A Lei do Uno - livro 1

A LEI DO UNO – sessão 11 – Nikola Tesla – Orion e o serviço a si próprio

Partilhar no Facebook

11.4 Existe um planeta atrás do nosso sol, oposto a nós em órbita, que nós não sabemos a respeito? RA: Existe uma esfera na área oposta ao seu sol, de natureza muito, muito fria, mas grande o suficiente para distorcer certas estimativas estatísticas. Esta esfera não deveria ser chamada apropriadamente de planeta, já que está trancada na primeira densidade.

11.6 Quando nosso ciclo terminar e ocorrer a graduação, é possível para alguém ir desta terceira densidade para um planeta de quarta densidade que seja do tipo de serviço a si ou tipo negativo? RA: Nesta colheita, o vórtice de probabilidade/ possibilidade indica uma colheita, apesar de pequena, deste tipo. Isto está correto.

11.7 Você pode nos dizer o que aconteceu com Adolf Hitler? 
RA: O complexo mente/corpo/espírito conhecido como Adolf está, neste momento, num processo de cura nos planos astrais médios do seu campo de força esférico. Esta entidade estava enormemente confusa e, apesar de ciente das circunstâncias de mudança do nível vibratório associado com a cessação do complexo químico do corpo, contudo, precisou de muitos cuidados.

11.8 Existe alguém na nossa história, que seja amplamente conhecido, que foi para um planeta de quarta densidade do tipo negativo ou de serviço a si, ou ainda irá para lá? RA: O número de entidades assim colhidas é pequeno. Entretanto, algumas poucas penetraram o oitavo nível, que somente está disponível através da abertura do sétimo através do sexto. Penetração do oitavo, ou nível da infinidade inteligente, permite que um complexo de mente/ corpo/ espírito seja colhido, se ele assim o desejar, em qualquer tempo/espaço durante o ciclo.

11.9 Algumas dessas pessoas são conhecidas na nossa história pelo nome? RA: Nós mencionaremos algumas. Aquele conhecido como Taras Bulba, aquele conhecido como Genghis Khan, aquele conhecido como Grigori Rasputin.

11.10 Como eles alcançaram isso? O que foi necessário para eles alcançarem isto? RA: Todas as entidades mencionadas anteriormente estavam conscientes, através da memória, de conhecimentos Atlândidos que têm a ver com o uso dos vários centros de influxo de energia do complexo mente/ corpo/ espírito para alcançar o portal para a infinidade inteligente.

11.11 Isto as tornaram aptas a realizar o que nós nos referimos como magia? Fazer coisas paranormais enquanto estavam encarnadas aqui? RA: Isto está correto. As primeiras duas entidades mencionadas fizeram pouco uso destas habilidades conscientemente. Entretanto, elas estavam encurvadas decididamente na direção do serviço a si, poupando nenhum esforço na disciplina pessoal para dobrar, redobrar e assim fortalecer este portal. A terceira foi um adepto consciente e também não poupou esforços na busca pelo serviço a si.

11.12 Onde estão estas três entidades agora? RA: Estas entidades estão na dimensão conhecida por vocês como quarta. Entretanto, os continuum espaço/tempo não são compatíveis. Uma aproximação do local espaço/tempo de cada não traria nenhum entendimento. Cada uma escolheu um planeta de quarta densidade que é dedicado à busca do entendimento da Lei do Uno através do serviço a si, um no que você conhece como o grupo de Orion, um no que você conhece como Cassiopeia, um no que você conhece como Cruzeiro do Sul.

11.13 Quem foi para o grupo de Orion? RA: Aquele conhecido como Genghis Khan.

11.14 O que ele faz atualmente lá? Qual é seu trabalho ou ocupação? O que ele faz? RA: A entidade serve ao Criador de sua própria forma.

11.15 É possível para você nos dizer precisamente como ele faz este serviço? RA: É possível para nós falar sobre essa questão. Entretanto, nós usamos qualquer chance que temos para reiterar o entendimento/ aprendizado básico de que todos os seres servem ao Criador. Aquele a quem você se refere como Genghis Khan, no presente, está encarnado num corpo físico de luz que tem o trabalho de disseminar material de controlo de pensamento para aqueles que vocês poderiam chamar de cruzadores. Ele é, como você nomearia esta entidade, um secretário de embarcação.

11.16 O que os cruzadores fazem? RA: Os cruzadores se movem nas suas carruagens para conquistar complexos de memória social de mente/ corpo/ espírito antes que eles alcancem o estágio de adquirir memória social.

11.17 Em qual estágio um planeta adquire memória social? RA: Um complexo de mente/corpo/espírito se torna um complexo de memória social quando o seu grupo inteiro de entidades é de uma única orientação ou busca. A memória de grupo perdida para os indivíduos, nas raízes da árvore da mente, então, se torna conhecida para o complexo social, assim criando um complexo de memória social. As vantagens deste complexo são a relativa falta de distorção no entendimento do estado do ser social e a relativa falta de distorção na procura da direção de busca, pois todos os entendimentos/distorções estão disponíveis para as entidades da sociedade.

11.18 Então nós temos cruzadores de Orion vindo para este planeta para propósitos de controlo mental. Como eles fazem isso?
RA: Como todos, eles seguem a Lei do Uno, observando o livre arbítrio. Contacto é realizado com aqueles que chamam. Aqueles então sobre a esfera planetária agem bem como você para disseminar as atitudes e filosofias dos seus entendimentos particulares da Lei do Uno, que é o serviço a si. Estes se tornam a elite. Através destes, a tentativa começa a criar a condição na qual o restante das entidades planetárias são escravizadas pelas suas próprias vontades.

11.20 Como os cruzadores passam os seus conceitos aos indivíduos encarnados na Terra? RA: Existem duas formas principais, exatamente da mesma maneira que existem duas formas principais de, digamos, se polarizar na direção do serviço a outrem. Existem aqueles complexos mente/corpo/espírito, no seu plano, que realizam exercícios e executam disciplinas a fim de buscar o contacto com fontes de informações e poder que possam levar à abertura do portal para a infinidade inteligente. Existem outros, cujo complexo vibratório é tal, que este portal é aberto e contacto total com o serviço a si, na sua distorção primária de manipulação de outrem, é então permitido com pouca ou nenhuma dificuldade, nenhum treinamento e nenhum controlo.

11.21 Qual tipo de informação é passada pelos cruzadores a estas pessoas? RA: O grupo de Orion passa informações que dizem respeito à Lei do Uno com a orientação para o serviço a si. A informação pode se tornar técnica, da mesma forma que alguns da Confederação, em tentativas de ajudar este planeta no serviço a outrem, proveram o que você poderia chamar de informação técnica. A tecnologia provida por aquele grupo está na forma dos vários meios de controlo e manipulação de outrem para o serviço a si.

11.22 Você quer dizer, então, que alguns cientistas receberam informações técnicas, digamos, telepaticamente, que se transformaram em dispositivos utilizáveis? RA: Isto está correto. Entretanto, os assim chamados cientistas muito positivamente orientados, como você chamaria esta distorção, também receberam informações com a intenção de permitir meios pacíficos de progresso, que tiveram consequências até os últimos ecos do potencial destrutivo, devido à receção estendida a outros cientistas de uma orientação/distorção negativa.

11.23 Foi assim que aprendemos sobre energia nuclear? Foi uma mistura de orientações tanto positivas quanto negativas? RA: Isto está correto. As entidades responsáveis por reunir os cientistas eram de orientações mistas. Os cientistas eram esmagadoramente positivos nas suas orientações. Os cientistas que deram sequência ao trabalho eram de orientação mista incluindo uma entidade extremamente negativa, como você a chamaria.

11.24 Esta entidade extremamente negativa ainda está encarnada na Terra? RA: Isto está correto.

11.25 Então eu presumo que você não possa nomeá-lo e perguntaria a você onde Nikola Tesla obteve sua informação? 
RA: Recebeu informação de fontes da Confederação que almejavam ajudar esta entidade, digamos, extremamente angelicamente positiva a melhorar a existência dos seus complexos mente/corpo/espírito companheiros. É lamentável, digamos, que, como muitos Andarilhos, as distorções vibratórias da ilusão de terceira densidade tenham feito que esta entidade se tornasse extremamente distorcida nas suas perceções dos seus complexos mente/corpo/espírito companheiros, de forma que a sua missão fosse interrompida e como resultado, pervertida no seu propósito.

11.26 Como o trabalho de Tesla tinha a intenção de ajudar o homem na Terra e quais eram seus propósitos? 
RA: O propósito mais desejado pelo complexo mente/corpo/espírito, Nikola, era a libertação de todas as entidades planetárias da escuridão. Então, ela tentou dar ao planeta a energia infinita da esfera planetária para uso em iluminação e energia.

11.27 Por libertar as entidades planetárias da escuridão, precisamente o que você quer dizer? RA: Nós nos referimos à libertação das pessoas da escuridão, em um sentido literal.

11.28 Esta liberdade da escuridão seria comensurada com a Lei do Uno ou isto teria algum produto real? RA: O produto de tal libertação criaria duas experiências. Primeiramente, a experiência do fim da necessidade de se achar o emolumento necessário para o pagamento, no seu dinheiro, por energia. Em segundo lugar, permitiria o lazer, desse modo exemplificando a possibilidade e aumentando a probabilidade da liberdade para, então, buscar a si mesmo e dar início à procura pela Lei do Uno. Existem poucos que, nos seus termos, trabalhando da aurora do dia até a noite, sobre o seu plano, podem contemplar a Lei do Uno de uma forma consciente.

11.29 E sobre a Revolução Industrial em geral. Isto foi planeado de alguma forma? RA: Isto está correto. Andarilhos encarnaram em diversas ondas, como vocês as podem chamar, a fim de trazer à existência a libertação gradual das exigências dos ciclos diurnos e da falta de liberdade para lazer.

11.31 Porque é que os cruzadores de Orion fazem isto. Qual é o seu objetivo maior? RA: Servir a si é servir a todos. O serviço a si, quando visto nesta perspetiva, requer um uso sempre em expansão das energias de outrem para manipulação para o próprio benefício de distorções na direção do poder.

28 de janeiro de 1981
nota: a expressão Self refere-se ao Eu (pessoa), que nem sempre foi traduzido nos livros.

artigos relacionados

sessão 12 – Andarilhos
sessão 13 – Universo – Densidades
sessão 14 – Pirâmides – Colheita – Densidades
resumo do livro “A lei do Uno” e os 5 livros em .pdf

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os autores não usam facebook, portanto se tiver alguma pergunta, coloque aqui no site, na secção dos comentários (não do facebook)
3. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar no Facebook

2 Comments

  1. Can I simply just say what a relief to uncover an individual who genuinely knows what
    they’re talking about on the net. You actually realize how to bring a problem to light and make it important.
    More and more people should look at this and understand this
    side of the story. I can’t believe you are not more popular because you surely possess the gift.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.