revelação cósmica t02

S02E06 Nunca Estivemos Sozinhos ~ Bases na Lua dos Nazis e Dracos

Partilhar no Facebook

Repomos mais um episódio, agora com o episódio transcrito completo (para quem não deseja assistir ao vídeo). Este episódio foi colocado originalmente no final de 2015.

Este episódio apresenta informação dos Dracos (Draconianos) e muita informação diversa.

S02E06 Nunca Estivemos Sozinhos (Revelação Cósmica ~ Corey Goode)
S02E06  We  Were Never Alone (Cosmic Disclosure)

Assista ao episódio clicando no link abaixo, usando o browser chrome:
https://drive.google.com/open?id=14cbWBKKlJfHLmT9xpIjJEZSciti0VmlE

Se der erro, use o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift + n) no PC e se necessário, antes tem de fazer logout do seu gmail. Se ainda não conseguir, aceda a partir de outro PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário para indicarmos outro link.

Episódio com legendas em português do Brasil formatadas por Renato Suffert (para quem não deseja assistir ao vídeo):

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO

COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Nunca Estivemos Sozinhos

-Olá! Bem-vindo ao programa. Sou David Wilcock… e estou aqui com o informante Corey Goode.

O que estamos aprendendo é que a eficácia desta conspiração advém do fato de que tudo foi orquestrado por grupos extremamente secretos desde o início. Especificamente, falamos das sociedades esotéricas alemãs. Corey, vamos falar disso por um instante.

O que acontecia nessas sociedades alemãs? Como garantiam que ninguém falaria?

[Corey] -Fazia parte do esquema da própria sociedade secreta. As pessoas eram muito leais. Foram criadas assim, desde a infância. Viviam assim. Todos os outros eram estranhos. Todos de dentro eram a equipe, a família. Então, abrir isso para fora… por que eles pensariam nisso?

-Nos anos 30, a Alemanha se tornava potência industrial, digamos que alguém dissesse: “Não aguento mais. Estou fora”. O que aconteceria com essa pessoa?

[Corey] -Algo parecido com o que aconteceria com um dos homens de Al Capone que resolvesse mudar de ideia. Viraria presunto, eu acho… como diziam na época. O fato é que ninguém está apto a falar nisso.

-Temos uma ordem esotérica que… Você disse na última vez que eles tinham poder físico. Eles controlavam o dinheiro e a indústria?

[Corey] -Controlam há algum tempo.

-Como obrigam a lealdade? Eles têm alguma iniciação, com juramento de segredo ou morte, e coisas assim?

[Corey] -Tem todo um teatro dos sistemas esotéricos, de crenças, magia negra e tal. Mas tudo se resume à recompensa e castigo. E fazer alguém ficar rico, enquanto o resto fica na fila do pão, é uma motivação forte. Então Se tem uma família, precisa sustentá-la. Fazem você se sentir especial. Fazem você se sentir como parte de algo maior. Você nasce em algo que é maior do que tudo no mundo. Todos os outros são inúteis. Você é importante. O que faz é importante não só para os inúteis e para todos mas também para o futuro do planeta, e para um plano muito antigo, no qual sua ordem ou sociedade trabalha meticulosamente, por muitas gerações.

-A Itália era fascista na II Guerra, e trabalhou muito com os mesmos objetivos do Eixo e do governo fascista alemão. Será que essas sociedades secretas alemãs se espalharam para países próximos, Áustria, Polônia ou Itália? Ou eram centrados na Alemanha, só?

[Corey] -Precisa ver… Olhar para a História lá na época pré-cristã, quando esses grupos eram tribos pagãs diferentes. Esses grupos, é isso, essas sociedades vêm de lá.

-Tipo os celtas? Celtas e Druidas?

[Corey] -Druidas, todos eles. São muito antigos.

-Certo.

[Corey] -Têm raízes lá atrás. E eles veem como sua… Como sua área, e assim como nuvens surgem no céu, as dinastias mudam. Mas eles continuam, como as árvores no chão.

-Uma coisa que me surpreendeu, como um dado tangível onde as pessoas podem ir fundo, foi… pesquisei linhas. E temos coisas como Stonehenge, Avenbury e Carnac na província do norte da França, locais antigos com pedronas e locais modernos, inclusive catedrais alemãs góticas construídas nas mesmas linhas. Alguém sabia que tinha que fazer catedrais e locais sagrados de adoração e até instalações do governo nessas linhas. Seria um local tangível para as pessoas verem indicando que havia algo secreto, escondido do público atrás de onde esses locais eram construídos?

Stone Henge

[Corey] -Sim, esses ensinamentos datam de milênios, e eram muito protegidos. Muitas destas informações estão debaixo do Vaticano e das abóbadas. Os jesuítas e outros grupos ainda têm acesso. Há várias outras bibliotecas deste tipo por aí, principalmente na Europa, onde as sociedades acessam esses ensinamentos antigos misteriosos. E esses ensinamentos misteriosos têm informações antigas, em uma variedade de línguas antigas, que traduzem textos cada vez mais antigos. Falando em tecnologia, isso vai mais longe, e eles tem tecnologia das pessoas e seres que estavam nos céus, que vinham dos céus.

Carnac

-Você falou antes dessas civilizações que moram na Terra, e contataram pessoas aqui se passando por deuses. Ainda fazem isso? Houve, nessas sociedades celtas e druidas, padres ou nobres que tiveram um contato mais tecnológico e preciso com essas civilizações dissidentes?

[Corey] -Sim. Os sacerdotes de Odin e outros grupos. Os sacerdotes de todas as civilizações antigas guardavam os ensinamentos secretos. Tinham acesso aos pergaminhos, aos livros, à informação, e todos esses mistérios. Escondiam isso dos reis, dos imperadores. Escondiam isso das pessoas comuns. Foi daí que muitos Programas Espaciais dissidentes e civilizações avançadas e subterrâneas surgiram.

-Há membros dessas civilizações subterrâneas ou espaciais que descendem dos povos que podem ter sido tirados da vida humana na Terra, talvez até milhares de anos atrás ou em épocas medievais? Houve abdução contínua de pessoas da Terra para esses grupos, com o tempo?

[Corey] -Sim, e é por isso que os alemães se interessaram tanto por tudo isso e focaram na “raça superior”, porque alguns grupos que vinham lá de baixo se apresentavam para eles como se fossem ETs ou deuses, dependendo da época, e às vezes seus antepassados tinham, muitas vezes, cabelos loiros, olhos azuis, e eram muito caucasianos, tipo a “raça superior” deles. A raça superior retratada por esses grupos no fim da I Guerra, na II Guerra Mundial, tinham esse visual.

-Se as pessoas tinham sido tiradas da Terra para lá, os grupos miscigenavam com aquelas pessoas, ou eram mais usadas como escravas?

[Corey] -Os grupos manipulavam a superfície. Ensinavam agricultura para receberem produtos como oferenda. Esses grupos queriam manipular a população da superfície para ter um retorno do dito investimento.

-Diria que os sacerdotes de quem nos falou, os druidas, celtas e outras sociedades do mundo, viajavam no tempo e sabiam dos portais?

Lisa Renee ~ Rei Artur ~ Corpo de Luz Albion ~ Avebury ~ Celtas (parte 2)

[Corey] -Alguns, sem dúvida.

-Mesmo? Então houve quem, na superfície da Terra acessasse o espaço durante toda a nossa História?

[Corey] -Sim.

-Pessoas nascidas na Terra, de pais humanos?

[Corey] -Sim. Algumas. Há Sim. Eu li nos Smart Glass pads sobre os espanhóis perseguindo sacerdotes maias, que se deparavam com uma parede com uma porta entalhada, que dava para lugar nenhum, e eles vinham cheios de pergaminhos. Chegavam até a porta, tocavam na porta e andavam até a pedra, passavam por ela. Isso era óbvio. Era óbvio que era um portal.

-Lembro de fazer um episódio de Ancient Aliens sobre isso, que descreve o que parecia uma porta, mas estava entalhada num dos lados de uma parede. Tinha uma quase igual na Turquia. A Turquia é outro país importante nesses grupos com base na localização, perto do Mediterrâneo? E Egito?

[Corey] -Sim, a Turquia é uma mistura. Tem um grupo dissidente lá. E também existe um grupo de ETs que se estabeleceu lá.

-Sabe alguma coisa sobre esse grupo?

[Corey] -Sim.

-Não quer nos contar?

[Corey] -Envolve coisas perturbadoras. Os grupos que são dos deuses sumerianos.

-Ah, tipo os Draco, reptilianos?

[Corey] -Sim. Sim. Tem mais grupos negativos também na África do Sul agora. Sabe, em Marduk e outros nomes.

-E quanto à civilização dissidente na Turquia? Tem alguma coisa que é parecida com as outras, ou é única?

[Corey] -Na Turquia, principalmente tem muita atividade de ETs. Tem um grupo dissidente lá, mas eles são mais subservientes ao grupo de ETs. A Turquia é uma área muito antiga e já foi controlada por uma facção de ETs por muito tempo.

-Estou tentando mapear o terreno aqui para entendermos como os alemães acabaram chegando ao espaço. Não foi a primeira vez que humanos da Terra chegaram lá, não mesmo, com base no que diz. [Corey] -Certo.

-Está bem, então você disse que as civilizações dissidentes na Terra ou fora da Terra foram parte dos grupos que os alemães canalizavam e que achavam pergaminhos e os ajudavam a construir naves. O que me preocupa é: por que esses ETs ou grupos dissidentes não dariam aos alemães a tecnologia que já tinham? Por que faziam os alemães passarem pelo processo doloroso das escavações tecnológicas, e fazerem isso?

S02E04 Grupo Dissidente ~ Como os Nazistas se infiltraram nos EUA

[Corey] -Eles acabaram lhes dando tecnologias mais avançadas. Mas tiveram que desenvolver uma certa quantidade sozinhos.

-São as “regras esotéricas” que tiveram que seguir?

[Corey] -Não sei. Mas eles tiveram que provar que podiam ter a habilidade de engenharia e científica, para criar esta tecnologia e entendê-la. Porém, quando chegaram a um certo ponto, os Draco não só começaram a lhes dar cientistas para ajudar na tecnologia, como o grupo dissidente Agarthan fez o mesmo. Os Draco e esses Agarthan nem sempre se davam bem, mas os alemães favoreceram os Agarthan. Eles receberam várias tecnologias excelentes únicas desses grupos. E começaram a usá-la para viajar pela atmosfera, ir para a Lua, e estudar o cinturão de asteroides.

Eles foram para a Lua e aprenderam rápido que a Lua era uma central para muitos grupos de ETs se encontrarem, numa área neutra, e terem base para fazerem parte de uma grande experiência na qual a Terra estava incluída, e observarem a Terra. E os alemães tinham ido até a Lua e planejado começar colônias lá, e viram que era uma zona muito hostil para ficarem e começarem a construir. Então assinaram… como nós, eles assinaram acordos com os Draco e os Agarthan.

S02E02 Civilização subterrânea dos Agarthans (Revelação Cósmica)

-Quando diz “nós”, fala do governo dos EUA?

[Corey] -O governo dos EUA, sim.

-Assinou um acordo com os Draco?

[Corey] -O governo dos EUA assinou com vários grupos. O grupo dos Draco foi um, o dos Agarthan e outros.

-Estou curioso, tiveram problemas para sair da Terra quando tentaram sair?

[Corey] -Quando começaram a voar e se aproximaram da Lua, tiveram problemas com as resistências. E formaram parcerias com os Draco, que tinham grande parte da área no lado negro da Lua e, depois, viraram seus protegidos. E começaram a tentar construir suas bases na Lua e colônias. Não deu muito certo. Aí, descobriram construções antigas, muito antigas. E acharam um jeito de pressurizar esses locais e usá-los temporariamente, enquanto faziam uma base lunar alemã moderada.

-Precisamos esclarecer muito do que acabou de falar. Primeiro, quero fazer uma pergunta idiota. Existe atmosfera respirável na Lua?

[Corey] -Não.

-Eles tinham uma roupa de astronauta, como a que vemos depois na NASA, para andar lá?

[Corey] -Sim, desenvolveram roupas pressurizadas, tipo de mergulho.

-Disse que eles tentaram construir sozinhos, mas não conseguiram?

[Corey] -Várias vezes.

-Tentaram levar materiais da Terra? Ou tentaram fazer com materiais locais, encontrados na Lua? Como? [Corey] -Levaram materiais da Terra e tentaram construir com materiais locais, criar concreto com a tecnologia usada na Terra para fazer concreto. E tentaram várias técnicas diferentes. Tiveram alguns problemas.

Um grupo se envolveu com um outro grupo reptiliano, num projeto que viajava, não com naves, mas através de portais à Lua, que pareciam voltar a outro tempo na Lua, a construções na superfície. Num dado momento, isso foi abandonado. Mais tarde, o Programa Espacial encontrou construções antigas com insígnias e símbolos nazistas, águias e suásticas.

-Disse “antigas”?

[Corey] -Sim.

-Como assim, tinham 2000 anos?

[Corey] -Milhares de anos.

-Milhares?

[Corey] -Sim. O Programa Espacial usa uma tecnologia temporal que data do carbono-14, mas parece uma característica temporal, de um prédio construído.

-Temporal, de tempo?

[Corey] -Tempo.

-Característica de tempo?

[Corey] -Que nos permite dizer quantos anos tem. E não lembro bem quantos anos tinham mas eram milhares.

-Esta tecnologia nos diz quando o material foi usado?

[Corey] -Certo, quando foi manipulado. Ou quando foi construído.

-Essas construções eram decrépitas, então? Estavam desmoronando?

[Corey] -Decrépitas e caindo.

-Então, eles tinham acesso a esta tecnologia e podiam ir para o passado?

[Corey] -Sim. Era uma operação conjunta com os reptoides.

-Você também me disse, em particular, que quando começaram a construir em vários locais, acharam explosivos que já tinham sido colocados embaixo destes locais.

[Corey] -Foi o Programa Espacial. Quando construíamos postos, principalmente secretos, e eu descrevi como fazíamos com materiais locais e levávamos para a casa. Sacolas Kevlar enormes, cheias de solo local, e construíamos uma estrutura. Já escrevi sobre isso. É um processo longo, mas os engenheiros lá, que usavam tecnologia temporal de análise da terra, descobriram que embaixo das construções haviam explosivos que tinham sido colocados lá e, de alguma forma, alguém tinha pensado que um dia seria construída uma instalação segura, e colocou explosivos lá há milhares de anos. Acharam um jeito de removê-los.

-Disse que uma das primeiras coisas que os alemães fizeram foi irem ao cinturão.

[Corey] -Sim.

-Eles viram algo que seria considerado estranho ou incomum pelos padrões terrestres ao chegarem lá?

[Corey] -Sim, acharam sinais de que já tinham sido minerados e extraídos há tempo.

-Mesmo?

[Corey] -Viram que este tinha sido outro planeta, um dia e havia fragmentos de tecnologias da raça construtora antiga em alguns asteroides.

-Como seria um fragmento de tecnologia da raça construtora?

[Corey] -Pedacinhos, fragmentos da tecnologia deles encontrados aqui e ali.

-Você tinha descrito antes que seria igual pedra muito bem entalhada, essas coisas?

[Corey] -Sim, uma coisa que encontraria seria diorito, ou uma pedra bem dura, de forma única e agradável aos olhos, a ponto de pensarmos que uma cultura a entalhou e talvez fosse um altar ou tivesse… pensamos que pudesse ter utilidade primitiva. Na verdade, era um dispositivo avançado e multidimensional. E encontraram vários asteroides que tinham sido… tinha havido extrações de minérios há milênios, no cinturão.

-Isso era claramente visto? Os locais de extração?

[Corey] -Sim, buracos nos asteroides, com áreas para pousar e reabastecer naves, e buscar naves que tinham matéria-prima.

-Acharam naves esmagadas que tinham sido destruídas por tiros, que rolavam nos asteroides, algo assim?

[Corey] -Lembro que acharam muito disso na Lua, depois de batalhas antigas.

-Certo. Conseguiram achar naves antigas e ganhar algo com isso, com os destroços de uma nave tecnológica?

[Corey] -Sim, acharam isso na Terra na Lua, em Marte. Acharam isso em tudo quanto foi lugar.

-Não dá para respirar na Lua?

S01E03 Na Lua, há bases de ETs cobertas por um escudo holográfico que nos impede de vê-las

[Corey] -Não.

-Tinham roupas espaciais?

[Corey] -Isso.

-Disse que ficaram fascinados com as insígnias nazistas.

[Corey] -Sim, em prédios acabados, dilapidados, havia águia com suásticas e escritos em alemão… textos em alemão. Mas tudo de valor ou útil foi retirado.

-Nós encontramos… você disse que tinha uma área dos Draco na Lua, uma terra que era deles. Tinha dito, em episódios que isso era na área dos Draco. Os Draco davam assistência material a eles? Ou podiam desenvolver a terra como sozinhos?

[Corey] -Ambos.

-Correto. Quando os Draco se envolveram na construção, uma vez que disse que as primeiras construções deles deram errado?

[Corey] -Finalmente, eles fizeram uma base pequena

-“Eles”, os alemães?

[Corey] -Os alemães fizeram uma base que foi usada como ponto de partida. Depois, eles fizeram uma base em Marte também.

-Estou curioso sobre quanto os Draco os ajudaram nisso tudo.

[Corey] -Certo. Havia outra base na Lua que era conjunta e é usada pelos Draco e pelos dissidentes alemães até hoje, ainda. É uma base pesada da Frota Negra. Tem o formato de uma pirâmide sem o topo, ou como chamaria esse formato?

Draconianos – Dracos

-Um trapézio?

[Corey] -É, um trapézio.

-Sabe quando essa base foi construída?

[Corey] -Teria sido nos anos 60, começo dos anos 70.

-Os Draco tinham suas construções, neste trato, que era deles, na Lua?

[Corey] -Embaixo.

-Ah, no subterrâneo.

[Corey] -Embaixo da Lua.

-Então o esforço para ajudar os alemães na construção foi mais pra deixar que tivessem seu território e se sentissem seguros, como que em casa?

[Corey] -Fazia parte de um plano maior de integração neste sistema de controle da Terra, com o qual os Draco se envolvem.

-Há filmes, como “Deu a Louca nos Nazis” (Nazis Invasores) (“Iron Sky”) de 2012 …que falam sobre uma base nazista na Lua. Eu Tinha muito para falar disso.

Nazis Invasores (2012)

[Corey] -Finalmente vi aquele filme ridículo.

-É? Eles fizeram o prédio na forma de uma suástica?

[Corey] -Era assim originalmente, mas agora se tornou… o prédio agora é do comando de operações lunares, e foi construído e reconstruído. Hoje é uma pequena parte do comando de operações lunares que os Programas Espaciais Terrestres usam regularmente. A base lunar é proibida para todos, menos para os Draco. Grupos humanos aliados e os Draco.

-Os Agarthan tiveram apoio material ou logístico na colonização da Lua, no início? Ou se afastaram desse aspecto?

[Corey] -Eles se afastaram, mas têm presença na Lua.

-Este é o ”Revelação Cósmica”. Sou David Wilcock.

REVELAÇÃO CÓSMICA POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Próximo episódio:

Marte: as civilizações existentes no interior e características do planeta

FIM

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos corruptos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar no Facebook

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments