revelação cósmica temporada 01

S01E13 Portais: Navegando pelo Tempo

Partilhar no Facebook

S01E13 Portais: Navegando pelo Tempo (Revelação Cósmica)
S01E13 (Cosmic Disclosure)

Assista ao episódio clicando no link abaixo, usando o browser chrome (watch the episode by clicking on the link below, using the chrome browser):
https://drive.google.com/open?id=1mx7CBNF04YXoHRtUBSWL7UASuuk0AwId

Se der erro, use o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift + n) no PC e se necessário, antes tem de fazer logout do seu gmail. Se ainda não conseguir, aceda a partir de outro PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário (não no facebook), para indicarmos outro link.

Episódio com legendas em português do Brasil (para quem não deseja assistir ao vídeo):

revelação cósmica temporada 1 episódio 13

REVELAÇÃO CÓSMICA

POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Olá, bem-vindos ao programa.

Sou David Wilcock…

e estou aqui com um informante
do Programa Espacial Secreto…

chamado Corey Goode.

Tem muita gente rindo disso,
muitos…

acham que é algo que
podem ridicularizar na Internet.

Mas se você está assistindo,
vai ficar claro…

que não se trata
de algo que possa ser ignorado.

Claro que não temos
todos os documentos ainda.

Não temos as provas
que alguns gostariam.

Mas quando você começa
a falar com informantes…

que sabem de coisas
de alto sigilo cósmico…

que têm 35 níveis
de acesso acima…

do que o presidente
dos EUA sabe…

Esse pessoal se apresentou
como informante…

e agora todos
vão compartilhar comigo…

porque eu os procurei,
coisas específicas…

e está tudo interligado.

Fica mais difícil…

pensar que todos poderiam
estar mentindo…

do que pensar que o que
descrevem é verdade.

Neste episódio, vamos
discutir o tempo…

e como a nossa física
terá que ser alterada…

com base no que encontramos.

Sem mais delongas, Corey,
obrigado por vir. Bem-vindo.

-Obrigado.
-Muito bem.

Vamos falar já de coisas
que um informante sabe.

Uma das coisas
que mais fascinou as pessoas…

no meu depoimento,
quando comecei a divulgar…

foi tudo o que contei
do informante Daniel…

que diz ter trabalhado…

no que a maioria chama
de Projeto Montauk…

mas ele chamava de Fênix III.

Ele disse que nosso
complexo militar industrial…

tinha conseguido uma cadeira…

de um disco extraterrestre
acidentado…

e que a cadeira era como
uma interface de consciência.

Alguém poderia sentar lá,
pôr a cabeça para trás…

e haveria 22 formatos de onda
básicos…

que seriam o campo energético
da pessoa que eles mediriam.

Você iria ao que chamavam
de ponto silencioso…

um ponto calmo na mente.

Aí, zerariam a cadeira…

ou seja, quando as 22 ondas
parassem…

você as fizessem parar…

elas, individualmente,
se ajustariam…

e formariam linhas retas.

Nesse ponto…

conforme ele ouviu e vivenciou,
muita coisa podia acontecer.

Por exemplo,
podia pensar em um objeto…

e a energia da cadeira…

teria que criar
uma frequência específica…

com grandes transformadores,
para o objeto se manifestar.

Ele também disse que
se você pensasse em um lugar…

apareceria uma miragem
trêmula…

e você veria o lugar assim.

Eles mandavam as pessoas
para os lugares desse jeito.

Ele também disse que este era
o padrão dos bancos das naves…

e que o piloto pensaria
em onde quer ir…

e abriria um buraco,
por onde eles voariam.

Antes de chegarmos à parte
mais profunda, o que eu disse…

condiz com o que você ouviu?

Certo. Pode especificar isso?

Bom, a cadeira…
As cadeiras, muito.

A interface de consciência
com as cadeiras…

Essas cadeiras ficavam…

no Projeto MILAB…

quando eu era garoto…

e os empáticos eram colocados
nelas…

e nos colocavam nelas e…

Você falou das 22 ondas…

elas tentavam fazer com que
seguíssemos o caminho negativo.

Fomos trei…
Treinados para, se ordenados…

entrar em diferentes estados
de consciência mensuráveis.

-E…
-Como isso é negativo?

-Eu não… Não sei se entendo.
-Formas negativas de reforço.

-Ah, tipo choques e tal?
-Choques… É.

Eles… Eles nos colocavam
nas cadeiras…

das naves dos ETs
e nós éramos…

Eles queriam ver quais de nós…

mudavam a onda…

ou certas ondas,
com mais eficiência.

-Mesmo?
-Sim.

Isso é muito interessante.

Não fazíamos nada
aparecer na sala…

nem víamos outros locais
e tudo isso…

mas eles usavam
esse artifício…

a cadeira na nave dos ETs
nos fazia…

Testava quem de nós,
interagindo com a cadeira…

podia mudar certas ondas,
se ordenado.

Ele também passou
por um treinamento…

do que chamavam,
parece, Corpo de Videntes…

que era como um corpo
militar, mas de videntes.

E uma das coisas básicas que
quiseram que ele aprendesse…

foi a achar o ponto
quieto em si mesmo.

-Você ouviu esse termo?
-Sim.

O que acha desse treinamento?

O que deve ser feito?
Qual é o objetivo?

Você… Quando chega
ao ponto teta profundo…

está menos consciente
do seu corpo…

menos consciente
do seu ambiente…

e mais ligado…

ao que chamamos
de eu mais leve…

em um estado superior
de consciência.

Todos seus pensamentos…

Você não pensa em mais nada.

Não pensa:
“Estou com frio”, sabe?

“O que vou comer depois?”

“Meu nariz coça”.

Sabe: “Esta cadeira
é desconfortável”.

“A textura desta calça…

parece estranha na minha perna”.

Quero dizer, você não pensa.

E as pessoas dizem
que é impossível não pensar.

Fazer… Treinar para estar
em um ponto de consciência…

Em que se está consciente,
mas não se pensa…

Era isso o que eles queriam.

Não sei como descrever melhor.

Seguindo a minha pergunta
original…

você encontrou informações…

sugerindo que a cadeira da nave
tem uma interface…

que permitiria você
abrir um portal…

e ir para outro
espaço ou tempo?

Sim. Isso…

Depois, descobri que
a nave funcionava assim.

Era totalmente conduzida
pela consciência.

E esses…

A maioria desses seres
tinha uma bandana, ficava lá…

Ou tinha uma bandana
ou tocava em um painel…

e como seres de maior densidade,
pensavam em onde ir…

e a nave sairia de um local…

e iria para outro.

Esta viagem
passaria automaticamente…

pela teia cósmica
que você descreveu?

Não.

Esta é mais…

Se… Não só…

Falamos de como tudo
é vibração.

Tudo tem uma vibração
característica.

Cada sistema solar,
cada planeta…

cada local no planeta…

tem sua vibração característica.

E conscientemente,
se você pensar em um local…

em uma vibração
característica de um local…

e mudar toda sua vibração…

A característica da vibração…

de onde está sentado
e do que é…

para combinar com a vibração…

O universo é holográfico,
basicamente.

Então você sai de fase
em um local e volta…

em outro.

-Tem sentido?
-Sim.

Nos livros de Carlos Castaneda,
Don Juan, o xamã original…

-Tem um cara chamado Cachora…
-Don Juan.

…e ele ainda está por aí.

Cachora disse,
e parece que é fato…

que alguns xamãs podem
aprender a se teletransportar.

E eles fazem isso…

com uma experiência
fora do corpo, astral…

e consolidam
um local com força suficiente…

a ponto de ficar estável,
imutável e sem ter fluxo…

que quando você realmente
consolida…

esse novo local,
em termos de consciência…

-dá para pular para lá.
-Sim.

Então is… É assim mesmo?

É assim que muitos…
Alguns seres viajam assim.

Sim, eles mandam suas…

Suas…

Chamamos de projeção astral.

Ou mandam
sua consciência para lá…

e veem o ambiente…

eles reconhecem o local…
Para onde querem ir…

avaliam a vibração
dessa área…

e a relatam…

ao corpo consciente…

e o corpo consciente
muda a vibração…

saindo de onde estava…

e chegando ao local…
Onde está a consciência.

Então, a cadeira na nave
é um dispositivo tecnológico…

que aumenta
sua habilidade natural?

Sim. Alguns ETs descobriram
como trapacear…

e conseguir fazer
o que alguns seres superiores…

ou de maior densidade
fazem para viajar.

Então a cadeira
aumenta sua habilidade natural.

Certo. A consciência.

Bom, quero chegar ao motivo
que eu trouxe isso à tona…

-que é a questão do tempo.
-Certo.

Daniel sabia de todos os que
participavam do Fênix III.

Tinha um cara em especial…

que era um pouco louco,
mais do que um pouco, disse…

Porque eles descobriram
que os portais que criavam…

Primeiro, achavam que fossem
só para viagens espaciais.

Aí perceberam que podiam
ir a momentos diferentes…

pensando em onde queriam ir.

Então, este louco…

disse: “Vou matar meu pai”.

Porque descobriram
que podiam voltar no tempo.

Sim.

Você soube desta história
em especial?

-Soube deste paradoxo, sim.
-Certo.

Em vez de eu falar…

por que você não descreve
o que aconteceria…

ou conta casos históricos
de pessoas que tentaram isso…

e o que aconteceu?

Pelo que li no Glass Pad…

um dos principais motivos
para eles protegerem…

esta tecnologia temporal…

é que…

algumas experiências
com viagem no tempo…

E com a tecnologia
perderam o controle.

As pessoas voltavam no tempo…

e viram que se matassem alguém,
mudaria a linha do tempo.

Essas pessoas acabariam
voltando…

à linha do tempo
que tinham criado.

Isso criava várias divisões
e linhas do tempo diferentes.

Depois, mandavam gente de volta,
para evitar e consertar isso…

e estava causando
ainda mais problemas…

e mais divisões na cronologia…

a ponto de haver todos
os tipos de fragmentações…

e estava fugindo ao controle.

Eles começavam a receber
grupos de ETs avançados dizendo:

“Chega. Precisam parar”.

E também foi explicado…

que o tempo é uma ilusão…

que… Como eles
usavam a consciência…

Esse é o componente chave.

Eles usavam a consciência
na cadeira…

para manifestar as coisas…

e isso é algo que nós fazemos
nossa consciência sempre.

-Manifestamos nossa realidade.
-Certo.

Esta habilidade…

de usar este dispositivo…

de usar a consciência para
voltar a esta linha do tempo…

A linha do tempo da qual
essas pessoas vão voltar…

era baseado
nas consciências delas…

e a polaridade de cada um…

se são pessoas positivas
ou negativas.

O mesmo valia para as pessoas
que viajavam para o futuro.

Quem viajava para o futuro…

se fosse alguém negativo,
da cabala, por exemplo…

a pessoa viajaria para o futuro
e veria…

um cataclismo enorme.

A rotação da Terra
teria mudado.

Noventa por cento
da Terra teria morrido.

Todas essas coisas horríveis.

Depois, voltariam
para relatar.

Pessoas mais positivas…

viajariam no tempo…

e veriam um futuro glorioso.

Se a tecnologia
faz sentido…

e temos várias pessoas…

de polaridades
positivas ou negativas…

que estão fazendo
viagens no tempo…

o que isso lhe diz
sobre o tempo?

Esse ponto é interessante.

Os ETs já nos disseram
para parar na época…

Para parar de tentar consertar
os problemas do tempo…

porque isso… Como
o espaço, o tempo é elástico.

E que, se você tiver um alto…

Se… Como um campo
de torção, você torcer o espaço.

Se remover o campo de torção,
o espaço vai voltar ao normal.

Se você mexer com o tempo,
ele vai se consertar sozinho.

Vai voltar ao normal.

E os cientistas tiveram
dificuldade em acreditar nisso.

Eles não… Não acreditaram
que o tempo era uma ilusão…

e que ele
se consertaria sozinho…

e que era…

E isso… O tempo
era um componente importante…

da consciência.

Parece que, se voltarmos
no tempo na nossa História…

existe a lenda
dos anéis de fada…

ou seja, um círculo
que parece desses de colheita.

As pessoas poderiam
entrar neles…

e encontrar pessoas diferentes.

Elfos, gnomos, duendes,
anões, fadas.

E uma das lendas dizia que, se
entrasse em um desses anéis…

teria que sair
do mesmo jeito que entrou…

senão viajaria no tempo.

O que são esses anéis…

e como isso tem relação
com o que falávamos?

Ouviu alguma coisa sobre eles?

Não ouvi nada sobre eles,
mas parece muito com…

As reuniões da federação…

acontecem em uma anormalidade
temporal, em uma bolha.

Como você descreveu,
você tem…

Quero dizer, você entra…
Quer…

Tem que sair pela mesma
trajetória que entrou.

Ah, é mesmo?

Então esses anéis
podem ser espécies de…

Podem ter sido
como essa bolha temporal…

que tinham lá
para observar o que acontecia.

Se uma pessoa entrasse
e não…

E ficasse preso
nesta bolha temporal…

se não saísse
do mesmo jeito que entrou…

ficaria preso por séculos.

Para eles,
podem ter sido minutos…

-Certo.
-…como com Rip Van Winkle.

Uma das coisas que
Henry Deacon me contou…

foi que o tempo, na verdade,
é “relaxado”…

tem “soluços” e dá “pulos”…

mas que nós,
com nosso corpo energético…

“colamos” as falhas do tempo.

A noção de continuidade
é psicológica…

mas existem relações
entre as fases…

entre o sistema solar e outras
estrelas ou conjunções…

ou coisas assim
que causam as falhas…

mas parecem não estar num nível
onde possamos detectá-las ainda.

É verdade, em termos.

-Mesmo?
-É.

E…

Até aprendermos…
O tempo é uma ilusão, mesmo.

Para nós, presos na consciência
de terceira densidade…

é muito difícil entender isso.

Mas o tempo acelera…

e fica mais lento sempre…

por causa…

As pessoas que estão aí
falando sobre…

-Foi Nassim Haramein?
-Nassim Haramein.

Algumas informações dele
são ótimas.

Quem está vendo o canal pode
assistir ao vídeo de Nassim…

-produzido pela Gaiam.
-Ótimo.

-Também tem entrevistas com ele.
-Ótimo.

-Sim.
-O universo eletro-plásmico…

e o universo de torção…

são modelos que
o Programa Espacial Secreto…

usa como base.

Todas essas outras ciências que
as pessoas acham inovadoras…

e nas quais estão
trabalhando aqui…

-serão jogadas fora.
-Certo.

Todos esses doutores
terão que voltar à escola…

-Certo.
-…quando isso for…

Quando esta informação
for liberada.

As ciências verdadeiras…

que estão sendo escondidas
de quem está aqui…

Eles não… Quero dizer,
a matemática é toda…

A matemática
é toda nova também.

Estamos trabalhando com
matemática e física arcaicas…

Mas quando soubermos
como tudo isso funciona…

entenderemos coisas…

como porque o tempo sempre
se apressa e se acalma.

E tem a ver com o efeito
de torção… Efeitos em…

Das galáxias entre si,
no nosso sistema solar…

nas nossas mentes…

e em como percebemos tudo.

Bom, vou lançar uma coisa aqui.

Estávamos falando
da “cadeira de Montauk”.

Há pouco, Pete Peterson me deu
informações fascinantes…

de que nas nossas costas,
agora, na omoplata…

tem uma covinha.

E que todos os nervos
se cruzam neste pontinho…

que parece ter sido
um tipo de criação divina.

Ele disse que esses pontinhos
eram portas e muitos ETs…

têm cadeiras com relevos
onde você se senta…

e o relevo fica naquele pontinho
no seu ombro.

-Nós as usamos também.
-Está acenando muito, então…

Pode baixar muitas informação
por eles.

Por isso toquei no assunto…

porque disse que os cientistas
terão que voltar a estudar.

Pete tinha dito que…

por exemplo, um sistema de visão
pode ser feito por ali…

que muitos bombardeiros
que usamos não têm janelas…

para ver por essas portas…

e ver na sua mente.
É visão de telescópio.

E ele disse…

que você pode
baixar informações…

na mente.

Já encontrou algo assim?

Eu usei a função
de download disso.

Pelas portas na omoplata?

Pelas covinhas. Sim.

Sim. Eles… Sim, a função
de download de informações.

Isso é muito estranho, não?
Como pode…

-Sim, e…
-Isso me impressiona.

E há várias terminações
nervosas nos dedos e nas mãos.

Por isso dói tanto
quando machuca os dedos…

-se comparar com aqui.
-Sim.

Muitos dispositivos
com interface neurológica…

têm uma placa de cobre
e aço inoxidável…

com a forma de uma mão,
onde você põe as mãos.

Ou têm luvas que você coloca…

com tiras e metal dentro.

E isso é usado…

para você interagir
bioeletricamente com a nave…

e outros dispositivos também.

Você ouviu que essas portas
nas nossas omoplatas…

pelas quais passam todos
os nervos do nosso corpo…

-têm uma grande intersecção?
-Não ouvi isso. Eu…

Isso foi principalmente
quando estava no MILAB.

Nós… Sentávamos
em cadeiras desconfortáveis…

Tinham duas coisinhas
nos cutucando nas costas.

Nós reclinávamos
e sentíamos algo elétrico…

passar pelas saliências…

onde reclinávamos.

E nós…
Baixava informações para nós…

para nos ensinar coisas.

E esse é um exemplo de algo
que aconteceu aqui mesmo.

Não tínhamos falado disso antes.

É um detalhe muito obscuro,
específico, que você viu.

Sim. E eu ouvi que um…

Na época, eles diziam que
todos se educariam assim um dia.

-Certo.
-Sim.

Bom, vamos falar muito mais
sobre o tempo.

Quero fazer muitas
perguntas a ele…

porque este
é um assunto vasto.

Viagem no tempo,
saltos no tempo.

É algo que fascina muito
as pessoas.

E também podemos falar
do que já falamos antes…

que é a Terra paralela.

Tudo isso no próximo
”Revelação Cósmica”…

porque você precisa
da verdade.

Sou David Wilcock,
obrigado pela audiência.

REVELAÇÃO CÓSMICA – POR DENTRO DO PROGRAMA ESPACIAL SECRETO COM COREY GOODE E DAVID WILCOCK

Disclaimer:
1. Os artigos são escritos em português do (Brasil ou de Portugal) ou numa mistura de ambos.
2. Os artigos colocados neste site, são diferentes dos colocados nos corruptos meios de comunicação de massas. Não significa que os autores concordam ou discordam com os mesmos. Você deve usar a sua intuição com aquilo que ressoa ou não consigo. Ninguém é dono da verdade absoluta e este site não foge à regra.

Partilhar no Facebook

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments