Corey Goode RC, revelação cósmica t02

S02E11 Além dos Limites do Sol ~ base humanas pela nossa galáxia (CEI)

Partilhar:

Repomos mais um episódio, agora com o episódio transcrito completo (para quem não deseja assistir ao vídeo). Este episódio foi colocado originalmente no final de 2015.

Este episódio fala de vários locais do nosso Sistema Solar, tais como a nuvem de Oort, Plutão, Vénus, várias Luas, a Lua da Terra, etc.

S02E11 Além dos Limites do Sol (Revelação Cósmica ~ Corey Goode)
S02E11 Beyond the Limits of the Sun

Assista ao episódio clicando no link abaixo, usando o browser chrome:
https://drive.google.com/file/d/1b6yqaSSbm9TGZ-Co1sS2c7EiCgyvJJz8/view?usp=sharing

Se der erro, use o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift + n) no PC e se necessário, antes tem de fazer logout do seu gmail. Se ainda não conseguir, aceda a partir de outro PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário para indicarmos outro link.

revelação cósmica temporada 2 episódio 11

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Episódio com legendas em português do Brasil (para quem não deseja assistir ao vídeo):

-Bem-vindos ao ”Revelação Cósmica”. Sou seu apresentador, David Wilcock. E estamos entrevistando Corey Goode.

Falamos sobre o desenvolvimento do nosso sistema solar pelo complexo militar industrial e a facção na qual estivemos focando é a das construtoras de defesa que se fundiram aos alemães, que fizeram o trabalho originalmente que veio a ser chamado Conglomerado de Empresa Interplanetária, ou CEI.
Então, aqui, com mais informações sobre o CEI, está Corey Goode. Corey, obrigado por ter vindo.

[Corey] -Obrigado.

-No episódio anterior falávamos sobre certas regiões que, com a expansão do CEI no nosso sistema solar, estavam fazendo mineração em diferentes luas.
Você disse que uma das áreas de interesse particular na qual eles estavam trabalhando eram as luas em volta de Júpiter, e você falou das luas em volta de Urano. Você também disse que Saturno era uma região proibida, de certa forma.
Anteriormente falamos sobre as pessoas que se estabeleceram no lado oculto da Lua. E você disse que elas eram as pessoas da Super Federação, mas que Marte é como se fosse o território delas.

S1E3 Na Lua há bases de ETs cobertas por um escudo holográfico que nos impede de vê-las

[Corey] -A Lua é uma miscelânea de pessoas da Super Federação, e de pessoas da Aliança Draco, muitos grupos diferentes, sendo que muitos deles não se dão bem.
Mas essa é uma zona diplomática muito restrita, onde as pessoas estão há apenas alguns quilômetros de distância, e vivem em uma paz absoluta, sendo que estiveram em guerra por milênios. Para deixar claro.

-Claro. E você disse que muitas das pessoas que vivem na Lua, não vivem em Marte.

[Corey] -Correto.

-E que Marte tem seu próprio domínio separado. Há uma relação entre os colonizadores da Lua, os colonizadores de Marte, e os das luas de Saturno, que você estava descrevendo? Ou eles são diferentes?

[Corey] -Há uma diferença. O que eu descrevi como O Conselho da Super Federação. Isso é uma super federação feita de outras federações, conselhos, e outros grupos e organizações diferentes.

-Por isso a palavra “super” confederações.

[Corey] -Certo. E é como se fosse uma ONU gigante, de todas essas diferentes federações, confederações, conselhos, que se encontraram. E há 40 grupos principais, com outros 20 grupos que estão lá quase sempre, mas não o tempo todo. Esses grupos são parecidos com os humanos.
E as bases deles parecem ser principalmente no lado oculto da Lua, e nas luas de alguns dos gigantes do gás, especialmente Saturno. Tanto que há áreas em volta de determinadas luas de Júpiter e Saturno que nossas naves estavam completamente proibidas de chegar perto.
E isso foi no nosso próprio sistema solar. Éramos… essas áreas eram proibidas.

-Por “nossas naves”, você se refere à facção Solar Warden?

[Corey] -O Programa Espacial Secreto.

-Certo. Então qualquer facção…

[Corey] -Todo o programa espacial da Terra, era proibido. Nenhuma nave espacial da Terra era permitida, em uma determinada distância dessas luas.

-Jacob, meu informante do programa espacial de quem já falei antes, disse que algumas dessas luas, todo o interior delas, teriam um formato geodésico, que tem um dodecaedro, faces pentagonais, com árvores e solo habitável, e todo seu interior é oco.
Você pode voar com sua nave e chegar até certo ponto, então você faz a volta e voa nesse sentido, e quando você chega lá dentro é quase como um mundo paradisíaco.
Você acha que pode ser isso o que ocorre nessas luas de Saturno -que elas tenham construções do lado de dentro? Você obteve informações desse tipo?

[Corey] -Sim. E eu obtive informações das quais tentei me manter afastado. Tudo isso é incrível, mas nossa Lua também é um corpo artificial.

S14E2 Lua é uma espaçonave. Foi construída em Júpiter há 38 milhões anos

-Isso é uma coisa que quase todos com quem falei afirmaram.

[Corey] -Ela está em uma órbita presa com a Terra, com um tipo de… com uma… quase como uma tecnologia de feixe de atração, que a prendeu em uma órbita com a Terra. E eles acharam o campo de energia, que penetra fundo na Terra, para onde isso é focado, para ancorar a Lua.
E a Lua só muda de posição para se afastar da Terra por centímetros, creio eu, a cada certa quantidade de anos, ou coisa parecida.

-Está dizendo que isso não é normal para uma lua?

[Corey] -Não. A densidade da Terra e o efeito gravitacional que ela tem, no tempo-espaço, criando um campo de torsão pelo seu giro, e contorcendo o espaço-tempo, não é suficiente para capturar uma coisa da densidade que nós… que os cientistas dizem ser a densidade da Lua.
E o giro da Terra deveria ter um efeito na Lua para fazê-la girar. Mas a Lua está presa. Ela não gira. Está presa muito perto da Terra, e não é uma coisa que poderia ter sido capturada.
Nenhum dos modelos científicos funcionou, dos que diziam que uma vez ela foi parte da Terra, e foi lançada para fora. Foi há aproximadamente 500 mil anos que a Lua se tornou um satélite.

-Que é exatamente o que os outros informantes me disseram.

[Corey] -Bem, isso está documentado.

-E você conhece o… e eu disse isso a você por telefone… algo que me deixou abismado. Eu mencionei Pedregulhos Brilhantes.

[Corey] -Sim. Operação Pedregulhos Brilhantes, como um traçado ao contrário. E esse mesmo programa… eles usam o mesmo programa em ciência forense na Terra, o tempo todo.
Mas no cinturão de asteroide eles puderam… com a trajetória de todos… após mapearem todos os asteroides e as suas trajetórias, eles conseguiram reverter, por mais de centenas de milhares de anos, onde todos eles estariam em determinado ponto.

[Corey] -Certo.

Plutão

-Acabamos de ver, em um passado muito recente, fotografias de Plutão enviadas para a Terra pela primeira vez. Plutão está bem longe, e você tem a nuvem de Oort.

Plutão e a nuvem de Oort

Há alguma coisa parecida com a nuvem Oort, até onde eles foram, e criaram instalações de mineração ou colônias?

[Corey] -Há muitas surpresas na nuvem de Oort.

-Sério?

Planetas “conhecidos” do nosso Sistema Solar

[Corey] -E Plutão é um planeta muito interessante. É uma órbita muito estranha. Ele não está no mesmo plano orbital de todos os outros planetas.

-Sim, sim. Isso. Plutão está em uma órbita elíptica assim, e todos os outros estão assim. Isso é verdade.

[Corey] -Isso tem a ver, Somos um sistema binário fracassado. Há outros planetas do tamanho de Plutão, dentro da nuvem de Oort.

-Que não nos contaram sobre?

[Corey] -Sim.

-Há mais coisas por lá, construídas por raças ancestrais, que eles puderam achar, pressurizar, e usar, para suas próprias colônias?

[Corey] -Eles acharam coisas construídas por raças ancestrais por todo lado. Na nuvem de Oort, por todo lado. O CEI foi até a nuvem de Oort, e também estabeleceram bases em planetoides.

-Até agora, tudo sobre o que falamos está dentro do sistema solar. O CEI teve problemas para sair do nosso sistema solar? É fácil sair do sistema solar? Eles foram a algum outro lugar? Eles acharam mais alguma coisa?

[Corey] -Sim, eles viajaram para vários sistemas solares.

-Sério?

[Corey] -Bem, há dois deles que estão trabalhando fora do sistema solar. Um deles é aquele grupo tipo da OTAN, o Programa Espacial Secreto da Liga das Nações. A Liga Global Galáctica das Nações, como chamamos, e eles trabalharam exclusivamente fora do sistema solar.
Também há o Dark Fleet, que é uma frota muito avançada de guerra ofensiva, secreta, que trabalha junto com a Aliança Draco, voa fora do sistema solar e os ajuda na sua guerra.

S01E08 Liga Global Galáctica das Nações (Revelação Cósmica)

-Estou curioso… certo, então temos essas duas coisas, mas você mencionou vários sistemas. Estou curioso se o CEI está colonizando fora do nosso sistema solar, além da Liga Global Galáctica das Nações.
Eles encontraram materiais fora do nosso sistema solar, que eles precisavam, que não havia suficiente aqui? Alguma coisa assim?

[Corey] -Todas as matérias primas brutas daqui são o que eles precisam, mas há muitas outras bases no nosso aglomerado estelar, que são de vários outros programas espaciais, incluindo o CEI.

-Você disse muitas.

[Corey] -Sim. E pelo que eu vi, a que eu descrevo como tendo sido trazida, foi em uma lua em volta de um gigante do gás.

-Você está falando da GGLN, a base da Liga Global Galáctica das Nações?

[Corey] -Isso.

-Aquilo era uma lua?

[Corey] -Aquilo era uma lua.

-Achei que você tinha dito que havia água. Havia água na lua?

[Corey] -Sim, sim. Foi dentro de uma caverna onde o trem parou, que passou por dentro do portal, e, à esquerda, havia a área restrita, onde as pessoas entravam nas instalações, e, à direita, havia uma gruta, que tinha uma grande entrada e, ao olhar para baixo, dava para ver outras coisas de estrutura lunar no espaço.
E havia um lago do lado de fora, um lago luminescente onde as pessoas estavam se divertindo.

-A NASA disse recentemente, publicamente, que 20 por cento de todas as estrelas que vemos têm planetas como a Terra, baseado nos seus cálculos. Então esse é rumor oficial, que pode até ter sido subestimado.
Isso é consistente com o que o CEI e esses outros grupos acharam quando foram para outras estrelas? Há uma abundância de planetas com água, que poderiam ser lugares para onde podemos nos mudar se necessário?

[Corey] -Sim, mas provavelmente seria um cenário para onde teríamos que ir tomando-o de alguém.

-Certo. A maioria desses planetas já são habitados.

[Corey] -Esse parece ser o modelo. Qualquer uma dessas luas… muitos deles são luas.

-Sério? Luas parecidas com a Terra?

[Corey] -Luas parecidas com a Terra.

-Elas orbitam planetas gigantes de gás? Sério?

[Corey] -Sim, e muitas delas são super Terras, e Terras. Não somos assim tão raros e especiais como pensamos. Quer dizer… sim, temos uma vasta gama de diversidade genética e de vida aqui.
Porém, pelas viagens que o Programa Espacial Secreto fez, as trocas que fizemos com outros grupos Extraterrestres, que nos trouxe espécies de vida de todos esses outros planetas, há uma inacreditável quantidade de vida lá fora.
E isso não vai acontecer, porque as coisas vão mudar, mas se formos seguir essa linha, de que acabaremos com todos os recursos no nosso planeta e vamos ter que partir e achar outro planeta para vivermos, vai ser muito difícil, porque o modelo da galáxia parece ser que qualquer planeta seja assim, ou seja, vai ter muita vida e vida inteligente.

-Tanto na superfície quanto dentro dos planetas?

[Corey] -Definitivamente na superfície.

-Então, qual é a logística para chegar a outro sistema solar? Você disse que os alemães começaram, voando por algumas horas para chegar a alguns desses lugares, mas que com o desenvolvimento da tecnologia seria uma questão de minutos.

[Corey] -Ir de sistema estelar para sistema estelar agora, por isso, é rotineiro, e quase não leva tempo.

-Mesmo para distâncias maiores?

[Corey] -Mesmo para distâncias maiores. Você está viajando através… todo planeta, toda estrela, toda galáxia, tem uma relação eletromagnética com todas as outras. E há tipo uma teia entre cada uma delas.

-Então, há filamentos eletromagnéticos?

[Corey] -Filamentos. E se você calcular corretamente, você consegue viajar do ponto A ao ponto B, ou para onde quiser, em um salto, em vez de viajar pelo espaço sideral, com uma nave superior à velocidade da luz.
Você pode viajar através desse portal de filamentos, onde o tempo não existe. E é praticamente instantâneo.

-É necessário esperar que o filamento esteja alinhado?

[Corey] -Sim. É uma coisa que tem que ser calculada, ou você não vai acabar aonde quer ir.

-Há outras maneiras de fazer isso, que envolvam saltar por aí? Se certos filamentos não estiverem disponíveis, há outros jeitos de chegar lá?

[Corey] -Sim, é como se você quisesse voar da costa leste para a costa oeste, você pode pegar um voo direto, ou um voo que faça algumas conexões.

-Há rotas onde eles possam programar por computador a coisa toda, e não seja necessário nenhum cálculo do piloto humano, e eles possam… se eles pararem em um sistema solar, eles podem imediatamente ir para o próximo portal e partir novamente?
Ou eles têm que ficar por lá e esperar um abrir?

[Corey] -Sim. Isso é o que acontece com o sistema portal, que está fechado pelo nosso sistema estelar, e por que temos muito tráfego interestelar de outros seres. A maioria deles passa direto e nem para no nosso sistema solar.
Eles voam perto do nosso sistema solar. Eles param, esperam, fazem os cálculos, esperam pela hora – de acordo com seus cálculos, a hora correta – pulam naquela teia que leva até seu destino, e se vão.

S01E12 Portais: Teia Cósmica ~ Viajar para uma outra Galáxia em minutos

-Então não leva muito tempo.

[Corey] -Não. Para essas sociedades extraterrestres que têm feito isso há tanto tempo, isso é moleza.

-Também deve ser tudo automatizado.

[Corey] -Provavelmente. Sim.

-E nem todos os planetas serão totalmente habitados, vários provavelmente são planetas pré-históricos, que ainda não têm vida inteligente evoluída.

[Corey] -Sim, eles estão em diferentes níveis de desenvolvimento.

-O CEI ou algum desses grupos de programas espaciais acharam algum planeta pré-histórico perto de nós?

[Corey] -Li sobre, não sei onde estão localizados, mas li que há planetas que são descritos como tendo condições muito pré-históricas.

-Eles já tentaram utilizar esses planetas, ou pousar neles, ou criar postos ao redor deles, ou alguma coisa desse tipo?

[Corey] -Há um planeta que eu acho que teve informações vazadas, que é um planeta pré-histórico desse tipo, que eles acharam um portal para se conectar, para onde grupos de sindicatos da Terra e grupos relacionados ao CEI estavam enviando pessoas.
É um projeto de continuidade de espécies, para garantir a sobrevivência de espécies.

S01E09 Sol Elétrico (Portais dentro dele para viajar pelo universo)

-Quão pré-histórico é esse planeta? Está no nível das trilobitas?

[Corey] -Estamos falando de dinossauros.

-Dinossauros? Sério? Nós, no programa espacial, já temos tecnologia suficiente para tentar semear um planeta com nossa vida da Terra, ou para torná-lo mais hospitaleiro para nós?

[Corey] -Isso estava em forte desenvolvimento na época em que eu estava na nave de pesquisa. Mas uma transformação de um planeta, a longo prazo, é uma coisa que certamente podemos fazer.

-Muito bem, então enquanto estávamos mapeando nossa habitação do nosso sistema solar e além dele, não cobrimos as luas de Marte. Não cobrimos Mercúrio. Não cobrimos Vênus. Você me disse antes: não podemos pousar em gigantes do gás, porque há muito calor e muita pressão.

[Corey] -Vênus é outra história. Na superfície de Vênus há bases altamente pressurizadas, que são como quaisquer outras bases, assim como teríamos no fundo da fossa das Marianas, altamente pressurizada.
Mas, a maioria, acredite ou não, a maioria das bases que temos, está mais acima na atmosfera, nas nuvens.

-De Vênus.

[Corey] -De Vênus. São bases inteiras que estão flutuando na atmosfera das nuvens, e são instalações controladas pelo CEI.

-Sério? Bem, muitas vezes vi incríveis paralelos entre o que você e todos os outros informantes disseram, e o que está no material do Law of One (A Lei do Uno), e isso não pode ser um acaso.
O Law of One disse que o grupo que fez o discurso na verdade viveu em Marte, viveu em Vênus há 1,2 bilhões de anos.
Foi encontrada alguma ruína em Vênus que você tenha conhecimento? Há algum tipo de evidência de uma civilização antiga?

[Corey] -Vênus é um… há um apagão enorme de informação. Há alguma coisa acontecendo em Vênus.

-Então, mesmo no seu nível, não deixaram você ter conhecimento sobre isso.

[Corey] -Havia muita coisa que eu não podia… quando eu estava olhando no tablet de vidro, muitas vezes dava tela azul.

-Sério?

[Corey] -Mas, em Vênus, eu consegui. Eu consegui saber. Quer dizer, nós vimos naves indo e vindo de Vênus. Mas há alguma coisa acontecendo lá que eu não faço ideia do que seja. Talvez algum informante por lá se manifeste.
Eu sinto que, depois que essa série for ao ar, outras pessoas que estiveram nesse programa que fiz parte finalmente vão se manifestar.
Sei que muitos falaram com você, e outros pesquisadores falaram não oficialmente, mas, oficialmente, como eu disse, foram até a linha, pararam, e recuaram, e não disseram o que sabem.
E muitas dessas pessoas… tenho uma boa ideia do trabalho que eles fizeram. E eu sei que eles sabem muito mais. Mas há muito mais pessoas lá, que eu espero inspirar a se manifestar com suas informações.

-As luas de Marte, Phobos e Deimos. Essa é a última coisa que temos tempo para falar. O CEI construiu alguma coisa naquelas luas, já que eles estão perto do planeta delas?

luas Phobos e Deimos de Marte

[Corey] -Sei que elas foram exploradas. Não tenho certeza se construíram algo lá. Phobos (Fobos) já foi… sei que muitos grupos diferentes exploraram aquele… é difícil chamar de planetoide, porque ela é artificial. Mas, exploraram-na para colher a tecnologia que ela tinha.

Fobos e Deimos (satélites de marte)

De alguma forma, ela desmoronou sozinha. E ela é também, com frequência… quando Marte tem esse acúmulo de eletricidade, acúmulo na sua crosta, e libera isso em um enorme relâmpago, isso atinge Phobos. Então não sei se seria um bom lugar para…

-Sim, parece que não!

[Corey] -…para estar, ou construir uma base.

-Toda vez que faço perguntas a você, aprendo coisas novas. Então isso é impressionante!

Esse é o ”Revelação Cósmica”, porque você precisa saber. Sou David Wilcock e vejo vocês no próximo programa.

REVELAÇÃO CÓSMICA POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

S2E12 Tecnologias cura não disponíveis para o humano ~ SuperSoldados

revelação cósmica temporada 2 episódio 11

FIM

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos corruptos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar:

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments