revelação cósmica t02

S02E08 Descobrindo a Vida em Marte ~ Alemães de Marte ~ Conflitos

Partilhar no Facebook

Repomos mais um episódio, agora com o episódio transcrito completo (para quem não deseja assistir ao vídeo). Este episódio foi colocado originalmente no final de 2015.

Este episódio aborda os diferentes tipos de vida existente em Marte e é a continuação do episódio anterior.
Fala ainda nos conflitos entre os humanos (alemães que foram para lá nos anos de 1930), os reptilianos e insectóides.
Marte é dos planetas menos interessantes. As várias raças não têm interesse lá.

S02E08 Descobrindo Vida em Marte (Revelação Cósmica ~ Corey Goode)
S02E08 Finding Life on Mars (Cosmic Disclosure)

Assista ao episódio clicando no link abaixo, usando o browser chrome:
https://drive.google.com/file/d/1Wcx2HI0C8xMvAIb0_u7_hvJ1489YXxMR/view?usp=sharing

Se der erro, use o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift + n) no PC e se necessário, antes tem de fazer logout do seu gmail. Se ainda não conseguir, aceda a partir de outro PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário para indicarmos outro link.

Episódio com legendas em português do Brasil formatadas por Renato Suffert (para quem não deseja assistir ao vídeo):

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Vida em Marte

Muito bem. Bem-vindo ao ”Revelação Cósmica”. Sou o apresentador, David Wilcock. E estamos aqui porque você precisa saber. Corey Goode está aqui conosco. E mesmo quando estou fazendo perguntas a ele, aprendo muitas coisas.

Estivemos descrevendo a colonização de Marte, originalmente, pelos alemães. Mas eles não foram os primeiros a ir lá. Houveram muitos grupos lá. E vamos falar mais nesse episódio sobre todos os diferentes tipos de vida em Marte, porque esse é um tema muito vasto.
Então, Corey, obrigado por voltar ao programa.

[Corey] -De nada.

-Primeiramente você mencionou antes, em episódios anteriores alguma coisa sobre vegetação em Marte. Você poderia nos dar um breve resumo do que viu? O que você realmente… você andou na superfície? Viu algum tipo de vida vegetal?

[Corey] -Pessoalmente, o que vi foram colônias de arbustos, na área onde estávamos construindo um posto avançado. E eles eram arbustos muito resistentes, pequenos, parecidos com cactos, que eram roxos e vermelhos, e o caule que entrava no solo era grosso.
E tinham pontas… eles tinham folhas pontudas e muito acentuadas.

-Que parte era roxa e que parte era vermelha?

[Corey] -O caule era roxo e vermelho. E as folhas também eram roxas e vermelhas. E havia espinhos no caule das plantas e nos galhos. Não dava para colocar a mão nelas. Elas eram… acho que posso dizer que eram muito espinhosas.

-//-

-Então, no episódio anterior, estávamos falando sobre nativos, uma possível raça nativa de Marte.

S02E7 Marte: civilizações existentes no interior; características do planeta

[Corey] -Isso.

-Você disse que eles eram parecidos conosco. Com que tipo de raça da Terra eles eram parecidos? Que tipo de humanos? A descrição foi que eles tinham um tom avermelhado. Eles usavam roupões.
Eles eram muito inconstantes e discretos. E que os que haviam sido capturados ou interrogados, diziam ser nativos, que eles sempre foram de Marte.

[Corey] -Foi lá que se originaram. Mas as pessoas que os interrogaram não deixaram claro se isso era verdade… porque elas também foram enganadas no passado por seres na Terra, que nos disseram serem extraterrestres, quando, na verdade, eram grupos dissidentes de antigas civilizações da Terra. Então…

-Certo.

[Corey] -E alguns desses grupos, por se tratar de grupo de exploração do espaço, obviamente poderiam ter ido a Marte e criado colônias. E eles poderiam ser remanescentes de alguns deles.

-//-

-Vamos voltar agora à chegada dos alemães lá. E você disse que testemunhou pessoalmente voos sobre pirâmides que ainda estão em Marte hoje. Pirâmides parcialmente expostas. Eles mostraram algum interesse nesse tipo de coisa quando chegaram lá?
Eles queriam pousar e explorar? Eu acho que o interesse seria insaciável de querer escavar e descobrir o que é todas essas coisas.

[Corey] -O único interesse que foi demonstrado foi o de procurar tecnologia, tecnologia antiga. Mas, você tem que lembrar que certas áreas são proibidas para as pessoas, especialmente naquela época. As raças que haviam lá eram muito territoriais. Então, se eles quisessem visitar algum lugar, teriam que parar, tirar algumas fotos, colher amostras, e então, vasculhar e sair. Essa também era uma parte da equação de fazerem pesquisa detalhada em muitas áreas de Marte. Porque a área era considerada território de outro grupo.

-Você já encontrou informações específicas sobre o Rosto de Marte, se ela era artificial, quem a construiu, alguma coisa assim?

[Corey] -Não. Durante o tempo que passei lá, não sabia do Rosto de Marte. Não estou dizendo que não exista. Eu apenas não vi. Eu não ouvi falar sobre isso.

-Então, estávamos começando a falar que os alemães se instalaram próximos aos polos, mas mais em um terreno tipo taiga do que tundra.

[Corey] -Eles não estão na área do ártico.

-Certo.

[Corey] -Mas estão em um tipo de pergelissolo – mais uma área entre a região equatorial muito inóspita e a área das regiões polares extremamente hostis.

-Quais são os extremos de temperatura nessas áreas? Quais são as temperaturas mais baixas e as mais altas?

[Corey] -Tem a ver com a pressão atmosférica. E também depende da estação do ano. Mas as temperaturas podem mudar cinco, dez graus em questão de horas.
Não lembro exatamente as temperaturas que faziam na superfície de Marte. Só sei que certamente é mais quente do que dizem as estatísticas da Internet.

Uma das coisas que eu queria mencionar é que agora, na era atual, os programas espaciais são muito cuidadosos com contaminação de germes, bactérias e esse tipo de coisa indo de uma esfera planetária para outra.
Nos anos 30, 40 e 50, nem tanto. E, especialmente os alemães, eles estavam trazendo caixas e mais caixas de abastecimento e ferramentas, e todas as coisas que precisavam para Marte. E eles levaram umas pragas muito chatas. Eles levaram baratas, ratos…

-Sério?

[Corey] -…aranhas, e outras pragas da Terra que se tornaram um problema em Marte, e o contaminaram. Os ratos ficaram só um pouco maiores, mas sobreviveram bem na superfície. Porém, as baratas, ficaram enormes! Maiores que uma mão!

-Caramba!

[Corey] -As pessoas brincam que baratas podem sobreviver a uma guerra nuclear… bem, sobreviver na superfície de Marte não foi um problema para elas.

-Há insetos nativos que os ratos poderiam comer? Do que você acha que eles se alimentaram?

[Corey] -Não sei. Tenho certeza que deve haver insetos lá, porque sei que havia aranhas muito grandes. Eu só não li… ou vivi isso.

-Certo.

-//-

[Corey] -Esse grupo de insetoides… este grupo de seres… eles usam um tipo de tecnologia biológica, onde criam insetos menores ou insetoides, para realizar certas tarefas.

S15E08 Os insectoides têm a capacidade de imaginar o que você precisa

-Tipo clones?

[Corey] -Sim, mas eles vão criar insetos menores, drones-inseto. Se eles estiverem brigando ou estiverem em uma situação de luta, eles criam isso. Isso é parte da tecnologia deles. É tipo uma tecnologia biológica.

-Certo. Então eles conseguem controlar o que esses drones fazem? Como se tivessem um controle remoto?

[Corey] -Sim. E eles têm uma mente voltada para o coletivo. Muitas pessoas acham que sabem o que é uma mente assim, mas não sabem. Bem, eles têm uma mente voltada para o coletivo, e um tipo de estrutura mais como o de uma colônia de insetos.

-//-

-Os alemães levaram veículos que usam pneus de borracha e rodas…

[Corey] -Com certeza.

-…para dirigir por lá? Sério? Como jipes ou tanques? O que eles dirigiam?

[Corey] -Eles criaram veículos especiais que eram construídos sobre chassi de tanques, e eram pressurizados, e, claro, blindados.

-Sempre blindados, sendo os alemães.

[Corey] -Sim. E eles usavam aquilo para ir a excursões.

-Eles tentavam entrar em cavernas para procurar artefatos tecnológicos?

[Corey] -Sei que eles sempre faziam expedições, procurando tecnologias diferentes, recursos no planeta, constantemente explorando, procurando novos recursos.
A única vez foram mencionadas cavernas, foi quando eles tentaram explorar caminhos, rotas dentro de tubos de lava para fazer missões de reconhecimento, para tentar ter uma ideia de como eles poderiam, algum dia, controlar esses tubos.

-//-

-Você disse que matérias brutas foram transportados para Marte, pelos alemães, usando tecnologia primitiva de portal… o que foi muito perigoso para a vida biológica.
Qual era o tamanho desse portal? Eles conseguiam passar esses tanques? Eles conseguiam construí-los aqui e mandá-los pelo portal?

[Corey] -Sim. Isso foi no começo, quando eles estavam explorando o sistema natural de portal que há no nosso sistema solar. E eles não entenderam os cálculos envolvidos e as posições de certos planetas, outros corpos em volta. Há muito cálculo envolvido.
Outra raça acabou entregando para eles uma matemática hiper dimensional que ajudou com esses cálculos. E vi essa matemática ser usada frequentemente, e havia poucos números. Havia símbolos estranhos, e eles estavam escritos em quadros, igual equações matemáticas.

Mas, então, para responder à pergunta, eles tinham meios de enviar pelo portal uma coisa do tamanho de um tanque? Sim, com certeza.

-Sério?

[Corey] -Vários tanques.

-Sério? Então era grande o bastante para vários tanques ao mesmo tempo?

[Corey] -Eles poderiam enviar um navio de guerra, se quisessem.

S15E04 Relacionamentos entre Humanos e ETs (Revelação Cósmica)

-Como era esse portal? Se fôssemos vê-lo na Terra, onde é o começo dele? É um aro, como na série Stargate? Para o que estamos olhando?

[Corey] -Esses portais são bolhas. E…

-Como uma bolha de energia?

[Corey] -Eles parecem uma bolha de energia. E do lado de fora… já olhou uma estrada no calor, e sabe, aquela… miragem? O efeito de miragem saindo do calor da estrada? Você tem isso em torno dele. E não é plana, como uma parede, como uma coisa plana onde você entra.
Você pode entrar através, por duas direções diferentes, ou direções em 360 graus. Você pode… as pessoas podem entrar nele por essas direções e então, eles sairão do outro lado, em 360 graus naquelas direções.

-Você teria que atravessar? Se você fosse entrar na bolha, você entraria nela -pensando em um relógio- na parte das 6 horas e sairia na parte das 12 horas? Você tem que atravessar a bolha e sair do outro lado, ou seu ponto de vista fica totalmente distorcido depois que você entra?

[Corey] -Então, depois que você entra, você não faz ideia da sua base de referência, de quando sai. Você simplesmente anda, entra nessa bolha básica, você entra e, enquanto entra, é uma sensação estranha de… não sei como descrever.
É uma sensação estranha. E você está entrando e sendo puxado ao mesmo tempo. E, em seguida, você cai dentro dela. E depois você aparece do outro lado.

-Há um senso de duração enquanto isso acontece?

[Corey] -Não. Não como em Stargate onde há esse… você passa por dentro de um aro, de um tubo. Não tem nada dessa sensação.

-É uma compressão e expansão muito rápida?

[Corey] -Isso. E isso afeta você. Eles dão injeções nas pessoas e coisas para ajudar com os efeitos. Mas, é parecido com… se você colocar um imã muito forte perto do seu cérebro… o jeito que ele causa náuseas e deixa você confuso, é mais ou menos isso.

-Sim, Henry Deacon disse que deram a ele uma coisa que ele chamou de Lorentzil, como um suplemento ou uma droga que ele tomou, para tentar aliviar o que ele chamou de transtorno transdimencional. Você chamou de demência temporal, mas são termos muito similares.

[Corey] -Sim. E na hora de transportar vários itens eles colocariam os itens na área onde a bolha apareceria. E, então, a bolha iria aparecer, e ela seria de um determinado tamanho. E, em seguida, você veria as coisas quase que derretendo, entrando no portal.

-Sério?

[Corey] -E depois elas apareceriam do outro lado.

-Esse movimento seria rápido?

[Corey] -Muito rápido, dependendo da densidade e do tamanho do que estivesse lá. Parece uma coisa sendo sugada para dentro de uma bolha… Por um canudo.

-Descendo pelo ralo.

[Corey] -Isso.

-Vamos para aquela sala onde o portal está, por um momento. Imagino que isso seja coberto. Você não vai fazer isso em local aberto.

[Corey] -Muitas vezes é em local aberto.

-Sério?

[Corey] -Sim. Esses portais naturais às vezes eles aparecem lá, na atmosfera. Às vezes eles aparecem acima do chão, no subsolo. Eles pulam por todo o planeta, junto ao sistema de rede do planeta.

-Agora, há alguns dos mais antigos, que as pessoas falaram… sobre os Estados Unidos indo para o Oriente Médio para proteger essas tecnologias antigas, esses portais. Como no Iraque.

[Corey] -Esses são dispositivos que pegaram todas as conjecturas do uso dos portais naturais. Há tecnologias que usam protocolos ponto a ponto para conseguir enviar pessoas e itens em segurança. Então, isso é uma tecnologia que explora o sistema de portal natural.
Há um sistema de portal natural que está ocorrendo por todo lado nesse momento. E eles costumavam usar atividades paranormais intuitivas para descobrir onde esses portais iriam aparecer, e por quanto tempo. Mas eles tinham inteligência artificial para ajudar com isso.

S01E12 Portais: Teia Cósmica ~ Viajar para uma outra Galáxia em minutos

-Os alemães estavam usando portais naturais, e eles saberiam onde o portal estaria e que iria para Marte, então colocavam seus tanques em fila naquele lugar quando iria aparecer?

[Corey] -Isso mesmo. E nem sempre eram muitos tanques. Mas eles utilizariam uma área que eles sabiam que era consistente.
E, através disse modelo matemático que foi dado a eles, com ajuda recebida de aliados extraterrestres, começavam usando esse sistema de portal natural de um jeito muito prematuro e sem técnica, antes de começarmos a desenvolver o que usamos agora.

-Quando olhamos para uma coisa como Stonehenge… é um meio natural de pedra para aproveitar e explorar esses portais naturais? Isso ajuda a atraí-los?

[Corey] -Aquilo seria explorar e aproveitar a grade de energia natural do planeta, mas não necessariamente tem a ver com portais. Não necessariamente tem a ver.

Certo. Mas estou curioso sobre os alemães. Obviamente, há um mistério no que você está nos falando agora. Eles tinham algum tipo de antena ou dispositivos técnicos que colocavam no aro, para ajudar a estabilizar essa bolha?
Há alguma tecnologia que eles criaram que estava envolvida em garantir que essa coisa funcionasse?

[Corey] -Não no começo.

-Sério? Nada no começo?

[Corey] -Bem no início, eles estavam usando apenas os sistemas de portais naturais. Isso foi bem no começo. Depois eles começaram a usar os modelos matemáticos para usar campos eletromagnéticos e torção. Para criar torção… campos de torção ponto a ponto, entre os pontos

-Torção é um girar de um campo.

[Corey] -Sim. Eles criariam torções de cada lado, ao mesmo tempo. Cada lado girando na direção oposta.

-Certo.

[Corey] -Mas, para estabilizar, e manter… só para mantê-lo funcionando. Para manter todo o buraco ponto a ponto aberto por mais tempo.

-//-

Bem, nossa chegada lá em Marte desequilibrou as coisas. E mesmo mais perto da era atual, favoreceu os insetoides e os reptilianos que estão lá a terem mais problemas uns com os outros, e problemas com os humanos recém-chegados… humanos terrestres.

-Você mencionou 40 grupos principais na Conferência da Super Federação, que têm 22 programas genéticos em progresso na Terra, e que eles têm uma enorme série de acampamentos na parte de trás da Lua, e todos eles têm isso regionalizado no seu próprio pequeno domínio.
Esses 40 grupos principais também têm regiões em Marte que são territórios próprios? Ouvi dizer que alguns deles têm presença em Marte, mas Marte…

S01E01 Há 22 programas genéticos a serem feitos nos humanos aqui da Terra

[Corey] -A maioria deles tem presença em luas e em volta de planetas gasosos gigantes e em outros planetoides e luas. Eles não estão tanto em Marte.

-Então, Marte é um tipo de pequeno distrito provinciano com suas gangues próprias e brigas internas e clubes só para associados?

[Corey] -Isso. E como sempre nós humanos decidimos ir até lá e fincar a bandeira… e começar a tomar o território. Isso acabou com o equilíbrio que havia lá.

-Você disse que os alemães não conseguiram construir em vários lugares, quando tentaram, em volta do equador.

[Corey] -Em volta do equador e em outros lugares, onde eles construíram no lugar errado e incomodaram os grupos errados, e acabaram sendo invadidos, e perdendo colônias inteiras. Elas eram pequenas, na época, e também o número de pessoas nelas.

-Quando diz pequenas, do que estamos falando? Quantas pessoas estariam trabalhando?

[Corey] -Dúzias.

-Qual é a primeira colônia eficaz que você tenha conhecimento, que não estava em uma área ruim e não foi exterminada?

[Corey] -Isso começou a acontecer no final dos anos 50. As eficazes apareceram quando os Estados Unidos começaram a ter… ou o complexo industrial militar, as corporações -que são esse complexo- apoiaram totalmente os alemães e se envolveram com eles.
Foi aí que eles começaram a ter sucesso, e também, a ter o poder de impor e proteger território.

-//-

-Então, começamos a mapear Marte… mas acho que ainda podemos ir mais longe em descrever o que tem sido feito desde essas colonizações originais. Você concorda?

[Corey] -Sim.

-Eu diria que o que fizemos até agora, foi definir uma fundação para o quê… depois dos alemães e dos complexos industriais americanos formarem uma união, e formarem o que chamamos de Conglomerado Corporativo Interplanetário, e se mudarem para o sistema solar, e criarem uma infraestrutura de massa e colonizarem massivamente Marte… nós basicamente estabelecemos a base para essa discussão.

[Corey] -Legal.

-Bem, é isso que vamos fazer da próxima vez. Vamos pegar nosso programa espacial de colonização de Marte e entrar em detalhes, e trazê-lo para o presente sobre como esse enigmático planeta vermelho se tornou uma fonte massiva de habitação humana para essa civilização dissidente.

Esse é o ”Revelação Cósmica”. Espero que tenha gostado. Eu gostei. E estamos aqui porque você precisa saber! Vemos você no próximo episódio. Sou David Wilcock. Obrigado pela audiência!

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Próximo episódio:

População Humana existente em Marte ~ Civilizações e Conflitos

FIM

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos corruptos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar no Facebook

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments