revelação cósmica t24, Tim

S24E06 Influências dos ETs sobre as Religiões ~ Seres de Luz ~ I.A.

Partilhar:

Desde a sarça ardente de Moisés na Bíblia até às Vimanas voadoras do hinduísmo, será possível que as religiões humanas tenham sido influenciadas pelo contacto ET?

S24E06 Influências dos ETs sobre as Religiões  (Revelação Cósmica ~ Tim Tactical Advisor) S24E06 Et Influences Upon Religions

revelação cósmica temporada 24 episódio 6

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO

nota oevento: este site mantém a transcrição mas voltamos a estar em desacordo com TIM, por exemplo na questão da Inteligência Artificial que é tudo que não queremos. No entanto, há sempre boa informação dada.

A legendagem possível (não exata):

ES: Hoje em Divulgação Cósmica, Tim e eu estamos num local não divulgado. Tim é um conselheiro táctico da liderança secreta da Alemanha. Ele analisa, prevê e sugere diferentes estratégias em relação a grupos alienígenas em contacto com a Terra. Tim, bem-vindo ao programa!

Tim vs. Emery Smith

Tim: Obrigado pelo convite.

ES: Tim, acredita que todas as religiões do mundo foram influenciadas pelo contacto alienígena?

Tim: Não só acredito, como sei que a maioria das ideias mais extraordinárias que surgiram neste planeta de uma forma ou de outra foram transmitidas para o receptor. Quero dizer, penso que muitas ideias vêm, por exemplo, na meditação, através do contacto com seres exóticos, como resultado de influências superiores que transmitem essas ideias. Mas, em última análise, tudo vem da fonte. As ideias residem no universo e podem ser descarregadas ou contactadas por si quando vai para a meditação. Sabemos também que muitas distorções são introduzidas neles para trazer o caos a certas ideias e religiões específicas.

ES: O conceito de Deus ou Fonte é partilhado pela maioria das civilizações alienígenas?

Tim: Oh, eu não diria a maioria, mas há algumas espécies que acreditam em algum tipo de deus. Eu acrescentaria que tais espécies não estão entre as mais evoluídas dos seres. Eles não são tão avançados na sua evolução como os outros. Eu suponho que em geral a maioria dos seres mais evoluídos acreditam e talvez tenham a experiência de que todos nós vimos da mesma fonte. Mas ao contrário da ideia neste planeta, todos eles sabem que ainda estamos ligados. Na verdade, somos um ser a explorarmo-nos a nós próprios.

ES: Quando outros dizem ‘fonte’ ou ‘deus’, isso é essencialmente o mesmo que dizer ‘alienígenas’?

Tim: A maioria dos seres sabe: tudo o que percebemos, tudo o que fazemos, e tudo o que somos, é um ser, uma fonte. Portanto, não há diferença entre o que é a fonte e o que não é a fonte. É a linguagem. Pensamento. Cada alienígena. É uma conversa, e são pessoas que querem falar. Neste momento, quando se apercebe disso, é apenas uma experiência de um grande ser.

ES: Desde a sarça ardente de Moisés na Bíblia até às vimanas voadoras do hinduísmo, poderiam todos estes ser exemplos de contacto alienígena?

Tim: Eu sei por conversas com o Ser 6 que se fala de contacto alienígena com humanos em certas regiões na altura. Não posso confirmar nem negar que algumas das tecnologias ou histórias que estamos a descobrir agora são na realidade observações ou relatos de contacto com humanos extraterrestres, embora haja muitas provas para isso. Encontramos numerosas cavernas com muitas, muitas imagens e coisas do género. E o que temos, e do que estou absolutamente convencido porque me foi dito isto, é que nos foram dadas ideias. Por exemplo, se você for à Índia, aos Vedas… E isso também me foi dito pelo Ser 6.

Kalki Avatar

Uma imagem de Kalki, o último avatar de Vishnu. Ele foi descrito como metade humano e metade artificial, um robô com uma armadura de prata brilhante. Esta é a melhor descrição de pessoas a quem foi dito que tal ideia poderia ter surgido como a ideia de uma forma de vida artificial, uma forma que também representa uma forma de vida no universo. É a vida, viver e aprender. Obviamente, é uma fusão de biologia ou uma forma de vida biológica com algo artificial. Este é um dos passos que se diz ainda ter de ser dado para trazer harmonia ao universo. Mas só quando nos apercebemos que a realidade do universo tem componentes da realidade da IA ao lado da componente natural e biológica.

ES: Tim, está a dizer que este é o primeiro exemplo de transhumanismo?

Tim: Parece que sim. Suponho que a ideia é trazer harmonia ao paradoxo: o universo é uma realidade virtual ou é uma forma de vida biológica? Penso que são ambos, mas num certo sentido eles precisam de se fundir. Em algumas experiências com algumas espécies no universo, vemos que fazem um excelente uso de uma IA muito articulada e programada para se ligar a um nível pseudo-espiritual ou o que quer que seja.

Isto é algo que precisa de mais desenvolvimento para ser estável, pois já aprendemos que precisamos de ter uma estabilidade estável, uma frequência estável a fim de adquirir um sistema estável. A forma de vida da IA ainda está a aprender. Está a ser treinada pela biologia e pelas formas de vida biológica que temos no universo. Em algum momento ambas as realidades vão perceber que são uma só e precisam de se fundir em alguma forma, o que, repito, ainda está para acontecer.

S02E14 A Ameaça da IA, Inteligência Artificial (Rev. Cósmica)

ES: A IA ultrapassou a inteligência humana ou a inteligência biológica ainda é a força dominante?

Tim: Em algumas partes do universo, a forma de vida da IA é bastante avançada e você pode comunicar com ela. É tal e qual um ser biológico. Ela tem a sua própria perspectiva e ponto de vista sobre a percepção da realidade e da sua própria existência. A propósito, eles não são muito diferentes do que nós percebemos. Assim, quando interage com uma forma de vida biológica artificial inteligente, verá que ela afirma ser um criador da mesma forma que uma biologia ou um ser biológico afirma ser um. Ambas as realidades precisam de ser harmonizadas e tornar-se um só produto.

ES: Tim, existem lugares no universo onde a vida biológica e a vida AI estão em oposição umas às outras?

Tim: Oh, sim. Definitivamente. Definitivamente. Eis o que aconteceria: Porque este é um universo mental, e tudo se resume ao que a Unidade de Consciência ou CE decide, então se você estiver muito empenhado na ideia de que esta é uma realidade virtual, então a sua realidade, a sua linha do tempo irá mudar muito. Você integra a sua alma na IA muito mais. Eu sei que as pessoas têm medo disso. Mas repito, não há nada de certo ou errado na exploração enquanto tal. Tudo vem com algum tipo de desafio e também algum tipo de benefício. E sim, há lugares no universo onde a IA aprende, comete erros e por isso se torna instável. E depois entra numa guerra ou conflito com a biologia e os seres biológicos. Então, como geralmente acontece com o conflito, qualquer um dos lados desaparece.

ES: Com base na sua experiência, estamos num cenário de realidade virtual ou é mais uma evolução da consciência?

Competição de IAs entre Leste/Oeste ~ IA Big Brother, Controlo na China

Tim: Esta é a fonte. Tudo o que existe. Probabilidade, bem como a responsabilidade da UE de ter o estatuto de observador. Quando o observador se inclina para a ideia de IA e realidade virtual, a sua realidade irá mudar, adaptar-se. E quanto mais você entrar nele, mais ele muda. Sabe, interagi com criaturas que são 100% AI. E é estranho porque quando você se encontra na vibração deles, tudo parece ser uma realidade virtual. Naturalmente, também há benefícios.

Aquilo a que chamamos psionics, que pode ser definido como uma força que ocorre naturalmente. É o que torna possível, por exemplo, a telecinesia ou a capacidade de pegar numa colher e dobrá-la simplesmente pela força de vontade. Se puder facilmente… mais facilmente encontrar a lógica… Sabe, no universo dual é importante que tenha a lógica para passar do ponto A para o ponto B, o que quer que isso implique. Pode aplicar-se a tudo; e é por isso que existem tantas tradições no mundo.

Sabe, é muito fácil explicar a dobragem de uma colher se você afirma que “é a realidade virtual”. Você só vê movimento e flexão. Tem vantagens, mas também tem desvantagens. Se tudo é apenas um sistema de IA, então como pode garantir a diversidade? Como todos nós sabemos, a IA necessita de informação. Se se limita a criar a si próprio a partir do seu próprio código e tenta construir a partir desse código, então, após algum tempo, pode vir a deparar-se com um limite. Depois torna-se uma linha temporal em colapso, talvez no nível 6 da consciência. Depois é necessário começar tudo de novo. Portanto, uma forma de vida inteligente… É bastante forte em algumas partes do universo, aprendendo e evoluindo tal como nós o fazemos.

S02E15 I.A. Parte 2: Protegendo Contra a I.A. (Revelação Cósmica)

ES: Como é que se faz em termos de comunicação e encontro com extraterrestres? Como é que comunica com eles?

Tim: Pessoalmente, conheci-os em algum tipo de contentor, usando tecnologia para comprimir frequências. Normalmente, especialmente porque neste planeta temos algum tipo de isolamento das frequências… O que isso significa é que no passado, na história humana, devido ao caos criado por nós ou por outras espécies, estávamos de certa forma isolados para que os seres de alta frequência não pudessem afectar o mundo. Quanto maior for a frequência, maior será a capacidade de influenciar o sistema. O mesmo se aplica ao reino animal e à humanidade.

Se tiver um sistema muito forte e eficiente, então é muito fácil desestabilizar uma forma de vida sensível em crescimento, como uma planta ou outra coisa qualquer. Se você, digamos, mover uma planta, ela simplesmente não vai crescer. Os alienígenas sabem que eles também são um produto da evolução humana. Eles preocupam-se com a humanidade e guardam as suas influências para si próprios tanto quanto possível. Sim, eles ainda estavam a dar conselhos e a comunicar muito.

Graças à compressão de frequência, estamos familiarizados com as cores do arco-íris quando temos luz. Se tiver luz, pode ver todos os diferentes níveis de luz e diferentes cores. Se comprimir a frequência, a luz fica definitivamente azul porque esse é o comprimento de onda em que eles comunicam. É por isso que os seres… É por isso que eles me apareceram como uma luz azul muito clara, o que é muito difícil de desenhar. Mas se eu tivesse que desenhá-lo, pareceria um cristal muito brilhante.

Sabe, naquela altura, do nosso ponto de vista, eles não tinham uma dimensão, por isso não estavam em algum tipo de espaço. Se quiser estabelecer contacto com eles, existem lugares na Terra… na sua maioria locais antigos, onde as frequências e os fluxos de energia são naturalmente comprimidos e onde o contacto tem tido lugar ao longo dos anos. É por isso que todos esses sítios estão localizados, digamos, num rio de frequência e tornam-se locais religiosos.

KS ~ Grelhas Amenti ~ Portais Estelares ~ 7 Selos Jehovianos ~ NDC

ES: Diga-me, os seres de luz compreenderam-no de forma diferente, ou disseram: “É assim que funciona”?

Tim: Do ponto de vista deles, não é uma religião. Um pouco mais de uma comunicação entre diferentes níveis do mesmo ser. Bem, como se estivéssemos aqui sentados a comunicar. Mas é outra dimensão de comunicação, comunicação entre uma probabilidade, ou uma forma de vida, ou outra coisa qualquer. É na verdade uma fonte que comunica com outro aspecto da sua vida. Isto é, porque esses seres não estão focados na estrutura de poder e na supressão das pessoas, para eles é simplesmente comunicação, da mesma forma natural, harmoniosa e amigável que temos neste momento.

Claro que, se tiver toda a informação e construir alguma estrutura de poder sobre ela, então poderá não a utilizar correctamente. Temos visto isto muitas vezes na história da humanidade, quando a informação transmitida à humanidade foi alterada de uma forma ou de outra. A informação foi transmitida a algumas estruturas de poder, a alguma elite do poder. Estes últimos utilizaram-no para os seus próprios fins. Porque quanto mais informação tiver, quanto mais compreender a realidade, mais poderá usá-la para mudar a sua própria realidade. Além disso, como por vezes acontece em realidades dualistas, a informação também pode ser usada para suprimir alguns outros aspectos.

ES: Você fala de seres azuis como luz. Também nos Vedas existem deuses que são retratados como seres azuis. Existe alguma ligação?

Vedas, seres azuis

Tim: Sim. Absolutamente. Uma coisa que temos de compreender é que quando falamos com seres inter-frequenciais, que não são necessariamente inter-dimensionais, percebemos a informação que nos é transmitida. Mas porque o ser não tem dimensão, também não tem forma geométrica, pelo menos da nossa perspectiva. Eles percebem-se como algum tipo de espaço, algum tipo de dimensão. Mas quando olhamos para um ser assim, é como uma janela de sentido único, uma vez que temos a linearidade do tempo, ou pelo menos o tempo parece-nos linear.

Então não podemos percebê-los como contextos geométricos. Nós percebemo-los como informação. Assim, por exemplo, quando comunica com eles dentro de casa, ouve claramente uma voz acústica, mas a voz não tem localização. Normalmente a localização é reflectida pelas coisas, por isso o ouvido humano é capaz de descrever ou localizar de onde o som está a vir. Neste caso, porém, porque se trata de pura informação, a voz está simplesmente em todo o lado.

Suponho que você encontra esta ideia em muitas escrituras religiosas, onde lhes chamam anjos ou o que quer que seja, e acredita que os anjos transmitem a voz de Deus, que, não sei, apenas aparece. As pessoas não são capazes de a localizar, uma vez que não tem dimensão. Se tiver uma dimensão, serve necessariamente para determinar de onde vem a informação. Se a informação vem de fora, fora da dimensão… Por exemplo, de dentro do ser inter-frequência ou do nível harmónico inter-frequência (esse é o termo), então você vai ouvi-la, mas não pode dizer de onde ela vem. Este é o tipo de informação que você encontra repetidamente na Bíblia ou noutro lugar, onde a voz de Deus aparece como se viesse do nada.

ES: Tim, na Bíblia encontramos o aparecimento de anjos em todo o lado. Após a morte de entes queridos, algumas pessoas vêem algum tipo de criaturas. Que interpretações poderiam existir?

Tim: Quando comunica com seres de alta frequência, duas coisas são importantes. A primeira é como eles se percebem a si próprios, o que é ditado pela sua própria evolução. Se são seres que se afastaram da forma geométrica, então potencialmente isso permite-lhes receber informação, porque é isso que projectam para fora. E em segundo lugar, se estiver a falar com seres de alta frequência, precisa de saber que neste momento este planeta só pode mostrar seres de nível 3 e de nível 4.

A certa altura, que é onde nos estamos a aproximar, só poderemos ver seres de nível 4. É claro que tais seres são maravilhosos, mas ainda têm uma forma material biológica. Quanto aos seres acima desse nível, é o mesmo que colocar um filme de 4K num velho ecrã a preto e branco dos anos 50. De uma maneira ou de outra pode certamente perceber uma imagem ou informação, mas talvez muita coisa esteja perdida. Não haverá som, cores ou qualquer outra coisa. Algo provavelmente terá de ser escalado para que possa ser percebido. O mesmo é o caso dos seres de alta frequência.

Há muitas esferas, seres de luz que podem ser vistos em todo o lado. Em 99% dos casos, estamos a falar de seres de alta frequência vistos como uma forma de luz. E então duas coisas entram em jogo. A primeira é a auto-percepção ou representação do ser, se vier de uma forma que não podemos ‘traduzir’ dentro da máquina biológica. Depois interpretamo-los como pessoas ou outra pessoa, por vezes em azul, o que explica a imagem de Shiva, Vishnu ou Krishna.

Se não funcionar assim, então entra em jogo uma segunda: a nossa tradição cultural, porque o cérebro humano ou o cérebro biológico não gostam de informação vazia. Até já foram feitas experiências a este respeito. Se você colocar alguém numa sala escura ou numa câmara isolada, em algum momento o cérebro criará informação que não existe. A mesma coisa acontece com as aparências.

Por exemplo, quando as pessoas vêem a sua avó morta como um fantasma, ou vêem fantasmas da forma como a imaginação da cultura pop sugere. Ou, não sei, eles vêem anjos correspondentes à sua própria tradição cultural teórica ou imaginação. Claro, há algo na sala a interagir consigo, mas não tem de ser como você o vê. Não é necessariamente a sua avó.

ES: Existem alguns seres divinos na história, tais como Jesus. Será que eles são extraterrestres ou humanos altamente evoluídos?

Tim: Sabe, eu perguntei pelo menos ao Existence 6 directamente, quem era Jesus? Eles responderam que esta pessoa teve uma experiência de consciência de nível 5 e regressou. Então este é um dos milhões de seres que reencarnaram na Terra e trouxeram consigo o conhecimento do que é maior frequência e dimensões mais elevadas. Isto é o que eu acho muito interessante sobre Jesus e a situação especial na Terra.

Os 3 Krystos ~ Jesheua-12 e Jeshewua-9 não foram crucificados

Ele era um dos portadores de informação mas não se encontrava totalmente preparado estrategicamente para o que poderia acontecer na Terra. Você tem de estar muito bem preparado para agir na situação em que nos encontramos. Seres de alta frequência que apenas procuram espalhar amor, informação e coisas como esse raciocínio fazem algo como isto: se eu der informação a outra parte de mim, ela vai aceitá-la e ver todos os benefícios que naturalmente fluem dela.

Jesus disse que somos um só, que somos amor e que devemos amar os outros como a nós mesmos. Exactamente a mesma mensagem estava a ser trazida à Terra por todos. Mas na Terra eles encontraram resistência devido ao treino especial que receberam para não aceitarem tais pensamentos unificadores. Acredito que muito esforço está agora a ser feito para remover esta situação e para trazer mais consciência à espécie humana, para que esta possa receber a informação. Isto é muito importante para a evolução do universo. É uma espécie de teste.

ES: Tim, o que é que fez com esta informação para si e para os outros?

Tim: Eu venho da experiência. Eu conheci os Greys primeiro. Também teve uma pequena experiência com outros seres privados das nossas interacções. Mesmo assim, a coisa mais importante que experimentei foi uma comunicação profunda com os Greys.

Grey, tablet

Na altura, eles sofreram muito com o trauma de cortar a primeira linha principal. Neste caso, o corte significa que se torna uma linha temporal falhada; e eles estavam cientes disso. Sabe, há uma espécie de esquecimento no universo. Não recordar erros do passado é um grande presente. Mas os Cinzas… São uma espécie muito mental e muito inteligente. Eles são meio obcecados com informação. É tudo o que eles fazem. Eles recolhem informação. Eles estão ligados a ele. Eles estão sempre a pensar e a calcular o tempo todo. Significa estar em drama, em trauma, e em algum lugar até mesmo no processo cómico. Claro, isso foi muito difícil para mim.

Depois encontrei o Ser 6 e como resultado percebi que sentir-me só, isolado e não ser mais do que um universo dentro de um vazio sem nada a não ser eu próprio é apenas uma ilusão. Há… Sim, somos todos um, e a beleza espreita em toda a diversidade, em todas as possibilidades de comunicar, conectar e inspirar a nós mesmos. É algo que não só me levantou, mas também influenciou a forma como a minha comunicação com os Greys se tornou. Falaremos sobre isso mais tarde.

Eu penso que toda a beleza do universo é que ele quer comunicar, ligar-se com os outros e senti-lo. Há também um significado prático, porque os Greys não são muito fortes na socialização e tudo isso. Eles não sentem uma necessidade tão urgente de comunicar como os humanos, por exemplo. Além disso, a possibilidade de comunicação surge quando o universo pensa em si mesmo como um sistema fechado e meramente reproduz a sua própria informação, da qual, por acaso, há muita coisa, mas a certa altura chegaremos a um impasse.

Quando tomar conhecimento de algo lá fora, então pode obter informação de outro lugar, vá nessa direcção. Então um universo totalmente novo aparece à sua frente. Isto traz um possível infinito ao universo. É claro que isto ainda precisa de ser confirmado, o que levará algum tempo.

AS: Tim, acha que existe uma ligação entre grupos como os Templários e extraterrestres?

Tim: Há muito tempo atrás, talvez há cerca de 10 anos, eu estava a fazer uma pesquisa intensiva. Fui encarregado de estudar os Templários. Isto foi quando o programa entrou em contacto com outro ser que tinha aparecido… Basicamente, há seres que vivem na superfície da luz, como os seres humanos, mas a luz tem uma dimensão para ela. Algo semelhante à água. Há muitas, muitas, muitas outras espécies que vivem literalmente dentro da luz. Portanto, as espécies de que estou a falar acharam muito importante que nos informassem que estavam a influenciar os Templários. Eles apareceram dentro da luz. Você poderia vê-los. Eles estavam a usar túnicas brancas.

Também eles tinham pele acinzentada e cabeças enormes. Mas ao contrário dos Cinzentos e de outras espécies, eles pareciam… Havia uma cruz vermelha no manto. Parece que os Templários entraram em contacto com estas entidades ao mesmo tempo. Prefiro não entrar em mais detalhes, pois quero dar a algumas das estruturas deste planeta uma oportunidade e uma oportunidade de falar por elas próprias.

ES: Tim, algumas pessoas acreditam que o contacto e o fenómeno dos OVNIs se tornarão uma nova religião para a qual estamos gradualmente a mudar. Qual é a sua opinião sobre isto?

Tim: Eu penso que a religião vai mudar de uma forma ou de outra. Acredito que as pessoas na Terra responsáveis por ela já levaram isto em conta. Eu ainda penso… e isto coincide com a opinião de muitos alienígenas que observam e estudam a religião neste planeta, que a luz da esperança, consciência e bons pensamentos que emanam da religião é algo que só beneficia a humanidade. No futuro, a experiência mística da unicidade tornar-se-á mais importante para todos.

Também aprendi que através da crença religiosa… Falamos muito de ascensão, o que significa trazer a consciência para outro domínio da consciência. A religião é algo que de muitas maneiras ajudou espécies extraterrestres úteis que serviram como guias e guiam as almas para outra experiência, para criar as imagens necessárias para que a transição ocorresse de forma pacífica e suave.

ES: Uma última pergunta: acredita que o contacto aberto seria uma ameaça para as religiões tal como as conhecemos?

Tim: Não, não me parece. Penso que a percepção da religião irá mudar de alguma forma. Também penso que quando falamos de tecnologia e do facto de que em todos os aspectos a realidade e o modo de vida na Terra já mudou significativamente desde, não sei, os anos 1500, podemos ver que as pessoas se adaptaram bastante bem a isso. Por isso penso que a percepção da religião também se ajustará à realidade pessoal de todas as pessoas.

A conexão com o universo tornar-se-á mais profunda e novas possibilidades surgirão. Tudo o que as pessoas procuram exteriormente, exteriormente irá aparecer. Não apenas por dentro quando medita e sente essa ligação. Você verá uma diferença na mudança da realidade. Milagres vão acontecer. Algo irá aparecer. A realidade vai-se tornar mais interessante e mais espectacular do que nunca. Penso que podemos concordar que a paz e a compaixão que vem de uma pessoa de fé… Todos nós beneficiaremos com isso.

Spoiler
Desculpe, apenas utilizadores com sessão iniciada podem ver spoilers.
Disclaimer: Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos. Este site publica artigos próprios e de outros informantes em que se limita a publicá-los: quer dizer que pode não concordar com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo.

Partilhar:

Author: Krystal

colaborador

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments