revelação cósmica temporada 07

S07E01 Abrindo as Cortinas do Complexo Militar Industrial (Revelação Cósmica)

Partilhar:

S07E01 Abrindo as Cortinas do Complexo Militar Industrial (Revelação Cósmica)
S07E01 (Cosmic Disclosure)

Assista ao episódio clicando no link abaixo, usando o browser chrome:
https://drive.google.com/file/d/1k-hxJ30ewAqGXD3N7sMZi1iTI_ov4AFj/view?usp=sharing

Se der erro, use o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift + n) no PC e se necessário, antes tem de fazer logout do seu gmail. Se ainda não conseguir, aceda a partir de outro PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário (não no facebook), para indicarmos outro link.

Episódio com legendas em português do Brasil (para quem não deseja assistir ao vídeo):

revelação cósmica temporada 7 episódio 1

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Abrindo as Cortinas do
Complexo Militar-Industrial

Muito bem. Bem-vindo ao
“Revelação Cósmica”.

Sou o apresentador, David
Wilcock, e estamos aqui

com Corey Goode.

Temos uma informante
especial para você,

alguém que corajosamente
veio a público,

trazendo-nos várias
informações interessantes

que corroboram o que temos dito.

O nome dela é Heather Sartain.

Então, Heather,
bem-vinda ao programa.

Obrigada.

Muito bem.

Corey, bem-vindo, amigo.

Obrigado.

Então, Heather, vamos começar

indo direto ao assunto.

Como os telespectadores talvez
não saibam quem você é,

vou só dizer que você veio
a mim em uma conferência

e disse-me que o seu pai
trabalhava para a Lockheed Martin.

Correto.

E que havia muitas
coisas interessantes

que ele disse e que se
encaixavam perfeitamente

no que temos dito aqui.

Sim, é verdade.

Certo. Então, você
poderia falar um pouco

sobre si mesma?

Eu sei que você é
professora universitária,

mas qual é a sua especialidade
no seu trabalho de professora

universitária?

Eu leciono em meio período
em uma universidade local.

Sou professora dos cursos de
geologia, astronomia e física.

Eu sou formada em
física e geologia.

Certo.

Então, Heather, eu
gostaria de começar

explicando que você me entregou

alguns documentos muito interessantes,
sendo que o primeiro deles

é a carteira de motorista do seu
pai emitida pelo estado do Texas.

Sim.

Como podemos ver, o
nome dele era Edward.

É claramente um documento real.

Aqui diz que ela vencerá
em 27 de janeiro de 2017.

Quando foi que ele faleceu?

Em julho de 2013.

Julho de 2013.

Em seguida, temos aqui algo

que diz “Fundo de Pensão
Mestre da Lockheed Martin

Corporation”.

É um cheque enviado à sua mãe
no valor de US$ 2.103,75.

E aqui diz “Lockheed
Martin”, bem aqui.

Esta é a aposentadoria dele,
sua pensão ou algo do tipo?

Sim, ela recebe metade
da aposentadoria dele

desde que ele faleceu.

Certo. Eu só queria mencionar
isso para confirmar

para vocês que estão assistindo, pois
muitos pesquisadores de ufologia

sempre querem ver
a documentação.

E você conseguiu
fornecer-nos provas

de que o seu pai realmente
trabalhava na Lockheed Martin.

Sim.

Você cresceu com o
seu pai trabalhando

na Força Aérea originalmente.

Sim, ele começou na Força Aérea,

mas depois trabalhou para
a NASA e outras empresas

terceirizadas.

Ele se aposentou na Lockheed.

Ele era engenheiro aeroespacial,
foi engenheiro aeroespacial sênior

por 37 anos, tendo trabalhado
em projetos confidenciais

para a NASA, além das
missões do ônibus espacial,

Skylab e Apollo.

Sua carreira estende-se
por várias décadas.

Então, Corey, lembro-me de você
dizer que, quando você foi levado

ao COL, você estava usando um
boné da NASA e eles lhe pediram

que tirasse aquele
disfarce ridículo.

Certo.

A NASA tem algum
conhecimento dos bastidores?

Ou eles são apenas uma
agência espacial civil?

Há indivíduos dentro da NASA

que têm acesso a quase todo
o leque de informações.

Porém, a maioria deles
que foi informada

ou que sabe de um
programa espacial secreto

sabe apenas do programa criado
pelo complexo militar-industrial.

As informações mais recentes que tenho
é que ele consiste em duas estações

espaciais e algumas naves
triangulares que as mantêm.

Certo.

Heather, voltando ao que
estava acontecendo aqui,

qual foi a primeira vez que
seu pai lhe disse algo

que fosse estranho?

E o que ele disse?

Ele falou sobre um encontro
com um OVNI que minha mãe

e minha irmã tiveram em 1966.

Isso ocorreu perto do
Centro Espacial Johnson,

onde eles moravam e onde eu cresci.

Isso aconteceu muitos
anos antes de eu nascer.

Eles estavam falando sobre
isso, e ele começou a falar

sobre os diversos
grupos de alienígenas

que ele conhecia.

Quando eu tinha uns
12 ou 13 anos,

comecei a fazer perguntas do tipo:
“Do que vocês estão falando?

Achei que “alienígenas”
não existissem.

Esse OVNI que a mamãe viu,
isso aconteceu mesmo?

Ou era algo militar?”

Ele disse: “Não, aconteceu mesmo”.

Ele até mencionou o
tipo de alienígena

que elas viram movendo-se
dentro da nave,

ou seja, ela estava bem
próxima, e isso aconteceu

acima do Golfo do México,
a área da baía, onde fica

o Centro Espacial Johnson.

Elas não ouviram nenhum som
durante esse encontro…

Que formato tinha essa nave?

De disco.

Certo.

Era como dois pratos

um em cima do outro,
dando uma aparência

de disco metálico achatado.

Ela disse que havia luzes azuis
que brilhavam ao redor da nave.

Não eram como as luzes que
geralmente vemos aqui.

Era uma tecnologia especial…

E estava próxima o suficiente
para que ela visse

os seres dentro da nave?

Sim, minha irmã tinha seis anos.

Ela ainda se lembra do que viu.

Elas conseguiram ver
seres, pelo menos três,

movendo-se dentro da nave.

E eles não eram muito grandes.

Ela disse que eles eram do
tamanho de uma criança.

Foi então que ouvi meu pai dizer

que aqueles eram Greys (Cinzas).

Eles são robôs.

Eles são programados por
uma inteligência superior,

uma civilização mais velha.

Eles entram e saem da nossa
atmosfera com frequência.

Aliás, eles estão
aqui o tempo todo.

Nossa!

E ele falou sobre os diversos
grupos que estão aqui

neste planeta, vivendo entre
nós, e que eles estão aqui

desde a antiguidade, que
não era um fenômeno

recente.

Espere um pouco.

Corey, em relação a essa ideia
de que os Greys são robôs,

isso bate com o que você ouviu?

Sim.

Como já disse antes, há diversos

tipos de seres que foram jogados

na categoria de Grey (Cinza).

Há as formas de
vida programáveis

que os militares usam
para abduzir pessoas,

mas também há um grupo
de Greys (Cinzas)

que foram criados
biológica e tecnicamente

por um grupo controlado por
inteligência artificial,

um grupo antigo.

Certo.

Quando ela descreveu a nave,

a descrição bate com as
informações que você tem?

Sim, é um modelo de
OVNI bem clássico

para essa época.

Certo.

Ela disse que ele era do tamanho

de uma sala de estar
padrão de 3x3m.

Então, esse seria o espaço total

disponível dentro da nave.

Certo.

Deve ter sido muito estranho
para uma criança daquela idade

ver filmes como “Contatos imediatos
de terceiro grau” ou “ET”,

sabendo que tudo aquilo

não era só ficção.

O que você acabou de descrever

já é muita informação para
uma criança ou jovem.

Sim. Eu sabia que o que
minha mãe e minha irmã

haviam testemunhado
era muito incrível.

E com o meu pai falando
disso abertamente, do tipo:

“Sim, esses são os Greys (Cinzas)”…
Quando cresci, fiquei muito curiosa

para saber como ele podia
achar aquilo tão normal.

Ele não falava em tom de piada.

Meu pai era muito sério, com
um senso de humor bem irônico.

Era uma pessoa muito técnica.

A maioria dos engenheiros
aeroespaciais

são pessoas muito
técnicas e sérias.

Quando cresci, comecei
a fazer perguntas

sobre os diversos grupos de alienígenas
que ele mencionava às vezes,

fosse com seus
colegas, alguns amigos

com os quais ele trabalhava, às
vezes eu ouvia suas conversas,

ou quando ele conversava
com a minha mãe.

Certo. Vamos fazer
uma pausa aqui.

Quero perguntar sobre
os amigos do seu pai.

Nos bastidores, você me
contou que, às vezes,

eles visitavam a sua casa.

Sim.

Você poderia se aprofundar
nisso mais um pouco?

O que havia de interessante
nisso do seu ponto de vista?

Eles também eram engenheiros
aeroespaciais que trabalhavam

para a Lockheed.
Eles nos visitavam

e tinham conversas
privadas na nossa casa.

Eram coisas que eles só
falavam fora do trabalho,

mas que compartilhavam entre si.

Eram coisas que estavam
descobrindo do governo.

Todos eles eram ex-militares.

E essas eram coisas
que eles discutiam

porque estavam montando o quebra-cabeça
do que lhes havia sido mostrado.

Então, eles só falavam de
coisas de metafísica, energia,

como ela pode ser manipulada,
como a população

seria capaz de alterar a rotação
deste planeta mentalmente.

É possível alterar as
condições atmosféricas.

Eles falavam sobre vários
tipos de tecnologia

que o governo estava
desenvolvendo

e que eram meio que uma
técnica de engenharia reversa

baseada em OVNIs recuperados
após sofrerem quedas

nos quais haviam feito
engenharia reversa.

Não posso confirmar se
eles estavam envolvidos

nessa engenharia reversa, mas
acho que eles a entendiam.

Eles haviam descoberto
isso tudo no trabalho.

Muito bem…

Esses caras trabalhavam em
projetos confidenciais.

Você já falou algumas
coisas impressionantes.

Não quero assustar as pessoas.

Então, vamos recapitular.

Em primeiro lugar, só
para contextualizar,

Corey, qual é a sua…
Aliás, estamos falando

da Lockheed como se todos
soubessem do que se trata.

Então, o que você sabe sobre
a Lockheed e a função dela

no que você fazia?

A Lockheed, é claro,

é uma empresa terceirizada
pelo governo.

Eles trabalham muito na área
de pesquisa e desenvolvimento.

Então, muito do que
eles desenvolvem

vai para o Programa Espacial Secreto
do complexo militar-industrial.

Entendi.

Que tipos específicos
de tecnologia

você sabe que a Lockheed Martin

produz para o complexo
militar-industrial?

Eu não sei até que
ponto eles projetaram

e criaram esta tecnologia, mas sei
que eles estiveram envolvidos

de perto na criação desses
motores de campo de torsão,

bem como suas fontes de
energia, que, no começo,

eram reatores nucleares
convencionais.

Em seguida, eles passaram
para reatores de tório.

Depois disso, passaram a usar
essa tecnologia de energia

de ponto zero.

O reator acumulava energia

em grandes capacitores,
e esses capacitores

forneciam energia,

conforme necessário, ao motor
ou a outros dispositivos.

Então, Heather, eu gostaria…
Agora que já contextualizamos

o que a Lockheed faz…
Corey, você está dizendo

que eles estão envolvidos de perto
no Programa Espacial Secreto.

Sim.

Então, você mencionou essa
ideia que ouviu do seu pai

e dois outros informantes
de que a nossa consciência

altera a rotação da Terra?

Com certeza.

O que exatamente…
Você poderia ser

um pouco mais específica?

Com certeza.

Porque isso é algo
muito chocante

para as pessoas.

É muito fora dos padrões.

Se todos os habitantes do
planeta se reunissem, digamos,

no mesmo continente…
Quando maior a proximidade,

mais eficaz será o
espectro eletromagnético.

E por meio de certos tipos…

Não entendi isso muito bem.

Quando mais próximo… Então, você
está dizendo que, se toda a população

estivesse no mesmo planeta…

Não, no mesmo continente.

No mesmo continente.

Isso teria um efeito
eletromagnético?

Haveria uma mudança
eletromagnética

que alteraria a rotação da Terra

por meio do processo
de pensamento humano.

É a proximidade de
todas as mentes.

Isso mesmo.

Sim.

Eles disseram isso com
base em especulações

ou em pesquisas? De onde
tiraram essa ideia?

Eu diria que foi
com base em coisas

que eles já sabiam, eram coisas
que eles estavam concluindo

ou que já sabiam
como se fossem fato.

Quero perguntar-lhe
uma coisa, Heather.

Em grande parte da
pesquisa que eu fiz

quando estava trabalhando
no meu primeiro livro,

o “Source Field Investigations”,

temos algumas informações
muito incríveis

que indicam que o que
chamam de Duração do Dia,

isto é, a rotação da Terra,
realmente sofre alterações

de acordo com a atividade solar.

Então, pode ser que o Sol emita
uma grande explosão de energia

que pode acelerar ou desacelerar

a velocidade de rotação
da Terra de forma sutil,

mas mensurável.

Eles tinham alguma
base para entender

como a rotação da Terra pode
ser afetada por seres humanos?

Você disse que tem a ver com
a energia eletromagnética?

Sim.

Dentro de cada pessoa,
podemos controlar

campos eletromagnéticos.

Temos o nosso próprio campo
dentro da glândula pineal,

mas também temos
interferências de outros tipos

de energia eletromagnética.

Isso inclui todo o
espectro de luz.

Temos energia com comprimentos
de onda muito curtos

que chegam a nós o tempo
todo pela radiação cósmica.

Também temos comprimentos de
onda muito lentos ou maiores,

como as ondas de
rádio, por exemplo.

As ondas de rádio AM podem ter
três metros de comprimento.

A nossa glândula
pineal produz radiação

com comprimento de onda curto.

Ela não é perigosa para
nós nem para os animais

ou outros seres do planeta.

Porém, quanto mais nos aproximamos,
mais potência metafísica

essa radiação tem.

Isso não quer dizer que
tenhamos que ficar

apertadinhos em uma lata de
sardinha, mas isso só representa

que a proximidade da mente e
da consciência funcionando

em conjunto pode afetar
um planeta inteiro,

ou até corpos
planetários vizinhos.

E eles sabiam disso
cientificamente?

Sim.

Certo.

Então, Corey, isso
gera várias perguntas

sobre os efeitos da
consciência coletiva.

O que você acha de como a Cabala

sabe disso e utiliza
esse conhecimento?

Como eu já disse várias vezes,

eles querem nos manter
ignorantes quanto ao poder

da nossa consciência cocriadora,
porque é daí que vem

o poder deles.

Eles nos manipulam, bom como a
nossa consciência coletiva,

para fazer com que certas coisas aconteçam
em tempo real e no nosso mundo.

A mágica deles não é
uma mágica de verdade.

É apenas uma manipulação
das nossas mentes

para fazer com que certas coisas aconteçam
por meio da nossa consciência cocriadora.

Heather, você já ouviu
alguma coisa desse tipo

nessas conversas?

Sim. Quando eu
conversava com meu pai,

só eu e ele, nós
discutíamos coisas

desse tipo.

E uma das coisas que
chegamos a discutir

e que eu venho notando
com o passar dos anos

é que há várias distrações
que nos impedem

de entrar em contato
com o poder que temos

no nosso DNA e na nossa
glândula pineal.

Esse órgão é
extremamente importante.

Ele só foi estudado por
alto pela medicina.

Os alunos de medicina
não aprendem sobre ele.

Há um motivo para isso.

Quando comecei a ler
sobre a glândula pineal

e o poder que ela nos dá, fiz
algumas perguntas ao meu pai.

Não fiquei surpresa ao descobrir
que ele já sabia disso,

ele sabia exatamente do
que eu estava falando.

Ele disse: “Fico feliz que
você esteja lendo isso,

porque esse é um órgão
muito importante do qual

eles querem tirar a sua atenção.”

Há várias distrações o tempo
inteiro. Distrações políticas,

econômicas e ambientais.

Então, Corey, você ouviu falar
sobre a glândula pineal

durante o seu tempo
de serviço no PES?

Sim, com certeza.

E tudo…

Nunca tinha ouvido
falar que ela gerava

radiação de baixa frequência.

Qualquer coisa que emane dela

será radiação.

É algo que é irradiado por ela.

Quando eu estava vendo o
dispositivo de vidro inteligente,

isso já faz uns 30 anos.

Então, há várias coisas,
vários detalhes que…

Eu não ligava muito para a
glândula pineal à época,

mas havia informações
sobre os efeitos medidos

a uma certa distância
da glândula pineal,

sobre diversas coisas emanadas
dessa parte do corpo.

Mas o que ela faz?

Nós geramos essa
radiação, mas e daí?

Que diferença faz?

Esse órgão é muito importante
tanto espiritualmente

quanto em relação ao resto do
espaço cósmico no qual vivemos.

Não é algo restrito à Terra.

Trata-se de um dispositivo de comunicação,
além de ser um dispositivo de consciência.

Sem ele, jamais
ficaríamos cientes

de várias coisas.

É a base da consciência.

É um comunicador.

Porém, há tantas coisas às
quais a glândula pineal

é exposta propositalmente
a fim de reduzir

sua funcionalidade, ou mesmo
desativar completamente

sua funcionalidade.

Acho que isso que
você disse agora…

Eu só queria esclarecer isso, as
coisas às quais ela é exposta.

Você está falando de coisas que o
nosso complexo militar-industrial

ou a Cabala, chame-os
como quiser,

estão criando propositalmente
para tentar suprimir sua função?

É isso mesmo?

Sim.

Tenho um colega e amigo

que trabalhava na
companhia de água.

Flúor.

Ele me contou a quantidade
de fluoreto de sódio

que eles tinham que adicionar ao
sistema e que, com o passar dos anos,

e ele trabalhou lá
por algumas décadas,

durante esse tempo,
eles só aumentavam

essa quantidade cada vez mais.

Isso acontece onde moro,
perto de Houston,

mas não acontece só em Houston,

acontece no país inteiro.

Então, vou só acrescentar
algo que acho relevante aqui,

caso os telespectadores
ainda não saibam

disso.

A minha pesquisa mostrou que o
interior da glândula pineal

é feito de água, mas há
pequenos cristais lá dentro,

e que o flúor, como a
barreira hematoencefálica

não funciona na glândula pineal,

qualquer coisa que esteja na sua
corrente sanguínea pode entrar lá.

Se houver flúor na sua
corrente sanguínea,

ele gruda nesses cristais

que são muito importantes para
a função da glândula pineal.

Por fim, obtemos essa coisa

que parece um ossinho no raio-X.

Na verdade, é a glândula
pineal calcificada.

Então, ele já falou sobre a
glândula pineal calcificada?

Ele falava sobre o nosso
governo suprimindo

a glândula pineal
por um motivo real.

Se você quiser controlar

o nosso tipo de ser
na nossa população,

essa é a primeira
forma de fazer isso.

Essa é a primeira coisa
que você deve atacar.

E isso não tem acontecido
só nos últimos anos.

A glândula pineal
tem sido suprimida

há centenas de anos.

Corey, existe alguma estratégia
que pode ser seguida

para combater essa calcificação
da glândula pineal?

Sim.

Muitas pessoas mudaram suas
dietas, o tipo de água

que ingerem, e meditar
bastante também ajuda.

Porém, o mais importante
é cuidar do seu templo

e do que você ingere.

Então, tomar água
destilada ocasionalmente

pode ajudar a descalcificar?

Sim, foi o que me disseram.

Certo.

Heather, você também mencionou
que o seu pai e seus colegas

disseram que éramos capazes
de mudar a atmosfera.

O que isso quer dizer exatamente?

Toda molécula, todo composto

que existe na nossa atmosfera

e no estado gasoso… Não importa
se é um sólido, um líquido

ou um gás,

mas até os gases podem conectar-se
aos campos eletromagnéticos

que produzimos.

Isso porque todos os
elétrons na camada externa

são manipulados por
esses campos de força.

E esses campos de
força são ondas

que viajam e se propagam pelo
espaço e pela atmosfera.

Então, a consciência humana ou
o campo eletromagnético humano

que produzimos é capaz de alterar
as condições atmosféricas.

Na verdade, nós
poderíamos limpar

o nosso meio ambiente só
com o nosso pensamento,

pois os pensamentos controlam
tudo o que fazemos

e como percebemos as coisas.

Você já ouviu algo
nesse sentido, Corey?

Nunca ouvi dessa forma,

mas isso que ela disse que
ocorre no nível subatômico,

isso eu já tinha lido.

Então, as nossas mentes são
capazes de criar uma tempestade?

Essa é uma das coisas
que poderíamos fazer?

Criar condições
climáticas extremas?

Eu diria que sim.

É uma das coisas que
poderíamos fazer,

mas precisaríamos de um esforço
coletivo para fazer algo assim.

Não acho que uma pessoa sozinha
seja capaz de fazer isso.

Por que isso os
deixa tão nervosos?

Qual é a ameaça?

O principal que a Cabala
ou o nosso governo

está tentando fazer é
suprimir a nossa consciência.

Quando menos cientes estivermos
da nossa capacidade,

menos faremos.

O primeiro passo é estar ciente.

O segundo passo é utilizar
as funcionalidades

às quais temos acesso.

Outra coisa que aconteceu
no nosso governo

com o passar do tempo,
além da supressão

da glândula pineal, foi a
supressão do nosso DNA.

A nossa população já
teve melhorias de DNA

com base apenas em eventos
de catástrofes geológicas.

Meu pai disse-me que
alguns desses eventos

eram controlados por
grupos alienígenas.

Eles manipulam os eventos
catastróficos da Terra

por meio do núcleo da Terra.

Por meio do núcleo da Terra.

Sim.

É aí que…

Você pode ser um pouco
mais específica?

O núcleo da Terra é responsável

pelo campo magnético da Terra.

O campo magnético é um escudo.

No momento, ele vem se esgotando

há vários anos.

Ele passa por ciclos
de fortalecimento

e enfraquecimento.

Parte disso tem a ver com
a paralaxe da Terra,

que ocorre a cada 26 mil anos.

Estamos a uns 4 ou 5
mil anos da próxima

paralaxe total.

E isso tem a ver com a
oscilação da Terra.

Essa oscilação mudará e, no fim
das contas, a Estrela Polar

que temos hoje será uma
estrela diferente.

Claro.

Então, quando essas
coisas ocorrerem,

surge uma oportunidade
de manipular

o planeta.

É aí que as placas
tectônicas se movem.

É aí que os eventos
catastróficos ocorrem.

É aí que o DNA humano
será alterado.

Então, Corey, isso bate

com o que você já ouviu?

O campo magnético é uma
espécie de escudo que,

quando está fraco, permite

que uma quantidade maior dessa
energia que modifica o DNA

entre no nosso planeta?

Sim, e além do que ela disse,

também já ouvi falar que
a força do nosso campo

tem a ver com o nosso núcleo, mas
também tem a ver com a interação

com o núcleo do Sol.

Com certeza.

O seu pai estava lá,
sentado com seus amigos…

Essas eram coisas que você
não devia ter ouvido?

Ele não sabia que
eu estava ouvindo.

Mesmo?

Eu só ouvi uns trechos
das conversas deles.

Quando cresci, comecei
a conversar com ele e,

quando ele notou que eu
estava realmente interessada

e estava seguindo o que ele me
contava, ele me contou mais.

Porém, há coisas que
ele não me contou

porque elas eram confidenciais,

e ele seguia as instruções
que recebia no trabalho.

Entendi.

Quando foi que você começou
a obter mais informações

sobre grupos de extraterrestres
e quais desses grupos

estavam aqui?

Ele havia mencionado que
existiam vários grupos

de cuja existência nós,
ou seja, o nosso governo,

já estávamos cientes
havia vários anos.

Eu perguntei a ele que
grupos eram esses,

e ele falou sobre
os pleiadianos,

que, é claro, vêm das Plêiades.

Eles são seres altos e belos.

Eles têm os ombros largos.

São muito sábios.

São uma civilização muito antiga.

Segundo ele, eles eram
uma das civilizações

mais antigas em operação.

Eles são muito bondosos.

Só estão aqui para fazer o bem.

Ele também falou sobre os nórdicos.

Os nórdicos são de um lugar
mais distante que as Plêiades.

Ele disse que eles
não tinham pelos.

Eles também são altos.

Eles também são
um grupo benéfico

e trabalham nas mesmas
áreas que os pleiadianos

para ajudar a conscientizar-nos,
não só no nosso planeta,

não só no nosso Sistema Solar.

Eles falou sobre os reptilianos.

Eles são muito inteligentes.

Eles também são uma
civilização mais antiga.

Porém, suas intenções
não são boas.

Certo.

Eles são muito maus.

Ele falou sobre dois tipos
diferentes de Grey (Cinza).

Ambos são controlados por
civilizações mais antigas,

um deles é composto por seres
altos, aquela imagem típica

do rosto oval com nariz
pequeno e olhos grandes.

Na verdade, ele me disse

que alguns dos Greys
(Cinzas) eram controlados

pelos pleiadianos.

Os Greys (Cinzas) baixinhos,
que medem cerca de um metro

e que você veria geralmente
nas nave como a que minha mãe

e minha irmã viram, eles
são muito robóticos,

muito programáveis, e são
controlados muitas vezes

pelos reptilianos.

Mesmo?

Certo.

Embora outros grupos de alienígenas
possam tomar o controle

desses robôs, pois eles são
uma tecnologia muito velha.

Entendi.

Muito bem, vamos
explorar isso, Corey,

porque temos uma boa base aqui.

O primeiro grupo que ela
mencionou são os pleiadianos.

Você disse que eles
eram altos, Heather?

Sim.

Você pode ser um pouco
mais específica?

Ele já obteve…

Eles medem de 2 a 2,5 metros.

Certo.

Então, você já ouviu
algo nesse sentido?

Já ouvi falar de seres assim.

Porém, como já disse antes,
nos programas espaciais,

descobriram que vários desses
seres com os quais estávamos

interagindo e que nos diziam

que eram de certo
sistema estelar,

eles não estavam
falando a verdade.

Eles faziam isso por questões
de segurança operacional,

de modo que não soubéssemos
onde exatamente eles viviam,

caso desenvolvêssemos a nossa
tecnologia e virássemos um problema.

Porém, alguns desses seres

são colocados na categoria
dos nórdicos que medem

uns 2,5 metros.

Muitos deles tem cabelos loiros

meio rosados.

Eles têm olhos azuis.

São muito altos.

Os homens às vezes têm barba.

Ela também mencionou
os nórdicos,

mas você disse que
eles não tinham pelos.

Foi isso que ele me contou.

Certo.

Exato.

Alguns grupos não tem
nenhum tipo de pelo

ou cabelo, são carecas.

São altos e pálidos.

Porém, nunca ouvi ninguém
os chamar de nórdicos.

Certo.

Agora, Heather, vamos falar
sobre os reptilianos,

pois esse é um assunto que
já abordamos muitas vezes

neste programa.

Então, eu gostaria… Quando foi
que esse assunto veio à tona

com o seu pai pela primeira vez?

O programa de TV “V” foi
lançado no começo dos anos 80,

apresentando uma raça
alienígena invasora

que fingia ser benevolente, mas
que tinha um rosto reptiliano

por baixo do rosto humano.

Sim.

Eu tinha 19 anos quando falamos sobre
os reptilianos pela primeira vez.

Eu estava na faculdade.

Eu também trabalhava meio período
no Centro Espacial de Houston.

Foi aí que ele começou a abrir-se
e contar-me mais coisas.

Acho que ele pensava que eu
já estava madura o suficiente

para entender, e ele
me disse algumas vezes

que eu não devia falar sobre
aquilo com os meus amigos,

que não devia compartilhar
aquelas informações,

principalmente não naquele momento.

Que mantivesse tudo em segredo.

Foi o que fiz.

São coisas que eu
diria a minha filha.

Sim.

Como surgiu esse
assunto com ele?

Qual foi a primeira…
Como começou?

Às vezes, eu o ouvia conversando

com a minha mãe, por exemplo.

Eu dizia: “Você disse a ela
algo sobre reptilianos.

O que isso quer dizer?”

Geralmente, eu fazia
perguntas baseadas

em algo que tinha ouvido dele.

Certo.

E o que ele respondia?

Uma vez, ele só disse:
“Eles são maus.

Eles são muito maus.

Você não quer encontrar um deles.”

Não sei se ele chegou
a conhecer um deles.

E não sei se ele revelaria isso.

Como foi que ele descreveu

esses seres?

Eles têm escamas.

Eles se parecem com répteis.

Eles se parecem conosco, mas seus
corpos são cobertos por escamas.

Seus olhos são diferentes.

O formato de suas
cabeças é diferente.

A cabeça deles é um pouco
maior que a nossa.

E ele disse algo sobre a parte
de cima da cabeça deles.

Eles têm um material mais
duro, quase como um capacete.

Tipo um caroço nupcial?

Sim.

Sim.

Sim.

E ele disse que eles controlavam
alguns dos Greys (Cinzas) pequenos

que fazem as abduções neste
planeta sem autorização.

Várias pessoas são abduzidas,
não são só animais.

Ele entrou em
detalhes sobre a cor

ou a aparência deles
nesse sentido?

Acho que não discutimos
a cor deles.

Porém, ele disse:
“Imagine uma cobra,

a aparência da
pele de uma cobra.

Essa é a aparência deles ou a
impressão que eles passam.”

Foi confuso quando ele
começou a falar sobre isso

e você começou a tentar
entender e visualizar o que ele

estava falando?

Sim.

Acho que eu ri algumas vezes.

Era algo meio ridículo,
principalmente em 1992.

Sim.

E aquela foi a primeira vez
que eu ouvi algo do tipo.

Então, quando surgiu a Internet,

por volta de 1996, 1997,

não havia muitas
informações disponíveis.

Não mesmo.

Porém, com o passar do tempo,

comecei a pesquisar em
bibliotecas e na Internet,

só para ver o que havia disponível
e basicamente para confirmar

o que ele havia me dito.

Não havia muitas informações.

Você disse que os olhos
eram diferentes,

mas não especificou.

Ele chegou a contar-lhe qual
era a diferença nos olhos?

Acho que ele disse que
eles eram amarelos

ou vermelhos, a cor era
diferente dos nossos.

É exatamente o que
o Corey disse.

Ele mencionou pupilas
finas e verticais?

Ele disse que eles
tinham olhos de réptil.

Exato.

Certo.

Então, isso se encaixa
perfeitamente.

Vamos analisar o
perfil desses seres.

Ele chegou a dar-lhe
alguma informação

sobre a origem desses
seres, sua idade

ou algo do tipo?

Ele disse que os reptilianos
eram uma civilização antiga,

mas eles já tiveram
vários problemas.

Ele não entrou em detalhes,

disse apenas que
eles viajavam muito.

E que eles tinham
muitas intenções ruins

não só para a Terra, mas
outros grupos também.

Esses ETs ficam todos
de mãos dadas,

cantando “Kumbaya”?

Ou há algum tipo de
batalha entre eles?

Certamente existe uma batalha.

Existe uma batalha galáctica que vem
ocorrendo desde o início do tempo.

Então, Corey, isso tudo
bate com as coisas

que você já ouviu?

Parece muito com o que
temos discutido aqui.

Claro.

Sim.

Com certeza.

E essa ideia de os
reptilianos terem que viajar

bastante… Ela não obteve
muitas informações,

mas por que você acha que
eles precisam viajar

tanto?

Eles são uma espécie
ambulante de conquista.

Eles viajam de região em região,

procurando grupos de
sistemas estelares

que eles possam influenciar.

E muitas vezes eles são
aniquilados ou derrotados?

Sim.

Muita gente foi programada

para acreditar que
os reptilianos

são imbatíveis, que não
podem ser derrotados

ou mortos.

Eles já foram derrotados várias
vezes, mesmo aqui na Terra.

Eles já foram expulsos da Terra
várias vezes, mas voltaram depois.

Então, Heather, você
mencionou a história

dos reptilianos, dos
nórdicos e dos pleiadianos.

Alguém já lhe revelou a
idade dos Greys (Cinzas)?

Ou eles são
simplesmente criados,

quase como um produto?

Os Greys (Cinzas) são criados
como se fossem androides

feitos por pessoas.

Eles são robôs.

Eles são programados.

Porém, eles têm uma mente
de computador potente

que tem aspectos biológicos.

E eles podem controlar
as naves que pilotam,

mas às vezes eles não
são muito bons nisso.

Sério?

Sim.

Já houve ocasiões em
que eles não entraram

na atmosfera da Terra
no local certo,

e é por isso que houve quedas.

Assim como um computador feito
por humanos pode falhar,

pode contrair vírus,

pode ter problemas ou
coisas que você ignora.

É a mesma coisa com
os Greys (Cinzas).

Uma última pergunta que
quero lhe fazer, Heather,

antes de terminarmos
este episódio:

algumas das coisas que você
contou podem ser horripilantes

para algumas pessoas que estão
assistindo a este programa.

O seu pai já mencionou
alguma vulnerabilidade

desses grupos negativos?

Eles são simplesmente
invencíveis e poderosos?

Ou eles têm alguma
vulnerabilidade?

Ele me disse isto:

eles estão sempre em grandes
quantidades porque é necessário.

Sério?

É necessário que haja uma grande
quantidade de reptilianos,

por exemplo, para que
consigam fazer algo.

Eles funcionam em um nível muito
baixo de consciência, muito baixo,

com radiação intensa.

Como zangões, voando por aí.

Vibrações baixas.

Sim.

Então, eles precisam trabalhar
em grandes quantidades

para fazer o que desejam.

Como isso é uma
vulnerabilidade deles?

É só reduzir a quantidade deles.

Sim, é só achar uma
forma de separá-los.

Dividi-los.

Dividir e conquistar.

Eles ficam sem forças

quando são separados.

Esgotou-se o tempo que
tínhamos para este episódio.

Sou David Wilcock e estou
aqui com Heather Sartain

e Corey Goode.

Este é o “Revelação Cósmica”.
Obrigado por assistir.

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

 

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos corruptos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar:

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments