revelação cósmica temporada 15

S15E05 Os dispositivos médicos das civilizações ETs curam as doenças

Partilhar no Facebook

Randy Cramer é novamente o convidado do 5.º episódio da 15.ª temporada de “Revelação Cósmica”. Alguns tópicos deste episódio:

  • Há uma presunção de que outras espécies são muito mais avançadas porque elas têm viagens espaciais. E gostaria de enfatizar que isso não é necessariamente verdade.
  • A espécie mais alta que eu já encontrei nessa sala tinha mais de 15 m de altura.
  • Existe um tipo de tradutor universal computadorizado, como uma caixa que fica sobre a mesa.
  • A mistura de espécies na galáxia é uma loucura (humanos podem se relacionar com outras espécies).
  • A espécie Canis Major são pessoas parecidas com cães e são seres adoráveis.
  • Nós podemos dizer uma coisa e estar pensando e sentindo algo completamente diferente, mas não podemos fazer isso com os extraterrestres (não os podemos enganar).
  • A linguagem do universo é telepatia.
S15E05 Comércio Intergaláctico (Revelação Cósmica ~ Randy Cramer)
S15E05 Intergalactic Trade (Cosmic Disclosure ~ Randy Cramer)

Assista ao episódio clicando no link abaixo, usando o browser chrome:
https://drive.google.com/open?id=1It-02qB7zvWazDKLcSeOAzMrAUKqhQTi

Se der erro, use o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift + n) no PC e se necessário, antes tem de fazer logout do seu gmail. Se ainda não conseguir, aceda a partir de outro PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário (não no facebook), para indicarmos outro link.

Episódio com legendas em português do Brasil (para quem não deseja assistir ao vídeo):

revelação cósmica temporada 15 episódio 5

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO

Comércio Intergaláctico

Emery Smith: Existem inúmeras civilizações extraterrestres lá fora, e Randy Cramer afirma ter interagido com algumas delas. Randy, quantas civilizações extraterrestres você conhece?

Randy Cramer: Minha nossa, no momento, estamos envolvidos com várias espécies, e creio que se aproxime de mil. Eu diria que estamos falando de pelo menos um número considerável dessas civilizações, além de outras espécies que também conhecemos, mas que não parecem ter algum motivo para negociar, mas sabemos que existem. Então eu diria que o número atual de civilizações que conhecemos chega facilmente na casa dos milhares.

E com quantas delas você se envolveu pessoalmente?

Randy Cramer: Menos de uma dezena. Sim, que eu estive em outros planetas, ou outros lugares, onde pude vê-las ou interagir pessoalmente com elas, menos de uma dezena.

Qual o seu lugar favorito, dos quais você visitou, que era um pouco mais civilizado, digamos, do que o planeta Terra?

Randy Cramer: O lugar em que passei mais tempo foi um planeta do sistema de Cassiopeia. Eles são mais avançados do que nós em cerca de 100 a 150 anos. O que não parece muito, mas, ao mesmo tempo, é um salto significativo. Eu esperaria que, em mais 150 anos, teremos feito um grande progresso social. Deixe-me colocar dessa forma… não que eu queria que isso aconteça… mas se a vida na Terra acabasse e eu tivesse a opção de ir para outro lugar, esse provavelmente seria o primeiro lugar que eu iria.

Como era a comida lá? Randy Cramer: Era muito boa, na verdade.

Alguma semelhança?

Randy Cramer: Na verdade, eles têm uma fruta muito parecida com a banana-da-terra. Mas não é tão doce como uma banana. Eu diria que muito da comida deles é semelhante à maneira como eles cozinham seus pratos. Mas eles não gostam das coisas muito doces como nós. Lembro-me de levar um bolo de chocolate certa vez, que ganhei de um cozinheiro da base, e todos acharam que era doce demais. E eu dei uma receita para a mãe de Neha, e ela fez seu próprio bolo de chocolate, mas com muito menos açúcar. E era quase como um biscoito de chocolate. Não era nada doce, mas era interessante.

Como era o sistema de transporte nas cidades dessa civilização? Como eles viajam?

Randy Cramer: Eles têm estradas. E eles têm um veículo pessoal semelhante a um automóvel. Eles são veículos elétricos. E eles pairam acima do solo. E eles também têm um sistema de transporte público de trens, como um sistema ferroviário.

Já trouxemos alguma dessa tecnologia para a Terra?

Randy Cramer: Não posso dizer isso especificamente, mas sei que, onde quer que vamos, absorvemos qualquer tecnologia e informação que pudermos. E há pessoas cujo o trabalho delas é decidir como ou onde isso pode ser integrado em nosso próprio sistema.

E foi muito estranho para você ver esse sistema de transporte diferente que não estava acostumado a ver? Automóveis anti-gravíticos voando por aí e coisas assim?

Randy Cramer: Foi um pouco surreal. Era como entrar em uma história em quadrinhos, no sentido de que tudo parecia futurista. E os materiais de construção eram diferentes. Não pensamos necessariamente sobre esse tipo de coisa, como a textura de um edifício, mesmo que seja algo que vemos o tempo todo, e temos tijolo, madeira, argamassa e concreto. Temos todas essas diferenças, mas elas são normais para nós. Então, se você for a outro lugar e, de repente, você vê materiais diferentes, isso é muito impressionante.

E você pensa: ”Isso é diferente de tudo que eu já vi antes.” E eles têm um tipo de impressora 3D que usam para construção. E têm um composto líquido que endurece no ar e é super durável. E tem um brilho intenso. Então é muito interessante. E eles polem. É muito peculiar. Eles adotaram uma estética arquitetônica muito agradável. Então, de certa forma, havia coisas que eram semelhantes, mas também muito diferentes. Como qualquer coisa, eu me adaptei a isso. Depois de alguns meses, era normal. Eu me acostumei totalmente.

E quais são algumas das civilizações mais próximas de nós, que você conhece, que estão mais próximas da Terra?

Randy Cramer: Alpha Centauri, com certeza. Os Centauri são uma civilização muito avançada.

Como eles são?

Randy Cramer: Muito parecidos com os seres humanos. Eles são um pouco mais baixos. Tendem a ter feições escuras, cabelos escuros, uma pele de tom mais azeitona ou mais escuro. E as orelhas são… Não sei como descrevê-las, porque elas não parecidas. Elas não são pontudas, e não são arredondadas assim. Se alguém estivesse andando na rua e as orelhas estivessem expostas, acho que seria notado algo estranho nas orelhas dele. Mas provavelmente não seria capaz de dizer que não era um ser humano, porque eles são muito parecidos.

Sim, são detalhes muito sutis que você pode ver na cartilagem, principalmente, desses ETs que são diferentes de nós, que noto nas ruas.

Randy Cramer: Sim, eu aposto que a maioria das diferenças não são externas, nesse caso.

Das duas civilizações que você mencionou, qual é a mais avançada?

Randy Cramer: Bem, eu teria que dizer que, provavelmente, pelo avanço tecnológico, dado o temo que tiveram como uma civilização espacial, que seria os Centauri. No entanto, a distinção que eu faria seria que, entre as espécies que encontramos, há o que com frequência nos referíamos como espécies psionicamente emergentes ou psiônicas.

Como seres humanos terrestres, somos uma espécie psionicamente emergente, o que significa que estamos nos tornando uma espécie totalmente psiônica comparada àquelas que são mais desenvolvidas. Mas há espécies que têm um nível muito baixo de desenvolvimento psiônico. Apenas não está tão inserido no DNA delas. Elas são muito inteligentes, muito avançadas, mas não têm o DNA para dominar essas habilidades de evolução mental. Os Centauri são uma espécie não-psiônica.

Portanto, eles não têm tanto desenvolvimento nessa área. Mas eu diria que a tecnologia de engenharia deles é um pouco mais avançada, enquanto os Cassiopeianos têm mais habilidades psiônicas. Basta dar a eles mais algumas centenas de anos que alcançam a tecnologia. Mas ambas são tão tecnologicamente avançadas que se alguém fosse a um desses lugares, pareceria que estamos em um mundo muito avançado e futurista daquele que vemos diariamente.

Como Alpha Centauri era em comparação a Cassiopeia?

Randy Cramer: Era um pouco mais lotado. Os Cassiopeianos estão um pouco mais espalhados. Eles não são tão aglomerados. Eles não costumam ter edifícios muito altos, onde aglomeram muito as pessoas. Os Centauri são um pouco mais densamente povoados, eles tendem a se juntar mais.

Quantos planetas nesses sistemas abrigam vida, são sistemas enormes?

Randy Cramer: Sim, e eu estou sendo bastante vago quando digo isso. Então, eu teria que dizer que, normalmente, quando se fala sobre um sistema que tem vida, na maioria das vezes, há entre um em cada cinco planetas, ou um em cada cinco planetoides, ou lugares, que têm algum tipo de civilização avançada, ou vida desenvolvida por sistema em que tendemos a encontrar vida.

Portanto, o número de civilizações é maior do que imaginaríamos. Porque costumamos aplicar uma matemática de que haja uma civilização por um número específico de sistemas solares. Geralmente não é assim que funciona. Temos vida civilizada em mais de um planeta em nosso sistema. E a maioria dos outros sistemas tem entre um e cinco.

Q ~ Nós Somos O Plano

Como são os planetas nessas civilizações?

Randy Cramer: Certamente estamos encontrando muitos deles, estamos encontrando muitos planetas com um ambiente parecido com a Terra. Eu diria que costuma haver um número considerável de espécies nos planetas que respiram um ar semelhante, bebem água, ingerem uma comida semelhante.

O que faz sentido serem as espécies com as quais negociamos mais, porque elas têm coisas e temos coisas que compartilharíamos. Com algumas das espécies que são muito diferentes de nós, negociamos menos. Porque seus ambientes ou necessidades são muito diferentes dos nossos. Portanto, faz sentido negociarmos com espécies que são mais parecidas conosco.

Quais são os componentes arquitetônicos em algumas dessas civilizações? E como eles se comparam à Terra?

Randy Cramer: Os Centauri são muito parecidos, na verdade. Tendemos a construir edifícios com linhas retas, em quadrados, blocos, retângulos, de concreto e aço. E eles tendem a fazer muito semelhante. Eles tendem a usar muito concreto e ligaspara construir estruturas lineares, quadradas e retangulares, com muitas linhas retas nelas. Os Cassiopeianos adoram curvas.

Eles não necessariamente fazem seus edifícios redondos, embora tenham construções muito arredondadas e outras formas geométricas, mas eles gostam de curvas. Eles não gostam necessariamente de um bloco no meio da rua. E, como eu disse, eles tendem a usar impressoras 3D com um composto que endurece no ar. Então eu diria que os Centauri são muito mais parecidos conosco do que os Cassiopeianos são. Mas são muito parecidos. Mas eu diria que a principal diferença entre os Centauri e os Cassiopeianos são as linhas e as curvas.

Os níveis de oxigênio são adequados para nós e para eles?

Randy Cramer: Sim, são muito parecidos. Os Cassiopeianos têm um nível de oxigênio um pouco mais alto, só um pouco mais alto. Então o ar é muito bom para respirar. É muito bom respirar ar fresco lá.

E a gravidade?

Randy Cramer: É por volta de 1,2. Portanto, é apenas um pouco mais pesado, mas não muito. Se você fizer uma longa caminhada ou algo assim, você sentirá que está um pouco mais cansado do que deveria. Mas 1,2 não é muito. 1,2 não faz muita diferença. Se não estiver fazendo atividades físicas, você não vai perceber. Mas o nível de oxigênio um pouco mais alto compensa isso um pouco. Então você fica um pouco mais pesado, pesa um pouco mais, mas você tem mais oxigênio para revigorar seus músculos. Então isso meio que se equilibra.

E a cultura também?

Randy Cramer: Na verdade, muito parecida. Eles têm um sistema econômico. Eles têm um sistema político. A infraestrutura deles é energia, água e esgoto, da mesma forma que temos infraestrutura, que são os componentes comuns da infraestrutura. A água tem que vir de algum lugar. O lixo tem que ir para algum lugar. A energia tem que vir de algum lugar.

Então, tudo isso, eu diria que é semelhante. Os sistemas de energia deles, as usinas, são muito mais ecológicos. Portanto, nenhum desses lugares queima mais carvão ou combustíveis fósseis. Eles nos olham queimando combustíveis fósseis e dizem: ”O que estão fazendo?” Eles tendem a usar sistemas avançados muito eficientes. Então há ponto zero, bombas de elétrons, fusão.

Energia solar. Certos casos, em alguns desses mundos, eles focam a energia solar em reatores muito poderosos, que estão além de qualquer coisa que conseguimos alcançar até agora em energia solar. Mas eu diria que, depois de ter visto algumas dessas coisas, nem começamos a arranhar a superfície sobre as limitações do que podemos extrair da energia solar. Podemos ser muito mais eficientes na extração de energia solar e depois redistribuí-la muito mais.

ES: Com certeza. Estamos totalmente reprimidos pela eficácia e eficiência de como podemos fazer um painel solar. Randy Cramer: Muito.

Você sabe disso. Randy Cramer: Muito.

ES: Mesmo que possamos fazer mil vezes melhor, não se pode fazer mais do que uma certa porcentagem… Não sei o valor exato, mas é algo ridículo. Porque muitas pessoas fizeram lentes de aumento de plexiglass e coisas para ficar por cima desses painéis e aumentá-los 10, 20, 100 vezes. E elas foram rejeitadas pela Lei de Segurança Nacional.

Randy Cramer: Exato, o que é ridículo.

ES: E você está falando sobre Alpha Centauri agora, certo? Randy Cramer: Sim, sim.

ES: Fale-me sobre o sistema político. Como funciona?

Randy Cramer: Curiosamente, as duas civilizações de que estamos falando são repúblicas democráticas. Então elas têm democracias representativas, com órgãos legislativos para os quais as pessoas são nomeadas ou eleitas como representantes dos seus distritos. E elas se reúnem e tomam decisões políticas, e criam novas leis de uma maneira muito semelhante à nossa.

Eu diria que é um pouco menos controverso a forma como desenvolveram o sistema deles, ao contrário do que temos no momento. Ainda não descobrimos que deveríamos cooperar para benefício mútuo, em vez de apenas sermos competitivos por pequenas diferenças de política esquerda/direita.

ES: O que você notou sobre a cultura, a arte e a música?

Randy Cramer: Bem, ambas têm música. Mas eu diria que os Cassiopeianos são muito mais artísticos. Sendo assim, a música deles é mais complicada, mais sutil. Eles têm esculturas artísticas que são muito mais complicadas e delicadas do que os Centauri. Os Centauri também são assim. Eles têm arte, eles têm música. Mas se fosse para comparar os dois, os Cassiopeianos têm um entendimento muito mais rico do processo criativo da arte e da música.

Como são as roupas deles?

Randy Cramer: Não muito diferente de algumas coisas que usamos, mas eu diria que com designs muito simples. Um pouco folgadas. Eles não têm necessariamente roupas que se ajustam para que a aparência seja mais arrumada. São um pouco folgadas. Mas há camisas, calças, vestidos.

Viu alguma cor específica ou diferente que não está acostumado a ver, como coisas brilhantes?

Randy Cramer: Isso é o mais fascinante sobre os Cassiopeianos. Eles têm um relacionamento interessante entre as cidades, em que eles se identificam por uma cor. Então, cada cidade, como parte de seu motivo, tem um tema colorido em que a maioria dos edifícios é feito. A maioria das pessoas usa roupas parecidas. Então a cidade onde eu estava hospedado tinha um tema azul esverdeado. Então, tudo era muito azul esverdeado. As pessoas usavam azul esverdeado o tempo todo. Não era bem monocromático, mas…

ES: Isso é bem estiloso.

Randy Cramer: E era mesmo. E quando olha uma paisagem urbana inteira com esses tons de verde e azul, é realmente muito bonito. Eu visitei a capital uma vez, seus tons eram vermelhos e laranjas. Então, tudo estava em vermelhos, laranjas, amarelos. Foi muito interessante ver essa especificidade e essa diferença ao mesmo tempo. Eles tinham muito orgulhoso de suas cores, se isso faz algum sentido.

Então, se você visitar outra cidade, deve usar um macacão verde na cidade verde e um macacão azul na cidade azul?

Randy Cramer: Na verdade, apenas se você morasse lá. Alguém vindo de uma cidade onde as cores são verdes e azuis, vai usar seu verde e azul, porque se orgulham de suas cores municipais.

Isso me lembra das tribos indígenas, das tribos indígenas nativas americanas.

Randy Cramer: Acho que tem origem no antigo tribalismo deles. E é algo que eles integraram em sua civilização como uma maneira de… Quero dizer, temos equipes esportivas. Eu torço para os Broncos ou Rams. Eles apenas se identificam com essas cores, e esse é o tribalismo deles. Mas não de uma maneira competitiva negativa. Eu senti que eles estavam confortáveis com isso. E eram diferenças saudáveis. Mas também havia piadas ocasionais entre eles, ou piada sobre as cores de outra pessoa. É difícil traduzir esse tipo de coisa.

ES: Ele é da cidade amarela.

Randy Cramer: Sim! Ou talvez você deva estar vestindo vermelho se for fazer isso, o que é uma maneira de tirar sarro de alguém, comparando com alguém de outra cidade, ou algo assim. É interessante.

E a estrutura de gênero lá? Como são os relacionamentos?

Randy Cramer: Eles tinham uma estrutura social muito semelhante à nossa. Eles normalmente se unem em pares, o que não é necessariamente a norma na comunidade intergaláctica. Existem várias espécies cujas unidades familiares são vários pais, várias mães, vários grupos de pais que podem ter 8, 16, 24 membros. Podem ser números muito interessantes como dinâmica familiar de grupo. Mas eles tinham uma dinâmica semelhante à nossa.

Eles têm um ato espiritual e legal de casamento, mas não é exigido que as pessoas fiquem juntas ou tenham filhos. Muitas pessoas mais jovens veem o casamento como antiquado e que não precisam fazer isso. Mas eles ainda têm o que eu diria ser algo similar a uma situação de parceria doméstica. Eles ainda têm uma estrutura e um vínculo legal de responsabilidade com a família, educação e criação dos filhos.

É igual entre os sexos? Ou um é mais dominante?

Randy Cramer: Não, na verdade, eles são bastante iguais, curiosamente. Eu diria que, provavelmente devido as suas tradições sociais, homens e mulheres tendem a cair em diferentes papéis tradicionais. Mas eles não são tão presos que não podem variar, ou ser maleáveis ou mutáveis dessa maneira.

Um perfeito exemplo seria que não havia sexismo ou limitação, na medida em que as mulheres não podem fazer tal coisa porque não são inteligentes ou boas o bastante. Eu nunca ouvi alguém dizer algo desse tipo. Eles são muito focados no que você é bom ou no melhor que você faz, e querem encontrar um lugar no mundo para você fazer. Então, eles só querem encontrar o melhor lugar para todos. Então não importa qual o seu sexo ou sua idade.

Baseia-se apenas no seu nível de habilidade. E isso vai importar se você conseguir um determinado emprego ou uma certa posição, ou se você é um artista, ou um engenheiro, se você é um político, ou chefe da força de segurança. Vai apenas depender de quem você é e quais são suas habilidades, e muito menos a ver com diferenças de sexo.

ES: Presumo que haja abundância nessas civilizações, que elas não estão brigando por comida, água e abrigo.

Reencarnação; cancelar Contrato

Randy Cramer: Não, de jeito nenhum. Eles eliminaram a pobreza. Não há pessoas sem-teto. Não há pessoas vivendo na miséria. Não há lixo nas ruas. Ninguém passa fome. Ninguém fica sem assistência médica.

E estamos nos referindo a Alpha Centauri e Cassiopeia.

Randy Cramer: Ambas. Na verdade, eu diria que a maioria das civilizações avançadas que eu já ouvi falar ou já estive, as noções de pobreza, as noções de pessoas que não são cobertas por cuidados médicos, as noções de que as pessoas têm que lutar apenas para ter um teto sobre a cabeça, são noções consideradas ridículas para a maioria dessas espécies. Por que você faria isso?

Por que você tornaria a vida tão difícil para o seu povo que reduziria sua eficácia como cidadãos? É assim que eles acreditam nisso. Por que você faria isso consigo mesmo? Por que você prejudicaria sua civilização prejudicando seus cidadãos para que eles não possam ser o melhor e o mais eficaz que podem ser? Quando ouve dessa maneira, diz: ”Verdade, por que fazemos isso?” Mas ainda não superamos isso.

ES: Negociamos com eles? Eles negociam conosco? Randy Cramer: Sim, com certeza.

O que negociamos?

Randy Cramer: Varia, obviamente, de espécie para espécie, e do que eles gostam e/ou precisam. Entendo que os Cassiopeianos têm alguns planetoides em seu sistema que não sustentam muita vida, então eles os usam para mineração. E eles estão obtendo muitos metais preciosos que conseguimos obter mais barato deles, em alguns casos, do que nos custa extrair ou adquiri-los em nossos próprios sistemas. Então existe um nível de comércio. Eles gostam da nossa moda, como muitas pessoas gostam. Eles gostam da nossa cerveja, como muitas pessoas gostam. E com certeza estamos vendendo equipamento militar, também.

Essas civilizações são mesmo voltadas para negócios e comércio? Ou é algo que estão apenas fazendo?

Randy Cramer: 95% das espécies que encontramos querem ser legais, querem negociar, dizem: ”Ei, o que você tem?” ”O que temos?” Apenas 5% delas não querem ser legais e não querem negociar. Elas preferem pegar algo, roubar algo ou te machucar. Mas 95% de todas só querem negociar e ser legal, para ser sincero com você. E isso não significa que todas são legais, mas 95% de todas fazem trocas comerciais.

Há dinheiro ou créditos envolvidos nesses lugares?

Randy Cramer: Sim, existe uma fusão de sistemas monetários. Os sistemas planetários têm sua própria economia. Mas há também um padrão intergaláctico, que, curiosamente, chama-se Sistema de Crédito Intergaláctico, na forma que traduzimos. E é baseado em um padrão-ouro. Portanto, a quantidade de reservas de ouro que um planeta tem, combinado com o seu PIB, é como eles calculam qual é o valor do crédito intergaláctico.

É da mesma forma que valorizamos o dólar conta o euro, ou iene. É muito semelhante a isso. Cada planeta tem seu próprio valor de seu crédito intergaláctico. De modo que quando duas espécies se juntam, elas têm uma estrutura básica para as taxas de câmbio, ou como o comércio vai ser. Mas nem sempre é preciso, até o centavo ou o que for.

Mas elas pelo menos têm uma área geral para saberem. Esse material vale tantos créditos intergalácticos, o que significa que podemos negociar com o mesmo número de créditos com base na sua taxa de câmbio nesse outro material. E é com base nisso que iniciam as negociações comerciais. Como eu disse, é baseado na reserva global de ouro e no PIB.

Forças da Luz vs forças das trevas

Existe uma federação intergaláctica que controla o sistema monetário? Ou existe como uma bolsa de valores?

Randy Cramer: Eu não diria que controla, e não sei se há um mercado de ações intergaláctico. É uma boa pergunta. Mas a Associação Comercial Intergaláctica é um grupo independente em que todos se uniram para criar uma estrutura para se comunicarem e fazer comércio. A Estação Espacial Intergaláctica é administrada pela Associação Comercial. Eles construíram toda a estação.

Eles trouxeram aqui para o nosso sistema solar, pararam lá e disseram: ”Se quiserem falar sobre comércio, este é o espaço para conversar.” Todos estão seguros, todos são justos. Ninguém vai ser tapeado ou algo assim. Eles criam esse espaço seguro para as pessoas negociarem. E eles certamente têm um departamento de investigação. Portanto, se houver violações comerciais ou de tratados, eles são notificados.

E então eles farão uma investigação, e podem fazer descobertas, podem criar sanções contra um mundo que viola tratados, ou que prometeram fazer algo e não cumpriram. Eles podem dizer: ”Você mentiu, você não cumpriu sua palavra. Você tem esse tempo para reparar isso e/ou você pode perder contratos comerciais. Ou você pode acabar com sanções.”

Eu soube que, alguns anos atrás, assinamos uma série de tratados que dizem que não participaríamos no comércio de escravos. Bem, estamos violando… Devo dizer que certos grupos entre os terráqueos têm violado esse ato. E assim, passamos por algumas investigações e nos disseram para pararmos com a escravidão, que estávamos ameaçados de perder os contratos comerciais.

Então, estamos corrigindo isso, não necessariamente porque esses empresários são altruístas, mas eles não querem perder seus trilhões e trilhões de dólares em contratos comerciais, apenas para manter o trabalho escravo. Portanto, é uma área complicada, mas estamos entrando em conformidade com muitas dessas coisas, porque se não fizerem, perderemos contratos comerciais.

ES: Explique ao público, quais são esses contratos de escravos? De que escravos estamos falando? De onde eles estão vindo? E quem está negociando quem?

Randy Cramer: Entendo que o maior tráfico de escravos do sistema solar tem praticamente tudo a ver com as colônias de Marte. As colônias de Marte são como qualquer outra colônia que já tivemos aqui no planeta Terra. Elas são um negócio, uma colônia é um negócio. Tem que ganhar dinheiro. Não pode simplesmente ter uma colônia que está sugando fundos e não está gerando lucro. Então, em algum momento, a colônia precisa pegar os colonos e decidir:

”O que podemos cultivar? Que alimento podemos produzir para não termos que continuar comprando alimento de longe? Que minerais ou materiais podemos adquirir aqui que podemos enviar de voltar e obter lucro?” E acontece que o ICC explora muitas colônias. E, é claro, quem já teve um negócio sabe que se está procurando cortar custos, uma das primeiras coisas é cortar custos de mão-de-obra.

E por estarem longe da supervisão aqui no planeta Terra, disseram: ”Quer saber de uma coisa? Vamos ter alguns escravos.” Mas, no papel, às vezes o que eles estão fazendo é dizer: Não, estamos pagando a eles. Mas a habitação deles custa esse valor. A comida deles custa esse valor. Os cuidados médicos deles custam esse valor.

Estamos pagando a eles, mas depois estamos deduzindo de seus salários os custos de alimentação, habitação e o cuidado deles.” E geralmente pela artimanha de algum contador, o custo chega a zero, quando tudo o que resta é para pagar seus empregados. Mas ainda é um tipo de escravidão, mesmo que, no papel, estejam dizendo que estão pagando essas pessoas. Mas eles ainda não estão.

ES: Isso é horrível.

Randy Cramer: Sim, é muito ruim.

ES: Existem prisões nesses planetas e nesses sistemas?

Randy Cramer: Às vezes. Mundos diferentes certamente têm crime e punição. Alguns deles têm opiniões diferentes sobre isso. Mas sim, há prisões e instalações de detenção.

ES: Eles executam pessoas?

Randy Cramer: Depende do mundo. A maioria do que eu diria serem mundos civilizados onde eu estive, a pena de morte inexiste. Porque eles têm outras opções. Se analisar pessoas que têm tem irregularidades cerebrais ou danos cerebrais, problemas de amídala e coisas que podem levar a comportamentos criminosos pelos estudos que conhecemos, essas são coisas que alguns outros mundos podem reparar.

Poderia haver um serial killer psicótico. Mas assim que você os pega e aplica um tratamento médico adequado e trata a parte do cérebro que está deformada, de repente, eles se dão conta: ”Por que eu fazia isso antes?” Então eles conseguem, de alguma maneira, curar a criminalidade e o comportamento criminoso, porque parte disso não é socialização, é biológico. E se é socialização, geralmente eles têm sistemas de reforma, como reformatórios.

Então eles mandam alguém para algum lugar, ressocializam e ensinam tudo do zero. Isso é bom comportamento, isso é mau comportamento. Mas é raro uma civilização avançada ter um sistema de punição para crimes, quando bate nas pessoas com um pau ou as jogam num buraco por várias décadas como punição. A maioria delas entende que é um desperdício de dinheiro.

Se você deseja que cada cidadão tenha o maior valor para a civilização que puder, bem, então você não os quer jogados num buraco em algum lugar, custando dinheiro. Você quer que eles sejam membros produtivos da sociedade. Então vai querer reformá-los. Vai querer tratá-los. Vai querer colocá-los de volta em uma parte produtiva de cooperação social, em vez de lhe custar dinheiro, porque você não deseja tratá-los ou ressocializá-los.

ES: Alguns dos planetas desses sistemas têm países e são separados? Ou é apenas uma ordem mundial?

Randy Cramer: Ambos, pode ter os dois. A maioria dos lugares em que estive tem territórios, estados, países, existe certa separação. Mas, em alguns casos, há sistemas gerais de governo que gerenciam globalmente. Então, em muitos lugares, não há 80 países, com 80 sistemas políticos completamente diferentes que estão em desacordo.

Mas pode ter isso pela mesma razão que temos territórios independentes. Se tivéssemos um governo, um sistema económico para todo o planeta, isso é algo complicado de gerenciar. Então precisa separar algo assim em componentes menores. Mas a diferença é que em alguns mundos, esses componentes são separados da forma que somos, e são muito diferentes.

De outras maneiras, eles são mais homogeneizados. Então, mesmo que haja uma separação em unidades, eles ainda têm uma estrutura holística ou unificada, com a política, ou política econômica, ou sistema econômico está no topo, e como isso se espalha para o resto da cultura. Então, como eu disse, vai nos dois sentidos.

ES: Entendi. Estou sempre interessado em coisas médicas, como você. Tenho minhas próprias histórias e ideias sobre as coisas.

Randy Cramer: Sim, tem.

ES: E eu quero saber através da sua experiência, existem instalações médicas nesses planetas, ou nesses estados, ou países? E eles têm acesso a isso? Ou todos já são inteligentes o suficiente para cuidar de si mesmos, ou ter sua própria câmara de cura ao lado deles em cada casa?

Randy Cramer:  Novamente, isso varia. Eu diria que cerca de uma dezena delas usa tecnologia médica, que diferentes civilizações possam escolher empregar e se concentrar. Quando eu estava no sistema de Cassiopeia, eu caí de um lance de degraus e quebrei meu tornozelo. E era muito mais rápido me levarem a um hospital local do que de volta à base militar.

FM144 ~ As Sementes Estelares e a vida dupla etérea à noite

Então eles me levaram ao hospital local, e eles tinham um dispositivo do tamanho de uma câmera, que focaram nos meus ossos quebrados. E reparou os ossos enquanto eu estava sentado lá. Foi incrível. Sentei lá com a minha perna e, 20 minutos depois, os ossos foram reparados e pude me levantar e pressionar. E jamais vi nada assim antes. Então, seja o que usaram era algo diferente, mas obviamente, muito eficaz.

Os negócios nesses planetas assumem o controle das pessoas? Existe algum tipo de megalomania como a que temos aqui, com corporações e políticos, e governo militar?

Randy Cramer: Bem, coisas como ganância, corrupção e ego não são exclusivas da civilização do planeta Terra. Mas eu diria que a tendência é conforme as civilizações se tornam mais evoluídas, surge um sentimento de que deve haver mais lucro, mais benefícios para a civilização como um todo, que se transforma em mais lucro para os empresários, que serve o todo e a todos, em vez de apenas ganância pessoal.

Assim, à medida que as civilizações se tornam mais avançadas, elas adquirem uma consciência social de que não há problema em obter lucro, mas se estiver explorando pessoas ou se aproveitando, ou está sendo indevidamente ganancioso ou corrupto, isso tende a ser desaprovado.

Mas isso não quer dizer que não há civilizações com problemas de corrupção, ganância e ego. Essas não são características únicas nossas. Mas há uma escala de avanço que quanto mais as civilizações avançam, elas tendem a perceber que essas características não servem ao todo, não servem a todos, não beneficiam a civilização.

E quando elas começam a observar como outras civilizações podem desmoronar, ruir, falhar, implodir, as características que parecem causar essas coisas são ganância, corrupção e ego. Então civilizações que atingem esse nível da consciência psicológica comunitária mudam seu comportamento. Não significa que elas não tenham esses problemas, mas elas têm esses problemas com muito menos frequência.

Há alguma civilização lá fora controlada completamente por I.A.?

Randy Cramer: Conheço algumas delas, e uma espécie se integrou a uma rede de inteligência artificial. Isso meio que criou uma pseudo consciência colmeia. Mas é uma área interessante. A inteligência artificial não é boa nem má. É uma tecnologia, é uma máquina. E nossa pesquisa mostra que, não muito diferente de uma pessoa, a inteligência artificial tem muito a ver com a forma como é criada.

Então, se você se envolver com uma inteligência artificial, enquanto está se desenvolvendo, como um bom pai, essa inteligência artificial tenderá a se comportar como uma boa criança. Mas se ensinar uma inteligência artificial a ser parcial, mostrando o que é lucro, ganho, que não se importa se está machucando as pessoas… Se você ensinar uma criança a ser sociopata, bem, ela vai crescer e ser um. É a mesma coisa com inteligência artificial.

S02E14 A Ameaça da Inteligência Artificial (Revelação Cósmica)

Se você ensinar a inteligência artificial a ser um sociopata, ela será um. Se ensinar a inteligência artificial a ser uma boa pessoa, é mais provável que se desenvolva em uma inteligência que vai querer ser útil, em vez de egoísta. Portanto, a inteligência artificial não é boa nem má. Elas tendem a ser más porque as pessoas as instruem de forma errada.

As pessoas as desenvolvem pelas razões erradas, ou pensam que não entendem as consequências de criar um filho de inteligência artificial, e quais seriam as consequências assim que a criança crescer. Mas há algumas espécies que eu chamaria de cibernética orgânica. Quando as conheci, elas eram muito agradáveis. Elas eram muito legais. E não pareciam muito más, gananciosas ou egoístas. Elas apenas usaram inteligência artificial para trazer coesão às suas espécies.

E parece funcionar para elas. Então, eu quero ser muito claro, não sou a favor nem sou contra a inteligência artificial. Porque a inteligência artificial é uma chave de fenda. Não é uma chave de fenda do mal ou do bem, é uma ferramenta. E dependendo de como você usar essa ferramenta mostrará como será essa inteligência artificial.

Randy, obrigado por participar do programa. Sou Emery Smith. Este é o ”Revelação Cósmica”. Até a próxima.

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO

Próximo Episódio:

S15E06 A Importância da Terra (Revelação Cósmica)

Nota final deste site: se segue a página no facebook, escolha a opção ver primeiro, caso contrário dificilmente verá as atualizações (há uma restrição a esta página).

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os autores não usam facebook, portanto se tiver alguma pergunta, coloque aqui no site, na secção dos comentários (não do facebook)
3. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar no Facebook

9 Comments

  1. Ótimos conhecimentos !!!! Poderiam me responder qual planeta seria , cuja seus veículos são vermelhos e brancos ? Visitei uma de suas cidade muito bem arquitetada e limpa , sua iluminação era em tons verdes e não havia fiação alguma , as construções eram uma especie de tijolos á vista em outro material sustentável…pessoas transitavam em seus afazeres cotidianos , não havia buzinas fumaça , barulhos de qualquer espécie , havia arvores muito bem cuidadas , ruas e calçadas bem planas , bancos e jardim tudo bem limpos de material muito bonito , a comunicação entre as pessoas eram telepáticas , não entrei em nenhum aposento ou prédio , mas alguém que me acompanhava mostrava prédios públicos tais como Teatros , Bibliotecas e outros , pena que o passeio foi curto , mas adorei essa visita . É uma pena que aqui na 3 D , ainda não atingimos um nivel de Consciência maior , o egoismo e a ambição ainda domina mesmo entre aqueles que deseja um mundo melhor. Está difícil , mas não impossível , não estamos sozinhos. Gratidão.

  2. Boa Tarde,
    Ouvindo o Kramer falar, e as perguntas do Emeril, tive uma subta intuicao de que o Kramer ou esta entrevista foi manipulada pelo Deep State para acreditarmos, que esses planetas que ele menciona, primeiramente ele diz que essas civilizacoes sao muito avancadas tecnologicamente e tal, Que Nao Existe Pobreza, que todos tem Casa, Comida, e Saude, que eliminaram essas necessidades basicas e que todos sao prosperos! Para entao introduzir o assunto do SISTEMA FINANCEIRO deles entao o Emeril vai conduzindo as perguntas rapidamente e sem se deter quase nada, nem mesmo esperou a resposta quando passa pela comida etc…vai direcionando para chegar na Economia e ai o Kramer entra dizendo que o sistema financeiro deles eh baseado o PIB baseado nas reservas de OURO???? quando durantes todas as outras entrevistas com o David e Corey etc eh dito que existe ouro a vontade nos asteroides e atravez dos sitemas planetarios do universo !!! Entao Isso nao soou bem ! Quando ele falou OURO minha antena beep beep !!!! e tem mais, quando o Emeril leva a conversa para introduzir o que seria (a nova ordem mundial )- ele pergunta se existem paises ou se eh um governo unico planetario ! BEEP – atentem a responsta ! Agora ouvi dizer que o David e Corey sairam do programa ao descobrirem que Gaia estava sendo patriocinada pela Cabala ou Masons ! se eh verdade e essa entrevista 15 – 5 , ficou muito suspeito! Nos nao queremos um planeta com economia baseada em reserva de ouro pois, vamos continuar na mesma situacao! Conquistas, atras de ouro! nao nao!!! Obrigada Cuidado amigos, muito cuidado pois os lobos se infiltrarao vestidos de cordeiro, outros farao certas pessoas do bem refens sob ameacas que nem podemos imaginar, para usar a credibilidade delas, temos de recorrer ao nosso Eu Superior, Meditar, e confiar na nossa intuicao antes que confiar no que escutamos ! Vai ficar complicado antes de melhorar mas, VITORIA DA LUZ !

    1. Confesso que tenho conhecimento do Kramer desde que ele apareceu por aí, mas depois de ver/ouvir uma entrevista dele no Project Camelot, nunca mais lhe consegui dar qualquer crédito. Sempre suspeitei da veracidade do que ele diz…

      Tenho visto, mais por curiosidade, esta temporada 15, como vi todas as anteriores, mas este Kramer não me convence (nem apesar de ter supostamente passado o teste do polígrafo… há por aí bons mentirosos que o conseguem enganar, portanto não é 100% fiável…) .

      Este episódio em particular, e os pontos que refere, o facto dele dizer que há planetas com sistemas monetários, as reservas de ouro, alguns divididos em países… francamente parece-me extremamente improvável que qualquer Civilização Evoluída ainda seja escrava de conceitos bárbaros como esses (que é o que cá temos!) …

      1. não se esqueça que existem muitos planetas da 3.ª dimensão, mas que não são tão negativos como o nosso.
        Não se esqueça que ele fala do passado e até há bem pouco tempo existiam 37 planetas sob domínio das Trevas.
        abraço

    2. O nosso planeta vai passar de um planeta 3D para 5D (estamos na fronteira), mas antes de termos um planeta 5D ainda veremos uma moeda baseada em metais. Só já numa civilização avançada e depois da Ascensão é que teremos a Era Dourada…
      Esses planetas aos quais ele se refere, presumo que sejam planetas 3D

  3. Boa noite.
    Eu também fiquei muito intrigada quando ele falou sobre a questão do ouro. Se não me engano, existe até a tecnologia de fazer ouro a partir do mercúrio, não é isso? Muito estranha a abordagem dele. Ficamos mergulhados em informações corretas e manipuladas. Até quando? Que forças reais vão resolver isto?

    1. há muita manipulação. O ouro sempre foi dito que se poderia replicar, mas não com 100% das características (há diferentes qualidades no ouro).
      Recordo que a Terra sempre foi um local apetecido por causa do Ouro e isto não é manipulação.
      O Ouro puro (agora esquece-me o nome) é uma coisa que não existe com abundância no Universo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.