revelação cósmica temporada 15

S15E06 A Importância da Terra (Revelação Cósmica)

Partilhar no Facebook

Randy Cramer é novamente o convidado do 6.º episódio da 15.ª temporada de “Revelação Cósmica”.

S15E06 A Importância da Terra (Revelação Cósmica ~ Randy Cramer)
S15E06 The Importance of Earth (Cosmic Disclosure ~ Randy Cramer)

Assista ao episódio clicando no link abaixo, usando o browser chrome:
https://drive.google.com/open?id=1s6_url5apZYSSfwvfsaIsRQPtIfkAsGk

Se der erro, use o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift + n) no PC e se necessário, antes tem de fazer logout do seu gmail. Se ainda não conseguir, aceda a partir de outro PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário (não no facebook), para indicarmos outro link.

Episódio com legendas em português do Brasil (para quem não deseja assistir ao vídeo):

revelação cósmica temporada 15 episódio 6

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO

A Importância da Terra

Emery Smith: Hoje, em “Revelação Cósmica”, recebemos Randy Cramer, que tem conhecimento sobre ETs vivendo entre nós. Sabe se há ETs entre nós aqui na Terra?

Randy Cramer: Bem, fomos informados que temos ETs aqui na Terra que são tão parecidos conosco que, sem um exame atento, ou se não souber quais são as diferenças, você não saberia. Mas também ouvi falar de algumas espécies que parecem muito diferentes de nós e estão usando certas formas de hologramas projetados para que eles se pareçam mais conosco, também.

Mas uma das coisas mais fascinantes que eu já vi foi sobre pessoas que costumavam trabalhar… acho que ainda trabalham… na segurança de um cassino de Las Vegas. E eles estavam assistindo as transmissões das câmeras e três ETs com pele branca e cabeças bulbosas entraram e se sentaram à mesa, e um deles olhou para a câmera, e então a câmera desligou.

Mas, curiosamente, quando ele desceu à mesa e perguntou ao crupiê: ”Viu aqueles três caras na mesa, que não eram humanos?” Ele disse: ”Não, eu não os vi.” Então, de alguma forma, a câmera capturou a imagem real de como eles realmente pareciam, mas eles conseguiram projetar, de alguma forma, uma imagem que fez com que não parecessem extraterrestres.

Então, se isso era uma coisa psiônica ou tecnológica, não tenho certeza. Mas eu vi a fotografia disso, e achei absolutamente fascinante que a câmera capturou como eles realmente eram, mas ninguém que estava no salão viu a diferença, ou viu três extraterrestres entrarem no cassino.

ES: Por que eles estão aqui? Por que acha que eles estão vivendo aqui? Por que iriam a um cassino? Qual a sua opinião sobre isso?

Randy Cramer: Bem, pelo que entendo, os inúmeros programas que temos em todo o mundo, que estão desenvolvendo tecnologia, trabalhando em sistemas de propulsão, em muitos casos remonta a décadas, e pelo que entendo, nos primeiros dias, não era incomum as pessoas trabalharem em um programa e, de repente, serem abordadas por um extraterrestre, ou um grupo de extraterrestres, que diziam poder ajudá-las em troca de alguma coisa, e isso sempre depende do que eles querem, ou o que eles precisam para fechar essa negociação.

Mas muitas dessas relações começaram nos anos 50 e 60, e elas continuaram até os dias atuais. Então, em alguns casos, há consultores, engenheiros, cientistas que estão ajudando programas terrestres. Então, em alguns casos, eles obviamente têm certa liberdade para entrar e sair de uma base, de estar na civilização, dependendo do quanto eles são ou não visíveis. Então é isso.

Então, eles estão se escondendo à vista de todos e trabalhando entre nós. E sabemos se há outra agenda? Quem os está controlando e onde eles ficam? Eles voltam para as naves à noite? Eles fingem serem seres humanos, tendo casas e trabalhando em empregos comuns?

Randy Cramer: Eu diria que a resposta para isso provavelmente depende da espécie, para quem estão trabalhando, e quão bem eles se misturam. Acho que há certas espécies que, provavelmente, moram em casas, ou moram em casas sendo pagas por alguém, e se misturam exatamente como nós, e é provável que outros vivam em bases, ou talvez ficam nas naves e vêm e vão em missões, como fazem os marinheiros.

S15E05 Os dispositivos médicos das civilizações ETs curam as doenças

Acha que se infiltraram em alguma posição de liderança no planeta?

Randy Cramer: Disseram-me que isso sempre foi uma preocupação, mas que também há um esforço conjunto para identificar e remover aqueles que se infiltraram ou personificaram humanos terrestres em posições de liderança. Soube que quando descobrimos uma situação como essa, eles registram o caso e o entreguem a uma equipe especial para investigar. E geralmente esse ser terá a opção de sair ou ser tratado. E se eles não saírem voluntariamente, então eles serão presos ou eliminados.

Que comandante lhe deu esse protocolo? Onde você soube que é assim que eles fazem isso?

Randy Cramer: Meu general de brigada.

Tudo bem. Existem grupos de ETs sancionados por nossos governos para estarem aqui legalmente?

Randy Cramer: Sim. Eu diria que a maioria dos que estão aqui tem documentação e tem permissão para estar aqui. Basicamente, temos investigadores e advogados cujo trabalho é rastrear ETs que vivem aqui ilegalmente e que não são necessariamente sancionados para estar aqui, e, se necessário, eles serão levados sob custódia e removidos.

E os programas de intercâmbio? Sabe algo a respeito?

Randy Cramer: Com certeza. Com certeza temos programas de intercâmbio. Enviamos outras pessoas para outros mundos para participar do processo deles, e eles enviam pessoas aqui para ajudar a participar do nosso processo. Sim, com certeza há programas de intercâmbio.

Você poderia me dar alguns exemplos, para ser mais específico, talvez dos tipos de raças com as quais estamos fazendo programas de intercâmbio? Sabe algo a respeito?

Randy Cramer: Passei um período a bordo de uma nave que tinha dois conselheiros táticos extraterrestres. Eles eram hominídeos bípedes, mas não humanoides. Eles eram muito diferentes. E quando eles andavam pelos corredores, claramente não era um de nós. Mas eles eram muito gentis, muito diretos e estrategistas brilhantes.

E isso fazia parte de um programa de intercâmbio?

Randy Cramer: Com certeza fazia parte de um programa de intercâmbio. Soube que enviamos oficiais táticos para treinar e estudar com eles, no mundo deles, para aprender suas estratégias e protocolos, e eles enviaram algumas pessoas para nos ajudar em terra, onde estávamos trabalhando, também.

FM144 ~ A Cabala Escura sabe que nos próximos cataclismos será removida

Você conhece alguma comunidade de ETs que vivem aqui na Terra?

Randy Cramer: Não na superfície.

Talvez eu devesse ter dito na Terra Interior.

Randy Cramer: Sim, se você quiser falar sobre a superfície, não especificamente. Se você quiser falar sobre o subsolo, soube que existem dezenas.

Sabe quais raças existem lá embaixo?

Randy Cramer: Eu tive contato com elas. Eu não tenho necessariamente uma lista de quem está lá. Mas o que ocorre nos subterrâneos, em alguns dos bolsões maiores, nos espaços lá embaixo, é que há membros de espécies de outros mundos que trabalham lá.

Alguns são cidadãos transferidos, então eles são de outro lugar, mas eles vivem aqui agora, do mesmo modo como se você ou eu nos mudássemos para a França, e seriamos americanos vivendo na França. Bem, elas são outras espécies que vivem aqui. Elas vieram morar aqui pelos trabalhos. E porque elas gostam daqui, alguém pediu que ficassem aqui. Os grupos subterrâneos tendem a ter uma mistura intergaláctica.

Essas relações têm acontecido há milhares de anos. E eu não sei se eu poderia entender a história deles bem o suficiente para tentar definir como essas relações se desenvolveram, ou de quem exatamente estamos falando, ou de que lista de espécies estamos falando. Eu teria que obter informações sobre isso. Mas é pelo menos uma dezena ou mais, algumas dezenas.

Você já conheceu pessoalmente uma dessas espécies do subsolo?

Randy Cramer: Sim. Já estive lá duas vezes.

E como eram? Quais eram as raças?

Randy Cramer: Eu conheci Raptors, os répteis subterrâneos nativos do planeta Terra, que são daqui. Eles se desenvolveram aqui. Eles evoluíram aqui. E eles estão vivendo no subsolo por muito, muito tempo. Reptoide é um termo para descrever qualquer espécie geral de origem reptiliana.

Quando falamos sobre os Raptors, estamos falando sobre uma espécie nativa da Terra, que evoluiu de dinossauros e foi para os subterrâneos muito tempo atrás. Eles tendem a ter pernas mais longas e finas. Eles tendem a ter um pescoço longo e curvo, com um focinho longo. Eu não iria tão longe para dizer que eles são amigáveis. Eu chegaria ao ponto de dizer que eles não são hostis.

Mas as pessoas recebem avisos para não vagarem em seu território, porque você pode acabar sendo devorado se se deparar com o grupo errado de pessoas. Temos um relacionamento interativo com eles, um relacionamento participativo e cooperativo para trazer equilíbrio à superfície. Portanto, a principal preocupação deles é como desequilibramos o que está acontecendo na superfície que ameaça o planeta como um todo.

As civilizações subterrâneas deles sempre sobreviverão, mas eles têm interesse em saber se o mundo da superfície está saudável ou não. E assim, quanto pior fica, mas eles têm que se comunicar conosco: ”Não podem simplesmente destruir a vida na superfície. Precisam resolver isso, ou tomaremos algumas medidas para resolver, se você não o fizer.”

E quem recebe essa informação? Os extraterrestres sabem que isso está acontecendo.

Randy Cramer: Certo.

E os extraterrestres que estão na superfície sabem que isso está acontecendo. Alguns deles podem estar em uma posição de liderança que talvez possam expressar esse problema que temos?

Randy Cramer: Certamente eles têm uma estrutura política e social. Assim, a liderança deles se comunica com a nossa, e eles cooperam para ganho e benefício mútuo para o planeta, e ambas as espécies como um todo.

ES: Através das minhas investigações, notei que essas instalações subterrâneas e esses bolsões na Terra Interior, e também bases na superfície do planeta que não vemos, que estão camufladas, com esses extraterrestres, eles utilizam uma tecnologia para se moverem facilmente pelo universo. O que é essa tecnologia? Ela é semelhante à tecnologia que você usou para entrar na Terra Interior?

Randy Cramer: Tende a ser uma tecnologia jumpgate de buraco de minhoca, pelo que entendo.

O que é um jumpgate?

Randy Cramer: Um buraco de minhoca. Se um ponto de entrada for aberto ali, um ponto de saída poderia abrir do outro lado do terreno, aqui, ou do outro lado do planeta, ou na lua, ou em outro planeta do nosso sistema solar, ou do outro lado da galáxia, e a distância que separa essas duas portas é de centímetros, em vez de anos-luz ou quilômetros, ou que distância for. Então você pode entrar por uma porta e sair por outra quase instantaneamente, através de praticamente qualquer distância.

E foi assim que você chegou à Terra Interior?

Randy Cramer: Sim, com certeza.

E por que foi à Terra Interior?

Randy Cramer: Eu tive que assinar alguns documentos e fazer um juramento na frente de um juiz.

E você testemunhou algum extraterrestre lá?

Randy Cramer: Foi um juiz Raptor. Foi uma equipe terrestre, um membro dos serviços da ARB que me acompanhou até lá, e esperamos do lado de fora do tribunal, e não havia ninguém lá. Mas então, quando estava pronto, quando chegou a hora, entrei e fiquei na diante dele. E ele me fez algumas perguntas, me fez erguer a mão e jurar, e depois assinar alguns papéis, colocar uma impressão digital, e então segui meu caminho.

Foi para ter mais acesso a outros lugares na galáxia?

Randy Cramer: Era para me conceder autoridade sob o sistema legal deles, que é global. Então, eu pude estender minha autoridade legal além do nosso próprio sistema federal para uma rede legal global.

Fale-me mais sobre os Raptors e a autoridade legal deles.

Randy Cramer: Bem, eles estão aqui há mais tempo do que nós. Portanto, a autoridade legal deles é um pouco maior e mais ampla. Então, para ter uma autoridade maior para os poderes de investigação que eles queriam me dar, era importante eu passar por esse processo de jurar, prometer, assinar e colocar a impressão digital, para que eu fosse sancionado sob a autoridade legal deles, sob a guarda legal, que era uma guarda legal muito mais ampla que a permissão que meu grupo pôde me dar. Recebi deles uma autorização e autoridade adicional.

Vamos falar sobre outros ETs, não da Terra Interior, mas da superfície, ou ao redor do planeta, com os quais você teve contato.

Randy Cramer: Bem, eu encontrei o Sasquatch três vezes na natureza. Eles não são nativos deste planeta. Eles são de outro lugar, mas eles estão aqui há muito tempo. Pelo que sei, há mais de 400 mil anos ou algo assim. Portanto, esta é a casa deles, mas não são nativos daqui.

São de uma espécie oriunda de fora do planeta, que vieram para cá e se mudaram, e são muito inteligentes e psiônicos, com a capacidade sumir e aparecer no espaço. E eles são engraçados. O que achei mais interessante e surpreendente é que eles têm um ótimo senso de humor. Eles gostam de rir. Eles gostam de brincar. Metade do tempo, se você se deparar com eles na natureza, eles vão atrai-lo para o jogo de esconde-esconde deles.

Eles são muito brincalhões, super divertidos e hiper inteligentes. Mas você não os vê se eles não quiserem que você os veja, eles não deixam pegadas se não quiserem deixar pegadas. Então, sempre que você vê uma pegada, não é porque eles deixaram lá acidentalmente, é porque eles escolheram conscientemente deixar uma pegada no chão de propósito, porque eles podem atravessar a floresta sem deixar rastros.

Muito engraçados.

Randy Cramer: Sim, eles são divertidos. Com certeza são divertidos.

E eles têm a capacidade de aparecer e desaparecer, e é por isso que não conseguimos vê-los.

Randy Cramer: Eu os vi aparecer de trás de uma árvore e depois desaparecer no instante que os vi.

Com certeza, posso atestar isso.

Randy Cramer: Sim.

Totalmente.

Randy Cramer: Sim, eles são brilhantes e divertidos.

Fale-nos sobre os Brancos Altos. Eles são vistos em Ontário e em outras partes do planeta. Diga se sabe algo a respeito. E esses Brancos Altos foram vistos em público. Eles são extraterrestres?

Randy Cramer: Sim, pelo que sei, eles são híbridos. Eles são híbridos entre terráqueos e extraterrestres, que foram criados para ser uma espécie intermediária. A espécie original criou a hibridização para que os híbridos pudessem se comunicar e se associarem a nós de uma maneira que fosse mais separada pelas espécies originais. Pelo que sei, eles são uma das ramificações dos Zeta Reticulanos, e que eles criaram um híbrido humano-zeta, e os Brancos Altos são uma espécie intermediária deles.

E qual acha que é a posição deles aqui?

Randy Cramer: Fui informado que é mista. Disseram-me que, em alguns casos, eles são muito úteis, mas também me disseram que, em alguns casos, eles podem ser uns babacas, sem ser mais descritivo que isso. Então não é bem distinto. Eles podem ser amigáveis, mas, aparentemente, eles são hipersensíveis.

E assim, você pode se ver no lado errado de uma arma de raio se você os ofender, ou pisar no dedo de alguém, ou seguir o caminho errado, ou estar no lugar errado, na hora errada. Eles têm alguns protocolos sociais estranhos que, a meu ver, as pessoas que sempre interagem com eles tem que ser informados com muita clareza, ou podem sofrer danos graves.

O que eles estão fazendo aqui?

Randy Cramer: Na maior parte, entendo que estão ajudando a nos trazer uma tecnologia mais avançada, enquanto recebem algo em troca. E o que a maioria dos Zetas parecem realmente querer é parte do nosso DNA para que possam recuperar certa conexão com sua consciência espiritual. Eles evoluíram com o intelecto muito distante disso, e em vez de passarem os próximos 10 mil anos meditando e evoluindo espiritualmente, optaram por dizer: ”Bem, somos mestres em genética, por que apenas não encontramos
uma espécie mais espiritual, pegamos o DNA dela e nos tornamos mais espirituais com uma hibridização?”

A intenção deles não é necessariamente má, apenas que, muitas vezes, é conduzida de uma maneira que não é atenciosa ou compassiva. Às vezes, as pessoas têm experiências negativas e pensam que talvez eles estejam sendo maus ou perversos. É apenas uma falta de consideração. Não é que eles nos odeiem ou queiram nos machucar. Eles não têm necessariamente a mesma compaixão ou consideração ao nosso sofrimento ou desconforto.

Eles apenas veem o objetivo de adquirir esse material genético, ser capaz de fundi-lo com sucesso com seu próprio DNA para criar essas crianças híbridas, que eles veem como o próximo passo evolutivo para eles.

Eles gostariam de ver sua existência genética atual desaparecer completamente, se transferirem por completo, e se transformarem nessa nova espécie híbrida que eles estão construindo. Portanto, é uma maneira muito interessante de pensar que o objetivo de uma espécie é se extinguir ao criar uma linha evolutiva diferente, e pegar essa linha e, em seguida, extinguir a linha em que estão, porque percebem que estão no caminho errado.

Código Galáctico

Quantos híbridos você acha que existem na superfície? Ou acha que todas essas espécies trabalham coletivamente? Ou fazem suas próprias missões separadamente?

Randy Cramer: Deve ser na casa das dezenas de milhares, ou mais de 100 mil. Não sei a quantidade específica neste momento, mas deve ser muito.

E essas espécies estão trabalhando juntas, ou acha que estão isoladas?

Randy Cramer: Acho que se juntam às vezes, acho que competem às vezes, e acho que, às vezes, elas não se gostam necessariamente. Mas nem todos se dão bem.

Há conversas de que existem extraterrestres que podem mudar de forma. Conhece algum desses?

Randy Cramer: Sim, com certeza. Sim, há uma espécie de plasmídeo, que é… Não sei como descrevê-los. Imagine uma forma de vida gelatinosa, com luzes de néon dentro dela. É assim que eles se parecem. Eles têm a capacidade de se adaptar a praticamente qualquer forma externa, então eles conseguem imitar um ser humano, ou um Zeta Reticulano, ou Sasquatch (nota deste site: Pé Grande), ou um golfinho, ou praticamente qualquer coisa que esteja dentro do tamanho relativo deles.

Eles não podem diminuir para o tamanho de um gato, ou expandir para o tamanho de um elefante. Mas qualquer coisa que tenha uma massa comparável, eles podem mudar de forma e mantê-la por um tempo incrivelmente longo. Eles podem manter uma forma por horas ou dias.

Qual é a agenda deles? De onde eles vieram? Por que eles estão aqui?

Randy Cramer: Os plasmídeos que eu conheço tendem ser mercenários, porque uma das melhores maneiras assassinar alguém, é se camuflar como outra coisa, se aproximar e apunhalar, matar, o que for. Então eles tendem a ser assassinos muito bem pagos, porque eles são bons nisso. Eles são mercenários.

E houve um esforço conjunto para expulsá-los da esfera terrestre, e certamente tivemos alguns incidentes alguns anos atrás, quando alguns deles estavam tentando sair e/ou fugir, e agimos para derrubá-los ou rastreá-los, e caçá-los quando entravam no oceano e outros lugares. Foi um pouco complicado por um tempo.

Quem enviou os mercenários, em primeiro lugar, e como destruímos esses tipos de raças?

Randy Cramer: Bem, acho que… Em nossas viagens, encontrando outros seres, alguém os encontrou e decidiu contar a outros sobre eles, que disseram: ”Vamos contratar
esses caras para fazer esse trabalho.” Então, no que diz respeito… Provavelmente é uma ação muito pessoal. Sim, é tudo sobre o pagamento para eles. Desde que recebam o que consideram uma compensação adequada, eles aceitam qualquer trabalho.

ES: Ouvimos dizer que os reptoides também podem mudar de forma e permanecer transformados no que desejarem, um humano, e possivelmente até se infiltrar nas nossas forças armadas e no governo político. Você já ouviu falar sobre isso?

Randy Cramer: Existem algumas espécies reptoides que conheço que possuem o que eu chamaria de capacidade metamorfa localizada e limitada à derme. Eles mudam a superfície da pele. Como eu disse, se for do tamanho comparável, a capacidade de mudar apenas no exterior, para que pareçam um ser humano, é completamente viável e possível. E, sim, tivemos alguns problemas, certas vezes, ao encontrar esses seres imitando ou representando figuras políticas.

Então você saiu em missões para caçar esses caras?

Randy Cramer: Não pessoalmente, mas soube que participamos de missões para caçá-los e lidar com eles.

Lidar com eles em que sentido? Nós os capturamos e os colocamos em algum tipo de prisão, ou o que acontece com eles?

Randy Cramer: Bem, pelo que sei, depende do nível de hostilidade e/ou tendências intelectuais de cooperação. Se uma espécie é considerada passível de conversa, ela pode compreender e decidir ir embora. Então encerra-se por aí. Mas se a espécie tem uma reputação negativa, então eles serão presos ou eliminados, e essa é uma decisão do comandante responsável pela operação. Caberá a eles, com base nos protocolos e parâmetros que eles recebem pelo trabalho, o que acham ser a melhor coisa a fazer.

Por que você acredita que todos esses ETs vêm visitar a Terra e estão entre nós? Qual a sua opinião sobre isso? Por que eles estão todos aqui? E o que há de tão importante na Terra? O que é tão importante sobre nós?

Randy Cramer: Bem, pelo que entendo, há um lugar no núcleo dos planetas onde a memória é armazenada, como um disco rígido. E quando digo memória, quero dizer que tudo o que já ocorreu naquele planeta é gravado nessa espécie de disco rígido, nessa memória, em algum lugar no núcleo. Existe um pequeno número de mundos que chamamos de planetas biblioteca, e não apenas armazenaram dados de seu próprio sistema de memória, de sua própria experiência planetária, mas eles têm cópias de outras memórias e outros discos rígidos de outros planetas.

Então, caso algo aconteça com um desses planetas, essa memória de informação genética, informações históricas, é armazenada em outro lugar. Entendo que a Terra é um planeta biblioteca. Existe uma enorme quantidade de dados que está além do que nossos cérebros podem compreender, a real quantidade de dados. Então, vamos apenas dizer que o valor dessas informações está além do inestimável.

E assim, qualquer espécie que entenda que existe um potencial para elas obterem acesso e essas informações, elas não poupam despesas, amigável ou hostil, a fim de obter acesso a isso. Então, certas espécies podem ter decidido que é melhor para elas ser amigável conosco para tentar obter um cartão de biblioteca, enquanto pode haver outras espécies que preferem roubar livros da biblioteca.

S15E03 Os seres que vivem em Marte (Revelação Cósmica)

ES: E onde acha que isso está localizado na Terra? Sei que não é como um prédio para onde você vai. Pela minha experiência, sei que usam formações de granito e cristal da Terra Interior para gravar nos discos rígidos de outros planetas também, e outros planetas fizeram o mesmo por nós, e conseguimos acessar e voltar. Digamos que, na próxima semana, você volte a esse tempo, esse espaço e tempo, e poderá nos ver e ouvir tudo o que acabamos de dizer. E nós poderíamos retroceder em 20, 30 anos atrás.

Randy Cramer: Milhões de anos atrás. Tudo é registrado.

Então você sabe disso. Então é isso? Onde fica?

Randy Cramer: Sim, é basicamente um sistema de memória mineral. Estruturas de granito, ouro e minerais cristalinos diferentes mantêm a maioria dessas informações e a maior parte dessa memória, pelo que entendo. E está bem longe. Está abaixo do que consideraríamos ser o espaço dos bolsões. E há uma segunda camada com bolsões abaixo do que pensamos ser a Rede Agartha, a primeira camada de bolsões.

Há uma camada secundária de bolsões que é… Não tenho a liberdade de discutir isso neste canal, mas digamos que fica bem nas profundezas, e que o sistema de memória está em algum lugar abaixo disso. E que você teria que passar por essa camada secundária para chegar a isso, e vamos apenas dizer que o que vive lá provavelmente não deixará você passa sem uma permissão muito específica.

O que vive lá?
Randy Cramer: Não tenho liberdade para discutir isso neste momento e neste canal.

Sistema Solar e a quarentena

Por que você não pode nos responder sobre isso?

Randy Cramer: Eu acho que a resposta mais simples é que certas coisas para as pessoas são mais fáceis de acreditar ou mais difíceis de acreditar. Se eu tentasse explicar o que entendo que existe lá, existem algumas pessoas que simplesmente… isso prejudicaria minha credibilidade, porque pensariam que eu estaria descrevendo algo que é impossível de existir. Então, ao invés de tentar explicar algo para pessoas que está além da capacidade de compreensão delas, prefiro não dizer nada.

ES: Essa é uma ótima resposta, e eu concordo com você. Às vezes, não estamos prontos para isso.

Randy Cramer: Digamos que eles são grandes e estranhos.

E os ETs que vivem nos oceanos?

Randy Cramer: Com certeza. Certamente sabemos que há espécies de baleias e botos que não são daqui, que são de Sirius B. A tribo dos dogons tem um registro histórico de naves espaciais chegando e botos saindo e conversando com eles, que provavelmente remonta alguns milhares de anos, ou algo assim. Mas eu diria que nem todos vieram de uma vez.

Então, talvez uma certa espécie de cetáceo apareceu há 50 mil anos e outra apareceu há 10 mil anos, e outra apareceu há 2 mil anos. E certamente existem algumas espécies que escolheram habitar perto do fundo do oceano, ou em grandes sistemas de cavernas submarinas, porque podem levar suas naves para lá e estacionar, e é um bom lugar para ficar, onde os humanos não aparecem. Portanto, é muito seguro para eles.

Você conhece alguma base ou portais lá embaixo?

Randy Cramer: Com certeza existem bases lá embaixo. Nós construímos bases lá embaixo. Os extraterrestres construíram bases lá embaixo. Não fui informado sobre portais, mas sei que eles estão lá, que eles existem.

E os locais dessas bases extraterrestres e onde eles estão vivendo? Em que parte da Terra? Digo, em quais oceanos?

Randy Cramer: Por todo o lugar. Existe uma história muito interessante nas Ilhas Salomão, onde os nativos falam sobre outra cidade, eles apontam para a costa, para a água, e dizem: ”É lá onde os deuses vivem, lá embaixo d’água.”

Não há dúvidas de que existem algumas culturas ao redor do mundo que tiveram contatos, e sabem onde algumas dessas coisas estão, e se referem a elas em sua mitologia e cultura. Houve referências a isso mais de uma vez, nos dados históricos e atuais, mas diria que eles estão espalhados por todo o lugar. Não existem restrições. Estão espalhados por toda parte.

Você conheceu algum ET que alega ter origens humanas?

Randy Cramer: Sei que existem espécies com origens em comum conosco, mas não sei se conheço uma espécie que diz que somos a origem deles, ou que eles evoluíram, ou que eles são daqui, ou de nós, e foram para outro lugar e voltaram. Não conheço nenhuma espécie que tem esse relacionamento. Não significa que não exista, mas não conheço nenhuma.

Você conhece uma fonte comum que temos com outros ETs? Você mencionou como quase parecemos iguais em alguns desses planetas. Qual é a sua resposta a isso? Por que somos tão parecidos com tantas espécies lá fora?

Randy Cramer: Entendemos que existam duas razões para isso. Uma é a ancestralidade genética biológica comum, que é muito misturada. Há dezenas ou mais fontes de origem genética que constituem nossa espécie. E assim, algumas dessas espécies foram para outros planetas, e misturaram sua genética com outras espécies.

Esses são ancestrais comuns. Mas a segunda razão é, e acho isso muito curioso, que o universo repete operações matemáticas de sucesso. Às vezes, podemos rastrear onde há um ancestral comum, e outras vezes apenas parece que há um paralelo, mas há um caminho separado da evolução, que está repetindo um padrão matemático de sucesso.

Percebe que a maioria desses ETs tem um padrão de estrela de cinco pontas, com uma cabeça, dois braços e duas pernas?

Randy Cramer: Com quem interagimos, diria que isso acontece muito. Mas eu vi espécies que desafiam essa descrição. Como eu disse, estamos interagindo com espécies que são semelhantes a nós para fins comerciais, então, talvez a maioria das espécies com as quais interagimos sim, mas outras podem não estar em conformidade com esse padrão.

Mas acho que não posso dizer que, em geral, como toda a vida na galáxia, ou que conhecemos no universo, está em conformidade com esse padrão, ou que sequer é a metade. Não sei a proporção exata, mas vemos muito isso, porque são espécies com as quais interagimos, com as quais negociamos. Mas há algumas diferenças bem grandes nisso, também.

Randy, você está trabalhando pessoalmente com algum extraterrestre neste momento?

Randy Cramer: Alguns, sim. Algumas espécies.

Em que aspectos?

Randy Cramer: Há uma espécie que trabalha em estreita colaboração com a Seção Especial do Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos. Há muito tempo eles não têm uma língua falada, então temos que traduzir como os entendemos na linguagem humana. Então, tendemos a nos referir a eles, com base no que nos disseram, como os Filhos da Luz, como são chamados, que é uma tradução aproximada de como eles entendem.

Na verdade, eles evoluíram de uma espécie reptoide, mas eles estão tão avançados que, quando olha para eles, não vê traços reptoides. Eles tendem a ser razoavelmente pequenos, com uma grande cabeça quadrada, olhos grandes, super inteligentes, e com uma expectativa de vida de milhões de anos. Eles são únicos e impressionantes. E algumas espécies que vivem no subsolo.

É provável que tenha visto nas notícias, quase todos os dias, que há algo sobre OVNIs, ou fenômenos aéreos não identificados. Esse é o novo termo. Quem são eles e o que está acontecendo? É óbvio que eles estão se mostrando. Estamos vendo isso. Eu sei que muitos são nossos, de engenharia reversa, e muitos não são. O que sabe sobre isso?

O que fazer antes de se dar O Evento

Randy Cramer: Bem, com relação ao que está acontecendo na mídia, nos noticiários agora, a Marinha, mais do que qualquer outra agência, vem pressionando isso nos últimos dois anos para nos aproximar cada vez mais. E eles mudaram seus protocolos de relatos. Eles passaram da posição de dizer ”se vir algo, não conte, ou pode perder sua licença de voo”, para agora dizer ”se você é um piloto e viu ou presenciou algo, nós mudamos os protocolos de relatos.

Gostaríamos que você registrasse o relato para que possamos começar a correlacionar informações que desejamos liberar para o público”. Eles têm um ex-diretor assistente de inteligência, que está trabalhando com esses pilotos da Marinha, que estão contando suas histórias. Estão fazendo isso em vários programas de TV, que estão fazendo documentários sobre isso. Aparecem regularmente em programas de notícias falando sobre isso.

E a mídia está tratando isso de forma diferente do que era 10 anos atrás. Há 10 anos, haveria pessoas nos meios de comunicação sendo muito mais céticas e escarnecedoras. Mas, agora, elas estão agindo de forma muito mais solidária e aceitável, enquanto dão às pessoas um espaço para negação plausível, para que elas não precisem surtar se isso lhes causar nervosismo. Então elas ainda podem expressar que não querem acreditar nisso.

Mas há, sem dúvida, um esforço conjunto para chegar cada vez mais perto de uma admissão e reconhecimento das informações que temos, que são passos para chegarmos a um momento de revelação. Quanto às espécies que estamos falando, que nos têm visitado aqui… minha nossa… estamos falando de centenas de espécies nas últimas décadas que estiveram aqui, que nos visitam, algumas delas com permissão, alguns delas sem permissão.

ES: Nós dois também sabemos que os vídeos, com muitos vindo das forças armadas, se eles não quisessem que fossem divulgados, eles não seriam divulgados. Randy, é possível que estejam fazendo uma divulgação gradual para nos preparar?

Randy Cramer: Com toda a certeza. Na verdade, o que eu achei interessante, vendo um dos programas que falam sobre o evento do Nimitz, foi que um dos operadores de radar que estava no navio, e falava sobre os vídeos que eles estavam divulgando, ele disse que tinha visto um vídeo de maior resolução do que aquele divulgado.

Eles divulgaram um vídeo deliberadamente embaçado, quando o vídeo real que eles têm tem uma resolução muito mais alta. Isso mostra um esforço para nos mostrarem isso, mas precisam embaçar um pouco para não ser muito chocante. Acho que isso faz parte do esforço conjunto para que estejamos prontos quando isso acontecer.

ES: Quando vê a evolução dos seres humanos e extraterrestres finalmente exposta em plena luz do dia e trabalhando juntos, e isso não sendo mais um segredo tão grande?

Randy Cramer: Bem, sem entrar em uma longa discussão sobre os caminhos que percorremos nas últimas sete décadas, vou resumir e dizer que temos
passado por um processo ao longo de décadas em que estamos chegando cada vez mais perto do que eu me referiria como um momento inevitável da revelação, porque é algo que, não importa o que façamos, não conseguiríamos manter segredo para sempre.

Mas ainda há dúvidas sobre por quanto tempo mais isso será um segredo, ou quando será exposto. Pelo que entendo desse processo, das conversas que estão acontecendo, ainda não foram definidas datas, mas estamos falando sobre o que deve ser em breve. E quando digo em breve…

Deixe-me colocar desta maneira. Eu ficaria chocado e surpreso se chegarmos a 2023 ou 2024, e ainda tivéssemos essa conversa sem estarmos cercados por vizinhos extraterrestres.

Sim, eu concordo com isso. Bem, Randy, muito obrigado por ter vindo ao programa. É ótimo recebê-lo. Sempre é.

Obrigado por me receber.

Randy Cramer: Tem sido ótimo participar.

Sou Emery Smith, e este é o “Revelação Cósmica”. Até a próxima.

Próximo episódio:

S15E07 Existem geradores que poderiam alimentar todo o planeta!

Nota final deste site: se segue a página no facebook, escolha a opção ver primeiro, caso contrário dificilmente verá as atualizações (há uma restrição a esta página).

Partilhar no Facebook

3 Comments on “S15E06 A Importância da Terra (Revelação Cósmica)

  1. Interrogador muito infantil…repetitivo desvia-se do objetivo com perguntas inúteis…parecem duas crianças numa peça infantil de diálogos curtos…
    Lamento !

    1. Mais do mesmo…assunto que não acrescenta NADA! No mais continuamos a mercê de criaturas que controlam nosso mundo!! Quero saber quando vão começar a postar coisas que interessam ao BRASIL! AQUI OS BRASILEIROS SOFREM E NADA ACONTECE DA PARTE DE QUEM SUPOSTAMENTE DIZ QUE ESTÁ SALVANDO O PLANETA!! Quero saber o que estão fazendo contra os que estão afundando e matando o nosso BRASIL!!!!!

      1. o próximo episódio será mais interessante. em todo o caso, há sempre detalhes interessantes. Já foi colocado que a situação neste momento está numa situação crítica e não há detalhes a nível planetário (quase tudo é secreto). Compete a cada um, se elevar da melhor forma possível. namasté

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.