revelação cósmica temporada 07

S07E19 Antártida a Nova Área 51

Partilhar no Facebook

resumo do episódio:

Nos anos 50, havia um projeto chamado “project iceworm”, criar bases sob o gelo…

Há uma grande base nazista que foi passada para o complexo militar-industrial…

A Antártida está afastada dos olhares curiosos…

Há um espaço-porto na Antártida.

Há buracos e alguns não são naturais. O continente está aquecendo abaixo do gelo e leva ao derretimento do gelo.

Em janeiro de 2017 vários meios de comunicação alertaram para fendas e para a evacuação de cientistas…

Corey Goode esclarece que ao contrário do que tinha dito antes as 3 naves que estão lá, a maior tem 5km de comprimento e não os 60km que havia referido antes. Na nave principal continuam os seres em êxtase, os chamados pré-adamitas.

Há um super-portal na Antártida que permite viajar de um ponto a outro na galáxia, construídos pela Raça dos Construtores Antigos.

Portais estelares.

TCP/IP tem mapeado o mesmo sistema que os portais.

A Cabala controla a área 51 da Antártida e o super-portal.

Reuniões com Anshar: Anshar levaram documentos para impedir o avanço da Cabala.

A Super Terra explodiu há 500 mil anos e os pré-adamitas (+/- uma dezena) permanecem em êxtase dentro da nave. Há formas de despertarem os seres e podem ser despertados. Quem viu o filme “Prometheus” sabe o que aconteceu ao despertar esses seres. Esses seres em êxtase não viveram os últimos 500 mil anos e ao serem despertados ninguém sabe a sua reação, podendo ser muito perigosos. Existe um comité para decidir se os acordam: como precaução colocaram armas nucleares de 5ª geração nos corpos para os destruir, se decidirem acordá-los e forem violentos ou hostis…

S07E19 Antártida: a Nova Área 51 (Revelação Cósmica)
S07E19 (Cosmic Disclosure)

Assista ao episódio clicando no link abaixo, usando o browser chrome (watch the episode by clicking on the link below, using the chrome browser):
https://drive.google.com/open?id=1vQk8tsCmBJJvPEyX5o-vz3RRFYiZbkFJ

Se der erro, use o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift + n) no PC e se necessário, antes tem de fazer logout do seu gmail. Se ainda não conseguir, aceda a partir de outro PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário (não no facebook), para indicarmos outro link.

Episódio com legendas em português do Brasil (para quem não deseja assistir ao vídeo):

revelação cósmica temporada 7 episódio 19

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Muito bem, bem-vindos ao “Revelação Cósmica”.

Sou o apresentador,
David Wilcock.

Estou aqui com Corey Goode.

Corey, bem-vindo de
volta ao programa.

Obrigado.

Todo mundo está falando
sobre a Antártida e,

de acordo com as
suas informações,

é uma série de descobertas
muito interessantes

lá embaixo. Você vem
descobrindo cada vez mais

com o passar do tempo.

Então, quais são as novidades
nessa história da Antártida

que ainda não cobrimos aqui?

Algumas das novas
informações que recebi

são informações que deixarão

parte do complexo militar-industrial
um pouco nervoso.

Acontece que,
durante os anos 50,

houve um projeto chamado
de “Project Iceworm”,

Eles estavam em calotas de gelo
construindo silos de míssil.

Esse que aparece no vídeo
foi feito na Groelândia.

Isso é importante
porque ele usaram

esse método de criar
bases sob o gelo

em toda a Antártida.

Eles criaram minibases,
mas muito maiores,

que se tornaram bases de P&D.

É nessas bases de pesquisa
e desenvolvimento

que empresas como
a Lockheed Martin

faz engenharia reversa em
muitas das tecnologias

que encontraram sob o gelo.

Também foi assim que construíram
algumas das primeiras bases na Lua

e em Marte,

de forma muito similar.

Então, você está dizendo
que a Lockheed Martin

e outros grupos têm
bases na Antártida

cujo tamanho é muito maior
que o que achávamos

ou que você achava segundo as
primeiras informações que recebeu?

Correto, mas o mais importante
em relação a falar sobre isso

publicamente é que,
acho que em 1959,

foi assinado um
tratado da Antártida.

Esse tratado dizia que
nenhuma arma de guerra

poderia ser desenvolvida ou
usada naquele continente.

Ele seria usado somente
para fins pacíficos.

Sim, realmente houve algo

chamado de Ano Internacional
da Geofísica em 1959,

durante o qual todas essas
coisas foram codificadas.

Correto.

E também foi quando
eles mapearam

como era a Antártida sob o gelo

e descobriram que havia
um continente com terra

lá embaixo.

Exato, com o dobro do tamanho
da parte continental

dos Estados Unidos.

Exato.

Então, se eles estiverem desenvolvendo
sistemas de armas que violam

um tratado internacional
assinado há mais de 50 anos,

como isso afetará as
percepções das pessoas sobre

as empreiteiras do setor de
defesa quando isso for revelado?

Fora isso, o mais assustador

é que alguns grupos da Aliança…

Se essa informação for revelada,

eles terão um motivo concreto
para impor um bloqueio.

Seria similar à crise
dos mísseis de Cuba,

com a imposição de um bloqueio
em uma certa área da Antártida,

e eles tentariam forçar
esses grupos a mostrarem

o que está acontecendo
dentro dessas bases de P&D.

Agora, outra informação
interessante

é que eles têm algo

que estão chamando de parte
de uma Área 51 na Antártida.

Também há uma grande
base nazista antiga

que foi repassada ao
complexo militar-industrial,

se quiser usar esse termo,
mas é o governo secreto.

Essa base alemã antiga foi
usada como espaçoporto

do programa espacial secreto.

Agora,

é um grande espaçoporto
desse governo oculto.

Eles o utilizam o tempo todo
para entrar e sair da atmosfera.

E muitas dessas naves levam
suprimentos às estações

espaciais ou vão além.

Nós cobrimos isso
em outro episódio,

mas eu gostaria de perguntar-lhe
novamente uma coisa.

Qual seria a importância
tática ou estratégica

de ter um grande
espaçoporto na Antártida?

Seria muito inconveniente

chegar lá.

Sim, é mesmo, mas tem a
questão eletromagnética

com a qual eles têm que
lidar na atmosfera

e o campo gravitacional
conduz melhor,

embora eles utilizem
naves antigravidade.

Muitas vezes, quando
eles lançam foguetes,

eles tentam lançá-los
perto do equador…

Exato.

…por certos motivos.

Além disso, para pilotar
naves confidenciais

dentro e fora da
atmosfera regularmente,

a Área 51 ou os estados
de Nevada ou Arizona

simplesmente não vão funcionar.

Será necessário um lugar

onde seja possível
ter controle total,

para que olhos curiosos não
vejam o que está acontecendo.

Quando você mencionou o campo
eletromagnético da Terra,

o que faz do Polo Sul
um condutor melhor

para os lançamentos?

Acho que o efeito do
cinturão de Van Allen

é menor.

Em um episódio
muito interessante

de “Alienígenas do
Passado”, com a presença

da Linda Moulton Howe, que tem
um programa aqui na Gaia,

apresentando um testemunho
muito interessante de um homem

que era piloto e que
sobrevoou uma área restrita

e viu um buraco gigante no
gelo sobre a Antártida.

Ele disse que havia naves
entrando e saindo do buraco.

O que isso tem a
ver, se é que tem,

com o que estamos ouvindo sobre o
que está ocorrendo na Antártida?

Ouvi falar que essa área ficava
muito próxima a um espaçoporto.

Então, sim, isso é
muito significativo.

Porém, igualmente significativo
é que ele estava sobrevoando…

Ele só viu esse buraco porque
ficava em um espaço aéreo restrito.

Ele o sobrevoou porque
era uma emergência.

Eles estavam resgatando

não me lembro quantos cientistas

que ficaram desaparecidos
por cerca de duas semanas.

Ninguém desaparece por
duas semanas na Antártida

e sobrevive, a menos que tenha
cobertura e suprimentos.

Então, os cientistas que ele
resgatou estavam morrendo de medo.

Ordenaram-lhes que não
contassem nada a ninguém.

Eles não podiam dizer
nada durante todo o voo

de volta ao local
onde foram tratados.

Você mencionou em uma de
suas atualizações recentes

que havia algo
relacionando gases

à presença desse buraco.

Você poderia falar um pouco sobre
por que esse buraco existe

e o que isso tem a ver
com as escavações

que estão ocorrendo agora?

Certo.

Há mais de um desses buracos,
e eles são naturais.

A maioria deles é natural.

São fontes geotérmicas.

Parece que o que está
ocorrendo é que o continente

está se aquecendo sob o gelo.

Há muita atividade geotérmica

fazendo com que os lagos sob o
gelo se aqueçam consideravelmente,

e isso está aquecendo a
própria plataforma de gelo.

Isso está fazendo com que o gelo

comece a derreter
mais rapidamente.

Portanto, é uma fonte geotérmica
no gelo que eles ampliaram

para que pudessem entrar e sair,

além de usá-la como uma forma
de exaustor de todo o calor

que estão criando com
suas escavações.

Será que eles estão
usando esse ar aquecido

para canalizá-lo,
como fazem com rios

em projetos de irrigação?

Não.

Eles estão tentando expelir a maior
quantidade possível de calor,

porque o calor está desestabilizando
essas cavernas de gelo

que eles criaram.

Você precisa entender que o gelo

está se movendo a 30 cm por dia.

Eles estão em um ponto
estacionário sob o gelo.

Então, além de escavar
nesta direção

para descobrir novos artefatos,

eles têm que escavar
constantemente neste direção,

à medida que o fluxo
de gelo ocorre.

Isso está agravando os problemas
térmicos que estão ocorrendo,

pois estamos usando tipos
diferentes de pressão a vapor

para escavar e, quando
isso derreter a neve,

criará rios sob o gelo, e
isso lubrificará ainda mais

a plataforma de gelo.

Então, há alguns
problemas significativos

que isso pode causar se continuarem
o que estão fazendo e,

se essa plataforma de gelo
quebrar e cair na água,

isso poderia causar tsunamis
e outros problemas óbvios.

Foi interessante que,
em janeiro, de repente,

várias notícias foram publicadas
na imprensa convencional,

dizendo que várias pessoas
estavam sendo evacuadas

de algumas bases na Antártida,
com a história de que havia

uma grande rachadura que eles
achavam que podia quebrar

e cair no mar.

Agora…

Sim, que toda a
plataforma de gelo

estava amolecendo sob seus pés.

A temperatura subiu
cerca de um grau em…

Não me lembro em quanto
tempo ela subiu um grau,

mas um grau é significativo no
oceano e em uma plataforma de gelo.

Um grau pode fazer muita diferença
na taxa de derretimento.

Acho que já ouvi isso antes,

pois temos outros dados
que corroboram isso,

sendo que um deles é que
toda a atividade vulcânica

do mundo, de 1875 a
1993, foi mapeada.

Houve um aumento de 500% na
atividade vulcânica mundial

durante esse período. É por isso

que essas coisas estão acontecendo?

Sim. De acordo com as
informações que tenho,

essas mudanças energéticas que estão
ocorrendo no nosso Sistema Solar

estão causando esse processo de
aquecimento no nosso planeta

e em outros planetas também.

Temos essa ideia que
já discutimos antes,

que o Pete Peterson disse
que havia uma nave-mãe

cujo tamanho estimado, segundo
ele, era de 50 km de comprimento,

com um formato oval
meio alongado.

Então, você disse
que havia três.

Sim, mas…

Quais são os dados
mais recentes?

A informação que obtive

foi que eles queriam
que eu esclarecesse

que havia uma nave
que tinha até 5 km

de comprimento e formato oval,

além de duas outras
naves menores,

acho que eram naves de apoio

que faziam parte da frota que
sobreviveu ao ataque e à viagem

até a Lua e até aqui.

Então, eles acharam importante

que você esclarecesse
isso para todos,

que a nave não tem 50 km.

Ela tem uns 5 km de comprimento?

Exato.

Sim, eles acharam que
seria importante

esclarecer isso.

Certo.

Porém, mesmo assim,
é um objeto enorme.

Com certeza.

E a nave maior…

Realmente, foram encontrados
vários seres em estase,

e esses são os seres
originais que vieram à Terra

de Marte, eu acho, os
pré-adamitas originais.

A maioria dos seres
com os quais lidamos

desde essa grande catástrofe

é um tipo de pré-adamita
híbrido que sobreviveu.

É óbvio que o grupo dos
pré-adamitas, antes de terem

que se mudar para cá,
já estavam participando

desses experimentos genéticos,

conforme os acordo
que haviam firmado

com os outros grupos.

Há cerca de 22 programas genéticos
diferentes em andamento.

Então, os pré-adamitas
faziam parte da iniciativa

dos fazendeiros genéticos?

Exato.

Eles estavam participando,
mas parece que tiveram

problemas com outros grupos.

Eles eram muito bélicos, com uma
tendência de atacar primeiro

e fazer perguntas depois.

Quando abordamos essa
questão da Antártida,

algo muito interessante
me vem à mente.

Outro dos meus informantes,

o Daniel, disse que havia um
portal estelar natural e antigo

na Terra.

Ele me contou isso há anos,
e eu publiquei na Internet.

Eu já ia entrar nessa questão.

E que ele ficava na Antártida.

Sim.

Algo que você disse
recentemente,

nos bastidores, foi fascinante,

porque é uma correlação
direta e perfeita.

Você poderia falar sobre isso?

Um dos aspectos mais importantes

dessa tecnologia da raça
dos Construtores Antigos

que eles estavam
tentando controlar

é que havia um superportal
muito poderoso

na Antártida.

Ele foi construído pela raça
dos Construtores Antigos.

Perdão.

Preciso interrompê-lo.

Qual é a diferença entre um
superportal e um portal estelar?

Você nunca havia
dito “superportal”.

Um superportal
permite-lhe viajar

de uma ponta a outra
da teia cósmica,

independentemente da distância,
qualquer ponto da nossa galáxia

ou das galáxias mais próximas.

Certo.

Foi exatamente assim que
o Daniel descreveu.

Exato.

No caso dos outros nódulos
que temos no planeta,

é necessário saltar algumas vezes
para chegar ao seu destino,

se ele for muito longe.

Então, seria como
fazer uma baldeação?

Você tem que parar em um
lugar, sair do portal,

ir a outro lugar e
entrar em outro?

Você tem que esperar até
que o eletromagnetismo

esteja corretamente alinhado
entre planetas diferentes

à medida que eles giram dentro
de seus sistemas estelares

em relação à estrela de cada um, com
essas conexões eletromagnéticas

entre um planeta e sua estrela.

Além disso, essa estrela
e a nossa estrela

têm uma conexão eletromagnética
por meio dessa teia cósmica.

Essa conexão apresenta
tubos eletromagnéticos

que permitem que a matéria
vá do ponto A ao ponto B.

Quando eles fazem
essas conexões,

eles conseguem acelerar o tempo?

Eles têm a capacidade
de acelerar o tempo

ou eles têm que construir resorts
nos quais podem se hospedar

enquanto matam tempo esperando
até que o próximo portal

seja aberto?

Não, eles têm que
esperar e matar tempo.

Por quanto tempo eles
geralmente esperam?

Depende do destino deles
e de quanto tempo demora

para pegar esse…

É como um grande relógio, eles
têm que esperar até que todos

os mecanismos se
alinhem corretamente.

Você está dizendo que
algumas dessas esperas

podem durar anos do nosso tempo?

Tenho certeza de que eles
planejam melhor que isso.

Sim, eles sabem fazer
todos os cálculos

muito bem para prever

todos esses destinos aos
quais eles desejam ir.

Então, você está dizendo que o
superportal não funciona assim.

O superportal leva diretamente
ao seu destino desejado.

Exato.

Aonde quer que você queira ir.

Exato. Como no seriado
Stargate Atlantis

ou SG1, uma raça de
Construtores Antigos

construiu uma rede
de portais estelares

que são muito poderosos
e confiáveis.

Eles podem ser acionados e
usados a qualquer momento.

Não é necessário
aguardar os cálculos.

Agora…

E o formato de anel que
vemos no seriado Stargate?

Ele tem algo a ver com
o portal de verdade?

Ele não tem nada a ver
com o que eles mostram.

Não.

Geralmente, você fica
no meio da sala.

O meio da sala é aberto.

Que sala é essa,
em primeiro lugar?

É uma estrutura interna?

São portais em geral.

Não existe um orifício
através do qual você passa.

Certo.

Geralmente, há pelo menos
três pontos diferentes

que se abrem…

Que ficam de fora, na
periferia da sala,

abrindo-se em uma parte
vazia da sala, um vórtice

que é uma bola tridimensional
e que parece uma miragem.

Certo.

Quando as pessoas entram
nele de todas as direções,

parece que elas
estão encolhendo,

é quase como se estivessem
descendo uma ladeira,

elas entram descendo.

A mesma coisa ocorre
nesse superportal.

Uma das coisas que nunca
mencionei é que eles podem,

pela quantidade de energia que
injetam e pelo tipo de energia

que injetam, e dependendo
das oscilações,

eles podem usar esses portais
para viajar no tempo também.

Portanto, você está dizendo

que essa sala é como
uma base subterrânea

da raça de Construtores
Antigos na qual você entra?

Sim.

Você poderia ilustrar para nós

o tamanho dessa sala?

Seriam só esses três
emissores dentro da sala,

e você andaria até o
centro, ou ela faria parte

de uma base maior?

Nunca o vi com os
meus próprios olhos.

Porém, a maioria das tecnologias
da raça dos Construtores Antigos

é construída em salas muito
grandes, com corredores e portas

muito grandes.

Portanto, eles não eram pequenos.

Então, essa ideia
de um superportal

e da raça de Construtores
Antigos, parece-me

que não pode ter
sido apenas uma raça

de Construtores Antigos se isso
também existe fora da galáxia,

deve ter havido um grande
esforço na antiguidade

para fazer isso em grande escala.

Você tem algum
detalhe sobre isso?

A maioria das
informações que obtive

foi que eles criaram o
sistema de portais estelares

nesta nuvem estelar local
que contém 50, 52 estrelas.

Eles realmente têm ramificações
que chegam a outros destinos,

mas essa raça pode ter… Eles
tiveram muito tempo para mapear

a galáxia e colocar portais
estelares onde quisessem.

Eles podem muito bem ter
colaborado com outras raças

na antiguidade.

Vou só fazer um comentário.

Segundo o testemunho do Daniel,
não é possível levar metal

nem outros tipos de
arma ou qualquer coisa

que não seja orgânica através
desses portais originais

dos Construtores Antigos.

Estou curioso para saber se
você já ouviu falar disso

de alguma forma.

Não, eles tiveram
alguns problemas

de calibragem e demorou um pouco

até que os solucionassem.

Os portais precisavam ser
calibrados de alguma forma.

Eles ficavam no tempo/espaço
e em uma espécie de rede

de comunicação uns
com os outros,

e eles descobriram como
solucionar o problema.

No fim das contas, eles
conseguiram ajustar os portais

de modo que pudessem levar
qualquer coisa do ponto A ao B.

O maior problema que tiveram

quando estavam criando seus
próprios portais estelares

com a nossa tecnologia,
no começo,

só podíamos enviar suprimentos
de um lugar a outro,

mas fazíamos isso
dentro de uma nave,

porque a matéria orgânica
não chegava intacta

quando ia do ponto A ao B.

Quando você diz que eles estavam
fazendo portais estelares,

de quem você está falando?

O precursor de todos os
programas espaciais secretos,

lá nos anos 50 e 60, quando
eles estavam tentando descobrir

como viajar através de portais…

Certo.

…com a tecnologia que
tinham desenvolvido

com base na tecnologia
dos não terrestres.

Uma das coisas que
o Daniel disse

sobre o superportal foi
que a análise inicial

que fizeram nos anos 70 levou
ao desenvolvimento do protocolo

de endereço IP para a Internet,
pois parece que a localização

de cada portal tem um
endereço numérico similar

ao que usamos para a Internet.

Estou curioso para saber a
sua opinião sobre isso.

Sim.

Não sei se a ARPANET
desenvolveu os protocolos

de comunicação TCP/IP para imitar
o que ocorria nos superportais

ou se eles sequer
sabiam sobre isso,

mas funcionam da mesma forma.

Temos até as máscaras de sub-rede
para mascarar certos sistemas

de portais para evitar ir até eles.

Sim, funciona de
forma muito similar.

Certo. Vamos voltar
ao pré-adamitas.

Você disse que eles foram atingidos e
estavam em chamas quando caíram aqui

nesse continente que, obviamente,
não era uma geleira àquela época.

Qual era a importância
estratégica

de ter acesso ao superportal?

Uma parte de sua civilização
havia sobrevivido

que eles ainda pudessem visitar,

ou eles estavam tentando
visitar outras civilizações?

Qual era o objetivo deles?

Sinceramente, não sei o que eles

queriam fazer. Eles queriam
o controle do portal,

mas nem toda a espécie deles
estava presa com eles.

Originalmente, quando eles
escaparam do planeta que explodiu,

e mais tarde, quando
Marte ficou inabitável

devido às novas guerras
deles, uma grupo grande deles

saiu do Sistema
Solar e foi embora,

mas outro grupo deles
foi na direção da Lua

e da Terra.

Então, eles conseguiram contatar

alguns desses refugiados perdidos
quando tomaram o controle

desse portal?

Isso faz muito sentido.

Faz mesmo.

Então, quem está no controle
desse superportal agora?

O mesmo grupo do governo secreto

que controla o espaçoporto

e essa Área 51 da Antártida.

É o mesmo grupo.

Eles o controlam e estão
tentando descobrir

o que fazer com boa parte disso.

Estão descobrindo muitas coisas.

Obviamente, estão aprendendo a fazer
engenharia reversa e sucatear

essa tecnologia para adicioná-la à
tecnologia da nossa frota espacial

existente.

Na nossa atualização anterior,
você mencionou que a Kaaree

e os outros o levaram a um tipo
de biblioteca na Antártida.

Você testemunhou a extração de
pergaminhos dessa biblioteca,

mas, naquele momento,
você não sabia o que eram

nem qual era seu propósito.

Você tem mais alguma
informação sobre isso agora?

De acordo com o Sigmund,

basicamente, eles
estavam procurando

arquivos lá embaixo
que continham

uma linhagem de várias gerações
que começava lá atrás.

Tratava-se de um
documento histórico

de antes de seu
planeta explodir.

O mais interessante é que
toda a sociedade deles

depende da linhagem, de onde
você está na hierarquia.

Eles fazem cumprir suas leis

conforme a sua posição nessa
hierarquia dentro da linhagem.

Então, esses pergaminhos são
muito importantes para eles

por vários motivos.

Eles também queriam comprovar
sua ligação genética

com essa raça pré-adamita
e apresentar

essa raça pré-adamita
como deuses,

fazendo deles semideuses.

Você está falando da Cabala?

A Cabala.

Então, para usar
um termo jurídico,

isso lhes daria o “imprimatur”

para reivindicar esse
direito divino de reinar

e uma linhagem extraterrestre.

Exato.

Internamente, os documentos

eram importantes porque é
assim que eles obtêm cargos

e fazem cumprir suas leis.

Também se trata de uma
questão cultural.

É muito importante.

Então, por que você acha
que os Anshar acharam

tão importante
estrategicamente remover isso,

e por que eles quiseram que
você testemunhasse isso?

Não sei por que eles querem

que eu testemunhe certas
coisas, mas, às vezes,

eles me fazem testemunhar coisas
que não fazem nenhum sentido

para mim.

Porém, eles obviamente estavam
removendo esses documentos

para interromper planos
futuros da Cabala

e alguns desses grupos não
terrestres que trabalham com eles.

Você diria que eles queriam
que você testemunhasse isso

para que todo mundo que acompanha
esta história soubesse disso?

Acho que, como estou
relatando as informações,

eles queriam que eu testemunhasse
com os meus próprios olhos.

Você teve outras
reuniões com os Anshar

desde as últimas atualizações
que fizemos neste programa?

Em caso afirmativo, o
que eles lhe disseram?

Sim, eu me encontrei principalmente
com a Kaaree no constructo.

Perguntei a ela se o que o Sigmund
havia me dito era verdade,

e ela confirmou que sim,

e foi por isso que eles
pegaram os documentos,

para interromper as operações
do grupo da Cabala,

além de evitar que eles
tentem usar esse pretexto

do direito divino de reinar.

Uma das reviravoltas mais
fascinantes para mim foi que,

depois que você e eu
já havíamos trocados

várias informações sobre isso,
eu liguei para o Pete Peterson

e ele começou a me contar quase
exatamente a mesma coisa,

mas uma das diferenças
foi que ele disse que,

em uma dessas naves que foram
transformadas em bases,

havia grupos de pessoas que
haviam sobrevivido a catástrofe

de Atlântida, mas que
haviam ficado presas lá.

Então, aparentemente, o nosso
pessoal tirou-os de lá.

Parece que isso
aconteceu recentemente.

O que você acha disso tudo?

Isso diverge um pouco
das informações

que obtive.

Eu obtive informações de
que eles haviam encontrado

pequenos grupos desses…

Eles são basicamente
experimentos genéticos e humanos

desse grupo pré-adamita.

Vivos, você quer dizer?

Vivos.

Eles viviam basicamente
em áreas cavernosas

sob o gelo que
foram descobertas.

Não obtive nenhuma
informação sobre pessoas

tendo sobrevivido dentro da nave.

A informação que obtive,

e ela seria a mesma informação
dele caso houvesse pessoas dentro,

foi que, até as últimas décadas,
a nave estava completamente

presa no gelo.

Quando eles entraram
nela, não havia

muita tecnologia restante

dentro dessa nave sucateada
para sustentar a vida

por muito tempo.

Eles removeram toda a tecnologia

e colocaram-na na nova
cidade que construíram.

Então, existe essa
pequena divergência.

Então, essas pessoas podiam
usar as fontes de luz

que construíram, retirá-las da
nave, entrar nessas cavernas,

produzir alimentos e obter água

de gelo derretido, sendo
possível que tivessem

uma sociedade sustentável.

Sim, mas também há formas

menos avançadas de
obter proteínas,

vitaminas e minerais
que não exigem o uso

de tecnologia.

Existe um ecossistema
subterrâneo

que eles provavelmente
poderiam usar.

Você disse que algumas
dessas pessoas

eram quimeras, híbridos
de humanos e animais?

Sim.

Que tipos sobreviveram?

Não sei os detalhes,

mas sei que havia humanos

e uma espécie estranha
de experimentos

criados pelos pré-adamitas.

Vamos falar um pouco sobre
esses seres em estase.

Eles rastreiam sua
linhagem, como você disse,

até essa Super Terra que
explodiu há 500 mil anos.

500,000 years ago.

Quantos desses seres
existem, e há alguma forma

de despertá-los?

Não sei o número exato.

Há vários deles em estase.

Dezenas, centenas, milhares?

Não chega a tanto.

Acho que talvez uma dúzia.

Certo.

Esse grupo entrou em estase

em algum momento da antiguidade
e está dentro dessa nave

há muito tempo.

Era importante que as pessoas

que os protegiam também os
trouxessem para a Terra

e os conectassem à fonte de energia
que a raça dos Construtores Antigos

usava para ajudá-los a manter
essa câmara de estase e a nave

em funcionamento.

Ela está conectada diretamente
à fonte de energia

da raça dos Construtores Antigos.

E eles descobriram uma
forma de despertá-los.

Eles não conseguem
despertar um de cada vez.

Eles têm que despertar
todos ao mesmo tempo.

Há várias questões de segurança

sobre o que acontecerá quando
eles forem despertados.

Todo mundo que já viu
o filme “Prometheus”

entenderá essas questões.

Então, você está dizendo

que são seres que literalmente

não viveram os últimos meio
milhão de anos da história

e que despertarão sabendo
apenas que sua nave caiu

quando seu planeta foi destruído

ou estava prestes a ser destruído?

Exato.

Como eles estão lidando
com a possibilidade

de esses seres serem
muito perigosos

quando despertarem?

Existe um comitê

que está tentando decidir
se devem despertá-los

ou não.

Caso eles decidam despertá-los,

eles têm umas
minibombas nucleares,

umas armas nucleares
de quinta geração

que eles instalaram no meio

desses seres em estase.

Quando eles os despertarem, se
decidirem despertar esses seres,

haverá pessoas lá
dentro com eles

para puxar o gatilho.

Se os pré-adamitas ficarem
violentos ou hostis,

eles podem ser
erradicados rapidamente

com uma grande explosão nuclear.

Isso tudo é muito fascinante.

Obrigado por permanecer
na linha de frente

e ter essas experiências
para compartilhar conosco.

É muito interessante.

Novamente, mesmo que vocês
não necessariamente

acreditem nela, é uma
história muito fascinante.

É muito mais profunda e complexa, com
conexões com tantas outras coisas

que venho pesquisando
com o passar dos anos.

Acho tudo muito crível,
considerando todos os dados

envolvidos nessa história.

Sou David Wilcock, este é o
“Revelação Cósmica”.

e obrigado pela sua audiência.

REVELAÇÃO CÓSMICA

POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO
COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Partilhar no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.