revelação cósmica temporada 06

S06E01 A Aliança da Terra Contra-ataca (Revelação Cósmica)

Partilhar no Facebook

Corey Goode encontra-se com Micca, representante de um povo que se libertou do domínio dos Seres das Trevas que ainda mantém o planeta Terra em regime de escravidão.
É neste episódio que Corey Goode afirma que os Aviários Azuis são os mesmos que se comunicaram através do livro “A Lei do Uno“, Raw-Tear-Eir é Ra.
São dados alguns detalhes sobre alguns dos conflitos existentes na Antártida (Antárctica). Recorde-se que é nesta zona pouco acessível que muita coisa está escondida.
Falam ainda das bases da Cabala existentes no Brasil.
Este episódio foi repostado por ser um dos episódios interessantes de se ver, agora com mais detalhes.

S0601 A Aliança da Terra Contra-ataca (Revelação Cósmica ~ Corey Goode)
S0601 The Earth Alliance Strikes Back (Cosmic Disclosure)

Assista ao episódio clicando no link abaixo, usando o browser chrome (watch the episode by clicking on the link below, using the chrome browser):
https://drive.google.com/open?id=1LWb_iXILt_8bgmt7gIal5NrBa6TIKyKh

Se der erro, use o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift + n) no PC e se necessário, antes tem de fazer logout do seu gmail. Se ainda não conseguir, aceda a partir de outro PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário para indicarmos outro link.

Episódio com legendas em português do Brasil (para quem não deseja assistir ao vídeo):

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Nós dois nos encrencamos porque havíamos obtido informações sobre uma guerra que estava acontecendo na Antártida. Porém, não as divulgamos. Então, você poderia começar contando do que se tratou essa guerra? O que aconteceu? E quais foram as consequências de você não as ter relatado?

Tem a ver com a guerra e o que foi encontrado sob a camada de gelo da Antártida. Contaram-me que, já havia um tempo, eles haviam visto umas esferas estranhas de cerca de 27,5 metros de diâmetro que tinham escotilhas em sua circunferência que foram vistas acima da Antártida.

Recebi vários relatos disso, mas não foram confirmados até minha conversa com os membros da Aliança do PES. Aparentemente, eram apenas naves de reconhecimento. Estavam apenas assistindo ao que estava acontecendo na Antártica.

O estopim da batalha foi que seis desses cruzadores da frota escura em formato de lágrima, que eram muito grandes, saíram da água perto do litoral da Antártica e dirigiam-se à órbita externa, como se estivessem partindo.

Existe uma barreira ao redor da Terra no presente? Teoricamente, eles conseguiriam sair?

Sim.

Mas a barreira externa ao redor do Sistema Solar ainda existe.

Correto.

Então, por algum motivo, eles podem ter decidido que a Antártica não era mais um bom lugar para eles.

Certo. Eles estavam tentando partir, queriam ir a uma de suas bases no Sistema Solar.

Lembro-me de que uma das correlações realmente fascinantes com o Pete Peterson foi que, quando mencionei essas esferas com escotilhas em sua circunferência, ele disse que também havia visto uma delas dentro de um hangar em algum momento de sua carreira, e desse que as escotilhas eram de vidro, que dava para ver o interior da nave através das escotilhas. Quando discutimos isso, ele parecia muito confiante de que talvez fossem as cosmosferas que o Peter David Beter alega que os russos têm.

Foi o que me disseram, que elas provavelmente eram russas.

Certo.

Sim.

Essa foi uma das coisas que me fascinou, porque obtivemos dois pontos de correlação independentes sobre o que são essas esferas. Portanto, aparentemente, parte do que chamamos de Aliança da Terra estava agindo contra esses Dracos.

Sim, e isso continuou. À medida que duas naves líderes estavam aproximando-se da atmosfera superior, de repente, dezenas de naves em formato de chevron, do tamanho de um caça normal, começaram a atacar as esferas. Houve raios de luz, explosões. Em seguida, os cruzadores que estavam tentando escapar desceram de novo, entraram na água de onde haviam partido, de onde haviam saído.

Então, o que temos aqui… Temos as esferas, que talvez sejam russas. Temos naves em formato de lágrima dos Dracos, que estão tentando fugir da Terra a partir da Antártica. Além disso, essas novas naves em formato de chevron inesperadas que chegaram.

Certo. E os cruzadores em formato de lágrima eram da Frota Escura.

Certo, eles eram da Frota Escura, não dos Dracos.

Certo.

Certo.

Lembro-me de você me contar que havia um elemento muito inesperado na chegada dessas naves triangulares, que estão chamando de naves em formato de chevron, embora seu formato seja triangular. O que havia de tão surpreendente na chegada delas?

Elas tinham armas muito poderosas, e ninguém sabia quem eles eram. Acontece que eram naves obtidas pela Aliança da Terra Secreta. Eles as estavam usando para evitar que esses grupos da Cabala partissem da superfície da Terra.

Basicamente, isso muda o jogo completamente, certo?

Com certeza.

É algo que mudou muito o jogo.

Por que mudou o jogo tanto assim?

Alguns desses grupos da aliança na Terra possuem tecnologias avançadas. Eles basicamente têm o seu próprio programa espacial agora. E esses ativos são como os obtidos do CCI. Trata-se de tecnologias muito avançadas e recentes. Essas naves foram construídas por empreiteiras do setor de defesa.

Mas essas empreiteiras do setor de defesa no CCI não necessariamente estão trabalhando com as que construíram essas naves na Terra.

Certo. E não se sabe como as obtiveram. Mas dezenas delas atacaram essas naves.

Qual foi o efeito de as naves serem derrubadas? Esse é obviamente um tipo de ponto de virada em uma guerra.

Isso afetou a Cabala. Também afetou a Aliança do PES. Eles não estão acostumados com coisas que aparecem no radar que eles não entendem completamente.

Certo. Qual você acredita ser a maior luta sociopolítica que está acontecendo? Por que a Frota Escura estaria tentando sair da Terra agora?

O mesmo motivo pelo qual vários desses grupos de sindicatos têm se dirigido ao Brasil e à Argentina, para ter acesso a bases subterrâneas que os enviam para baixo do solo através de fissuras cheias de água. Eles viajam até a Antártica. Eles querem escapar de algo. Eles acham que algum tipo de evento acontecerá em breve. E eles estão tentando escapar desse evento. Aparentemente, eles decidiram que era melhor sair da Terra e viajar até a parte mais distante do Sistema Solar.

Você acha que estão ocorrendo mudanças que poderiam levar a algum tipo de vazamento de dados ou algum tipo de grande virada épica no meio de toda essa luta geopolítica que está acontecendo?

Esse rumor ou ameaça já existe há algum tempo. Mas os grupos da Cabala realizaram ações para minimizar o impacto de um possível vazamento de dados.

Essa foi uma situação peculiar, porque nós dois nos encrencamos, e muito, por não revelar ao público essas informações sobre a batalha. No entanto, a maioria das pessoas diria: “Qual é a importância disso?”

O importante a ser divulgado não eram as informações relativas à batalha.

Era tudo que relatei sobre a minha visita sob o gelo, a localização dessas bases, o que havia lá embaixo.

Naquele momento, obviamente havia ativos da Aliança operando no campo. Então, aquela era a hora perfeita para que eles realizassem mais ações.

Então, você está dizendo que, porque nós dois não vazamos as informações rápido o suficiente, a Aliança não pôde agir, pois não sabiam onde estavam essas coisas que você havia visto?

Certo.

Correto.

Qual é a opinião da Aliança em relação a nós dois em decorrência de não termos divulgado as informações?

Logo depois disso, eles enviaram o Questionador, que, como você disse, tenta convencer ativos com baixo desempenho a melhorarem seu desempenho.

Uma das coisas que os telespectadores disseram é que, de alguma forma, esta rede estava suprimindo a nossa divulgação dessas informações. Você poderia dizer brevemente se foi isso mesmo que aconteceu?

Não, a Gaia ainda não fazia Ideia dos detalhes das informações porque não as havíamos relatado em nenhuma nota ou atualização. Portanto, a Gaia pediu-nos que fizéssemos um episódio sobre isso apenas dias ou semanas depois.

E a culpa também é minha, porque eu estava mais preocupado em terminar o meu livro. Eu deixei todo o resto de lado. Às vezes, eu trabalhava até as 5, 6 da manhã. Eu simplesmente não tinha tempo para escrever esses atualizações. Portanto, não havia uma versão escrita delas. E toda a questão da gravação, simplesmente não deu certo.

Correto.

Sim. Logo depois que o Questionador foi rejeitado, tivemos o evento “Contato no Deserto”. Foi a primeira vez que você foi a uma conferência na qual as pessoas sabiam quem você era, além da “Conscious Life Expo”.

Certo.

Foi só a segunda vez que você apareceu ao vivo perante um público.

Correto.

Sim. Você poderia nos relatar algumas das coisas estranhas que aconteceram quando você chegou à conferência “Contato no Deserto”?

Um dia, no começo da noite, estava sentado à minha escrivaninha quando vi uma luz azul vindo do céu. Olhei para ela e pensei que talvez fosse uma estrela que estava sendo refratada pela curvatura do vidro, deixando-a azul. Levantei-me e observei. Decidi ir lá fora para dar uma olhada. Fui lá fora e vi a luz azul. Voltei para dentro, peguei meu telefone e saí. Nesse momento, ela estava movendo-se e piscando enquanto atravessava o céu.

Antes disso, ela não estava piscando?

Não.

Era uma luz azul sólida.

Sério?

Certo.

Certo.

Acho que lhe enviei uma mensagem ou liguei.

Sim, você me enviou uma mensagem. E você me pressionou de uma forma quase ridícula a ir lá para fora.

Sim. “Vá para fora agora” ou algo assim.

Como você não disse do que se tratava, fui lá fora sem saber o que esperar. Vamos começar com você. Qual foi a sua observação de onde você estava?

Eu já havia visto esferas azuis várias vezes, os orbes azuis. Porém, aquele ali seria um… Eu achei que fosse virar um evento de avistamento em massa, fiquei muito animado. Gravei o que pude, com o meu iPhone. Dá para ver um pouco. Foi incrível, pois aconteceu bem acima de umas 5.000 pessoas.

Isso foi algo que eu também vi. O mais interessante foi que eu havia levado uma assistente comigo, e ela viu uma nuvem de energia azul sobre a minha cabeça, como se fosse um contato espiritual, logo antes de você me enviar aquela mensagem.

Sim, isso foi bem estranho.

E eu acabei indo lá fora. Observei esse objeto por mais de uma hora. Você ficou sabendo que várias pessoas o viram? Porque eu, com certeza…

Sim. No dia seguinte, havia muitas pessoas relatando que haviam visto uma esfera ou orbe azul no ar. Algumas pessoas viram-na piscando. Algumas pessoas viram-na sólida.

O que você acha que realmente estava acontecendo com esse orbe azul?

Naquele momento, eu não sabia mesmo. Porque ele não parecia estar muito interessado em mim.

Alguma coisa ocorreu posteriormente que deixou isso mais óbvio?

Sim. Depois, disseram-me que, durante aquele período, certas pessoas, incluindo você, receberam da esfera uma espécie de download quando ela estava piscando.

O que sugere que, quando a minha assistente viu essa energia azul sobre a minha cabeça, talvez tenha sido nesse momento que o download ocorreu.

Sim, foi uma correlação estranha.

Qual foi a próxima coisa que aconteceu com você depois de ver a luz azul piscando?

Na verdade, foi na manhã seguinte. Eu estava deitado na cama quando comecei a ouvir um coro de vozes de todas as idades, ambos os gêneros. Acho que isso se repetiu quatro vezes. Ouvi: “Somos os mensageiros e mediadores do criador infinito”, repetidamente, umas quatro vezes. Levantei-me, querendo saber o que estava acontecendo. Fui lá fora, olhei à minha volta, olhei para o céu, procurei em toda a paisagem, mas não vi nada.

E isso é muito similar ao que foi dito em “A Lei do Uno”.

Depois disso, deitei na cama de novo. Já vinha carregando “A Lei do Uno” comigo por um tempo, mas ainda não tinha conseguido ler. Sempre que eu tentava ler, as palavras flutuavam sobre a página. Eu não conseguia reter nada. Era muito frustrante. Peguei o livro desta vez e comecei a ler. Consegui reter tudo. Mais estranho que isso, nas minhas comunicações com o Tear-Eir, depois disso, ele começou a comunicar-se comigo usando uma terminologia muito similar, ou mesmo idêntica, à do livro.

Vamos voltar àquela primeira reunião que você teve perante a Aliança do PES. Qual foi uma das primeiras perguntas que a Aliança fez aos Aviários Azuis quando você estava lá?

Você é Ra de “A Lei do Uno”?

E qual foi a resposta?

Ele me fez repetir: Raw-Tear-Eir.

E Raw é basicamente Ra.

Certo.

Então, parece que esta é uma apresentação muito mais avançada da conexão entre “A Lei do Uno” e o que está acontecendo com você. Parece que atingimos o ponto no qual precisamos esclarecer que esse realmente é o mesmo grupo. Você concorda com isso?

Eu concordo com isso agora. No passado, eu sempre tinha um certo receio de fazer essa conexão até eu próprio ter a indicação.

Qual foi a próxima coisa que lhe aconteceu em termos de novos contatos?

Os novos contatos que ainda não relatei…

Certo.

A Kaaree entrou em contato comigo e deu-me algumas atualizações sobre esse caso do Questionador. Disse-me que eles ficaram furiosos e queriam vingar-se de mim
por algum motivo. Eles acionaram seus vários representantes, gente que conheciam, para ver se esses indivíduos os levariam a mim.

Quando você diz “ele”, está se referindo ao Questionador.

O Questionador estava acionando contatos, perguntando a esses contatos se eles poderiam obter acesso a mim.

Então, embora os Aviários Azuis estivessem bloqueando-o de ter acesso a você, ele estava tentando dar um jeito de descobrir como poderia burlar isso de alguma forma.

Certo.

E isso havia sido notado, e eles disseram que ficariam de olho nele.

Só quero fazer uma pergunta. Se tivéssemos publicado as informações relativas à Antártica imediatamente, se não estivéssemos tão ocupados com coisas pessoais e livros, o que eles teriam conseguido fazer que não foi feito?

Planejar uma operação nessas instalações sob o gelo.

Que tipo de operação?

Entrar e pegar coisas deles ou entrar e destruí-los ou atacá-los.

Nossa!

Sim. Eles sabiam que algo estava acontecendo sob o gelo, mas não sabiam a localização dessas instalações.

Certo.

Então, a Kaaree está falando com você. Quando foi o método? A luz apareceu no seu quarto e você foi levado à Terra Interior como antes?

Foi uma daquelas chamadas de conferência etéreas.

O que temos chamado de “Constructo”.

Certo.

Você fica em um espaço branco?

Sim. Tudo à minha volta fica branco, exceto… Aliás, a cadeira também é branca.

Sim, é tudo branco.

Ela disse que o Questionador estava tentando ter acesso a você, mas não conseguiu.

Certo. E ela também me informou que os grupos de segurança que mantinham essas instalações seguras estavam perdendo a cabeça por não terem conseguido detectar o ônibus espacial Anshar durante a missão de reconhecimento e o fato de que essas localizações específicas sob o gelo foram divulgadas.

Sim. Imagino que sim, se eles pensavam que sempre poderiam ver qualquer nave que aparecesse, e de repente aparece uma nave invisível, isso seria muito assustador para eles.

E eles sabem que, se a Aliança, que tinha operações em andamento acima deles, soubesse de todas essas informações, teria sido péssimo para eles, pois a Aliança viria, principalmente com as naves avançadas que eles têm agora.

Você também mencionou que a Kaaree compartilhou informações pessoais com você. E, é claro, todos vão querer saber se há alguma fofoca específica que você possa compartilhar conosco. Você mencionou que ficou muito deprimido com o caso do Questionador. Eu percebi isso. Você estava em um lugar muito escuro naquele momento. O cara basicamente o torturou. Então, ela estava tentando dar-lhe apoio moral, para animá-lo?

Ela me deu ótimo conselhos, mas também falou muito sobre as pessoas que estavam operando na minha esfera, as coisas que estavam acontecendo com eles e algumas coisas muito pessoais.

Certo. Aconteceu algo mais nessa reunião com a Kaaree?

Ela me informou que o Gonzales estava longe, com o grupo maia dissidente, recebendo a cura deles, sobre a qual tanto ouvi falar.

E o que você achou da ideia de ele estar passando por algo assim?

Fiquei feliz por ele, mas não achei que fosse vê-lo novamente. Porque ele me disse que, se tivesse uma chance, desapareceria um dia e iria buscar sua cura. Talvez ele nunca tenha a chance de despedir-se de mim.

Então, depois dessa primeira reunião com a Kaaree, você teve mais alguma reunião com a Kaaree?

Sim. No decorrer das semanas, tivemos reuniões esporádicas, mas nada de especial. Foram reuniões de cunho pessoal.

No seu site, você descreve que estava muito deprimido e não achava que pudesse ser de algum valor naquele momento.

Certo. Perguntei a ela por que ela ainda me visitava com tanta frequência, sendo que eu não tinha nada para oferecer. Não tinha nenhuma informação. Não havia nada acontecendo que exigisse a minha presença como mediador. E ela só… Aquele sorriso dela disse-me que eu seria útil novamente no futuro.

Você também mencionou que ela trabalharia com você.

Ela havia me dito que, por meio da nossa fusão mental, havíamos criado uma conexão entre nós que lhe permitiria observar a minha vida até o fim, pois ela ainda viveria muito tempo depois de mim.

Na sua atualização, que nos leva a 10 de julho, 3:40 da manhã, o próximo grande evento. Vamos falar sobre ele agora. O que aconteceu às 3:40 da manhã do dia 10 de julho?

Acho que não havia sido informado nesse dia que haveria uma reunião.

Como você geralmente era informado disso? Como isso ocorria?

A Kaaree vinha me dizendo que haveria uma reunião em breve. Também recebi informações por meio de sonhos para preparar-me para uma reunião.

Por meio de sonhos. Interessante.

Sim. Estava deitado na cama. Meus olhos estavam fechados quando uma luz azul fraca entrou nos meus olhos. Abri os olhos e vi uma esfera azul flutuando pelo quarto.

E você não fazia ideia de que isso aconteceria.

Não. Não daquela vez. Levantei-me e preparei-me para o transporte. Sempre indico que estou pronto. Fui levado a uma das grandes esferas no espaço que já descrevi. Assim que fui deixado nessa esfera, vi a silhueta de Tear-Eir, e alguém parecido com um humano ao lado dele, mas muito mais baixo. Olhei para cima. Algo chamou minha atenção. Olhei para cima e vi… A parte externa da esfera age como um tipo de filtro. Ela lhe permite… Se eu estivesse fora da esfera, não conseguiria ver as outras esferas no Sistema Solar. Porém, de dentro da esfera, através das paredes, ou das paredes de energia, eu consegui ver outras esferas. Também consegui ver uma energia crepitante que está ocorrendo no nosso Sistema Solar.

Ela vinha do sol?

Sim. Estava crepitando do sol. Além disso, as esferas brilhavam e moviam-se para longe do sol lentamente. Elas estavam indo rumo a Vênus e à Terra, na direção de Vênus e da Terra. Mas também se moviam em outras direções. Mas essas foram as que consegui…

Como alguém que tem empatia intuitiva, você captou algo mediunicamente que explicasse o que você estava vendo ou o que aquilo representava?

Suponho que, devido ao aumento da energia que vem do sol, elas estavam se reposicionando para lidar com essas energias.

Você viu as esferas movendo-se para longe, e deve ter se perguntado de quem era aquela silhueta ao lado de Tear-Eir.

Nem tinha tido a chance de ser curioso ainda. Eu os vi. Eles estavam um pouco longe.

Certo.

Quando olhei para cima, na minha visão periférica, vi que estavam vindo na minha direção. Olhei para trás e para Tear-Eir, que me cumprimentou. Em seguida, olhei para o outro indivíduo, nunca tinha visto aquela espécie. Sua aparência era quase humana. Esse indivíduo apresentou-se para mim como Embaixador Micca.

E como ele era exatamente?

Ele tinha uns 1,65 m de altura. Estava vestindo um tipo de robe verde brilhante com sandálias marrom-claras. Sua cabeça… Sabe como a nossa é meio oval quando vista de cima? A dele era quase redonda.

Sério?

A testa e a cabeça dele eram mais redondas. Os traços dele eram… Eram como uma mistura, meio africanos… O nariz dele parecia muito um nariz africano.

Certo.

E as maçãs do rosto dele eram como as dos indígenas. Sua pele era da cor que vemos hoje em dia na Líbia ou no Egito, embora com um certo tom alaranjado na pele.

Certo.

Sim. E seus cabelos eram meio grisalhos. Seus olhos eram castanhos. Seu rosto e seus olhos exibiam muita compaixão. Ele tinha rugas principalmente nesta região, uns pés de galinha bem aqui. E ele parecia ser um indivíduo mais velho.

Só quero fazer uma pergunta. Se esse cara estivesse nas ruas de Manhattan, alguém o notaria? Ou ele conseguiria passar despercebido?

As pessoas notariam. Elas notariam.

Certo.

Então, ele não era exatamente humano, mas quase.

Certo.

E ele me disse que o povo dele ficava em um sistema estelar que fica dentro da nossa nuvem estelar local, eles são basicamente nossos primos cósmicos. Eles vêm das estrelas vizinhas mais próximas.

Certo. E o que mais ele tinha para dizer? Ele está na nossa nuvem estelar local, o que mais?

Ele disse que o povo dele estava fascinado pelo povo da Terra. Eles amam as nossos culturas, a nossa arte, música, entretenimento. Eles tinham coisas similares no planeta deles, e vêm acompanhando o nosso rádio, televisão e Internet desde que começaram.

Não sei se isso é bom ou ruim.

Sim.

Não dá uma boa impressão, mas ele falava inglês perfeitamente, sem nenhum sotaque, o que me espantou. Mas parece que eles vêm nos estudando muito de perto há algum tempo.

Eles conseguem assistir à nossa televisão e aos nossos filmes, e eles ainda se interessam por eles?

Sim, muito.

Ele mencionou que, como eu disse, eles eram nossos primos cósmicos, e que a genética deles era 94% igual a nossa, o que é muito interessante.

Eles analisam ondas eletromagnéticas, obtendo programas de TV e filmes que foram transmitidos pela TV? Ou eles também têm acesso à Internet e podem assistir a vídeos no YouTube ou algo assim?

Ele disse que eles vêm passando um pente fino na nossa Internet, rádio e televisão desde que começaram.

Obviamente, eles devem ter capacidades avançadas de fazer isso, porque nós não conseguimos viajar para outros planetas. Nem sabemos sobre esses outros planetas
oficialmente.

Sim, eles são uma raça avançada. Ele já está no nosso Sistema Solar há algum tempo como embaixador. Então, não sei onde a embaixada dele fica.

Você ouviu algo sobre a cultura dele? Como são as pessoas? Qual é a história deles?

A única coisa que ele mencionou nesse sentido foi que o povo dele havia sido oprimido pelos mesmos seres que estão nos oprimindo aqui na Terra, e apenas três gerações haviam se passado desde sua libertação desses seres, quando eles ganharam sua liberdade.

Nossa!

E ele indicou que a vida dele dura cerca de 300 revoluções ao redor da estrela deles. Acho que, se considerarmos isso um ano, não fazia tanto tempo que eles haviam se libertado daqueles que os estavam controlando.

Considerando o escopo do que você já divulgou, bem como algumas coisas que também ouvimos de outros informantes sobre o controle mental que os Dracos exercem na população humana aqui, não faria sentido dizer que, se o povo dele conseguiu destronar os Dracos, eles passaram por algum tipo de salto evolutivo quântico em massa após isso, e talvez ele tivesse acabado de sair disso?

Essa é uma possibilidade muito real. Isso não foi mencionado. Mas ele disse que o povo dele estava muito interessado em vir aqui assim que rompermos este sistema de controle, essa questão dos reptilianos, das elites e outras espécies que estão nos controlando. Eles estão muito interessados em vir e ajudar-nos a fazer a transição. Ele disse que os problemas deles não eram tão complicados quanto os nossos, mas sua semelhança é o bastante para dizer que eles seriam de grande ajuda para nós se aceitássemos sua ajuda.

Mas vários desses grupos esperam que nós, após o que aconteceu com os reptilianos e outros grupos, se conseguirmos a nossa liberdade, eles não esperam que os procuremos imediatamente.

Você conseguiu ter uma impressão de como eles derrotaram os Dracos? Foi por meio de uma guerra? Foi uma virada de consciência? Foi uma ascensão? O que aconteceu com eles exatamente?

Não sei, Mas ele indicou que, durante o fim do conflito deles, ele estava em contato com Tear-Eir quase da mesma forma que eu estou.

Sério?

Sim.

Ele também indicou que o povo dele já esteve na Terra como refugiados durante…

Quando eles estavam sob o controle desse grupo.

Diversos grupos haviam escapado e vindo à Terra, tendo vivido aqui por muito tempo.

Você obteve uma impressão de quando isso ocorreu?

Não. Mas ele disse que isso era muito comum, que havia diversos refugiados vindo para cá àquela época.

No seu relato, você também menciona que ele lhe disse que o povo deve havia passado por um processo similar ao nosso recentemente.

Certo.

E esse processo, conforme “A Lei do Uno”, parece ser o que eles chamam de “colheita”, ou o que eu chamo de ascensão. Então, realmente parece que ele estava se referindo a isso, que o povo dele havia ascendido, mas que isso havia acontecido muito recentemente?

Sim.

Pode ser que signifique justamente isso. Ele não especificou. Mas ele também estava falando em contexto sobre… O povo dele havia sido liberto recentemente. Não ficou muito claro se ele estava falando sobre a libertação do planeta dele, seguida de uma ascensão, ou ambas.

Havia algum indício de que ele tinha habilidades pós-ascensão?

Não nessa breve reunião que tivemos. Foi só um cumprimento rápido.

Ele conseguia comunicar-se telepaticamente?

Na verdade, sim. Perguntei-lhe por que ele estava falando comigo em inglês em vez de comunicar-se não verbalmente, pois a comunicação não verbal é considerada mais eficiente, uma forma de comunicação mais eficiente. E ele disse que conseguia comunicar-se telepaticamente sem problemas, mas que preferia comunicar-se comigo na minha própria língua. Acho que ele queria praticar seu inglês ou algo do tipo.

Você acha que, como ele pesquisou, como o povo dele pesquisou a nossa mídia, eles gostam de nós?

Ele indicou que temos muito a superar, que o povo dele estava fascinado por boa parte da nossa cultura, mas que eles não gostavam da nossa propensão para violência. Sabe-se que boa parte da violência e da forma como agimos agora é controlada.

Como assim, controlada?

Controle mental, propaganda, tudo isso que está acontecendo na Terra agora, deixando-nos cada vez mais divididos em vez de unidos.

Você acha que, se pudéssemos falar com essas pessoas, elas seriam diferentes da maioria dos terráqueos, de alguma forma, em sua personalidade?

Sim. Ele era muito prático e realista, mas muito calmo e cheio de compaixão. Ele se apresentou para mim basicamente como um contemporâneo, mas ele havia desempenhado um papel similar com Tear-Eir no planeta dele. Ele queria me conhecer e queria que soubéssemos, toda a humanidade, que temos família lá fora, que quando esse controle local, todas as coisas pelas quais estamos passando… Assim que terminarmos isso, há uma comunidade maior, uma família lá fora que está ansiosa para conhecer-nos e ajudar-nos a passar por isso.

O que você acha, ou o que ele disse que eles teriam para oferecer-nos de forma que essa aliança seja benéfica para nós?

Experiência. Para ajudar-nos a superar questões emocionais e todo o resto. O povo dele, assim que escapou da tirania, tive que se curar, crescer e virar uma espécie galáctica. O planeta deles também passou por uma quarentena.

Então, a história deles é muito parecida com a nossa.

Muito parecida. Aparentemente, devido ao amplo leque de raças ou etnias no nosso planeta, e a todas as religiões diferentes, a nossa situação é um pouco mais complicada que a deles.

Você mencionou na atualização que essa reunião terminou de forma abrupta. Você poderia nos contar como isso aconteceu exatamente?

Ele havia acabado de fazer um comentário quando apareceu uma esfera azul atrás de Tear-Eir e do Mica. Passou raspando pela cabeça do Mica, mas perto do ombro de Tear-Eir, bem no meio deles, parando antes de mim. Obviamente, era hora de ir.

Você disse que ficou um pouco chocado e decepcionado, pois achava que falaria mais com Tear-Eir. Mas nessa reunião em particular, o que aconteceu?

Certo. Eu achei que fosse falar mais com Tear-Eir. Eu também queria falar sobre a cena cósmica que havia visto. Fui levado de volta ao meu quarto.

Qual foi a sensação de finalmente ter voltado lá em cima depois de tanto tempo?

Foi legal. Foi bom saber que as coisas continuariam. Tive uma crise de abstinência, por assim dizer. Não estava recebendo as informações normais do PES. Não estava tendo muitos encontros com Tear-Eir. Portanto, foi encorajador.

O que você achou da ideia de que esse homem havia sido contatado pelo mesmo ser, Tear-Eir, assim como você, e que ele havia se tornado um embaixador
em um sistema solar totalmente diferente? Você também se imaginou nessa posição?

Não. Achei muito interessante que ele havia desempenhado um papel similar no planeta dele, assim como eu estou fazendo agora.

Claro. Muito bem, não temos mais tempo neste episódio. Essa história envolve muito mais aqui no ”Revelação Cósmica”. Sou o apresentador, David Wilcock. Obrigado por assistir.

REVELAÇÃO CÓSMICA

POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO
COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os autores não usam facebook, portanto se tiver alguma pergunta, coloque aqui no site, na secção dos comentários (não do facebook)
3. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.