Corey Goode, temporada 12

REVELAÇÃO CÓSMICA T12E04 ~ Seres de Luz Interdimensionais

Partilhar no Facebook

Revelação Cósmica ~ Corey Goode temporada 12 episódio 4

pode assistir (vídeo) ao episódio clicando aqui (click here to see the show)

Se der erro, usar o browser chrome em modo anónimo (teclando Ctrl + Shift + n) no PC. Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário para indicarmos outro link.

T12E04 (Revelação Cósmica ~ Corey Goode temporada 12 episódio 4) Seres de Luz Interdimensionais
REVELAÇÃO CÓSMICA – Por dentro do programa espacial secreto

S12E04 (season 12 episode 4) Interdimensional Light Beings

episódio:

Sou George Noory e estou aqui com Emery Smith.

George Noory: Os seres interdimensionais são fantasmas? São extraterrestres? O que são, exatamente? Emery Smith, bem-vindo de volta. Emery, quando falamos de seres interdimensionais, o que isso quer dizer? ES: Estamos falando de seres que estão centenas de milhares de anos à nossa frente e que já conseguiram dominar maneiras de mudar de forma. Conseguem mudar seus átomos e fótons para assumir qualquer forma que quiserem e viajar no tempo e no espaço. Podem ir de um corpo de luz a um corpo tridimensional. Podem mudar de frequência quando quiserem para entrar em outra dimensão. Podem mudar de fase para entrar e sair de várias dimensões. Ou seja, são seres interdimensionais.

George Noory: Quando quiserem? ES: Sempre que quiserem.

George Noory: São físicos ou são meio fantasmagóricos? Ótima pergunta. Sempre me perguntam isso, pois vários avistamentos e… As pessoas referem-se a eles como fantasmas ou relatam que viram fantasmas, mas, na verdade, são seres interdimensionais. A ciência por trás disso é que, quando um ser interdimensional entra na nossa dimensão, ele está sujeito às leis da nossa realidade tridimensional. Ele precisa assumir uma forma. Porém, a luz também é uma forma. Ela pode ser visualizada pelos nossos cinco sentidos aqui na Terra ou em todo o nosso Sistema Solar, no universo, nesta dimensão. Quando eles vêm, podem mudar de um ser de luz para outra forma que quiserem, ou podem ficar na forma de luz. Muitas histórias que vemos nos livros de história e no mundo todo de aparições fantasmagóricas… Algumas são fantasmas. Por exemplo, se você morresse agora, os seus fótons ficariam nessa cadeira por 30 dias ou mais. O que estou dizendo… Os fótons da estrutura genética do DNA continua presente. Quando nos levantarmos dos nossos assentos e voltarmos amanhã de manhã, ainda teremos… A nossa energia residente continuará aqui.

George Noory: Emery, como esses seres interdimensionais chegam aqui? Ouvimos falar dessa passagem pelas dimensões. Isso acontece porque eles podem mudar de forma… De frequência. O som vem antes da forma. Alterando a frequência, e tudo tem uma frequência… O nosso DNA… Tudo à nossa volta tem uma frequência que pode ser medida cientificamente. Eles podem vibrar e alterar sua frequência, desaparecendo daqui e ficando invisível, mas ainda presentes de alguma forma. Imagine um sistema de teletransporte avançado.

George Noory: Eles passam por algum portal? Não. Eles já dominaram a capacidade de vibrar conforme a frequência de cada dimensão. Pode haver várias dimensões aqui e agora, à nossa volta. Como eles conseguem mudar sua frequência, podem estar nessa dimensão agora. Tempo e espaço não existem. Tudo no presente existe aqui e agora. Eles não viajam milhões de anos-luz para chegar aqui. Estamos falando de seres das dimensões superiores que dominam esse tipo de ciência.

George Noory: Havia um episódio do clássico antigo “Twilight Zone” intitulado “Little Girl Lost”. Era sobre uma garotinha que caiu da cama e foi parar em outra dimensão. É mais ou menos isso? ES: Existem áreas em volta do planeta e outras áreas que podem se abrir onde essas energias de diferentes dimensões às vezes entram na mesma frequência e sobrepõem-se. Quando isso acontece, pequenos portais… Essas aberturas para outras dimensões aparecem. É como o velho ditado do Dia das Bruxas em outubro: “O dia em que os mundos ficam mais próximos.” Isso permite que essas criaturas fantasmagóricas passem, e você pode visitar a sua família. Isso tem muito a ver com tecnologias extraterrestres e esses seres interdimensionais. Também tem a ver com outras partes do planeta onde essas aberturas estão sempre presentes. Assim, surgem certas coisas. Podem abrir um portal, principalmente as naves dos ETs… Naves interdimensionais. Às vezes, quando abrem uma área pequena, ela pode ficar aberta após uma nave passar.

George Noory: Pode continuar lá. ES: E se for fechada? Sim, e se ela se fechar? George Noory: Com você lá dentro. ES: A sua frequência ficará lá, provavelmente.

Esses seres interdimensionais são biológicos? Com certeza. Não se esqueça: som, luz e forma. Porém, quando vêm aqui, podem assumir uma forma ou podem optar por ficar na forma de luz. Eles decidem a frequência de sua vibração aqui e como preferem se mostrar a quem quiserem contactar aqui. Talvez queiram se comunicar só por sons, emitindo certas tonalidades. O estudo que fizemos com outros seres extraterrestres que… São tonalidades, mas eles estão ali. Você não os vê, mas pode ouvi-los.

George Noory: Emery, muitas vezes, ouvimos histórias e relatos de seres interdimensionais, mas parece que sempre estão sozinhos. Nunca ouvimos histórias desses seres aparecendo em pares, grupos de 10 ou 20. Porque não? ES: A minha experiência não é essa. Vários seres interdimensionais viajam pelo tempo e pelo espaço e conseguem abrir uma brecha no tecido do espaço-tempo. Talvez você só veja uma bolinha de luz, mas talvez seja uma civilização inteira. George Noory: Sério? ES:  O tamanho não importa no caso desses seres interdimensionais. Temos que considerar a física e a ciência por trás disso, como representar isso quando formos educar o público… O tamanho nunca importa no caso dos seres interdimensionais, pois eles conseguem transformar sua estrutura atómica em luz. Isso já ocorre há milhões de anos na Terra, e eles se comunicam, como eu disse antes, por meio de tonalidades e frequências, além de assumir a forma manifesta de um ser humano, por exemplo, ajudando-nos a obter mais tecnologias e dando-nos ideias de como podemos evoluir.

George Noory: Interagimos com eles por meio da tecnologia ou da consciência? ES: A consciência é a base de toda comunicação e toda a ciência por trás das criaturas interdimensionais e multidimensionais. Porém, existem dispositivos que estão desenvolvendo, e esses seres… George Noory: Tecnologia avançada? ES: Avançadíssima, como os detectores de luz de neutrino e os satélites que captam mudanças subtis na luz. Essas coisas permitem-nos ver esses seres e suas naves quando estão disfarçadas.

George Noory: Como óculos de visão noturna? Muito melhor que isso, mas isso também foi engenharia reversa dos ETs captados.

George Noory: Os seres interdimensionais são diferentes dos extraterrestres? Os seres interdimensionais são extraterrestres, assim como a nossa genética é extraterrestre. Portanto, a resposta seria dizer que eles estão entre os ETs mais avançados da nossa dimensão aqui na nossa sociedade.

George Noory: Quão avançados são? Os mais avançados. Podem mudar de forma física para luz.
George Noory: Estão no topo? Podem viajar a qualquer lugar. Qualquer período e qualquer lugar. São seres muito maduros e conscientes. Pessoas que veem anjos… Acho que são esses seres interdimensionais. Todos somos programados desde o início. Todos que crescemos em famílias religiosas e lemos a Bíblia e outras histórias sobre fadas, anjos, ogros e coisas desse tipo… A melhor forma de entendermos isso seria… Se você não acredita em outra raça ou em extraterrestres quando você vê algo desse tipo, você interpreta com as suas próprias palavras, e a sua mente gera sua própria visão e suas próprias respostas. Eu sempre penso em como poderei explicar esse lindo ser de luz na minha frente. Claro que é um anjo. Foi o que aprendi na infância. Se nós não existimos, acho que eles não existirão. Boa parte da genética que testamos em vários seres tem relação direta com o nosso DNA humano. Porém, por que seres que são 10 mil ou 100 mil anos mais avançados que nós teriam o nosso DNA? Mesmo tendo sofrido mutações por milhões de anos, o planeta Terra é uma grande mistura, George. Veja todas as raças que temos, todos os continentes.

George Noory: As espécies de animais e todo o resto.

Sim, as espécies e todos nós interagindo na condição de humanos, crescendo na Terra e gerando vários tipos de miscigenação. Imagine isso em uma escala universal. Imagine…

George Noory: Seria incrível poder aproveitar isso.

Misturando as espécies de animais, os mamíferos e os humanos, e viajando pelo espaço nos próximos mil anos e misturando-nos com outros seres humanóides.

George Noory: Nos programas dos quais participou, você sabe se já conseguiram se comunicar com esses seres interdimensionais?

Já trabalhei com alguns extraterrestres que talvez fossem interdimensionais, mas eles tinham uma forma. Vários desses seres comunicavam-se assim como eu me comunico, mas telepaticamente. A telepatia é um tipo de comunicação. É um tipo de idioma que você tem que aprender quando trabalha nesses projetos com esses seres, pois a telepatia baseia-se muito na sua frequência e no seu estado emocional de ser humano. Se eu estiver muito nervoso e entrar na sala de cirurgia para auxiliar um médico e um extraterrestre depois de um dia péssimo
e disser: “Olá”, será algo como “Olá!!!” Eles captam a emoção. Você tem que limpar a mente e o espírito antes de entrar nesses projetos antes de começar a trabalhar, pois eles captam isso tudo. E eles meio que entram na sua mente, pois conseguem captar tudo que você já sabe. Não existem segredos.

George Noory: Algumas pessoas dizem que eles não são benevolentes. O que você acha?
É uma possibilidade. Só conheço uma raça de seres que é maligna, a raça humana aqui no planeta Terra, pois matamos uns aos outros. Nunca entrei em contacto com nenhuma raça de seres malignos com quem eu tenha trabalhado, convivido, ou que eu tenha visto. Não que elas não existam. Se nós existimos, deve haver outros como nós. George Noory: Sim, alguns devem ser maus. ES: Deve haver raças com más intenções, mas acredito em uma espécie de federação galáctica que não permite que seres que queiram fazer o mal viagem entre as estrelas. Estamos de quarentena no nosso planeta até expandirmos a consciência e cuidarmos do planeta e uns dos outros. Então, poderemos viajar entre as estrelas conscientemente para colaborar com outros extraterrestres e sociedades.

George Noory: Eles não podem vir aqui e nos aniquilar? Exato. Acho que o que quis dizer, George, é que eles já foram quem somos agora e também já tiveram que passar por isso. Tiveram que expandir sua consciência e tomar conta do planeta e uns dos outros. Como pai, você olha para os filhos e explica o que eles fizeram de errado, mas você também já foi criança e sabe que é necessário aprender e amadurecer antes de virar adulto. Já devíamos ter feito isso 100 anos atrás, mas temos esse fator de controle que… Vários planetas começaram no mesmo período que nós, mas são muito mais avançados que nós porque não tiveram esse fator de controle dessas empresas e dessas pessoas tentando…

George Noory: Há muita ambição aqui. Sim, a ambição engoliu o nosso planeta. Estamos mudando isso. E o que fazemos aqui afeta vários planetas. Voltando à sua pergunta, eles querem que cresçamos de forma segura e eficiente, mas não querem que destruamos o planeta ou uns aos outros.

George Noory: Porque esses seres interdimensionais viriam aqui? Eles vêm aqui porque o planeta é tão diverso e dinâmico, diferentemente de outros planetas, com água, ar e todas as espécies… Até as bactérias, os fitoplânctons e os oceanos. Eles vêm aqui para ver isso. Você tem que entender que a Terra sempre foi visitada, várias vezes. A Terra tem uma história que temos que honrar. Estamos aqui há milhões de anos, e os visitantes ainda estão vindo, mas vindo de mais longe, pois não é mais tão seguro vir aqui, pois nós derrubaremos suas naves. Eles sabem que isso está acontecendo, mas esperam que as coisas mudem.

George Noory: Os seres interdimensionais e de plasma são a mesma coisa? Os de plasma… Essa é outra forma, como ar, água e gás. O plasma é o quarto estado. Ele pode ser formado assim. Pode fazer parte desses seres no estado plasmático, mas não podemos dizer que um ser é todo de plasma. George Noory: Não é o caso. ES: Não.

George Noory: Como eles interagem entre si? Eles interagem? ES: -Sim.

George Noory: Eles têm emoções? Sim, com certeza. Eles têm emoções. São muito divertidos. Assim como estou falando com você, eles fazem isso com frequências, tons e telepatia. Vários seres que vemos na cultura popular têm pés pequenos e uma boca muito pequena. Alguns deles não precisam de sistema digestivo, pois conseguem captar os nutrientes do ar.

George Noory: Eles procriam? Sim. Além das entidades pequenas, esses seres também têm seres de estimação. Há várias espécies, como temos aqui na Terra, que são usada para fazer companhia.

George Noory: Eles têm emoções? Sim. Esses seres… Quando você se aproxima de alguém que é muito amoroso, divertido e alegre, você fica contagiado.

George Noory: Quando sai com os amigos… ES: Você sente. É contagiante. Eles fazem com que você se sinta assim instantaneamente… Instantaneamente, se quiserem fazer isso.

George Noory: Eles entram nesta dimensão onde estamos e são tão parecidos connosco, que nem saberíamos a diferença? ES: Eles estão no planeta agora, mas você não saberia a diferença. Sempre ouço a pergunta: “Que traços eles têm que nos permitiriam reconhecê-los?” George Noory: Eles têm cabeças alongadas ou algo assim? ES: Tenho que admitir que alguns deles podem ter orelhas um pouco diferentes, ou alguma outra diferença notável que não existe nos seres humanos.

George Noory: Um brilho nos olhos? ES: Os olhos podem ser diferentes. Maiores, mais espaçados, coisas do tipo. Porém, seria impossível… A menos que você trabalhe nesses projetos e já tenha estudado a morfologia desses seres, se um deles se sentar do seu lado, você nem perceberia. Andando nas ruas de Nova York, você não perceberia. Porém, estando perto deles, você pode notar algumas características físicas e traços como esses, mas teria que passar um tempo na presença deles.

George Noory: Os governos, programas secretos e corporações estão colaborando com eles por algum motivo específico? ES: Sei que estão colaborando com eles nos projetos para obter ajuda com questões de tecnologia, engenharia e geologia que requerem auxílio externo. Alguns foram capturados e decidiram ficar connosco. Contudo, acho que é algo positivo mostrar uma espécie de outro planeta que veio aqui para ajudar-nos de forma voluntária.

George Noory: Emery, quando ouço a palavra “interdimensional”, penso em algo parecido com o multiverso. Isso é concebível? É disso que estamos falando? ES: Exato. Sim, multidimensional significa que há dimensões diferentes, e interdimensional significa ir de um lugar a outro. E os multiversos que mencionam na TV e na ciência são só isso. São as diversas dimensões que se sobrepõem umas às outras aqui e agora. A única forma de acessá-las é mudando a sua frequência.

George Noory: Novamente, os portais também me fascinam… Esses portais que podem existir.

Os militares constroem bases nas linhas de Ley em volta do planeta e usam essas áreas porque as assinaturas energéticas comprovam que se trata de portais para outros lugares do universo.

George Noory: Lugares que queremos visitar ou não? ES: Não sei dizer. Só sei que existem portais no planeta e nos oceanos que são protegidos e que estão sendo testados e usados. Algumas naves passam por eles. Não digo que sejam naves, mas eles os monitorizam, tentando fazer engenharia reversa para duplicá-los. Existem vários… Nos projetos confidenciais, há vários vídeos, documentos, imagens e informações sobre como esses dispositivos funcionam, mas tem a ver com a energia do planeta, é assim que eles funcionam. Também é possível ligá-los e desligá-los. Existem estruturas antigas aqui no planeta que estão sempre ligadas. Também existem várias áreas que não exploramos, como os oceanos, com certeza, outras áreas que podem estar sempre ativas e pelas quais uma nave pode passar ao sobrevoar o Triângulo das Bermudas e sumir do nada. O que está acontecendo aqui? Pode haver brechas no tempo e no espaço. Durante certo períodos astrológicos do universo, elas podem se abrir, e as coisas somem.

George Noory: E elas se fecham. ES: Sim, elas se fecham.

George Noory: Vamos voltar aos programas secretos. De alguma forma, eu acho, os governos estão cientes da possibilidade de viajar no espaço através de portais ou distorções no tempo. Eles sabem sobre essas entidades ou seres. Algo mais está acontecendo aqui, não acha? ES: Acho que isso está limitado a algumas agências governamentais, aos militares e talvez aos presidentes de vários países. Não acho que seja algo tão disseminado. Assim como temos os nossos projetos compartimentalizados, os militares não sabem o que estão fazendo, mas podem estar investigando algo em um nível inferior… Os militares geralmente fazem a segurança de todos esses programas. Quando as pessoas dizem: “O Smith alega ter trabalhado em Sandia e Los Alamos…” Não eram eles que me pagavam. Eu trabalhava no subsolo dessas bases, onde cada andar é alugado por uma empresa diferente. Então…

George Noory: Quanto tempo ficou lá? Fui militar por sete anos, mas só fiquei nos projetos por quatro.

George Noory: Você ficava lá o dia inteiro ou…? Não. Era um emprego das 9h às 17h.

George Noory: Então, você voltava à superfície e… Sim. Só algumas vezes eu fiquei preso lá devido a incidentes ou outras questões de segurança, e aí eu tinha que passar algumas noites lá
até resolverem.

George Noory: Se os seres interdimensionais vêm aqui, nós também vamos lá? ES: Como disse, devido à tecnologia de portais e a parte de viagem no tempo às quais fui exposto, com certeza estamos viajando a algum lugar. Não sei bem aonde.

George Noory: Você nunca foi? Sim. Não sei aonde vamos. Já atravessei portais e viajei no tempo…

George Noory: Mas nunca para outras dimensões? Não, pelo menos não que eu saiba.

George Noory: O que quer dizer com isso? Às vezes, você pode ir a algum lugar… Mesmo só para ir ao trabalho nesses trens (comboios) de Maglev mencionados na cultura popular… Às vezes, acontecem coisas e você vai parar num lugar que não parece ser natural como seria na Terra.

Maglev (trem ou comboio)

George Noory: Um dia obteremos ajuda desses seres interdimensionais? ES: Acredito que sim. Acho que, se mais da metade da população da Terra ficar comprometida… Com uma bomba nuclear, já seria… George Noory: Com certeza. ES: Se uma destruição do planeta decorrente de terremotos ou outros fatores estivesse prestes a acontecer, e, como eu disse, mais de um terço da Terra fosse destruída, acho que eles interviriam… Eles já fizeram isso algumas vezes, durante períodos de atividade vulcânica e sísmica. As pessoas sempre veem naves saindo dos vulcões quando isso acontece, pois eles querem neutralizar o evento cataclísmico. Acho que eles interviriam se algo assim acontecesse. E eles nos dariam um tapinha na mão por isso.

George Noory: Como você responderia se alguém lhe dissesse: “Emery, acordei no meio da noite e vi um ser no meu quarto que apareceu e sumiu.” O que você diria? ES: Bem-vindo ao meu mundo. Eu perguntaria se essa pessoa… Isso já aconteceu comigo. Amigos, parente e colegas ligaram para mim, mas não queriam falar. Principalmente na primeira vez que alguém vê algo assim… Você acha que está preparado. Nas nossas expedições de CE-5, levamos várias mídias connosco. É engraçado. Você acha que está preparado, mas, quando você vê, não se encaixa na sua realidade. Porém, ali está. Você sabe e sente. Eu perguntaria: “O que aconteceu? O ser tentou comunicar-se? Você tentou se comunicar? O que aconteceu na noite anterior? Você estava meditando ou teve um encontro imediato de quinto grau? O que tem acontecido?” Eu faria essa entrevista e tentaria descobrir porque esse ser optou por expor-se
a essa pessoa, pois é muito arriscado para um ET expor-se.

George Noory: O que é esse quinto grau? Um encontro imediato do quinto grau é quando você tenta se comunicar com extraterrestres. O governo não quer que você faça isso porque… Tem um arquivo meu no FBI, infelizmente, porque estou contactando extraterrestres e falando com eles. É tão triste, pois quem tem esse direito? Eu entendi tudo. É um plano de emergência do governo dos Estados Unidos forjar uma invasão alienígena… Uma “invasão extraterrestre”…
George Noory: Que seria o Projeto “Blue Beam”? Não sei como a cultura popular chama isso. Tenho certeza disso porque meus contactos no FBI e na CIA contaram-me isso, para avisar-me que estavam fazendo um arquivo de pessoas como eu e, quando isso acontecesse, eu seria detido, pois eles alegariam que fui eu quem os trouxe aqui. E seria uma invasão falsa. Você já deve ter ouvido essa teoria da conspiração. Porém, é triste saber que, depois de tudo que fiz, o meu nome está lá… Em um arquivo do FBI… Dizendo que eles têm que me vigiar, para que eu não converse demais com eles, mas também documentando isso. Eles podem usar esse truque, se quiserem. Ninguém saberá a verdade. Todo mundo que está envolvido nessa área e que faz CE-5s sabe disso. Porém, é muito triste saber que sou um plano de emergência, que sou um terrorista. Eles me rotulam assim porque…
George Noory: Eles o tratam assim. ES: Não aconteceu nada ainda, mas só o facto de existir esse grande arquivo é preocupante. Porém, é ridículo. É só outra forma de obter o apoio da nação para combater este terrorista aqui que trouxe alienígenas do mal para destruir-nos.

George Noory: Você já passou por muita coisa. Se fosse escrever uma autobiografia, como terminaria o último capítulo?

Eu terminaria o livro dando a minha própria opinião sobre como será o nosso futuro. A vida ficará mais fácil. Viveremos por mais tempo. Coisas muito positivas estão acontecendo.

George Noory: Você é muito otimista. Adoro isso! Sou grato por estar aqui neste momento e poder fazer alguma diferença, pois consigo ver o nosso futuro, e ele será excelente, se conseguirmos nos corrigir. Acho que as cidades ficarão melhores, a poluição desaparecerá. Vamos conseguir limpar o planeta, que será o lugar mais magnífico de todo o universo.

-Emery, obrigado pela sua presença aqui. ES: Obrigado, George.

Para assistir a outras temporadas (to watch other seasons):

1ª TEMPORADA / 1st SEASON

2ª TEMPORADA / 2nd SEASON

3ª TEMPORADA / 3rd SEASON

4ª TEMPORADA / 4th SEASON

5ª TEMPORADA / 5th SEASON

6ª TEMPORADA / 6th SEASON

7ª TEMPORADA / 7th SEASON

8ª TEMPORADA / 8th SEASON

9ª TEMPORADA / 9th SEASON

10ª TEMPORADA / 10th SEASON

11ª TEMPORADA / 11th SEASON

12ª TEMPORADA / 12th SEASON

No caso de ter dificuldades em abrir o episódio, deverá aceder no PC/Computador ou usar outro dispositivo ou então tentar mais tarde ou fazer o download. Há também limitações de visualização (100) e em alguns dispositivos não funciona sempre corretamente. Também se tiver o seu google drive aberto, poderá não permitir a visualização (terá de abrir noutro browser). Se ainda não conseguir, navegue de forma anónima: no google chrome (Windows) prima Ctrl + Shift + n.

Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário para indicarmos outro link.

Quem é COREY GOODE?

Revelação Cósmica temporada 12 episódio 4 (Corey Goode)

Partilhar no Facebook

One Commnet on “REVELAÇÃO CÓSMICA T12E04 ~ Seres de Luz Interdimensionais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.