Notícias, tribunal

Tribunal Lisboa reconhece apenas 152 óbitos por covid-19 e não os 17000

Partilhar:

O Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa veio dar mais uma machadada na falsa pandemia do Covid-19, embora não seja ainda suficiente para alteração do estado de terror em que vivemos atualmente.

No processo 525/21.4BELSB, que está disponível abaixo para download ou para visualização:

https://drive.google.com/file/d/1E18DlB5l5w2dvqOKe8QriQ1T73LfMR3j/view?usp=sharing

na SENTENÇA, página 7 e 13 é dito que “após análise da base réplica do SICO desde 01-01-2020 até 18-04-2021, conseguimos apurar até ao momento as seguintes distribuições:
Entre 2020 e 2021 foram emitidos 152 certificados de óbito pelos médicos que trabalham para a tutela Ministério da Justiça (INMLCF) cuja causa básica de morte foi devido a COVID-19…”

Em termos oficiais, o Ministério da Saúde indica à volta de 17.000 mortos no mesmo período, mas em tribunal a DGS / Ministério da Saúde falam apenas em 152 mortos por COVID-19!

Recordo que este processo foi uma intimação em que um grupo de cidadãos pretendiam obter uma resposta (documentos idóneos) do Ministério da Saúde sobre vários itens, ver página 4, 5 e 6 como o uso de máscaras, a viabilidade dos testes PCR, o vírus foi isolado, etc.

Suécia – testes PCR não podem ser usados para determinar se alguém é contagioso

O Ministério da Saúde perdeu a ação porque não foi capaz de responder a essas situações.

Já em novembro de 2020, um Tribunal de lisboa tinha arrasado a eficácia dos testes PCR, onde considerava que 97% dos testes positivos eram falsos:

Tribunal de Lisboa arrasa eficácia dos testes PCR e quarentena forçada

E um outro tribunal tinha considerado ilegal as medidas de isolamento:

Tribunal de Lisboa considera ilegal medida de isolamento e quarentena

Recordo que temos atualmente uma ação Popular contra todas estas medidas draconianas e ainda aguardamos uma decisão que está para breve:

Ação Popular entra no Supremo Tribunal contra as medidas da Pandemia

A análise detalhada sobre esta decisão do tribunal pode ser visto neste vídeo do nosso companheiro de luta, Alfredo Rodrigues que detalha com o advogado Dr. José Castro (advogado da Ação Popular):

https://rumble.com/vis26l-337-sabia-que-o-ministrio-da-sade-nos-tem-mentido.html

A finalizar, a DGS foi na verdade questionada a entregar documentos a comprovar todas as medidas que têm vindo a tomar, mas na verdade eles não têm documentos com base científica para tomar as decisões que têm tomado em quase nenhum dos pontos mencionados no processo.

Com esta decisão, surgirão novos processos entrarão na justiça.

Como dito a 11 de março de 2020 neste artigo:

Covid-19: será uma das maiores fraudes da história (11-mar-2020)

Este novo Coronavirus do pânico ficará na história como uma das maiores fraudes para manipular economias, suprimir os dissidentes e empurrar a medicina MANDATADA!

Esta fraudemia só é possível com o apoio da corrupta comunicação social de massas que ignorou mais uma vez esta decisão do tribunal até ao momento, embora haja uma jornalista conhecida (anti-sistema) interessada em abordar este tema…

FIM

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos corruptos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar:

Author: Krystal

colaborador

5 3 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

24 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments