Forum

Breadcrumbs do fórum - Está aqui:FórumOEvento.pt: Forum - O EventoFilmes e Séries
Por favor ou Registo para criar artigos e tópicos

Filmes e Séries

OS PISTOLEIROS SOLITÁRIOS (The Lone Gunmen, CAN/EUA, 2001, Rob Bowman) (Episódio Piloto)

Caríssimos, conforme disse ontem, houve uma extraordinária 'coincidência' nesse ano que ajuda a entender que só mesmo dentro do sistema haveria condições para levar avante um evento dessa envergadura.

Todos se lembram dos 3 'hackers' meio 'despassarados' que faziam parte da série 'The X Files/Ficheiros Secretos' e que 'ajudavam' a dupla Fox Mulder/Dana Scully a resolver alguns 'problemas'. Por causa dessa 'fachada' e do êxito que tiveram, acabaram por ter direito a protagonizar uma por conta própria, que assim se chamou. E acontece que o argumento do episódio piloto, emitido em abril de 2001, focava precisamente uma trama conspiratória cujo objectivo era lançar um avião contra as torres do WTC. E também há o recurso a morte simulada, neste caso na pessoa do pai de um dos três. Teve 13 episódios, terminou em maio desse ano e estava bem lançado para nova temporada, mas...! E os 'X-Files' originais, já meio 'esfrangalhados', também não duraram muito mais. Enfim!

Portanto para ser apreciado no contexto do conteúdo de 'Harodim', aqui fica esse episódio. (atenção ao poster)

https://mega.nz/file/ncsx1YqY#IGa9-M6FAkq9mJnDIbR-u6m3sYNEo_uPzkJ83-hPlfw

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.

HATARI! (Hatari!, EUA, 1962, Howard Hawks)

Caríssimos, estou começando neste tópico uma 'secção', digamos, dedicada aos filmes clássicos, a maioria por demais conhecida por passar na tv, mas que acredito que grande parte do pessoal não os conheça.

E o escolhido é esta interessantíssima e muito bem conseguida comédia de aventuras que flui com naturalidade mas que levou meses para conseguirem captar os efeitos desejados. Muito se deve claro à participação dum excelente lote de actores e a uma direcção segura de um realizador bem calejado nesse tipo de filmes. E eu, é com alguma nostalgia que me revejo nesses horizontes sem fim, embora eles continuem bem vivos e ajudando-me a alcançar outros, agora numa amplitude mais interiorizada.

E como noutro local se manifestou hoje, dedico-o a Patricia Afonso, uma africana de Angola, que faz parte desta comunidade.

https://mega.nz/file/IsgDXKKC#DRfZ-tGJ4l0wZwW82S9TVI3lV62cfNEl75hB-4ToICU

 

 

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.

ODIADOS  NA NAÇÃO (Hated in the Nation, episódio 306 da série BLACK MIRROR, GB, 2014, James Hawes)

Caríssimos, aqui de novo para deixar mais um filme, melhor dizendo, um episódio de uma série muito impactada há uns anos e que, pelos vistos, está em vias de retornar. Incómoda e perturbadora pela maneira como em cada um abordava de modo bastante agressivo e desestabilizador, por vezes, a influência do uso exagerado e compulsivo que toda a tecnologia, sobretudo os novos 'black mirrors' estavam, já na altura e agora muito mais , a provocar nas mentes e consciências das pessoas, sobretudo jovens. Desta vez a manipulação genética incide numa outra espécie, que igualmente foi 'hackeada' para fins vingativos.

Espero portanto que dêem a mais este contributo a melhor atenção, até porque o caos que actualmente vivemos provocado e sustentado num vírus virtual, aponta precisamente para podermos vir a assistir a degenerações genéticas bem mais graves.

E, como podem constatar no artigo em baixo, até foi inspirado num acontecimento real, dez anos antes, vivido pelo próprio autor do argumento, Charlie Brooker. Mas muitos outros casos relacionados podem ser encontrados por esse mundo fora, como cada vez mais estamos a ver plasmados em filmes e agora, muito mais, em séries. Outros episódios desta, igualmente perturbadores, poderão um dia aqui aparecer, veremos!

https://screenrant.com/black-mirror-hated-nation-true-story-explained/

http://tiny.cc/0rpqtz

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.

GATOS (Kedi, TQA, 2016, Ceyda Torun)

Caríssimos, como ontem tivemos a 'presença' de uma digníssima representante dessa cidade, achei interessante proporcionar-vos uma 'visita' à fantástica cidade de Istambul através dos seus mais antigos inquilinos, os queridos felídeos. E como tenho uma profunda ligação com esses nossos Irmãos Bichanos, aqui fica, em jeito de homenagem a eles, este filme-documentário. Grato à equipa que caprichou na sua recolha. Bom passeio.

Saudações Luminosas e até...

http://tiny.cc/rkvqtz

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.
Carla Mota reagiu a este artigo.
Carla Mota

DR. ESTRANHOAMOR ou: como aprendi a parar de me preocupar e amar a bomba (Dr. Strangelove or: how I learned to stop worrying and love the bomb, GBR/EUA, 1964, Stanley Kubrick)

Caríssimos, mais um clássico e uma das melhores comédias de humor negro que foram produzidas nos primórdios da chamada 'guerra fria'. De novo Stanley Kubrick agora tirando partido dum argumento delirante (bem expresso no extenso título), que só mesmo alguém de seu quilate, teria condições de levar avante. Mas são também as magníficas prestações de actores de reconhecida craveira que lhe dão consistência e credibilidade, sobretudo a tripla presença de Peter Sellers, que se serviu dessa sua capacidade 'camaleónica' várias vezes.

E como no filme se revela bem claramente, não é demais lembrar e ter em conta que a instituição militar bem como todas as demais similares que fazem uso de armamento são os herdeiros por excelência das características e comportamentos do 'pessoal' reptiliano, que ainda domina grande parte da humanidade e não só por essa via específica...!

Saudações Luminosas e até...

http://tiny.cc/ft3rtz

 

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.
Krystal reagiu a este artigo.
Krystal

BARRY SEAL: TRAFICANTE AMERICANO (American Made, EUA, 2o17, Doug Liman)

Caríssimos, uma vez que Tom Cruise teve há pouco destaque no site a propósito de artigo e vídeos em que supostamente é considerado uma criação CGI/IA, decidi trazer aqui esta sua recente prestação.

Ele é um actor de reconhecido mérito mas a quem ultimamente tenho dado pouca atenção pois se tem virado para filmes de aparato e acção pura e dura e assim, pelos vistos, vai continuar, pois está trabalhando em sequelas tanto do 'Top Gun', como da 'Missão: Impossível', esta em versão dupla.

Mas entretanto em sua penúltima longa-metragem, protagonizou um expressivo filme-denúncia no qual a violência implícita é de uma outra natureza, que envolve as altas instâncias dos EU e dos meandos nos bastidores em que elas sempre foram e continuam sendo, exímias especialistas.

E mais uma vez refiro que, como cinéfilo assumido e de longa data, não me interessam as suas vidas privadas, que são, tal como as de todos nós, já de si personagens, pois ninguém é originário deste planeta, estamos tão só, experenciando vivências das quais temos que dar boa conta, quando tivermos que abandonar o 'palco'. E o engraçado é que, com essa profissão, eles estão por sua vez, representando personagens e assim, eventualmente, enriquecendo seus 'currículos'.

E quanto às listas de supostas 'execuções', clonagens, prisões, etc, abstenho-me de qualquer comentário pois aqui, nestes meus espaços, não há lugar a esse tipo de assuntos e abordagens, às quais, aliás, não dou grande crédito.

E termino como uma nota curiosa, que ele encabeçou o primeiro filme desta série, por sua vez dirigido pelo mesmo responsável pelo que antecede este.

(No Brasil o título oficial foi 'FEITO NA AMÉRICA', tradução correcta e literal, mas não 'chamativa' como a que foi escolhida por aqui)

http://tiny.cc/5kartz

Saudações Luminosas e até...

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.
Carla Mota reagiu a este artigo.
Carla Mota

REI ARTHUR (King Arthur, EUA/GBR/IRE, 2004, Antoine Fuqua)

Caríssimos, aqui estou portanto para retomar este compromisso, não me importando qual seja a atenção que lhe derem, pois me basta a satisfação de deixar, deste modo, como por diversas vezes o afirmei, o que do muito que fui acumulando, possa ter algum sentido ou interesse, tal como teve ou foi tendo para mim.

Lamento que o objectivo da criação deste espaço, que deveria ser de intercâmbio, se tenha, digamos, de certo modo, esvaído, mas, como bem sabemos, não é difícil começar um projecto, ou seja o que for, problemático é continuá-lo, sustentá-lo e se possível, expandi-lo e eu, ao aproveitar a oportunidade, sabia que tinha condições para isso. Continuemos, então...

E nada melhor do que dar meu contributo sobre o mitológico e lendário Rei Arthur novamente abordado pela colaboradora Lisa Renee em mais um dos seus longos e complexos textos, trazendo um dos filmes recentes em que é exposta uma versão algo diferente, embora tão digna de crédito como qualquer outra, pois estamos no reino da ficção, que como sempre, se sustenta em alguma realidade.

E como destaque curioso é ser um filme que tem direito a 'chancela' do director (director's cut), com todo o direito e propriedade, aliás, embora ele seja um genuíno americano, cujas raízes são (ou deveriam ser) africanas, mas...

E por aqui me fico, pois tenciono voltar à carga, uma vez que há pelo menos mais três filmes com outras versões sobre o dito, ou relacionadas, para além do muito que foi escrito, com especial ênfase na obra monumental de Marion Zimmer Bradley, 'As Brumas de Avalon'. Esses foram conteúdos que muito me interessaram, fascinaram e deixaram marcas, mas que, tal como tudo o mais, se foram, naturalmente, esvaindo nas brumas do... tempo!.

Saudações Luminosas e até...

https://mega.nz/file/o8YSWTAb#cFAz1F9pvldpQiYPfoDruCezApM6wMhjQPs9O6tw5f8

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.
Carla Mota reagiu a este artigo.
Carla Mota

PROJECT BLUE BOOK (2ª temporada, EUA, 2020, David O'Leary/Canal History)

Caríssimos, como esta série foi mais uma vez referenciada numa das últimas postagens do site, aqui venho deixar a quem interessar e não tenha visto, os primeiros 5 episódios da 2ª temporada. Série deveras importante e esclarecedora quanto ao fenómeno OVNI e que, quanto a mim, se insinua, desta vez, bem mais para além dos factos reais que nessa altura aconteceram, daí supor que tenha sido por esse motivo (ou algo do género), que o canal 'History' a tenha cancelado, apesar do enorme sucesso que estava a ter. Breve se seguirão os últimos 5, (o que aconteceu a 6 de maio)

Saudações Luminosas e até...

Episódio 201 https://mega.nz/file/N1xX1YAQ#Y7tqDXh-3ipsCP0wOH9CezKX-XZFgEV7sLDVV0Vj6-E

Episódio 202 https://mega.nz/file/VkxBXCLJ#zr_R1_eVf8DcygbWdEjR_t6iOdShcEKEtIzIITMv6aQ

Episódio 203 https://mega.nz/file/44hVUCwT#Xy3OnsaM_jut3BmEHrS2RXjQgcv2PNPnACwzHONn79I

Episódio 204 https://mega.nz/file/w8xRUYIT#6NdIeGW1atsrqLXv-kzinKdVq3hciQOaiKAzFFLhPW0

Episódio 205 https://mega.nz/file/Vh4FmQLB#3ReKS6YxLSO4yrPIbdycm4yNs3L_KEWenmiEfYBQLjg

Episódio 206 https://mega.nz/file/Y9Rk1bCR#sbocdLghGokNw5gb8hdBZVIs-j-pP8KzfWszDzJsJhE

Episódio 207 https://mega.nz/file/xgJiFB6a#o6rcooFU594bbwB9NUisRQT8wp87sz5rFFlPxr5MMRg

Episódio 208 https://mega.nz/file/xlYwhbaA#B59op6pZRedW397kUeD-VGvchAenrXnmvEKfJf8uP0k

Episódio 209 https://mega.nz/file/YgI2hLZB#b1vM3AVBiW4P63HqIkry7r30jwrH8ePJhJM64HWG1rg

Episódio 210 https://mega.nz/file/hkJwUZKb#7MgNhTCfd4HmWH0VBlGjVqKZWtUVDlKk8H6uKrjsBHY

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.
Carla Mota reagiu a este artigo.
Carla Mota

NAZIS INVASORES (Iron Sky, FIN/ALE/AUS/FRA/NOR/BEL/DIN/GBR, 2012, Timo Vuorensola)

Caríssimos, como tem sido hábito ultimamente, mais uma vez aproveito referência destacada no site (terá sido intencional? rs), para aqui deixar o filme referido, que, ao contrário e quanto a mim, não tem nada de ridículo (como adianta Corey), é sim, uma bem engendrada e gozada paródia, com muitas dicas tanto subliminares como claras e directas em relação à política dos EU e a filmes (sendo uma delas da também paródia 'Dr. Strangelove', de Kubrick, há pouco aqui postado) como através da banda sonora. E quanto a aparato cénico também foi bem imaginado e encenado, pois sendo uma produção finlandesa de baixo orçamento, não destoa muito, mesmo em confronto com produções mais folgadas. E mais uma vez se destaca a relevância da legendagem pois, em alternância, de acordo com a cena, se fala em inglês ou alemão. E como teve uma sequela em 2019, 'Iron Sky: The Coming Race', pode ser que, lá mais para diante apareça por aqui, pois mantém o mesmo estilo mas vai mais longe em relação à vertente esotérica do nazismo.

https://mega.nz/file/JsQG2RCY#ySiOAKVIKaYpERVgaDXVGZp1t4Y2iNtCYA5e4Fj2oow

(o título BR, conforme é indicado na transcrição do vídeo, é 'Deu a louca nos Nazis')

 

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.
Aniron oevento.pt e Krystal reagiram a este artigo.
Aniron oevento.ptKrystal

VIAGEM FANTÁSTICA (Fantastic Voyage, EUA, 1966, Richard Fleischer)

Estive com algumas dificuldades nas conexões por causa das ventanias, que aqui, nas 'bordas' do Marão são o nosso maior problema...

Caríssimos, voltando aos clássicos, aqui fica um dos que mais longe foi no arrojo de desvendar nossas 'entranhas' (numa viagem que não tem nada de fantástico, no sentido 'fantasia'), por via de uma tecnologia que até então ainda não tinha tido divulgação mas que desde os meados do século vinha sendo testada e implementada. O filme foi assim um óptimo veículo para desvendar esses bastidores do jeito pretendido, como pura 'science-fiction' e entretenimento, como normalmente acontecia (e continua acontecendo, mas agora de modo mais óbvio e descarado, rs), mas como envolvia actos médicos e científicos avançados, teve que ter o suporte e aval de reais especialistas, conforme referenciado no início. Há muito que está em desenvolvimento um 'remake' que, lamentavelmente tarda a se concretizar e não será por falta dos meios técnicos e tecnológicos mas como agora não é mais possível envolver energia nuclear como suporte energético do jeito mostrado neste filme, teriam de encontrar alternativa compatível que hoje em dia seria talvez a tecnologia reversa e/ou de ponto zero ou qualquer outra do mesmo quilate. Muitos filmes e documentários já a apresentam e usam nos seus projectos, embora de forma ambígua e camuflada e geralmente em ambientes focados no futuro, mas para reproduzir idêntica façanha parece não haver quem lhe pegue. Seja como for, continuemos aguardando!...

Nota para a presença do elemento feminino suportado por uma actriz que se destacou principalmente como 'sex-symbol' e 'Bond girl' e que parece algo deslocada, mas talvez tenha sido imposição da produção para aligeirar o filme, sei lá?! E de toda aquela equipa é a única que ainda anda por aqui (80) e, como achega curiosa, já agora, adianto que sua filha Tahnee Welch estará por aqui num filme aonde encarna uma personagem que é extraterrestre, embora com fachada muito humana e...atraente (como, aliás, foi a mãe. rs). Que seja bem apreciado.

https://mega.nz/file/ZtoklDpQ#LvkwR858g5PBePwvPmNXLDIuOI0nRFRMoeApfkKG3xE

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.

O DIA EM QUE A TERRA PAROU (The day the earth stood still, EUA/CAN, 2008, Scott Derrickson)

Carissimos, mais um filme em que a temática alienígena é focada mas quem se apresenta desta vez não vem com intenções agressivas nem invasoras, apenas com a missão de contactar os responsáveis do planeta para os avisar que o dito está com os dias contados pois não há como a humanidade ganhar juízo e deixar de se destruir e destruir tudo à sua volta. Boa permissa, bem desenvolvida e bem sustentada em efeitos especiais de convincente impacto pecando apenas por um final algo meloso e despropositado.
E aproveito para realçar o que acontece a todo o destacamento e aparato militar que cerca a nave do alien, e que se aprontava para a destruir. Precisamente o mesmo do relatado por Fábio Santos na recente entrevista sobre o super-soldado brasileiro, que numa das missões na Antártica, foram, ele e toda a equipa, pura e simplesmente paralizados pela acção mental dum ser reptiliano e por largo tempo, sem no entanto serem prejudicados. Neste caso não é dessa raça nem de raça nenhuma, mas apenas um robô gigante que reagiu como defensiva. (está visto que não há mesmo solução para estes 'terráqueos', enfim! (rs)
Boa visão e boa atenção. E como este filme é um 'remake' dum de 1951, ele será postado a seguir para que sejam comparados e se verifique a enorme e profunda diferença no desenvolvimento do tema, que até foi baseado na mesma obra.
Saudações Luminosas e até...

https://mega.nz/file/cgp2CRrK#iui8v0SlrpZ0EH4qJGEiN0cSTLO42N2Tyi5LkC2AvXI

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.
Aniron oevento.pt e Anna reagiram a este artigo.
Aniron oevento.ptAnna

ARTHUR & MERLIN: CAVALEIROS DE CAMELOT (Arthur & Merlin: Knights of Camelot, GBR, 2020, Giles Alderson)

Caríssimos, voltando à saga/lenda de Arthur, aqui deixo, conforme prometido, mais um versão, esta genuinamente 'british', das sem conta que o cinema lhe rendeu desde os seus primórdios, há mais de um século. E esta é por sinal a última pois é do ano passado e apesar de não ter sido muito bem recebida, este é um dos temas que parece inesgotável e que tem sempre algo que ainda não foi dito ou explicado ou imaginado ou inventado ou.... ! Enfim, que seja simplesmente apreciado, é o mínimo que se pede. 

Cá à minha conta ainda virão mais dois e série baseada na saga de Marion Zimmer Bradley, que ficará para o fim pois algo se acrescentará a propósito dos livros que escreveu em sequência a ela.

Saudações Luminosas e até...

https://mega.nz/file/1hYVQCSJ#hs6nAsTeTJXyh4gKZ3mLALHXhlAnO0yzVt9L9KIoYFY

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.
Anna reagiu a este artigo.
Anna

EXCALIBUR (Excalibur, GBR, 1981, John Boorman)

Caríssimos, continuando a saga das versões cinematográficas sobre o 'mito/lenda' do Rei Arthur é chegada a que teve nos últimos anos, uma maior aceitação e impacto mais genuíno, pelo esplendor dos magníficos cenários, da qualidade da equipa técnica, da excelência dos conhecidos actores e do rigor na adaptação atenta aos pormenores, da obra clássica de Thomas Malory, 'A Morte de Arthur', escrita há mais de 500 anos. E nada mais adianta acrescentar, tão só que seja devidamente apreciado. 

Saudações Luminosas e até...

https://mega.nz/file/d0RxGSzC#gMkGM7U60D6UItYpAPNlT14Hqs1XJKGdzhj3lCEqeuA

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.
Anna reagiu a este artigo.
Anna

INFIEL (Infidel, EUA, 2019,Cyrus Nowrasteh)

Caríssimos, como mais uma vez um actor foi destacado no site (como recentemente aconteceu com Tom Cruise), venho dar minha colaboração com a inclusão da sua mais recente representação exibida, pois mantém-se em 'stand-by' o filme 'Sound of Freedom' que é anterior. É mais um em que a política e religião se misturam em vários cambiantes, parecendo seguirem um propósito que acaba sendo afinal bem outro. Enfim! Nada mais adianto, apenas, como sempre recomendo, que seja devidamente visto e apreciado, se possivel em 'tela' de boas dimensões e um bom som. (rs)

Caviezel é um empenhado e bem sucedido actor que ganhou estrelado com a sua participação, bem realista por sinal, no filme de Mel Gibson 'Paixão de Cristo', que irá ter, conforme anunciado, sequência em 2022. Na mesma linha estrelou em 2018 'Paul, Apostle of Christ' para além da interessante série 'Person of Interest' que aqui levou o título 'Sob Suspeita', e que teve 5 temporadas (2011/2016). Quanto ao mais relacionado com sua vida pessoal, tal como faço com qualquer outro actor, para aqui não é chamado, já basta apreciar o empenho em assumirem outros personagens para além da que escolheram vir 'representar' neste planeta.

https://mega.nz/file/FoJREA7C#LquoiXO23quLVpAOwUB7dr3-uLgIEkFA3duI-ZdgXyg

Saudações Luminosas e até...

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.
Carla Mota reagiu a este artigo.
Carla Mota

UM SEGREDO ABERTO (An Open Secret, EUA, 2014, Amy Berg)

Caríssimos, pelo expressivo título se percebe que o que se passa nos bastidores da indústria cinematográfica é genericamente conhecida e aceite por todos os envolvidos até que os limites sejam ultrapassados e suas gravosas consequências se manifestem, sem remissão, grande parte das vezes. Aqui se reportam alguns desses casos em que menores foram enganosamente aliciados e aproveitados para envolvimentos e relacionamentos para os quais não tinham capacidade de compreender e assumir, acabando por se auto-destruirem e bem assim envolver seus familiares mais chegados. Um sério alerta duma empenhada activista e documentarista de quem aqui se voltará a falar.

Saudações Luminosas e até...

https://mega.nz/file/iVESjZzZ#x7kUB6rNWtSyPnakpVXeM4dG5rbWZz7T053AH2HXF54

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.
Carla Mota reagiu a este artigo.
Carla Mota

A SABEDORIA DO POLVO (My Octopus Teacher, AFS, 2020, Pippa Ehrlich/James Reed)

Caríssimos, já algum tempo que este documentário estava na lista para postagem mas como entretanto reparei que tinha sido nomeado para os óscares, resolvi aguardar pelo resultado do evento, que o elegeu. Sem desmerecer dos demais concorrentes (que, aliás, já constam cá do cardápio, e também lhes chegará a vez, espero), tinha no entanto a mais valia do inusitado tema, para além da chancela da NFX, que este ano foi até a grande vencedora pois das 31 nomeações (2 desta categoria sendo o outro 'Crip Camp'), arrecadou 10 premiados. Não há dúvida de que o 'streaming' (em que ela foi pioneira), é o formato que se impôs e que dominará a indústria do cinema, sem remissão, tendo as restrições impostas pela 'fraudemia', tão só e apenas, antecipado esse caminho.

Foi de facto uma proposta arrojada recriar quase um ano da extraordinária relação de Craig Foster, um mergulhador sul-africano (responsável pela organização 'Sea Change Project), com um molusco, ser cuja inteligência nata vai bem para além do se imagina. Convido-vos pois a integrar essa incrível experiência, ok?

Saudações Luminosas e até...

https://mega.nz/file/1hZ0XZ7S#6GdIa50uo027O0ruoxhXJt-0Nh9ksESG7eUHLp2XjF0

(o título oficial no Brasil foi 'Professor Polvo')

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.

OPERATION TOUSSAINT: Operation underground railroad and the fight to end modern day slavery (EUA, 2018, Nick Nanton)

Caríssimos, a propósito do aguardado filme 'Sound of Freedom' (que irá ser, ao que consta, renomeado de apenas 'Freedom') e enquanto não é disponibilizado, que tal ver (ou rever) o documentário de 2018 (que se encontra acessível na net) com os próprios Tim e Katherine Ballard e toda a sua equipa de resgates numa operação no Haiti, um dos locais mais tenebrosos nessa área, muito pela influência da maléfica magia negra (vodu) que impregna e domina grande parte da sua sociedade.

No filme Caviezel 'empresta' a sua presença a Tim enquanto Mira Sorvino, a sua mulher e é provável que muitas das cenas sejam aproveitadas do muito material que foi aí gravado. Quanto a Mira, já com uma carreira de peso, tornou-se conhecida a partir da sua 'poderosa' presença' no filme de Woody Allen 'Mighty Aphrodite' (1995), que aqui levou precisamente no título, esse epíteto. Mas o que importa destacar da sua filmografia é a mini-série 'Tráfico Humano' de 2005, que se centra no tráfico e prostituição de menores, neste caso por conta das implacáveis máfias do leste. Como o tenho convertido num ficheiro, pode ser que por aqui apareça.

Para além do video, também há a sua 'versão' em pdf, que aqui deixo, como complemento. Que seja(m) bem apreciado(s), com um senão, não há legendas, portanto...!

Video: https://mega.nz/file/chYBzQqY#gLq54NCQEuYLE-0LBfVLVakyJB84FP539Ick7dPJlRs

PDF: https://mega.nz/file/855zWYRC#TSaJJKmc6DLmpoGzrdjgm7GpLhqjes4vPyvmrTxXmjc

Saudações Luminosas e até...

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.
Carla Mota reagiu a este artigo.
Carla Mota

AS BRUMAS DE AVALON (The mists of Avalon, RCH/ALE/EUA, 2001, Uli Edel)

Caríssimos, aqui fica a minha última incursão no que toca a filmes da saga/lenda de Arthur, mesmo tendo ainda pelo menos mais três. E nada melhor do que a mini-série em 2 episódios baseada na obra de Marion Zimmer Bradley, 'As Brumas de Avalon', que saíu em 2001. Apesar de seguir o essencial da obra e ser fiel ao seu conteúdo e mensagem, acabou por ficar aquém do épico 'Excalibur' de 1981, do qual, ao que consta, foram aproveitados alguns dos seus cenários e ambientes, talvez por a rodagem não ter sido feita na Inglaterra. Seja como for e para quem já nem se lembra do complexo e intrincado conteúdo dos livros, servirá como relembrança, a que importa acrescentar as empenhadas prestações dos principais actores que na altura estavam até em destaque.

E aproveito para deixar claro que eu, como cinéfilo e leitor assumido e de longa data, também desde há muito que deixei de fazer comparações entre livros adaptados ao cinema, pois são registos totalmente diferenciados. Quando se lê uma obra e depois se vê o filme adaptado, é óbvio que geralmente há uma desilusão, pois ao recriarmos os personagens lidos (muitas vezes de actores conhecidos, até, embora não os mesmos) inexoravelmente se chocam com os recriados pela equipa do filme, para além dos ambientes e cenários escolhidos. Mas se acontecer o contrário, aí os reais actores, e tudo o mais, serão os mesmos dos do livro e fica mais fácil aceitar o filme, embora jamais se consiga pormenorizar na tela o que se lê, mesmo quando se diz que uma imagem vale por mil palavras, isso é um facto, que não há como contestar. Portanto, 'cada macaco no seu galho', como se costuma dizer e que cada um seja apreciado por si, ok? (rs)

Deixo portanto a cópia compilada que arranjei e que até se pode encontrar na net, só que, como sempre, assim destacada para que melhor seja apreciada.

Saudações Luminosas e até...

https://mega.nz/file/XANyxJIL#Eg-Cjf7g-a3r0nd0ygZEpAW7OFVkyBCMKtEwIVt-zT0

(atencão ao livro relacionado, postado no tópico 'Sugestões de Livros')

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.
Anna reagiu a este artigo.
Anna

MILK (Milk, EUA, 2008, Gus Van Sant)

Caríssimos, no descritivo do filme 'Na Natureza Selvagem' frisei que iria dar conta da 'rebeldia' de Sean Penn num outro filme, não como realizador mas como actor e juntamente com Emile Hirsch, o 'magnífico selvagem'. Foi logo no ano seguinte que ambos se transvestiram (literalmente, rs) de 'gays' sob a batuta vigorosa de Gus Van Sant, um veterano bem conhecido pelo arrojo dos seus projectos.

O filme centra-se na vida de Harvey Milk um empenhado e bem sucedido activista 'gay', que chegou a ser investido em posição política de destaque mas que, conforme sua gravação premonitória com que começa o filme, acabou tendo, mesmo, esse fim.

Portentosa e esforçada prestação de Penn e dos principais actores (Hirsch, Brolin, Luna, Franco) destacando-se igualmente os muitos verdadeiros 'gays' que fizeram igualmente parte do elenco em intervenções reais.

Mais uma obra de contornos polémicos, que faço questão de deixar neste variado repositório fílmico. Que lhe seja dada a merecida atenção, é o que se espera.

Saudações Luminosas e até...

https://mega.nz/file/yVdw3TKA#NnEjqH5Fg4GE_0kYeZ3YRtmYA52rN0lyyQg0DPjK4yo

(no Brasil, para além do original, o título levou o acréscimo 'A Voz da Igualdade')

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.
Carla Mota reagiu a este artigo.
Carla Mota

DAVID ATTENBOROUGH: UMA VIDA NO NOSSO PLANETA (David Attenborough: A Life on our Planet, GBR, 2020, Alastair Fothergill/Jonnie Hughes/Keith Scholey)

Caríssimos, no dia do seu aniversário, 8, em que completou 95 anos, a escolha para o homenagear iria recair no seu último documentário lançado este ano, um seriado de 3 episódios. Mas como nesse dia, das muitas referências que lhe foram feitas, destacou-se um, dum documentário que ainda não conhecia, de contornos autobiográficos, que gravou em 2019 e que a NFX distribui o ano passado. Fiz questão de o arranjar e aqui está.

Nada vou adiantar sobre a excelência da sua pessoa e da sua extraordinária e riquíssima carreira, pois está tudo o que lhe diz respeito, mais do que reconhecido, apenas deixo, sentida e reforçadamente, a recomendação costumeira, para que seja visto e devidamente apreciado.

Saudações Luminosas e até...

https://mega.nz/file/EtxihYDb#oHtCFPqT1ZD4RJPPXRY_uljtSMIzYzQ116jmmYqcEyo

Ficheiros carregados:
  • Tem de iniciar a sessão para ter acesso aos carregamentos.