos de abrigo?

Eles são capazes de atingir
bases militares subterrâneas?

Com certeza.

Como alguém convenceria o
Kim Jong-Un a fazer isso?

Ele obviamente não
sobreviveria a esse ataque.

Como a Cabala consegue fazer com
que esse país entre em uma briga

que não pode vencer?

Não estamos falando de um país.

Estamos falando de um líder louco
que eles conseguem manipular.

Pode haver subornos ou propinas ou
algum outro tipo de fator de coação?

Exato.

Durante essa discussão, eles
mencionaram a tentativa do Tom DeLonge

de revelar tecnologias avançadas.

Certo.

E disseram que ele estava colaborando
com o programa espacial da Força Aérea,

que também pertence à DIA, a Agência
de Inteligência de Defesa dos EUA.

Quando mais falavam
sobre esse programa

e como eles faziam tudo de forma
independente da ufologia…

Eles não queriam trabalhar
com nenhum ufólogo.

Eu quis saber o porque, é claro.

Eles basicamente
disseram que a ufologia

foi infiltrada por cultos
do tipo “Illuminati”,

pessoas narcisistas e
egoístas que só querem falar

sobre seu próprio material e criar
religiões baseadas em OVNIs.

É uma bagunça.

Eles disseram que, se
quiserem que a sociedade

leve essas informações a sério,

eles acham que têm que fazer
isso de forma independente

do que vem acontecendo na
ufologia, o que é decepcionante.

Sim.

Isso é meio agressivo.

É como colocar a arma
na mesa ao dizer isso.

Como podemos marginalizar uma
comunidade inteira assim?

Não parece algo muito justo.

Não é justo, mas eles
têm bons argumentos.

Existem muitos problemas
nesta comunidade.

Porém, se quisermos
participar disso,

teremos que ser firmes e
forçar a nossa participação.

Existe algum perfil psicológico

pelo qual eles acham que as pessoas
da nossa comunidade não são capazes

de lidar com informações
ou revelações genuínas?

Parte do problema

é que o complexo militar-industrial vem
avacalhando a ufologia há décadas,

vazando informações falsas,

enviando agentes para causar
brigas e dissidências,

enviando pessoas com
narrativas diferentes.

Alguns dos cultos do tipo “Illuminati”
possuem suas próprias narrativas

e querem que nós as adotemos,
preparando-nos para um certo dia,

quando mostrarão o que está
acontecendo na Antártida

e reivindicarão seu
direito divino de reinar.

Vou perguntar algo
de forma bem direta.

Você está dizendo que
há pessoas conhecidas

na comunidade de ufologia
que são agentes secretos

e desempenham essa função de
agente duplo em seu trabalho?

Isso tem ocorrido desde o início
da ufologia, com certeza.

Então, como o nosso público
pode saber em quem confiar?

Como as pessoas que
estão nos assistindo

devem agir ao ouvir que a
nossa comunidade inteira

está nesse estado
de tanta confusão?

Acho que temos que pegar
as nossas crenças em OVNIs

e mantê-las a uma certa distância,
focando-nos em obter a revelação.

Nenhum de nós sabe ao certo a
verdade, mas queremos saber.

Então, se todos nos
focarmos no que queremos

em vez do que criamos nas nossas
mentes com o passar dos anos,

acharemos uma forma de colaborar.

Do contrário, teremos conflitos.

As minhas informações
não batem com as suas,

portanto, você é o diabo.

É uma grande bagunça.

Porém, ao mesmo tempo, há várias
pessoas ótimas na comunidade.

Se elas se unirem, serão uma
parte importante da revelação.

Algum outro tópico foi
discutido nessa reunião

além do que você já mencionou?

Na verdade, o Sigmund fez
algumas revelações rápidas.

Ele nos disse que faríamos
um passeio muito exclusivo

pelo Comando de Operações Lunares,
algo que chamou a minha atenção.

Então…

-Você só conhecia a parte de cima, certo?
-Exato.

Eu já estava em um nível
que nunca havia visitado.

O mais interessante é que ele
disse que o passeio começaria

no LOC Bravo.

Uma das coisas que eu
nunca havia revelado…

É assim que testo
outros informantes…

É que há três LOCs.

Certo.

Temos o LOC Alfa, o
que sempre mencionei.

Temos o LOC Bravo e o LOC Charlie.

Nesse passeio, pude
visitar os três.

Corey, sinto muito, mas
estamos sem tempo.

Este é o ”Revelação Cósmica”.

Sou David Wilcock e estou
aqui com Corey Goode.

Obrigado por assistirem.

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Corey Goode temporada 10 episódio 7
Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os autores não usam facebook, portanto se tiver alguma pergunta, coloque aqui no site, na secção dos comentários (não do facebook)
3. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar no Facebook

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.