revelação cósmica temporada 12

t12e15 Patógenos e Vírus Espaciais ~ Revelação Cósmica

Partilhar no Facebook

Emery Smith transmite sua experiência com bactérias e vírus espaciais. Ele explica que a vida prospera em todo o cosmos, mesmo nos reinos microscópicos. Apesar da implicação de ameaças na mídia de ficção científica, ele explica que o maior perigo em relação a esses patógenos não é extraterrestre, mas organizações humanas que estão coletando ativamente esses microrganismos para sua própria pesquisa e desenvolvimento.

Revelação Cósmica Corey Goode temporada 12 episódio 15

pode assistir (vídeo) ao episódio clicando aqui (click here to watch the show)

Se der erro, usar o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift +n) no PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário para indicarmos outro link.

T12E15 Patógenos e Vírus Espaciais (Revelação Cósmica ~ Emery Smith)

S12E15 Pathogens and Space Viruses

REVELAÇÕES CÓSMICAS – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO

Patógenos e Vírus Espaciais

Bem-vindos ao
”Revelações Cósmicas”.

Sou George Noory
e estou aqui com Emery Smith.

Patógenos.
Não estão restritos à Terra.

Existem em vários lugares
do espaço.

Emery, bem-vindo.

Obrigado, George.

Primeiro, explique-nos
o que são patógenos.

Em qualquer tipo
de entidade biológica,

temos material celular.
Por exemplo, vários dos seres

com os quais trabalhamos
têm o mesmo tipo de sangue.

Muito similar.

Eles têm leucócitos,
hemácias, trombócitos.

Além disso, sempre há
outros vírus e bactérias,

patógenos que gostam de se alimentar
dessas outras células

ou causar algum tipo de mutação.

E as possibilidades de bioterrorismo

ser praticado no espaço.

Exato.
É o que está acontecendo.

Quando eles adquirem seres
do espaço sideral,

talvez tenha havido um naufrágio

e a nave deles explodiu,
eles pegam os corpos,

que já vêm com bactérias e vírus

que são de fora da Terra.

A indústria farmacêutica adora isso.

Eles pegam os corpos

e testam as proteínas do DNA,

na tentativa de achar curas

desses seres de outros mundos
e sua matriz celular.

Assim como a penicilina
vem do mofo,

os antibióticos vêm
desse tipo negativo

de patógeno, mesmo quando fazemos
proteínas recombinantes

que vêm do vírus E. coli.

Boas coisas podem vir disso,
mas, como você disse…

-Coisas ruins.
-Coisas ruins podem acontecer.

Eles podem criar
novos vírus e outras coisas

que são resistentes
aos medicamentos que produzem.

Embora façam um medicamento
para curá-lo,

eles também podem criar um vírus
resistente a ele.

Eles têm que investir na criação
de outra coisa cara

para você comprar.

Pode acontecer de um patógeno
chegar aqui

-em um asteroide ou algo assim?
-Exatamente.

Somos todos pó estelar
e sementes estelares.

Isso significa que há
vários tipos de bactéria

capazes de viver no espaço.

Porém, boa parte
dessa matéria em partículas

entra na nossa atmosfera
e chega a atingir

os oceanos e a superfície.

É possível que muitas das coisas

que estão surgindo,
como esses diversos vírus

no mundo todo, podem ter sido

implantadas aqui
de forma natural e orgânica,

misturando-se com outros vírus
e materiais celulares

para fazer um super vírus?

Se algo assim
atingisse o planeta,

poderia dizimar civilizações,
certo?

Assim como desembarcamos
no coração da Amazônia,

e os povos e tribos aborígenes

que nunca foram expostos
a certas bactérias,

-coisas simples…
-São dizimados.

São dizimados.

Com o advento das viagens
e dos milhões de voos diários,

seria fácil uma pessoa transmitir

um vírus para o mundo todo
dentro de 24 horas.

E ele sofre mutações rápidas.

O vírus encapsulará tanta gente,

principalmente as populações
mais velhas e jovens,

e os portadores
de doenças imunes.

Quanto tempo a ciência levaria

para dizer que um patógeno
não é deste planeta,

e não sabemos
como impedi-lo?

Eles testam o DNA

de vários desses patógenos
para descobrir

de onde eles vieram
ou que mutação sofreram.

Por enquanto, não conheço nada

que tenha sofrido mutações
de fora do planeta,

mas eu sei que eles mantêm

encapsulados em projetos
compartimentalizados secretos,

em bases subterrâneas,
vários tipos diferentes de vírus

e patógenos coletados no espaço

e no mundo todo,
mas que não são daqui.

Quanto aos vírus que existem agora,

os vírus de gripe
e esse novo vírus aviário

que teve um grande surto
três semanas atrás

na China, e é isso que está acontecendo.
Esses vírus aqui

estão sofrendo mutações
e também estão sendo produzidos.

E os vírus extraterrestres

criados por raças
extraterrestres

para dizimar outras civilizações?

É algo sinergético.

Assim como temos
bactérias saudáveis no intestino,

que nos mantêm vivos,
bem como na pele,

ajudando a combater
vírus e bactérias negativos,

eles têm o mesmo.

Não é algo intencional,

mas eles próprios nos veem

como um vírus alienígena.

Se as células deles
se misturarem com as nossas,

isso poderia dizimar
o planeta todo.

Hipoteticamente falando,

as pessoas estão vivendo a vida

sendo programadas
pela cultura popular.

Eles não precisam
de nada que temos.

Já dominam
viagens interdimensionais.

Já conseguem atravessar
o universo, ou seja,

eles não usam gás,
carvão nem petróleo.

Eles usam outro tipo de energia.

Utilizam impressoras 3D
para fazer o que quiserem…

alimentos, minerais.

Podem construir uma nave no espaço.

Eles não precisam de nada

que temos aqui nada Terra,
exceto talvez a nossa sobrevivência.

Vou colocá-lo em uma posição
vulnerável, Emery.

Você disse que não acredita
que raças alienígenas

estejam tentando nos contaminar ou matar

com patógenos ou vírus
especiais?

Só estou dizendo

que existem raças
capazes de fazer isso,

-mas não têm permissão.
-De quem?

Parte da Federação Galáctica,
eu acho.

Sério? Não acha que exista
uma raça trapaceira que faz o que quer?

Acho que existem várias raças trapaceiras.

Também acho que existe
muito mais positividade

no universo com esses seres
que tentam nos proteger.

Ainda estamos aqui.

Mesmo que uma civilização
extraterrestre perigosa

viesse aqui, eles provavelmente
só monitorariam as coisas.

Acredito que os extraterrestres
da Terra Interior

que estão aqui
há mais tempo que nós

podem ter outros planos.

Na minha opinião,
por ter participado dos projetos

e ouvido alguns rumores

e indícios da existência
desses seres da Terra Interior…

E existem várias civilizações

que vivem na Terra Interior

e estão aqui há mais tempo que nós,
monitorando e outras coisas.

Talvez eles tenham
alguma expectativa

por terem chegado primeiro.

Esses planos podem incluir
alterar a raça humana,

criando uma nova espécie híbrida?

Acho que isso é inevitável.

Haverá miscigenação no futuro.

Os híbridos que eles já fizeram

-já são parte humanos e não…
-Talvez já sejamos híbridos.

Somos híbridos.
Com certeza.

Temos deposições genéticas
de todos os diferentes

sistemas estelares
deste universo

que vemos no telescópio.

A única forma de provarmos isso
ao público

é, um dia… Espero que os projetos
compartimentalizados

e essas empresas liberem
o banco de dados de DNA

que eles têm.
Assim como ocorreu

com o ser do Atacama
cujo DNA nós extraímos

recentemente,
no artigo que publiquei

na Universidade de Stanford
com o Dr. Garry Nolan.

Algumas coisas que estão ocorrendo
virão à superfície.

Porém, se não tivermos acesso
à biblioteca genética completa,

restando uns 8% de algo

que você não consegue entender,

isso preencheria várias lacunas.

Mesmo a lacuna que vai
do homem Cro-Magnon

até nós.
O que aconteceu nesse caso?

E por que temos lacunas adicionais
no nosso DNA?

De onde elas vêm?

O falecido Zecharia Sitchin

defende que fomos alterados
geneticamente,

que os Anunnaki,
uma raça diferente de ETs,

vieram de um planeta
chamado Nibiru

com o intuito de modificar-nos
geneticamente

porque precisavam de operários.

Foi assim que surgimos.

Acredito nos Anunnaki

e que eles vieram aqui.

Nós fomos ajudados

até virarmos o que somos hoje.

Não concordo,
ou não tenho certeza

de que eles extraíam ouro
ou nos usavam como escravos,

mas certamos fomos ajudados

na nossa evolução como seres humanos.

Não aconteceu do nada.

Eles são os nossos deuses?

Eu não diria isso.

Diria que são mais avançados que nós

e mais avançados que a maioria
das civilizações.

Eles dominam viagem interdimensional.

Porém, só podem vir aqui
em certos momentos

do ciclo de vida da Terra,
ou seja, somente

em certos momentos,

as dimensões se alinham,
e eles podem vir à Terra,

podendo ir e vir
por um breve período.

Em muitos casos,

você esteve acompanhado de coisas que eu
não chamaria de benevolentes, positivas.

-Certo?
-Sim.

A maioria das coisas às quais fui exposto
eram benevolentes.

De todas as pessoas
que já entrevistei

na minha carreira,
você é um dos menos negativos

com quem já falei.

A maioria das pessoas
falam de destruição.

Já era para nós.

Eles vão nos pegar.

Você é o oposto.

Eles já teriam vindo
para pegar-nos.

É óbvio por tudo que está acontecendo
na Terra

que eles vieram nos apoiar.

E por como eu me envolvi

com esses projetos
compartimentalizados,

Nunca vi nada estranho
acontecendo

em que eles estivessem tentando
explodir uma base

ou destruir a raça humana.

É claro que fomos criados
por vários ETs.

-Como você disse, os Anunnaki.
-Certo.

Para que criar algo
e destruí-lo?

Não faz sentido.

Você quer que evoluam,
quer estudá-los

e ver do que são capazes.

Também acredito que nós estamos

na parte inferior da pirâmide,
em termos de evolução dos extraterrestres.

Acredito mesmo que viemos
dos extraterrestres,

e, mais importante ainda,
os extraterrestres vieram de nós.

Vamos voltar aos patógenos.

Como podemos criar
a cura para algo

que vem do espaço,
sendo que nem sabemos o que é?

Se esse vírus, bactéria ou patógeno

cair no espaço tridimensional,

sempre há uma solução.

Lembre-se de que o corpo humano
é muito resistente.

Não somos todos
exatamente iguais.

O corpo pode sofrer mutações

para combater um certo patógeno,

foi assim que nos tornamos
uma espécie tão bem-sucedida.

No decorrer de centenas
de milhares de anos,

ficamos mais fortes.

O nosso DNA muda.

Ele aprende a fazer macrófagos
e leucócitos especiais

para combater esses tipos de patógeno
e sobreviver.

Somos isso.

Somos uma das raças mais fortes
do universo,

sendo bombardeados com EMF
e fotometria escalar,

vírus e várias coisas negativas,

mas parece
que continuamos vivos.

Temos um tempo de vida
muito curto

comparados com outros ETs,

mas é porque
são mais avançados que nós.

Chegaremos lá um dia.

Existe um programa especial

dos governos para tentar evitar
esse tipo de problema?

Acontece com frequência

de vírus serem lançados sem querer,
a contaminação ocorre,

o surto acontece.

Isso é mantido em sigilo.

Isso significa que a mídia não pode
saber disso, o CDC…

-Haveria pânico.
-Seria muito…

Caos, pânico,
as bolsas de valores cairiam…

Seria muito terrível.

Porém, isso acontece diariamente.

Existem equipes

que neutralizam uma base inteira
de cientistas

em caso de surto.

Se atingir a superfície,

eles não se importam de tomar
alguns quarteirões

e dizer que houve
um vazamento de gás.

Claro.

Como podem ser tão tolos
a ponto de permitir esse tipo de acidente?

Os humanos têm egos,
estamos todos em competição,

e muito disso ocorre
com espionagem interna e agentes.

Muitas vezes,
estão tentando descobrir

a biologia desses patógenos
e utilizá-la

para o bem e para o mal.

É muito raro que eles façam
algo ruim primeiro.

Acho que,
se os governos pudessem criar

patógenos capazes de destruir,

eles fariam isso loucamente.

-Acho que já fazem.
-Sim.

No entanto,
alguns desses patógenos

podemos atacar apenas
certos DNAs…

Certas raças.

Dê-nos um exemplo
desse ataque genético

a raças específicas.

Você participou
desse programa secreto?

Não participei do programa,

mas obtive informações,

pois vários desses patógenos

vieram de alguns dos corpos
dos quais eu colhia amostras.

Quando essas amostras saem,
eles fazem várias coisas.

Sempre fiquei curioso.

Depois de uns anos,
obtive informações

de que eles pegam
o material celular,

como você disse,
e transformam-no em um vírus ou bactéria

que atacará apenas aquela entidade,
aquele ser.

Porém, eles podem fazer o mesmo conosco.

Se quiserem dizimar
os caucasianos,

eles podem fazer isso.

-Já testaram isso?
-Sim.

-E funcionou?
-Sim.

Eles têm bases subterrâneas enormes
e cidades simuladas

que são maiores que campos
de futebol americano,

e eles usam pessoas de verdade
e alguns clones

quando liberam os surtos.

Essas pessoas não fazem ideia
de que isso vai acontecer.

Não fazem ideia
da lavagem cerebral,

que foram capturadas
e que várias delas

nem fazem ideia de que estão
em um projeto,

pois esses casos podem durar
menos de um dia.

No fim, todo mundo cheira o gás

e é eliminado.

-Quantas pessoas já mataram?
-Centenas de milhares.

Centenas de milhares?

Centenas de milhares por base,
por ano.

Digamos que estejam mirando
os caucasianos,

asiáticos ou africanos,

pois querem eliminar
certas raças.

Já fizeram experimentos
que deram certo, na sua opinião?

Muito certo.
Sim.

Como combatemos isso?

Acho que haverá muitos outros

informantes desses projetos.

Eles têm medo de vir a público,

mas vários deles
estão no leito de morte,

e querem dar seu testemunho

contando tudo ao público,
para que a devida investigação

possa ser feita.

Parece que devemos nos preocupar

com as pessoas deste planeta,

não com ETs tentando
fazer algo conosco.

110%, George.

Temos o nosso ego
e queremos controlar,

queremos dominar
ou despovoar o planeta,

ou seja qual for o plano,

pois pegar esses contaminantes
e esses patógenos

feitos em laboratório,
como você disse,

esse é um agente biológico muito ruim
que pode ser usado em guerras.

É claro que uma empresa
pode vendê-lo

a vários países
sem ninguém saber.

Já vimos casos em que produtos químicos

feriram ou mataram pessoas.

Vimos o caso
em que o meio-irmão

do líder norte-coreano,
Kim Jong Un,

foi borrifado por algumas pessoas
no aeroporto e morreu.

Você tem razão,
essas coisas existem.

Exato.

Veja o acontecido na Rússia,

caso tenha lido
a obra de Tom Bearden.

Só existem algumas armas escalares
no planeta,

e só alguns países as detêm.

O público de
”Revelações Cósmicas”,

este programa,
neste momento,

o que podem fazer diante
dessas possibilidades horríveis?

Eu diria que existem muito mais

pessoas boas neste planeta,
muito mais empresas boas

e muito mais dissidentes
operando secretamente em áreas políticas,

mas também há
as pessoas negativas.

Alguns cientistas
que trabalham nesses projetos

desenvolveram essas coisas
à força

ou forma extorquidos.

-Não queriam fazer isso?
-Não queriam.

Porém, eles também ajudam muito

a evitar que isso não se espalhe.

-Acha que podemos vencer essa batalha?
-Sei que venceremos.

É questão de tempo.

A verdade sempre prevalece.

Não quero causar medo
no público,

pois sei de várias coisas boas

acontecendo nos projetos.

Existe muito mais acontecendo
para proteger-nos

e eliminar essas coisas,

pois são perigosas demais.

Mas quem?

Quem nos protege?

As pessoas que trabalham nesses projetos,
em primeiro lugar.

Eles também têm famílias
e não gostam

de como estão sendo tratados.

Existe alguma briga interna,
Emery, entre os bons e os maus?

Não é uma briga interna.

São os heróis anônimos
lá dentro que são muito pacientes,

aguardam a hora certa
e sacrificam suas vidas,

o que ocorre muito.

Mesmo na base de Denver,
aquelas explosões

foram os próprios funcionários

tentando destruir
algumas bases subterrâneas

alguns anos atrás.

Existem vários dissidentes,

mesmo na política

e na indústria farmacêutica.

E essas outras grandes empresas

que controlam o planeta
e vigiam tudo,

elas estão esperando a hora certa

para ser defensivo e protetor,

pois há 7,5 bilhões de pessoas
em risco aqui.

Você já esteve nos laboratórios.

Já lhe pediram para fazer algo
que você não quisesse fazer?

Não.

Porém, nos meus últimos meses

nos laboratórios compartimentalizados,
um dos motivos da minha saída

foi que um dos corpos que trouxeram

parecia estar quente,
mesmo debaixo do traje.

-Corpos humanos?
-Corpos de humanos extraterrestres.

-Certo.
-Medimos a temperatura no corpo inteiro.

Sabemos qual é a temperatura.

Eu tive a impressão
e senti no meu coração

que aquele ET havia morrido
desnecessariamente.

Era tipo uma sensação
de que aquele

era um ser consciente de verdade
que havia acabado de morrer

pouca horas antes.

-Ou foi morto.
-É o que estou dizendo.

Como era esse humano ET?

Muito alto,
um pouco mais alto que eu.

Eu tenho 1,93 m de altura,
ele devia ter uns 2,10 m.

Sua pele era clara
e os olhos eram grandes e azuis.

-Cabelo branco?
-Calvo.

Não tinha cabelo?

Não. Lábios muito pequenos
e um nariz muito longo.

Os olhos eram desviados,
em formato de castanha,

mas mais para o lado,
um pouco mais largo que os nossos.

Porém, em geral,
ele tinha tudo que temos…

Duas mãos em formato de estrela,
dois braços,

Um corpo ectomórfico muito ativo.

Ectomórfico significa
ossos longos e finos.

Existem três somatótipos
do corpo humano

que chamamos de ectomórfico,
mesomórfico e endomórfico.

Isso diz respeito
à aparência do corpo

quando o descrevemos.

Como essa entidade morreu,
na sua opinião?

Acho que de forma não natural.

Foi depois disso
que comecei a questionar mais,

eu sabia que deveria ficar
nos projetos

para sempre
ou pedir demissão logo.

-Você saiu?
-Saí.

Acha que foi a decisão
mais inteligente?

-Com certeza.
-Nunca olhou para trás?

Não, nunca.

Você fez algo com o governo
de que não se orgulhe?

Não.

Tenho orgulho
de ter trabalhado ao lado

de grandes cirurgiões, médicos

e cientistas do mundo todo

e do universo todo.

Foi uma grande bênção disfarçada,

e eu até sinto saudades.

Ser responsável por equipamentos
de milhões de dólares

e ser um grande ativo para os militares
e para os projetos,

sem saber que isso valia tanto.

Depois de sair,

consegui registrar patentes
e coisas para ajudar a sociedade

e o mundo.

No decorrer da história,
a humanidade, é claro,

tentou aproveitar-se
de outros seres humanos.

Isso sempre aconteceu.

Os ETs podem fazer o mesmo?

Eles já foram quem somos.

Porém, digamos que eles cresceram
desde então.

O plano deles não tem nada a ver
com dominar e destruir.

Tem a ver com preservação
e com ajudar

uma sociedade
que precisa de ajuda.

Precisamos de ajuda.

Olhe para nós.

Veja o que estamos fazendo…

Destruindo a Terra
e uns aos outros.

Que sociedade bem-sucedida
é essa?

Todos esses vírus
que existem no planeta

podem ter sido
despejados em nós?

Ou acha que são deste planeta?

Acho que o planeta evolui.

Descobrimos novas espécies
todos os dias nos oceanos,

na Amazônia, todos os dias.

Quem diz que bactérias e vírus
também não são espécies?

Essas coisas sofrem mutações,
formam-se

por vários motivos diferentes.

Acho que funciona em sinergia

com as estrelas, o pó estelar.

Acho que o que acontece,
talvez, é que,

em vários dos programas de hibridização,
as coisas vazam.

Algumas dessas bactérias, desses seres
escapam de vez em quando,

e isso muda todo o ecossistema
de um planeta.

Essas raças de ETs, Emery,

qual é a missão
e o objetivo delas?

Estão tentando procriar-nos
e alterar-nos?

Ou misturar o DNA deles
com o nosso?

Acho que, há muito tempo,

pode ter sido isso.

Acho que eles nos procriaram.

Acho que faziam experimentos conosco.

Acho que fomos um experimento
que realmente floresceu.

Embora haja muitas coisas ruins
acontecendo, como espécie,

olhe para nós.

Somos resistentes.

Somos como um vírus.

Saímos por aí, infectamos tudo,

temos uma ótima capacidade
de sobrevivência.

Acho que eles admiram isso

e sabem que fomos
as primeiras sementes,

mesmo que eles nos tenham feito.

Acho que nos tornamos eles,
e eles se tornam nós.

Eles poderiam combinar o melhor
do DNA deles com o melhor do nosso?

Com certeza.
É o que acontece.

Aperfeiçoar o nosso DNA,
primeiramente.

Estamos tentando aperfeiçoar
o nosso DNA.

Tentando fazer testes de DNA
para saber a que tipos de câncer

temos uma predisposição
e coisas do tipo,

o que nos ajuda a aprender como fazer
terapia genética e ajudar a curar-nos.

Tudo isso são tecnologias
fruto de engenharia reversa,

bem como informações e ideias
de extraterrestres.

Você está dizendo

que existe um programa de cruzamento
no universo, certo?

Nós viemos dos ETs,
os ETs vieram de nós?

-Sim.
-Como?

Assim como nos miscigenamos

com diferentes países,
continentes e raças

aqui na Terra, com certeza

faríamos o mesmo no espaço.

A manipulação genética não ocorre
com produção em massa.

Eles fazem testes únicos
em certos humanos

e extraterrestres
em ambos os lados da história,

para descobrir como melhorar a vida
e como…

-Governos e ETs?
-Sim.

-Juntos?
-Exato.

Governo não significa governos.

Significa… Os governos

controlam os militares,
que protegem os laboratórios das empresas.

-Digamos.
-Sim.

-Quando pensam…
-Existe outro plano.

-E esse lado?
-Exato.

-Não existe?
-Sim.

E acho que fazem vários testes,

como você disse,
para criar um super humano.

Aprimorá-los para que possamos ter
comunicação telepática,

que é mais fácil,
além de levitar e coisas do tipo.

Somos capazes de coisas incríveis.

Só não acionamos ainda

esses códigos genéticos,
o que inclui

ativar partes diferentes do cérebro
para que faça certas coisas.

Talvez queiram criar
super soldados.

Correto.

Sim, também estão fazendo
coisas desse tipo…

Além dos soldados,
misturando o DNA

de animais e soldados
para fazer uma grande arma de combate.

Emery, você já esteve em laboratórios.
Já tocou em vírus.

Já viajou por aí.

Você já se expôs a algo
dos ETs ou mesmo vírus humanos?

Só proteínas recombinantes e DNA.

Nada de um ET de verdade.

Temos trajes incríveis
que são muito protetores.

Usamos sistemas
de pressão negativa a vácuo,

é improvável que você seja
contaminado.

É possível.

Já houve incidentes nas bases

em que os trajes foram violados

ou na sala de cirurgia,
que teve que ser fechada.

Qual é o pior caso
que você já viu

de alguém que contraiu
alguns desses vírus?

O que acontece com eles?

A única coisa que ouvi falar…

Nunca vi…

Parece que o traje de alguém
ficou comprometido.

A frequência desse vírus,
ou fosse ou que fosse, era tão intensa,

que a células ao redor do corpo humano
não conseguiam acompanhar.

Ele as desintegrava
de dentro para fora.

Acho que o caldo primordial
é o mesmo

no universo todo. Portanto,
a nossa complexidade e a mistura…

Acho que todos nós no universo
somos parentes, não somos?

Essa é a ideia,

tentar achar uma forma
de elevar a nossa consciência primeiro

e, depois, não se esqueça
de que todos somos um.

Se pensar dessa forma…

É o que a ciência diz.

Todos temos a mesma genética,
ou uma parte uns dos outros,

mesmo dos extraterrestres.

Isso me levou a crer

que realmente existe
uma unidade conectada,

uma mesma vibração,
uma mesma frequência.

Se aprendermos a ouvir
uns aos outros

e nos comunicarmos corretamente,

sem misturar as coisas,

acho que nos daríamos bem.

Existe uma manipulação genética
dos ETs nos nossos genes?

Estão fazendo isso agora?

Acho que não estão olhando para nós

e enviando
um raio de energia especial

nem nos infectando com nada.

Acho que estamos evoluindo assim
porque o universo está evoluindo.

E acredito nesse campo de energia
morfogênico.

Se houver muitas coisas boas
acontecendo,

mesmo a evolução do ser humano,

isso nos afeta dessa forma.

Eles podem ter seu grupinho de meditação

no outro lado do planeta,

essa é uma boa forma de analisar,

pois afeta todo o universo,
incluindo a elevação

da nossa consciência
e inteligência.

Nós nos tornaremos super humanos

devido à manipulação dos ETs?

Gosto de pensar assim:
em determinado momento,

durante uma comunicação telepática,

eles acham que nós somos
os super humanos.

Acham que somos os super-heróis
do universo,

pois somos resistentes,
já passamos por tanta coisa

e continuamos aqui.

E não vamos sair.

Emery, obrigado por vir ao
”Revelações Cósmicas”.

Obrigado pelo convite, George.

Este é o ”Revelações Cósmicas”
com Emery Smith.

Obrigado por assistirem.

Nesta temporada de
”Revelações Cósmicas”,

as pessoas compartilham
seu envolvimento secreto

com agências governamentais,
militares e programas espaciais secretos…

Acho que várias
das novas espécies

descobertas no mundo
todos os dias

devem-se à introdução de naves
e seres extraterrestres aqui.

O bloqueio que impede
a passagem de naves

para dentro do Sistema Solar
decide o que, quando e como

tudo acontece.

Esses seres vêm.

Temos um produtos:
pessoas.

Eles não têm muito apego a nós,
como uma bola,

e começaram a usar-nos
como produtos.

REVELAÇÕES CÓSMICAS

POR DENTRO DO
PROGRAMA ESPACIAL SECRETO

PRONTO PARA CONTAR A VERDADE?

Os e-mails são criptografados
e não podem ser compartilhados.

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos corruptos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar no Facebook

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

7 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
aj444

Pena nai ter em texto?! muotos ainda nao têm conex rapida.. graças a cabala

nuno

por favor é possivel enviar outro link?grato

Bruna

“Invalid parameters” quando tento acessar o episódio. Por favor, há outro link? Grata!