covid-19, Notícias

Mundo: Câncer matou 5 vezes mais (10 milhões) que o Covid-19 em 2020

Partilhar no Facebook

São dados divulgados recentemente pela OMS que não deixam dúvidas:
O Cancro (Câncer) matou à volta de 10 milhões de pessoas em 2020 em todo o mundo, enquanto a “pandemia” do covid-19 matou 1,82 milhões de pessoas, o que significa que o Cancro (Câncer) foi mais letal 5,5 vezes do que o covid-19.

Cancro (Câncer) matou 10 milhões em 2020. Covid-19 1,82 milhões

 

A principal causa de morte em 2020, foram as doenças cardiovasculares com cerca de 20 milhões de mortes, portanto 11 vezes mais que o covid-19.

98% das mortes este ano não se devem ao covid-19 (18-ago)

Já foi dito tudo que havia a dizer sobre esta falsa pandemia, mas mesmo assim utilizando factos:

Morreram +/- 60 milhões de pessoas em 2020 no mundo.

Nasceram +/- 140 milhões de pessoas em 2020 no mundo.

Temos um saldo positivo de 80 milhões de pessoas. No ano da falsa pandemia temos um aumento de 1% da população.

Uma em cada seis mortes no mundo, deve-se a cancro (câncer).

Apenas à volta de 3% das mortes foram de “covid-19” que na verdade já tinham na sua grande maioria outras co-morbilidades. Na prática, 97% das mortes em todo o mundo, não se deveram ao covid-19.

https://ourworldindata.org/

As mortes por gripe sazonal diminuíram acentuadamente, o que significa que foram transformadas em covid-19.

O gráfico por exemplo do Serviço Nacional de Saúde de Portugal não deixa dúvidas:

gripe Portugal a 29-01-2021. As doenças respiratórias desapareceram!

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte:

Serviços de Urgência

E as outras infeções respiratórias também diminuíram drasticamente.

COVID-19 = GRIPE SAZONAL + OUTRAS DOENÇAS RESPIRATÓRIAS

Os corruptos FACT-CHECKING anteriormente diziam que ainda não era a estação das gripes, mas atualmente estamos na estação das mesmas e não há gripes. Os mesmos fact-checking confrontados com a situação calam-se.

Corrupta OMS (Organização Mundial da Saúde)

Uma pesquisa da OMS realizada em 2020 indicou que o tratamento do cancro (câncer) foi interrompido em mais de 40% nos países analisados durante a pandemia.

Não morreram do covid-19, mas estão a morrer cada vez mais de outras doenças, embora muitas estejam a serem registadas como covid-19.

O documentário altamente censurado de nome Plandemic, revelava que hospitais recebiam gigantescas verbas para declarar como óbito o covid-19:

Plandemic (Pt-Br) ~ Máscara prejudica sistema imunitário

Até cá em Portugal, o jornal de maior tiragem, revelava que os hospitais privados (hospitais públicos o valor é maior) recebiam até 8400 euros por tratar um doente covid-19, o que se incentiva à testagem abusiva (cujo testes têm pouca eficácia), à procura do doente com covid-19 e ao esquecimento do doente não covid-19.

www.jn.pt/nacional/estado-paga-8400-euros-aos-privados-por-cada-doente-covid

Tribunal de Lisboa arrasa eficácia dos testes PCR e quarentena forçada

A OMS referiu-se que uma das principais causas do aumento das mortes por Cancro (Câncer) se deve à falta de exercício físico, portanto a sigla sistemática vendida à população, “fique em casa, salve vidas” tem um efeito contrário para todas as outras doenças.

Energia das Árvores ~ Caminhar pela Natureza ~ Sol

Já foi também revelado que 90% dos pacientes têm falta de Vitamina D. A Vitamina D é por exemplo obtida gratuitamente através do Sol.

A guerra contra a vitamina D ~ Uma ameaça à Indústria Farmacêutica

FIM

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos corruptos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar no Facebook

5 2 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

12 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments