revelação cósmica t21, Ricardo González

S21E01 Portais Interdimensionais para Contacto (Revelação Cósmica)

Partilhar:

Portais interdimensionais permitem pontos de acesso a civilizações extraterrestres para contacto com as pessoas do nosso planeta.
Estes portais podem ser utilizados para iniciar o contacto físico face a face, outros criam comunicação não física como a telepatia e o sonho.
Ricardo González relata informações que lhe foram dadas pelos Apunianos, seres de Alpha Centauri, sobre os portais dimensionais utilizados por muitos ETs.
Desde práticas xamânicas a vórtices artificiais em pirâmides, os portais para o nosso planeta são numerosos.

S21E01 Portais Interdimensionais para Contacto (Revelação Cósmica ~ Ricardo González)
S21E01 Interdimensional Portals for Contact

revelação cósmica temporada 21 episódio 1

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO

EPISÓDIO TRANSCRITO – arranjo por Renato Suffert

-Hoje, em “Revelação Cósmica”, recebemos Ricardo Gonzalez, autor e pesquisador do Peru que teve vários contatos diretos com uma espécie extraterrestre chamada Apunianos.
Hoje, vamos falar sobre portais interdimensionais, que eles falaram com ele a respeito. Ricardo, seja bem-vindo ao programa.

Ricardo Gonzalez / Emery Smith

[Ricardo] -Obrigado pelo convite.

-Entendo que os seres com os quais você entrou em contato vieram desses portais interdimensionais. Poderia explicar mais sobre esses portais interdimensionais?

[Ricardo] -Como já falamos antes, tive diferentes experiências de contato com esses seres. Experiências que podem ser explicadas no plano físico, porque pude vê-los. Eles apareceram diante de testemunhas, e isso foi bem evidente.

-Então, esses portais estão em uma dimensão física tridimensional?

[Ricardo] -Muitas vezes, nessas experiências de contato, eles se manifestaram fisicamente, mas tem um detalhe, às vezes eles fazem isso em um nível interdimensional.
Com a tecnologia que essas entidades possuem, e com seu incrível desenvolvimento psíquico, elas podem abrir vórtices para uma testemunha entrar ou, então, para que possam se manifestar.
Esses seres desenvolveram uma tecnologia muito avançada e, também, possuem incríveis capacidades psíquicas que lhes permitem criar portais dimensionais através dos quais uma testemunha pode entrar ou de onde podem sair.
E nessas experiências, como eu estava dizendo, às vezes, eles são capazes de se manifestar fisicamente. Mas, em outras ocasiões, eles também são capazes de criar realidades virtuais.

-Ricardo, através da minha experiência com seres interdimensionais, notei que o extraterrestre, ou o ser, é a própria espaçonave. E eles podem criar esses portais, e também podem criar campos interdimensionais. É isso que você está me dizendo?

[Ricardo] -Eu concordo. Muitas vezes, no fenômeno OVNI da cultura pop, muita atenção é dada à nave, e a natureza interdimensional não é mencionada. Claro, existem entidades que necessitam de um veículo físico.
Temos muitas evidências de que eles se manifestaram fisicamente em nossa realidade, sendo fotografados, filmados, ou deixando evidências, como marcas no solo. Mas é uma porcentagem muito pequena do que realmente acontece.
De acordo com meu testemunho de contato e o que pesquisei em muitos países do mundo, o fenômeno está repleto de padrões interdimensionais, com portais ou atalhos entre dimensões, e também a criação de realidades virtuais.
E é por isso que é tão importante pesquisar o que chamamos de portais interdimensionais, não apenas aqueles que esses seres podem gerar para estarem melhor protegidos durante o contato, para que não tenham que se expor ou sua tecnologia.
E também, para que possam interagir de forma não invasiva com a testemunha do contato. Como tal, experiências com portais interdimensionais requerem muita consciência da testemunha. E foi isso o que aprendi durante minhas experiências de contato com esses seres no Peru.
Devo confessar, Emery, que, no começo, eu costumava pensar que esses encontros cara a cara com esses seres eram os mais importantes.
Durante meus primeiros anos de pesquisa, a parte psíquica, a parte mental, a parte interdimensional, eu simplesmente colocaria isso de lado, porque meu intelecto queria tudo que pudesse ser visto, tocado, e que outras testemunhas pudessem ver.
Mas conforme o contato continuou a evoluir, descobri esse mundo parapsíquico. E então, eu descobri a existência desses portais interdimensionais criados por esses seres que, agora, são a principal forma que mantemos contato com eles.

S01E12 Portais: Teia Cósmica ~ Viajar para uma outra Galáxia em minutos

-Esses portais ocorrem naturalmente ou são criados tecnologicamente?

[Ricardo] -Como eu estava dizendo, eles têm uma grande capacidade para criar esses portais interdimensionais. No entanto, também há algo muito perturbador: o fato de que existem portais semelhantes a esses criados por extraterrestres que ocorrem naturalmente em nosso planeta.
E muitas vezes, quando os extraterrestres geram esses portais para ter experiências de contato, como base, eles utilizam os vórtices naturais da Terra para criá-los. É absolutamente incrível.
Por exemplo, eles podem criar um vórtice bem aqui nos estúdios da Gaia, porque eles têm a tecnologia e os recursos para isso.
Mas se eles quisessem fazer isso de uma forma que seja muito menos invasiva e muito mais controlada, eles escolheriam fazê-lo em Sedona ou no Monte Shasta, onde existem portais interdimensionais naturais.
Só para dar alguns exemplos aqui nos Estados Unidos, meus ancestrais no Peru tinham um conhecimento muito particular sobre esses lugares sagrados. Em certos círculos xamânicos, fala-se sobre caminhos de energia que cruzam o planeta. Eles os chamam de veias de luz da Terra.
Eles também são chamados de quipos, uma palavra quíchua. Esses quipos, ou caminhos da Pachamama ou Mãe Terra. Se você entrar em um museu peruano e vir um quipo, eles são compostos de fios de lã com nós que representam um sistema numérico ou mnemônico.

Quipu

E esses fios nos quipos representam os chamados siq’is, que é outra palavra quíchua que significa linha ou caminho. Essas linhas dos quipos representam os siq’is, um conhecimento ancestral na cultura xamânica peruana.
Em outras palavras, muitos quipos encontrados em antigas escavações arqueológicas peruanas representam os siq’is, ou caminhos de energia.
Arqueólogos e historiadores sempre presumiram que essas linhas siq’i eram algum tipo de organização fundiária criada pelos incas, onde Cusco seria o centro, o umbilicus mundi, o umbigo do mundo.
E então, a partir daí, as linhas, ou siq’is, fluiriam. Isso marcaria templos, casas de oração, lugares especiais.
No entanto, de acordo com minhas fontes xamânicas nos Andes, essas linhas não marcam apenas templos ou lugares de oração conhecidos pelos incas, elas, na verdade, marcam vórtices da Pachamama, Mãe Terra. Vórtices que os antigos deuses incas, sejam quem fossem, seguiam.
Vórtices perfeitamente alinhados na geometria.

Viracocha

Por exemplo, a famosa raiz de Viracocha. Viracocha era a divindade suprema do Império do Sol dos incas. Ele viaja por muitos lugares nos Andes, em toda a América do Sul.

chakana, a cruz quadrada

E quando você se senta com um mapa, e você tenta conectar todos esses pontos, todos esses pontos geram a figura dessa chakana, a cruz quadrada.

chakana é um mapa

Em outras palavras, era um mapa. De acordo com os xamãs, é um mapa dos vórtices da Terra. E não existem apenas chakanas ou vórtices na América do Sul. Muitos vórtices existem em todo o mundo. E eles sabem disso. Sem dúvida, existem muitos tipos diferentes de vórtices.
O mais básico, para descrevê-lo desta forma, não permite necessariamente viagens entre eles, mas sim captar informações que fluem através deles em direção à testemunha do contato, quase como se você estivesse entrando em um terminal de uma grande rede, uma grande biblioteca cósmica.
Em outro nível de vórtice, você é capaz de entrar lá com muitos tipos diferentes de experiências, desde a sutil ao muito físico. Mas, nesse nível, a experiência ocorre em seu ambiente no planeta Terra.
Em outras palavras, você é capaz de adentrar uma realidade diferente que está conectada ao planeta Terra, mistérios de nosso próprio mundo.
E então, em um terceiro nível, ocorre o fenômeno sobre o qual você está perguntando, de alguém poder ser projetado além da realidade do planeta Terra.

-Então, poderíamos estar em dois locais com esses vórtices?

[Ricardo] -Sim. Acho que já falamos sobre esse tipo de contato em que uma pessoa pode estar em dois lugares ao mesmo tempo. Eu lembro quando tive a oportunidade de estar frente a frente com esses seres que chamamos de Apunianos.

S19E01 Os Apunianos, uma espécie extraterrestre de Alpha Centauri

Em um desses encontros, ocorrido em abril de 2015 nos Andes peruanos, disseram-me para ir a uma rocha enorme. Parecia muito com um dólmen, um megálito europeu. E os extraterrestres me pediram para ir a essa rocha sagrada para ter um contato interdimensional.
Já falei sobre isso outras vezes aqui na Gaia. E como você deve se lembrar, eu tive a experiência de ser transferido daquela rocha para dentro de uma montanha, para uma base extraterrestre secreta que estava dentro do Monte Huascaran.

Huascarán, Peru

Lembro-me disso como uma experiência física, Emery. No entanto, meu corpo ainda estava na rocha. Segundo o que os próprios extraterrestres me disseram, não era uma ilusão mental. Não foi uma dissociação cognitiva. Eu realmente estava lá.
E quando eu perguntei a esses seres o que estava acontecendo, eles me explicaram que eu estava em dois lugares ao mesmo tempo. Foi um produto de um portal interdimensional que eles colocaram naquela rocha alta. Então, sim, Emery, é possível. Eles podem fazer isso.

-O que torna um lugar na Terra um portal para outros mundos?

[Ricardo] -Eu considero isso relacionado aos ensinamentos xamânicos sobre os caminhos de energia em toda a Terra, conhecimento que, devo dizer, coincide com o que os extraterrestres nos contaram.
Eles dizem que existem linhas sutis de energia que envolvem nosso planeta como uma malha. Essas vias de energia na Terra têm várias fontes. Por exemplo, nossos próprios campos eletromagnéticos, nossa magnetosfera. Além disso, atividade vulcânica.

anel de fogo do Pacífico

Outro exemplo é o que chamamos de Anel de Fogo do Pacífico, onde podemos encontrar a maior atividade sísmica e vulcânica no planeta Terra.
Curiosamente, atualmente, nossos vórtices mais poderosos na Terra que estão ativos estão por toda a América, e estão ligados a essa característica do Anel de Fogo.
Mas para os extraterrestres, há outras vias de energia, outras fontes desse tipo de vórtice. Nem tudo acontece devido à água ou vulcões, ou aos campos eletromagnéticos da Terra.
Existem outras fontes de radiação natural que os seres humanos não conhecem, que não podemos medir no momento, porque não temos os instrumentos necessários. E isso também está organizado em nosso mundo. E a partir dessa organização, nós ou vórtices são formados.
E uma testemunha de contato pode se conectar diretamente em um desses nós. Em uma ocasião, perguntei a esses seres: “Como isso funciona?” Compreendendo que a energia é organizada na Terra e forma um portal natural.
E então, esses seres vão tirar vantagem dessa base para construir um portal ainda mais eficiente. Imagine se tivéssemos uma grande toalha de mesa, e quatro pessoas estão puxando a toalha de mesa em cada canto.
E uma quinta pessoa vem segurando uma bola de boliche, uma daquelas bolas bem pesadas, e a coloca no meio da toalha de mesa. A toalha de mesa perderá a forma e afundará. O espaço dessa toalha de mesa irá se curvar, enrugar e afundar devido ao peso da bola de boliche.

Apunianos: Ivika e Antarel

Então, Ivika e Antarel me explicaram que o que eles fazem não vai contra a natureza e sua organização.
Simplesmente, eles apenas agem sobre os nós naturais de energia, onde uma grande quantidade de energia está concentrada, que eles são capazes de aproveitar essa enorme quantidade de energia em locais microscópicos.
Mas essa grande concentração de energia tem que estar em espaços subatômicos, para que possam gerar o que, na física, é chamado de singularidade.
É por isso que é mais fácil para eles criarem portais dimensionais em locais de contato, locais onde a energia da Terra é forte. E também porque respeitam o protocolo. Eles respeitam a organização natural da Terra.
Como eu disse, eles poderiam abrir um portal aqui nos estúdios da Gaia. Mas, aqui, eles seriam muito mais limitados. As regras os limitam ao tentarem abrir portais em outros lugares que não são os nós da Terra.

-Como você identifica esses locais de contato?

Em alguns aspectos, temos a vantagem, se olhar dessa forma, de receber informações desses seres. Graças às informações que esses seres, como Ivika e Antarel, me deram, conseguimos encontrar alguns dos mais importantes nós de energia.
Claro, uma vez que tínhamos as coordenadas marcadas pelo extraterrestre, no campo, por meio da pesquisa, descobrimos que os lugares já estavam marcados por lendas e mitos que nos eram desconhecidos.
Os habitantes locais que encontrávamos, diziam: “Sim, nossos ancestrais ou nossos avós sabiam que essa montanha era sagrada, que coisas aconteceram lá.” Ou coincidiria com um rio subterrâneo, ou sistemas de cavernas ainda a serem descobertos.
Um mundo subterrâneo ou pinturas rupestres de culturas antigas, símbolos nas rochas que ninguém tinha visto antes. Em outras palavras, havia esses lugares que os ancestrais também sabiam a respeito.
Por exemplo, há muitos lugares na Terra que são muito conhecidos na cultura popular como portais dimensionais, como as pirâmides do Egito. Por causa de sua fama, arquitetura e lendas, é fácil ver que é um lugar muito especial por causa desses grandes monumentos que foram construídos lá.

Pirâmides Egipto

 

-Existe uma assinatura energética nessas áreas?

[Ricardo] -Sim. O que é mais importante sobre esses lugares, além da estrutura física na superfície, é sua assinatura energética. Voltemos às pirâmides do Egito. Talvez o lugar seja muito mais importante do que a pirâmide em si.
A pirâmide foi construída em um lugar especial onde os deuses viviam. Em uma época esquecida chamada Zep Tepi. Zep Tepi ocorreu 25.000 anos atrás. Segundo a lenda, Zep Tepi aconteceu quando os deuses de Órion viviam no Planalto de Gizé.
Para arqueólogos e historiadores, esses são apenas mitos ou lendas do Antigo Egito. E esses chamados deuses, conhecidos no Egito como Neteru, são considerados por muitos arqueólogos e historiadores poderes simbólicos celestiais.
Portanto, é possível que alguns desses portais fossem, na verdade, bem conhecidos na antiguidade por seres extraterrestres. Isso foi transmitido como uma espécie de tradição para as gerações futuras, para que esses lugares nunca fossem esquecidos.
Eles construíram dólmens, obeliscos, pirâmides, templos. E, na verdade, também está relacionado às controversas aparições de Maria.
Em muitos lugares onde a suposta imagem de Maria já apareceu, no passado, estes já eram locais de culto, templos do antigo povo ancestral, muito parecido com o que aconteceu no México, no caso da Virgem de Guadalupe. Então, atualmente, o que existe?
Igrejas, basílicas, templos, as pessoas adorando as aparições de Maria. E assim, o lugar nunca é esquecido. É um lugar importante. E por que esses lugares não deveriam ser esquecidos? Por que essa obsessão como se fosse um grande plano?
De modo que ao longo de milhares e milhares de anos de nossa história, esses lugares sagrados de contato, esses vórtices, não foram esquecidos. Possivelmente porque terão um papel muito importante na futura sobrevivência da humanidade.

-Esses portais podem ser ativados por humanos? Ou apenas por extraterrestres?

[Ricardo] -Aqui, estamos entrando em um assunto muito delicado, Emery. E eu sei que você está informado sobre isso, bem como muitos dos cientistas das grandes potências.
Existem muitos projetos tecnológicos e militares secretos das grandes potências para tentar manipular esses portais.
Sim, se os extraterrestres, com sua grande tecnologia, são capazes de interagir com portais interdimensionais, obviamente, os humanos, quando tiverem esse tipo de tecnologia, também poderão fazer isso.
No entanto, para nos envolvermos profundamente em portais dimensionais sem ética, sem moral, sem consciência, é perigoso. Não precisamos apenas de tecnologia avançada para podermos interagir com esses portais entre dimensões.
A principal ferramenta de que precisamos é a consciência. Não tenho certeza de como explicar isso, mas vou tentar.
De acordo com o que aprendi durante o contato com esses seres, assim como os locais de contato, os vórtices, têm uma assinatura energética, nós, seres humanos, também temos uma assinatura energética. Uma assinatura luminosa, uma assinatura vibratória.
Segundo Ivika, isso é tão simples de entender quanto geometria. Geometria é simetria, perfeição, ordem. E com essa simetria, com essa energia, o mundo é feito de energia.
Então, o que acontece quando um ser humano que só usa tecnologia avançada como base, mas que está desorganizado mentalmente e de consciência, deseja lidar com esses portais?
Os extraterrestres entendem isso porque eles também enfrentam muitos desafios e perigos. Quando separamos um átomo, também estamos abrindo um portal dimensional. Foi o que aconteceu nos Estados Unidos nos anos 40 com o Projeto Trinity.
E curiosamente, como consequência desse evento, a era moderna do fenômeno OVNI começou. Claro, houve avistamentos e relatos antes disso, mas tudo isso se intensificou de 1943 a 1947. E teríamos que nos perguntar se, por exemplo, o Projeto Filadélfia realmente aconteceu em 1943.
É um caso muito complexo que está cercado por notícias falsas, que agora se tornou tão parte da cultura pop quanto o Triângulo das Bermudas. Mas sempre por trás da névoa, há alguma verdade.
E toda vez que um ser humano tentou abrir um desses portais dimensionais sem consciência, como pode ver, Emery, os resultados não foram muito positivos.
E o grande problema com portais dimensionais e viagem no tempo em nosso mundo, se começarmos a tentar mexer com essa tecnologia para a qual a nossa consciência não está pronta, estamos enviando um sinal para o Universo, para outras civilizações com a habilidade de nos rastrear.

S01E14 Portais: Terra Paralela ~ Projeto Filadélfia (Corey Goode)

-Você ou alguém que você conhece já entrou em um desses portais?

[Ricardo] -Sim, com certeza. Como talvez saiba, com minha própria experiência. Quero deixar bem claro que todas as experiências que tive não foram violentas, hostis ou negativas para mim, apenas para que isso fique claro para o público.
Mas, com certeza, quem está assistindo a este programa pode entender que é muito difícil tentar levar uma vida normal depois de ter visto e vivido nessas outras realidades. E muito mais quando você está disposto a ir a público e falar sobre essas experiências.
Tem gente que pensa que você é louco ou exagera demais. Deixei minha profissão em uma carreira promissora em Lima quando comecei a falar sobre esses assuntos na TV.
Então, algo que eu tentei fazer para que este fenômeno fosse levado a sério foi convidar outras pessoas, incluindo pesquisadores bem conhecidos do fenômeno OVNI, para que eles também pudessem experimentar alguns desses fenômenos conosco.
Já falamos sobre isso em outras entrevistas, e eles também passaram por experiências incríveis.
Por exemplo, deixe-me lembrar o público, em 2014, aqui nos Estados Unidos, no Monte Shasta, no norte da Califórnia, uma conhecida pesquisadora, Paola Harris, que já foi a assistente de James Allen Hynek, o pai da ufologia, ela teve um encontro conosco frente a frente com uma dessas entidades extraterrestres com aparência humana.

Paola Harris
Joseph Allen Heinek

E a entidade, um homem que se autodenomina Antarel, tinha cerca de 3 metros de altura, certo? Ele criou um ambiente de energia no Monte Shasta, no meio da floresta. Você não podia ver claramente o ponto mais alto da cúpula de energia.

Antarel

Algumas pessoas podiam ver, mas nem todas. O que ficou muito claro foi a base do portal interdimensional. Era como uma névoa brilhante. Muito brilhante, e parecia vir de baixo para cima, com efeito fosforescente. Tinha um efeito brilhante, muito especial.
Mas há um detalhe muito interessante nesse fenômeno que aconteceu no Monte Shasta. Antarel estava fora do portal multidimensional. Este extraterrestre com aparência humana estava em um corpo físico sólido que podia ser visto muito claramente.
Então, se ele estava em um corpo físico lá na floresta do Monte Shasta, por que também foi criado um portal multidimensional separado?
O objetivo dessa experiência, de acordo com os extraterrestres, era para Paola ser exposta à energia desse portal dimensional, e que a experiência iria plantar algo nela, para fomentar uma mudança de paradigma, e Paola não é mais a mesma.

S19E03 Missão a Alpha Centauri (Revelação Cósmica)

-Os militares estão cientes desses portais interdimensionais? E eles os estão monitorando?

[Ricardo] -Então, falamos um segundo atrás sobre os perigos de abrir portais dimensionais. Claro, existem tentativas humanas de fazer isso.
E, obviamente, essas tentativas estão vindo da indústria militar e científica, porque os civis simplesmente não têm os meios para poder pesquisar um nó ou portal interdimensional. Sim, tenho informações.
Informações que tenho das minhas próprias experiências de contato e, também, de fontes amigáveis que estiveram envolvidas nesses experimentos militares. E eles não são novos.
Eles vêm acontecendo há muitas décadas. E eles estão tentando monitorar qualquer atividade, qualquer singularidade que surja em seus sistemas de rastreamento. Mas eles sempre chegam tarde demais.

-Você sabe se os militares ou quaisquer outras civilizações estão permitindo que tecnologia entre e saia desses portais?

[Ricardo] -O que posso dizer sobre isso são dois pontos principais. Em primeiro lugar, sim, estou ciente dos esforços, não apenas dos militares, mas também de empresas privadas.
Ivika e Antarel me informaram há vários anos que os principais esforços na corrida espacial e experimentação com algumas tecnologias, incluindo portais dimensionais, não viria necessariamente de países, exércitos ou governos, mas, na verdade, de complexos militares científicos privados, que já existem há algum tempo, é claro.
Mas, nos últimos anos, eles estão tentando normalizar essa informação para o público em geral, para que esteja preparado. Por exemplo, os esforços privados para colonizar Marte.
A segunda coisa que posso dizer sobre isso é que, sim, esforços foram feitos para transferir equipamento ou tecnologia por meio de portais multidimensionais, como um experimento.
Mas também devo dizer, e, possivelmente, as informações que eu tenho são diferentes das informações na ufologia nos Estados Unidos.
Já conversei com ufólogos aqui e em várias conferências em todo o mundo, bem como com alguns ex-membros do governo americano que se apresentaram para mim como tal, que me disseram que portais multidimensionais são usados para transferir muitos seres humanos para Marte, por exemplo.
Que já existem colônias humanas em Marte. E que mesmo alguns ex-presidentes dos Estados Unidos tiveram a chance de viajar para Marte. De acordo com as informações que Ivika e Antarel compartilharam comigo, não foi esse o caso.
Uma parte disso é verdade, de experimentos interdimensionais para aplicá-los à navegação espacial e colonização. No entanto, histórias foram acrescentadas às informações, para tentarem confundir as informações autênticas.
Por enquanto, toda a energia de antimatéria que grandes aceleradores de partículas e colisores de hádrons tentaram acumular, por exemplo, aquele que podemos encontrar entre a França e a Suíça – que algumas pessoas chamam de Máquina de Deus, porque, atualmente, é a máquina mais poderosa que a humanidade construiu, pelo menos publicamente – toda a energia que esse acelerador de partículas foi capaz de obter da antimatéria só serviu para acender uma lâmpada.

Interior do CERN
CERN – Centro Europeu de Pesquisa Nuclear

Então, é claro, fala-se de coisas sendo tentadas agora mesmo com portais dimensionais. Isso é verdade. Mas o que não é verdade é que houve grandes avanços com isso.

-Conte-nos mais sobre esses presidentes que visitaram Marte por esses portais. E quem são eles?

[Ricardo] -É uma informação amplamente difundida nos últimos anos, mas, dentro do contexto de várias conferências sobre o fenômeno OVNI, pude falar com muitos pesquisadores mais antigos e ex-membros do governo americano, e também assessores do governo americano – ou pelo menos foi assim que se apresentaram – com muitos deles, de que havia experimentos para se conectar com Marte através de portais interdimensionais.
Como eu disse, conversei com muitas pessoas que não precisamos mencionar aqui. Mas o que eu diria do ponto de vista de um jornalista é: onde há fumaça, há fogo.

S15E01 Randy Cramer, o soldado híbrido que viveu 17 anos em Marte

-O que de mais marcante você aprendeu com os portais interdimensionais?

[Ricardo] -Pode soar um pouco místico demais. O mais importante que aprendi sobre esse fenômeno com portais multidimensionais é que nada que está fora de você vai se abrir, se você não abrir seu coração primeiro.
Uma pessoa muito analítica e racional, que esteja assistindo a este programa, pode dizer: “Tudo isso é lixo da nova era.” Isso não é nova era. Isso é bom senso. Como podemos explorar os mistérios de outros universos, ou outras realidades, se não conhecemos nossos próprios mistérios?
Quando fiquei frente a frente com esses portais, em diferentes expedições em todo o mundo, aqui nos Estados Unidos, na Ásia Central ou nos Andes, o padrão é sempre o mesmo.
Se as pessoas estavam com medo, ou as ideias estavam muito confusas na cabeça delas, ou se estavam apenas em busca de experiência, caçando um fenômeno, a experiência não fluiria corretamente.
Então, alguns céticos me diriam: “Ah, você precisa crer para ver.” E eu dizia: “Não, com certeza não. É tudo uma questão de aprender a ver.”
O xamã que mencionei no meu país, eles dizem que as huacas – que em quíchua significa “lugar sagrado” – só abrirá quando você abrir sua huaca interna.
É por isso que muitos de nós que passaram por essas experiências de contato começaram a praticar exercícios de silêncio, de ouvir a natureza, de meditação. E, na realidade, temos feito isso como uma espécie por milhares de anos.
Esta é a principal mensagem que aprendi com os portais interdimensionais, e minha tentativa, meu impulso intelectual para provar, pesquisar, demonstrar.
Porque minhas experiências de contato também me transformaram em um pesquisador e autor sobre esses assuntos, tive que perceber que eu tinha que abrir meu coração, que eu tinha que ouvir.
Como eu disse, você tem que aprender a ver, para que esses lugares possam falar com você. Se você não abrir seu coração, e não tiver a assinatura certa de como você está soando, como você está vibrando, todos esses portais que procura estarão sempre perto de você.

Spoiler
Desculpe, apenas utilizadores com sessão iniciada podem ver spoilers.
Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos corruptos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar:

Author: Krystal

colaborador

5 2 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments