A Lei do Uno - livro 3

A Lei do Uno ~ sessão 67 ~ instrumento

Partilhar:

Sessão 67 (bastante específica sobre o instrumento)

15 de Agosto, 1981

67.6 QUESTIONADOR: Qual corpo, com relação às cores, a entidade usa para viajar até nós?
RA: Eu sou Ra. Esta questão não é particularmente simples de se responder devido à natureza transdimensional, não apenas do espaço/tempo para tempo/espaço, mas de densidade para densidade. A luz de tempo/espaço, ou corpo de quinta densidade, é usada enquanto o corpo de quinta densidade, do espaço/tempo, permanece em quinta densidade. A suposição de que a consciência é projetada desse modo está correta. A suposição de que este veículo consciente anexado ao complexo físico de quinta densidade em espaço/tempo é aquele veículo que trabalha neste serviço em particular está correta.

67.7 Eu estava tentando entender certos conceitos tendo a ver com a ilusão, eu devo dizer, da polarização que parece existir em certos níveis de densidade na criação, e como pode o mecanismo da interação de consciência – é um assunto muito difícil para mim e portanto eu peço seu perdão por minhas pobres questões, mas me parece que a entidade de quinta densidade é atraída de alguma maneira ao nosso grupo, pela polarização deste grupo, que age de certa forma como um farol para a entidade. Estou correto?
RA: Isto está, em essência, correto, mas os esforços desta entidade são propostos apenas relutantemente. As tentativas usuais sobre entidades ou grupos de entidades positivamente orientadas são feitas, como nós dissemos, por subordinados dos líderes de quinta densidade de Orion; estes são de quarta densidade. O gambito normal de tal ataque de quarta densidade é a tentação da entidade ou grupo de entidades para longe da polarização total, na direção do serviço a outrem, e na direção do engrandecimento do self ou de organizações sociais com as quais o self se identifique. No caso deste grupo em particular, cada um recebeu uma variação completa de tentações para cessar a disposição ao serviço entre o grupo e ao Uno Infinito Criador. Cada entidade recusou estas escolhas e, em vez disso, continuou sem divergência significante do desejo por um serviço orientado puramente ao outro self. Neste ponto, uma das entidades de quinta densidade supervisionando tais processos de dessintonização, determinou que seria necessário terminar o grupo através do que você poderia chamar de meios mágicos, como vocês entendem ritual mágico. Nós discutimos anteriormente o potencial para a remoção de alguém deste grupo por tal ataque e notamos que, de longe, o mais vulnerável é o instrumento, devido às suas distorções pré-encarnatórias do complexo físico.

67.8 A fim de que este grupo esteja plenamente em serviço ao Criador, já que nós reconhecemos esta entidade de quinta densidade como o Criador, nós devemos também tentar servir, de qualquer forma que nós pudermos, a esta entidade. É possível para você nos comunicar os desejos desta entidade, se houver algum além de simplesmente cessar a recepção e disseminação daquilo que você provê para nós?
RA: Esta entidade tem dois desejos. O primeiro e maior é, digamos, deslocar um ou mais deste grupo para uma orientação negativa, de forma que possa escolher se dispor ao serviço ao longo do caminho do serviço ao self. O objetivo, que deve preceder este, é a terminação da viabilidade do complexo físico de alguém deste grupo enquanto o complexo mente/corpo/espírito estiver dentro de uma configuração controlável. Podemos dizer que, apesar de nós de Ra termos entendimento limitado, é nossa crença de que enviar a esta entidade amor e luz, o que cada um do grupo está fazendo, é a catálise mais útil que o grupo pode oferecer a esta entidade.

67.9 Nós achamos uma- Desculpe-me, continue se você desejar continuar com a resposta.
RA: Nós estávamos prestes a notar que esta entidade tem sido neutralizada como possível, em nossa estimação, por esta oferta de amor e assim, sua presença continuada seja talvez o limite compreensível para cada polaridade das várias vistas do serviço com que cada um pode gerar ao outro.

67.10 Nós temos uma situação paradoxal no sentido de que, a fim de servir plenamente ao Criador neste nível, na sessão polarizada, pode-se dizer, da Criação, nós temos solicitações, daqueles aos quais nós servimos, nesta densidade, por informação de Ra. De fato, eu acabei de ter uma por telefone há pouco tempo. De qualquer forma, nós temos solicitações de, neste caso em particular, outra densidade, pela não disseminação desta informação. Nós temos o Criador, de fato, solicitando duas atividades aparentemente opostas a este grupo. Seria muito útil se nós pudéssemos alcançar uma condição de serviço completo, pleno, total de tal forma que nós estivéssemos em cada pensamento e atividade servindo ao Criador ao melhor de nossas habilidades. É possível para você resolver, ou possível para a entidade de quinta densidade, que oferece seu serviço, resolver o paradoxo que eu observei?
RA: É bem possível.

67.11 Então, como nós poderíamos resolver este paradoxo?
RA: Considere, se você desejar, que você não tem habilidade para não servir ao Criador, já que tudo é o Criador. Em seus padrões de crescimento individual, aparece a escolha básica de terceira densidade. Além disso, existem memórias cobertas de polarizações positivas de sua densidade de origem. Assim, sua orientação em particular é fortemente polarizada na direção do serviço a outrem e tem alcançado sabedoria, bem como compaixão.
Você não tem meramente dois pedidos opostos por serviço. Você encontrará uma lista infinita de solicitações contraditórias por informação, ou falta de informação, desta fonte se você escutar cuidadosamente àqueles cujas vozes você pode ouvir. Isto é tudo uma voz com a qual você ressoa sobre uma certa frequência. Esta frequência determina sua escolha de serviço ao Uno Criador. Como acontece, os padrões de vibração deste grupo e daqueles de Ra são compatíveis e nos habilita a falar através deste instrumento, com seus auxílios. Isto é uma função do livre arbítrio.
Uma porção do Criador, aparentemente, se regozija diante de sua escolha de nos questionar com relação à evolução do espírito. Uma porção aparentemente separada gostaria de múltiplas respostas a uma grande variedade de questões de uma natureza específica. Outro grupo de suas pessoas, aparentemente separado, gostaria que essa correspondência através deste instrumento cessasse, sentindo que ela é de uma natureza negativa. Sobre os muitos outros planos de existência, existem aqueles cujos cada filamento se regojiza ao seu serviço e aqueles, tais como a entidade da qual você tem falado, que desejam apenas terminar a vida sobre o plano de terceira densidade deste instrumento. Todos são o Criador. Há uma vasta panóplia de tendências e distorções, cores e matizes, em um padrão sem fim. No caso daqueles com os quais vocês, como entidades e como um grupo, não estejam em ressonância, vocês os enviam amor, luz, paz, alegria, e os desejam bem. Nada além disto vocês podem fazer, pois sua porção do Criador é como é e sua experiência e oferta de experiência, para ser valorosa, necessita ser mais e mais uma perfeita representação de quem vocês realmente são. Você poderia, então, servir a uma entidade negativa oferecendo a vida do instrumento? É pouco provável que vocês considerem isto um serviço verdadeiro. Assim, vocês podem ver em muitos casos o balanceamento amoroso sendo alcançado, o amor sendo ofertado, a luz sendo enviada e o serviço da entidade orientada ao serviço a si agradecidamente reconhecido enquanto é rejeitado como não sendo útil à sua jornada, neste momento. Assim, vocês servem ao Uno Criador sem paradoxos.

67.12 Esta entidade em particular é capaz de criar, com seu serviço, um efeito de tontura no instrumento. Você poderia descrever o mecanismo de tal serviço?
RA: Este instrumento, nos primeiros tempos de sua encarnação, tinha a distorção, na área do complexo ótico, de muitas infecções que causaram grandes dificuldades nesta pequena idade, como vocês a chamariam. As cicatrizes destas distorções permanecem, e de fato, aquilo que vocês chamam de sistema sinus, continua distorcido. Assim, a entidade trabalha com estas distorções para produzir uma perda do equilíbrio e uma ligeira falta de habilidade para usar o aparato ótico.

67.13 Eu estava pensando sobre os princípios, digamos, mágicos por trás da entidade de quinta densidade dando seu serviço e sua habilidade para dá-lo. Por que ele é capaz de utilizar estas distorções físicas em particular, de um ponto de vista filosófico ou mágico?
RA: Esta entidade é capaz de, digamos, penetrar, em configuração tempo/espaço, o campo desta entidade em particular. Ela se moveu através da quarentena sem qualquer veículo e, assim, tem se tornado mais capaz de escapar da detecção pela rede dos Guardiães.
Esta é a grande virtude do trabalho mágico, pelo qual a consciência é enviada adiante essencialmente sem veículo, como luz. A luz trabalharia instantaneamente sobre o indivíduo dessintonizado através de sugestão, isto é o andar para a frente do trânsito por que a sugestão é de que não há trânsito. Esta entidade, como cada um neste grupo, é suficientemente disciplinada nos caminhos do amor e da luz para não ser sugestionável a nenhuma grande extensão. Entretanto, há uma predisposição do complexo físico que esta entidade está fazendo uso máximo com relação ao instrumento, esperando, por exemplo, através dos meios de aumento da tontura, fazer com que o instrumento caia ou de fato ande para frente de seu trânsito, devido à visão debilitada.
Os princípios mágicos, digamos, podem ser imprecisamente traduzidos para seu sistema de magia através do qual símbolos são usados, traçados e visualizados a fim de se desenvolver o poder da luz.

67.14 Você quer dizer então que esta entidade de quinta densidade visualiza certos símbolos? Eu estou supondo que estes símbolos são de uma natureza pela qual o uso contínuo deles teria algum poder ou carga. Estou correto?
RA: Você está correto. Em quinta densidade, luz é uma ferramenta tão visível quanto a escrita de seu lápis.

67.15 Então estou correto ao supor que esta entidade configura a luz em simbologia, isto sendo aquilo que nós chamaríamos de presença física? Isto está correto?
RA: Isto está incorreto. A luz é usada para criar uma pureza de ambiente suficiente para a entidade colocar sua consciência em um veículo de luz cuidadosamente criado, que então usa as ferramentas de luz para realizar seu trabalho. A vontade e presença são aquelas da entidade realizando o trabalho.

67.16 Você está familiarizado com o livro que o instrumento e eu escrevemos há aproximadamente doze anos, chamado A Crucificação de Esmerelda Sweetwater, em particular o ritual de banimento usado para trazer entidades à Terra?
RA: Isto está correto.

67.17 Há ali alguma não-corretude em nossa escrita, com relação à forma pela qual este era realizado?
RA: As não-corretudes ocorreram apenas devido à dificuldade que um autor teria ao descrever a duração de treinamento necessário para capacitar aqueles, conhecidos naquele texto em particular como Theodore e Pablo, nas disciplinas necessárias.

67.18 Me parecia que aquele livro era de alguma forma, em sua completude, uma ligação para muitos daqueles que nós conhecemos desde que o escrevemos e para muitas das atividades que nós temos experimentado. Isto está correto?
RA: É bem assim.

67.19 Eu perguntarei sobre isso em uma sessão posterior, já que eu não quero sair dos trilhos, por que isso tem alguma coisa a ver com os mecanismos do tempo, com o qual eu sou muito intrigado.
Mas eu perguntaria então, se a entidade de quinta densidade, ao vir aqui nos oferecer serviço como você mencionou, penetrou a quarentena. Isto foi feito através de uma das janelas ou isso foi por causa de sua, digamos, habilidade mágica?
RA: Isto foi feito através de uma janela bem pequena que grupos ou entidades menos orientadas magicamente não poderiam aproveitar.

67.20 Agora, o ponto principal desta linha de questionamento tem a ver com a primeira distorção e o fato de que esta janela existiu. Isto foi, digamos, uma porção do efeito de janela randômica e estamos agora experienciando o mesmo tipo de balanceamento ao receber as ofertas desta entidade, como o planeta em geral recebe, por causa do efeito de janela?
RA: Isto está precisamente correto. Como a esfera planetária aceita algumas entidades ou grupos mais altamente evoluídos positivamente com informação para oferecer, a mesma oportunidade deve ser oferecida para entidades ou grupos negativamente orientados similarmente sábios.

67.21 Então nós experienciamos, nesta dificuldade aparente, o que eu chamaria de efeito da sabedoria da primeira distorção, e por esta razão, devemos plenamente aceitar a sabedoria daquilo que nós experimentamos. Esta é minha visão pessoal. Ela é congruente com a de Ra?
RA: Em nossa visão, nós iríamos talvez seguir adiante ao expressar a apreciação desta oportunidade. Esta é uma oportunidade intensiva no sentido de que é bem marcada em seus efeitos, tanto atual quanto potencial, e já que ela afeta as distorções do instrumento na direção da dor e outras dificuldades, tais como tontura, ela habilita o instrumento a continuamente escolher servir a outrem e servir ao Criador.
Similarmente, ela oferece uma oportunidade contínua para cada um no grupo expressar apoio sob circunstâncias mais distorcidas e difíceis do outro-self experimentando o impacto, digamos, deste ataque, assim sendo capazes de demonstrarem o amor e a luz do Infinito Criador e, além disso, escolhendo trabalho por trabalho continuarem a servirem como mensageiros para esta informação que nós tentamos oferecer e a servirem ao Criador dessa maneira.
Assim, as oportunidades são bem perceptíveis tanto quanto as distorções causadas por esta circunstância.

67.22 Obrigado. Este assim chamado ataque é oferecido a mim e ao Jim bem como ao instrumento?
RA: Isto está correto.

67.23 Eu pessoalmente não tenho sentido nenhum efeito que eu esteja ciente. É possível para você me dizer como este serviço é oferecido a nós?
RA: Ao questionador tem sido oferecido o serviço da dúvida do self e de se tornar desmotivado sobre várias distorções de natureza pessoal. Esta entidade não escolheu usar estas oportunidades e a entidade de Orion tem basicamente cessado seu interesse em manter monitoração constante desta entidade.

O escriba está sob constante monitoração e tem recebido ofertas de numerosas oportunidades para a intensificação das distorções mentais/emocionais e, em alguns casos, as matrizes de conexão entre o complexo mental/emocional e seu contraparte no complexo físico. Já que esta entidade se tornou ciente destes ataques, ela se tornou bem menos influenciável por eles. Esta é a causa particular da grande intensificação e constância da monitoração do instrumento, pois ele é o elo mais fraco devido a fatores além de seu controle, durante esta encarnação.

67.24 Está dentro da primeira distorção me dizer por que o instrumento experienciou tantas distorções físicas durante os tempos iniciais de sua encarnação?
RA: Isto está correto.

67.25 Neste caso, você pode me responder com relação ao porquê do instrumento ter experienciado tanto durante seus anos iniciais?
RA: Nós estávamos afirmando a corretude de sua suposição de que tais respostas quebrariam o Caminho da Confusão. Não é apropriado que tais respostas sejam dispostas como uma mesa posta para o jantar. É apropriado que os complexos de oportunidade envolvidos sejam contemplados.

67.26 Então não há outro serviço que nós podemos oferecer neste momento àquela entidade de quinta densidade do grupo de Orion, que está tão constantemente conosco. Como eu vejo isso agora, não há nada que nós possamos fazer por ele do seu ponto de vista? Isto está correto?
RA: Isto está correto. Existe grande tentativa de agradar em sua tentativa de se dispor ao serviço polarizado à polaridade oposta. Há uma natural dificuldade ao fazer isso, já que o que você considera serviço é considerado por esta entidade, não-serviço. Ao enviar a esta entidade amor e luz, desejando bem a ela, ela perde polaridade e precisa se reagrupar.
Assim, ela não consideraria seu serviço como tal. Por outro lado, se você permitisse que ela se dispusesse em serviço, com a remoção deste instrumento de seu meio, você pode talvez perceber isto como não sendo um serviço. Você tem aqui uma vista balanceada e polarizada do Criador; dois serviços oferecidos, mutuamente rejeitados e em um estado de equilíbrio no qual o livre arbítrio é preservado e a cada um é permitido seguir adiante em seu próprio caminho de experiência do Uno Infinito Criador.

67.27 No fechamento desta parte da discussão eu apenas diria que, se há algo que nós possamos fazer que esteja dentro de nossas habilidades – e eu entendo que há muitas coisas tais como aquelas que você acabou de mencionar, que não estão dentro de nossas habilidades – que nós pudéssemos fazer por esta entidade em particular, se você pudesse no futuro comunicar suas solicitações a nós, nós iremos ao menos considerá-las, pois nós gostaríamos de servir de todas as formas. Isto é concordável para você?
RA: Nós percebemos que não fomos capazes de esclarecer seu serviço versus o desejo dela por serviço. Vocês precisam, em nossa humilde opinião, olhar para sua tentativa de agradar na situação e abandonar seu desejo de servir onde nenhum serviço é solicitado. O magneto atrairá ou repelirá. Glorifiquem-se na força de suas polarizações e permitam que outros, de polaridade oposta, façam similarmente o mesmo, vendo a grande tentativa de agradar desta polaridade e suas complicações em vista da unificação, em sexta densidade, destes dois caminhos.

67.28 QEu tenho uma declaração aqui que eu lerei rapidamente e teremos seu comentário sobre sua precisão ou imprecisão. No geral, a mente arquetípica é uma representação de facetas da Una Infinita Criação. O arquétipo do Pai corresponde ao aspecto masculino ou positivo da energia eletromagnética e é ativo, criativo, e radiante como é o nosso sol local. O arquétipo da Mãe corresponde ao aspecto feminino ou negativo da energia eletromagnética e é receptiva ou magnética como é nossa Terra quando recebe os raios solares e traz à tona a vida através da fertilidade de terceira densidade. O Filho Pródigo, ou o arquétipo do Tolo, corresponde a toda entidade que parece ter se afastado da unidade e busca retornar ao Uno Infinito Criador. O arquétipo do Diabo representa a ilusão do mundo material e o aparecimento do mal, mas é mais exatamente o provedor de catálise para o crescimento de cada entidade dentro da ilusão de terceira densidade. O Mago, Santo, Curandeiro, ou Adepto corresponde ao eu superior que, devido ao equilíbrio de seus centros de energia, fura a ilusão para contatar a infinidade inteligente e desse modo, demonstrar maestria da catálise de terceira densidade. O arquétipo da Morte simboliza a transição de uma entidade a partir do corpo de raio amarelo para o corpo de raio verde tanto temporariamente, entre encarnações, ou, mais permanentemente, na colheita.
Cada arquétipo apresenta um aspecto do Uno Infinito Criador para ensinar ao complexo mente/corpo/espírito individual de acordo com o chamado ou configuração eletromagnética da mente da entidade. O ensino é feito através da intuição. Com a busca ou configuração da mente apropriada, a força da vontade usa o espírito como um lançador para contatar o aspecto arquetípico apropriado necessário para o ensino/aprendizado. Da mesma forma, cada um dos outros informantes da intuição são contatados. Eles são hierárquicos e procedem, a partir da própria mente subconsciente da entidade, para a mente do grupo ou planetária, para guias, para o eu superior, para a mente arquetípica, para a mente cósmica ou infinidade inteligente. Cada um é contatado pelo espírito servindo como um lançador, de acordo com a configuração eletromagnética harmonizada da mente do buscador e a informação buscada.
Você poderia por favor comentar sobre a exatidão destas observações e corrigir quaisquer erros ou preencher qualquer omissão?
RA: A entidade tem usado energia transferida pela maior parte desta sessão devido a seus níveis físicos esgotados. Nós começaremos esta resposta relativamente complexa, que é interessante, mas não espere que a terminemos. Aquelas porções que nós não respondermos, nós solicitamos que você nos repergunte sobre, em um trabalho em seu futuro.

67.30 Nesse caso, continue.
RA: Talvez o primeiro item que nós devemos endereçar é o conceito do espírito usado como um lançador entre as raízes e o tronco da mente. Isto é um equívoco e nós permitiremos que o questionador considere a função do espírito em mais detalhes, pois, ao trabalhar com a mente, nós estamos trabalhando dentro de um complexo e não tentamos ainda penetrar a infinidade inteligente. É bem dito que arquétipos são porções do Uno Infinito Criador ou aspectos de sua face. É, entretanto, muito melhor perceber que os arquétipos, enquanto constantes no complexo de energias generativas oferecido, não dá o mesmo rendimento destes complexos para quaisquer dois buscadores. Cada buscador experienciará cada arquétipo nas características de dentro do complexo do arquétipo que são mais importantes para ele. Um exemplo disto seria a observação do questionador que o Tolo é descrito de tal e tal forma. Um grande aspecto deste arquétipo é o aspecto da fé, o andar para dentro do espaço sem se importar com o que está por vir. Isto é, é claro, tolice, mas é parte da característica do neófito espiritual. Que este aspecto não tenha sido percebido pode ser ponderado pelo questionador. Neste momento, nós solicitaremos novamente que a questão seja redeclarada no próximo trabalho e nós iremos neste momento cessar o uso deste instrumento.

nota: a expressão Self refere-se ao Eu (pessoa), que nem sempre foi traduzido nos livros.

Próxima sessão:

A Lei do Uno ~ sessão 68 ~ específica sobre o instrumento

 

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos corruptos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar:

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments