revelação cósmica temporada 01

S01E03 Na Lua, há bases de extraterrestres cobertas por um escudo holográfico que nos impede de vê-las

Partilhar no Facebook

resumo:
…Para trazer para a Terra as tecnologias… que nós desenvolvemos… que têm… Energia grátis… todos os tipos de tecnologias médicas… que curam tudo em que se possa pensar… tecnologias para limpar o ambiente…
…Na Lua, há áreas que são de grupos de extraterrestres cobertas por um escudo holográfico que nos impede de vê-las…
…Muitos dos que chamamos de extraterrestres… não estão assim tão longe. E eles vêm e vão de um lugar que é bem perto, na verdade, a Lua…

S01E03 Comando Lunar de Operações (Revelação Cósmica)
S01E03 Lunar Operations Command (Cosmic Disclosure)

Assista ao episódio clicando no link abaixo, usando o browser chrome (watch the episode by clicking on the link below, using the chrome browser):
https://drive.google.com/open?id=1DEMky6SukMwkeTg94iUdiIFsh05hrzS8

Se der erro, use o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift + n) no PC e se necessário, antes tem de fazer logout do seu gmail. Se ainda não conseguir, aceda a partir de outro PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário (não no facebook), para indicarmos outro link.

Episódio com legendas em português do Brasil (para quem não deseja assistir ao vídeo):

revelação cósmica temporada 1 episódio 3

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Sou David Wilcock, estou aqui com Corey Goode. Estamos tendo uma conversa bem interessante. É sobre o Programa Espacial Secreto. Quero enfatizar, de novo… que este material é muito controverso. Talvez você não tenha ouvido falar nisso antes… a não ser que tenha acompanhado o que falamos.

Quero deixar claro, de novo… que eu investigo o assunto há muitos, muitos anos. Tive contato com informantes por mais de 20 anos. Falei com várias pessoas… com vários níveis de permissão de segurança. E a minha conclusão foi de que houve uma industrialização do nosso sistema solar e além… pelo que chamamos de governo ou forças armadas… dependendo de como queira expressar.

Então, Corey, é bom ter você aqui de novo. E parece que, pelo que você está dizendo… o Comando Lunar de Operações (LOC), é o foco… para a Terra se conectar… com o maior programa espacial e o cosmo em geral. Fale mais sobre o Comando Lunar de Operações. Acho que, para começar… quando você vai lá, o que vê?

Corey Goode: Bom, dá para ver que ele foi construído e atualizado desde os anos 50. Foi construído nas crateras e na região rochosa, e ali ele se mistura com o resto. Parte dele é incorporado à rocha. Pouquíssimo fica na superfície. À maior parte eu não tive acesso. Eu vi… um diagrama onde é… Tem a forma de um sino. Quanto mais você desce. E eu só tive acesso aos níveis superiores.

LOC – Comando Lunar de Operações

DW: Então, embora lembre um sino não dá para ver o formato na superfície da lua.

Corey Goode: Não. É como olhar para baixo do topo do sino… ou da ponta de uma pirâmide. Só dá para ver o topo menor. Ou a pontinha do iceberg, digamos. O resto é abaixo. E se espalha lá para baixo.

DW: Se há tantas naves indo e vindo do Comando… e você diz que fica do lado escuro da lua… como isso pode ter sido mantido em segredo? Pessoas com telescópios não veriam todas essas… naves indo e vindo da lua?

Corey Goode: As pessoas veem. Na verdade, tem… Uma outra base na parte de trás da lua que é dos seres humanos. É de um dos Programas Espaciais Secretos… chamado Frota Negra… e muita gente vê naves vindo de lá. Isso… É… Posso dar o local desse. Se você olhar para a lua… ele estará na posição das 10h. As pessoas filmaram e viram… várias naves indo e vindo… dessa área, várias vezes. Astrônomos amadores com câmeras ligadas… aos seus telescópios. Isso já foi visto.

DW: Tem alguma coisa do lado da lua nos focando agora? Ou tudo isso é do outro lado… para que seja menos possível ver na superfície da lua?

Corey Goode: A maior parte é no outro lado. Há coisas… Há áreas na frente, de onde… naves saem e há entradas.

Também há áreas que são de grupos de extraterrestres cobertas por um escudo holográfico que nos impede de vê-las.

A maior parte é na parte de trás da lua por razões óbvias para que quem chegue à superfície não veja o que não é para ver.

DW: Quando o Comando foi construído?

Corey Goode: O Comando foi construído num local nazista existente que tinha sido construído no fim dos anos 30 e nos anos 40.

DW: Faz tanto tempo assim?
Corey Goode: Sim. Quando o poderio industrial dos EUA se envolveu… eles começaram a contribuir muito e construíram feito loucos. Começaram a construir mesmo no fim dos anos 50.

DW: Sim, e quero falar mais da história… do programa espacial em episódios posteriores. Agora, quero fazer outra pergunta. Se tínhamos tudo isso nos anos 50, por que nós… fizemos o Programa Apollo? Por que pousamos na lua? Para quê?

Corey Goode: Esses programas têm vários níveis. Há alguns na NASA e há equivalentes nas forças armadas que são o que eles acham mais avançados. Eles se julgam no topo em termos de permissões de segurança e precisam saber o que se passa no sistema solar. Essa gente literalmente brigaria com você se você os desafiasse e negasse informações. Então eles…

Acho que a mentira tem vários níveis. E as pessoas em todos os níveis ouvem que estão no topo. Não é o caso, mas elas acreditam. Como tudo é completamente dividido… em cada departamento, todos acham que estão… fazendo o trabalho mais importante e avançado… e tendo acesso ao conhecimento mais vasto. E todos os outros departamentos e grupos estão abaixo deles.

DW: Se você fizer alguém se sentir especial a pessoa vai trabalhar mais, porque vai achar que é o máximo. CG: Sim.

DW: Você acha que a missão Apollo foi uma operação para lavagem de dinheiro?

Corey Goode: Pode ter sido. Para canalizar o dinheiro para o Programa Espacial Secreto. Quem administrava aqueles programas no nível inferior, acreditava no que fazia. Achava mesmo que era uma tecnologia avançada que tínhamos.

DW: Acha que aqueles funcionários podem não ter sabido de informações sobre como era caro o trabalho que faziam?

Corey Goode: Sim. Foram enganados quanto a informações e tudo… Foram enganados em todos os níveis.

DW: Então você acha que pode ter tido um custo maior, e o que nos disseram foi só 10%?

Corey Goode: Seria especulação. Não teria como saber, mas…

DW: Mas pode ter fornecido dinheiro negro… para desenvolver o programa espacial ainda mais.

Corey Goode: Sim. De várias formas diferentes. Isso, drogas, todos os jeitos possíveis de arranjar dinheiro para construir a infraestrutura no começo.

DW: Acha que a NASA sabia de alguma coisa interessante que nós não sabíamos sobre a lua?

Corey Goode: Eles… Muita coisa foi descoberta durante as missões da Apollo. No começo viram que não era uma boa ideia deixar um dos módulos deles baterem na lua para testar os instrumentos que colocaram lá para checar tremores. A lua é uma região muito estrita… parece uma Suíça gigante. É uma zona muito neutra e deixar aquele projétil bater nela foi uma péssima ideia. Pelo que eu li, foram avisados para não voltarem.

DW: É estranho que diga que a lua é uma zona neutra, como a Suíça porque ela está pertinho da Terra. Se a lua é nossa, não deveria ser nossa propriedade… e nós não deveríamos controlá-la?

Corey Goode: Não. Você já viu os mapas da Antártica… como tem listras… É dividido…entre todas as nações A parte de trás da lua é assim também.

E essas regiões diferentes são de propriedade e são habitadas por vários grupos de extraterrestres.

DW: Sério?
Corey Goode: E há alguns grupos que têm ressentimentos ou já brigaram entre eles desde há milhares de anos. Mas eles têm postos que ficam a poucos quilômetros uns dos outros. E estão lá há milhares de anos, em paz.

DW: Há muitas luas no nosso sistema solar. Então, por que a lua pertinho da Terra importa tanto para esses caras?

Corey Goode: É uma observação perfeita… e uma área para sair, ir para a Terra e voltar para fazer experiências.

DW: Então, muitos dos que chamamos de extraterrestres… não estão assim tão longe. E eles vêm e vão de um lugar que é bem perto, na verdade. Corey Goode: Exato.

DW: Isso remonta ao que estava falando no episódio anterior, sobre a delegação…dessas ditas experiências… onde eles administram 22 programas diferentes?

S01E01 Há 22 programas genéticos a serem feitos nos humanos aqui da Terra (Revelação Cósmica)

Corey Goode: Isso. E todos os extraterrestres diferentes… Isso inclui… extraterrestres do tipo humano e não humano. São tipos que não se gostam muito, especialmente. Há uma espécie de acordo diplomático sobre a lua. É algo especial, a lua… é uma zona diplomática neutra. Nenhum grupo viola isso.

DW: Então, diz que nesta Conferência da Super Federação onde você já disse que há pelo menos 40 grupos… nem todos concordam quanto ao que fazem? Todos têm seus programas ou… Seus assuntos. Então, essas delegações foram um jeito de resolverem suas diferenças… e acharem interesses comuns?

Corey Goode: Isso, sem pisar nos calos alheios… o tempo todo, com seus assuntos diversos.

DW: Como esses grupos que já brigaram no passado podem tolerar a presença um do outro… em tão pequena… A lua só tem 3476 km de extensão. Como puderam tolerar isso?

Corey Goode: É algo que acontece há milhares de anos.

Eles estabeleceram esta zona diplomática neutra que nem o pior de todos pode violar.

Nenhum deles pode violar. Simplesmente não é… É algo que… Já ouvi dizer que não se faz.

DW: Há garantia da cumprimento da lei? Alguma força militar que vigia ou…

Corey Goode: Não precisa haver. Simplesmente… Ninguém tem que garantir que isto seja cumprido. Bom, isso implicaria que, no passado… tivesse acontecido algo tão terrível… que aprenderam com seus erros. Corey Goode: Acho que sim.

DW: Certo.

Corey Goode: Existem áreas da lua cheias de entulhos de outras batalhas e coisas de antigamente.

DW: Não limparam?
Corey Goode: Não, deixaram lá como… uma lembrança ou uma prova do que tinha acontecido no passado. E as coisas ainda estão lá. E geralmente é fora dos limites.

DW: Então pode ser como a ideia… da idiotice que é a corrida armamentista. Eram dois países brigando para ver quem tinha mais armas nucleares quando uma pequena porcentagem do arsenal acabaria com o planeta. Corey Goode: Sim.

DW: Acabariam uns com os outros, em caso de guerra. Devem ter armas bem maiores do que as nucleares.

Corey Goode: Sim. Sim, podem destruir planetas inteiros.

DW: Então… O Comando Lunar de Operações. É só uma pequena parte de tudo o que há na lua? Corey Goode: Isso.
DW: Não é o principal? Exceto, talvez, para nós na Terra?

Corey Goode: Isso, é o principal para a atividade humana.

DW: Então outros grupos extraterrestres têm versões… do Comando, e qual seria seu ponto principal? Corey Goode: Exato.
DW: Não estão usando o Comando… como o foco?

Corey Goode: Não, não, não. Não vi extraterrestres no Comando. A menos quando membros da Aliança das Esferas apareceram.

DW: Então, rapidinho… como é estar no Comando? Eles têm apartamentos para você, quando entra lá? São salas de reuniões abertas e cadeirinhas? O que acontece quando você entra?

Corey Goode: Bom, até há pouco eu nunca tinha estado na área VIP. Eu sempre tinha estado na área onde eles têm pequenas espécies de, não apartamentos… mas habitações, com dois ou quatro beliches. Os corredores são muito estreitos. Você passa à área VIP. Os corredores são mais largos. Tem revestimento de madeira nas paredes. Cerejeira, belas paredes. Bem luxuosas. É uma mudança drástica quando você passa… de alguma outra área à área VIP.

DW: Você podia andar por lá e procurar uma área restrita… ou ia acompanhado de pessoal por tudo? Como era?
Corey Goode: Bom, você… Você podia ir a certas áreas. Havia marcações, linhas pintadas no chão… linhas de cores diferentes no chão… que levavam a áreas diferentes.

DW: Se você for vermelho segue a linha vermelha?

Corey Goode: Isso. E como eu disse, eu só estive… O andar de cima é onde acontece a maioria das coisas. Os dois de baixo… Os dois outros andares eram para médicos e… E outras coisas médicas mais avançadas. Não desci abaixo desses dois. Algumas pessoas, recentemente fizeram um passeio e viram muito mais do que eu vi.

DW: Uma coisa que obviamente é mais interessante para as pessoas é a ideia da aliança. Falamos brevemente disso. Mas gostaria que você entrasse em mais detalhes para nós. O que é a Aliança? Ela existia no início do programa espacial… ou se formou depois? E quais são seus objetivos? Esse tipo de coisas.

Corey Goode: A Aliança se formou devagar, com o tempo. O Solar Warden foi um grupo… da época da IDE, Iniciativa de Defesa Estratégica… e um pouco antes.
DW: Iniciativa Estratégica. Guerra nas Estrelas.
Corey Goode: Isso, lá pelo fim dos anos 70 e 80. E recebiam atualizações até o começo dos anos 90. Mas eram praticamente uma frota antiga.

Código Galáctico

DW: E qual era a responsabilidade do Solar Warden?

Corey Goode: Eles… patrulhavam o sistema solar… contra os invasores e… DW: Seriam grupos… que não fazem parte dos 49 da Super Federação?

Corey Goode: Isso. E também tinham um controle de tráfico espacial e aéreo, eles cuidavam disso.

DW: Algum grupo de extraterrestres não pode interferir e invadir com armas e tecnologia superiores? Como um grupo dos anos 80 conseguiu vigiar nosso sistema solar
contra qualquer invasor em potencial?

Corey Goode: Eles não teriam conseguido se manter firmes com um exército invasor grande. Mas a maioria dos grupos que passou só ocupava algumas poucas naves. Há vários grupos diferentes que passam pela nossa área.

DW: E eu imagino que seja como brigas de gangues em que uns 40 e poucos grupos de extraterrestres que disseram que aquela área era deles usando seja lá qual for a tecnologia deles também vão defender sua casa de uma invasão. Corey Goode: Sim.

DW: Então, o Solar Warden não encontra… uma força tática. Eles não estão armados e prontos para lutar… quando diz que vigiam o sistema solar, ou estão?

Corey Goode: Eles enfrentariam poucas pessoas, se preciso. Mas nunca foram um exército enorme.

DW: A maior parte dessas invasões ao nosso sistema solar… seria mais de pequenos grupos de extraterrestres… ou naves únicas que agem furtivamente? Tentam entrar?
Corey Goode: Isso… pequenos grupos de saqueadores que viriam… para ataques rápidos, vêm… pegam coisas e vão embora.

DW: Está bem, então… Onde a Aliança entra na história? Agora que falamos do Solar Warden… você disse que o projeto começou no fim dos anos 70… com bastante tecnologia de Guerra nas Estrelas. Como isso se relaciona à Aliança, exatamente?

Corey Goode: Certo. Bom, eles foram o grupo base que formou a aliança. Tínhamos… Agora, eles são dissidentes ou desertores… de outros grupos espaciais. E, sabe, alguns deles são de… vários programas militares e espaciais secretos. Temos… o ICC, do inglês… Conglomerado Corporativo Interplanetário… que é o maior. Eles têm toda a infraestrutura… no sistema solar.

DW: E que empresas? Corey Goode: Todas as aeroespaciais… e além destas, temos bastante…

DW: A Lockheed, a Boeing, a McDonnell Douglas, a Hughes Aircraft?

Corey Goode: Sim, todas elas. E não só empresas americanas. E temos a Frota Escura. Eles têm uma frota bastante secreta com tecnologia bem avançada. E eles… estão, predominantemente, fora do sistema solar, sempre. E depois temos… uma espécie de frota da ONU que envolve todos os países que se pode imaginar.

DW: Países da Terra?
Corey Goode: Isso. E eles… Eles parecem bem mais relaxados… não necessariamente um grupo militar. Como o Solar Warden começou uma Guerra Fria… eles começaram a voar… diante da Estação Espacial Internacional… para “por acaso” mostrar suas naves. Coisinhas assim, no começo.

DW: Se o Solar Warden vai tentar revelar… o que obviamente outras partes do programa espacial… não querem… isso não pode levar a uma guerra… entre as facções?

Corey Goode: Sim. Estivemos à beira disso quando a Aliança das Esferas…

A Aliança das Esferas… passou ao modo ativo e fez contato com a Aliança do Programa Espacial Secreto que tinha recém começado a aceitar desertores de outros grupos a ponto de não ser mais o grupo do Solar Warden. A Aliança foi formada por desertores dos outros programas também.

É uma mistura de desertores dos programas espaciais que têm um objetivo em comum: acabar com a tirania na Terra… de o governo secreto do planeta… controlar o sistema babilônico de dinheiro e escravos. Para trazer para a Terra as tecnologias… que nós desenvolvemos… que têm… Energia grátis… todos os tipos de tecnologias médicas… que curam tudo em que se possa pensar… tecnologias para limpar o ambiente…

Do dia para a noite… essas tecnologias destruiriam o sistema financeiro. Não haveria necessidade de um sistema financeiro. Eles querem trazer isso à Terra… e também revelar completamente todos os crimes contra a humanidade que todas essas elites cometeram por muitos, muitos anos. Essa é a meta deles.

DW: Quando a Aliança do Programa Espacial Secreto começou a pensar nisso e agir para conseguir isso? Que você saiba.

Corey Goode: Que eu saiba, eles começaram a ter essas ideias talvez no fim dos anos 90 e começaram a agir para conseguir isso no começo dos anos 2000, em que tentaram provocar uma revelação. Revelações acidentais. Sabe, voando diante de imagens ao vivo. Tentando incitar as pessoas a fazerem perguntas.

DW: Quanto contato o programa espacial tem com o que está aqui na Terra? Eles podem ligar a TV a cabo assistir e ver o que acontece nos nossos programas?

Corey Goode: Até certo tempo, não havia comunicações. Todas as comunicações com a Terra eram bloqueadas. Não havia… Antes da Internet. Depois da Internet, o acesso à rede foi bloqueado. Há transmissões pela Internet por todo o sistema solar.

DW: Da Terra, ou eles têm uma Internet própria? Corey Goode: Eles têm uma Internet própria e acessam.

DW: Ah, é mesmo? Corey Goode: Muitas vezes é só para leitura.

DW: Só para leitura? Corey Goode: Sim.

DW: Imagino que só pessoas de confiança podem… subir alguma coisa na Internet. Corey Goode: Sim.
DW: Se são de confiança não vão divulgar a verdade. Corey Goode: Isso, é. É, quando eu estava… Quando fui designado para a nave de pesquisa, tivemos… Qualquer rádio ou transmissões de TV foram bloqueadas. Não podíamos ter… notícias em tempo real, nem próximo disso.

DW: Então, a Aliança sabe o que acontece na Terra? Algumas pessoas na Aliança sabem.

Corey Goode: Isso. E finalmente chegaram a um ponto em que acabaram com isso e abriram as informações para quem estava na Aliança e todos agora têm acesso à informação. Isso deu… Ver o que acontecia deu mais incentivo a eles… para trazer… estas informações e tecnologia à humanidade.

DW: Como seria a vida de uma pessoa se a Aliança conseguisse alcançar seus objetivos? Como seria a vida na Terra?

Corey Goode: Não seria diferente de algo da época de Jornada nas Estrelas (Star Trek). O que vimos em Jornada nas Estrelas.

DW: As pessoas poderiam ter um portal… onde entrariam e, em vez de voarem… num avião… elas entrariam num sistema semelhante ao de Stargate… para onde quisessem viajar?

Corey Goode: Claro. Sim. Haveria replicadores. Não haveria fome. Desertos poderiam ser transformados em verde… com a dessalinização da água.

DW: E quanto ao plástico boiando no oceano… e todo aquele lixo gigantesco?

Corey Goode: A matéria é facilmente transformada em outra coisa. Só é preciso ter a tecnologia para fazer isso. E nós temos. Só não está sendo compartilhada.

DW: Tem gente que pode surtar… com a ideia de não ter mais dinheiro. Vão dizer: “Isso é socialismo. É comunismo. Vão nos controlar ainda mais… porque ninguém terá dinheiro para resistir… a esta coisa nova que eles tentam fazer”.

Corey Goode: Somos programados assim.

Replicadores – replicarão tudo gratuitamente

REPLICADORES

DW: Como pode pensar que não seria assim?

Corey Goode: Se você quiser dinheiro tanto assim… pode usar um replicador e replicar um pouco… de prata ou ouro, ou replicar uma nota de US$ 100… se você se sente bem assim, e pôr no bolso. Não vamos precisar… de nenhuma troca financeira.

DW: Acho que a mentalidade… do político típico e antigo seria… que, se déssemos esse tipo de coisa a todos na Terra… as pessoas só beberiam, ninguém faria nada… só ficariam por aí, e morreriam assim. Isso acabaria com suas vidas.

Corey Goode: Vai haver um período de transição… em que as pessoas vão, sabe… ficar meio loucas com a tecnologia, por um tempo

DW: Como ganhar na lotaria.
Corey Goode: Se todos ganharem na loto (lotaria) de uma vez… Sabe, todos têm seus replicadores. Todos apertam o botão todos os dias. Experimentam refeições diferentes. Todos vão querer viajar pelo mundo. E quando estiver liberado, por todo o sistema solar… para ver as diversas ruinas por toda a parte. Quero dizer… vamos abrir muita coisa. Mas antes precisaremos passar pelo processo de lidar com nosso passado e superá-lo.

DW: Alguém não poderia ter um replicador… construir uma arma efetiva com ele… e matar um monte de gente?

Corey Goode: Por isso existe a tecnologia de buffer.

DW: O que é isso?

Corey Goode: Eles guardam um pouco em drives temporais. Para impedir que as pessoas voltem no tempo. Numa certa nave, eles têm drives temporais… para motores, pode-se dizer.

DW: Não dá para fazer uma arma nuclear com um replicador? Corey Goode: Isso.
DW: Há restrições. Não dá para fazer tudo. Corey Goode: Isso.
DW: O que a Aliança… quer fazer quanto a… todo esse sigilo, todo esse ocultismo… que existe no mundo hoje? Essa coisa estranha, que é perturbadora e deprimente? Como cuidam disso?

Corey Goode: Querem iluminar a questão. Querem trazer a verdade, a informação… para todos os seres humanos no planeta. Não dar a verdade para alguns, mas para todos. Dar para todos o acesso a esta tecnologia e informação.

DW: Então, chega de esconder?

Corey Goode: Chega de esconder, chega de revelações parciais. Querem trazer tudo. Trazer tudo à humanidade.

DW: Sim, isso é incrível. Nosso tempo acabou neste episódio. Temos muito mais assunto. Claro que estamos só começando. Mas, Corey, obrigado por ter vindo. Deu informações incríveis.

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Partilhar no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.