Corey Goode, temporada 12

Corey Goode ~ REVELAÇÃO CÓSMICA T12E03 ~ Segredos do Estado Profundo

Partilhar no Facebook

Revelação Cósmica ~ Corey Goode temporada 12 episódio 3

pode assistir (vídeo) ao episódio clicando aqui (click here to see the show) (se der erro, usar o chrome em modo anónimo, no PC e teclando Ctrl + Shift + n)

T12E03 (Revelação Cósmica ~ Corey Goode temporada 12 episódio 3) Segredos do Estado Profundo
REVELAÇÃO CÓSMICA – Por dentro do programa espacial secreto

S12E03 (season 12 episode 3) Secrets from the Deep State

episódio:

Hoje o programa é apresentado por David Wilcock. Corey Goode e Emery Smith são os convidados.

David Wilcock: Neste episódio, vamos falar sobre a batalha entre a cabala e a Aliança, e o grande mistérios do QAnon, algo estranho que surgiu no 4chan. A Internet foi surpreendida desde outubro de 2017 com um fenómeno chamado de QAnon. São postagens feitas no fórum 4chan, que é totalmente anónimo. Corey, pode falar um pouco sobre o que você sabe do fenómeno QAnon, com base nas suas informações mais recentes?

Eles sabem exatamente quem esse grupo é… David Wilcock: Eles, quem? A Aliança. Isso é basicamente uma… As pessoas não gostam do termo “propaganda”, mas é um termo militar. É o porta-voz da Aliança. É um deles. Eles têm publicados códigos operacionais e mensagens por meio desses sites, o 4chan e o 8chan.

David Wilcock: Códigos operacionais para várias fações da Aliança? Exato. E é composto por… Não vou dar detalhes porque não quero comprometer ninguém, mas são pessoas do Ministério da Defesa dos EUA, muitas delas aposentadas, que fazem parte da Aliança. E isso vem de pessoas de todos os lados do corredor.

David Wilcock: É interessante que, se você parar para analisar as coisas do Q, elas começaram em 28 de outubro. Já nos primeiros dias, dava para ver claramente o que estamos prevendo há anos, que são as prisões em massa. Corey, você pode explicar um pouco sobre como o plano de prisões em massa foi desenvolvido? E o que está ocorrendo agora?

Existe um desejo de fazer prisões em massa há décadas. Porém, como já disse, a cabala teria que basicamente prender a si própria. Eles tinham agentes no comando do Ministério da Defesa, todos os órgãos imagináveis do governo e de outros governos. Não é só nos EUA. De acordo com as últimas informações que recebi, finalmente atingimos o ponto em que poderão fazer
prisões em massa, mas estão discutindo agora se isso será feito publicamente ou que parte será feita em tribunais secretos.

David Wilcock: Emery, você já ouviu falar da Aliança e do plano de revelar tudo por meio da prisão de pessoas importantes que estão impedindo essa revelação?

Sim. Sei de várias facções da Aliança. Não é só um grupo. São vários grupos, por assim dizer. -É difícil fazer com que todos cooperem. -Exato. Mas é claro que eles têm
metas parecidas. Revelar tudo isso ao público. Segundo fui informado recentemente por alguns dos meus contactos, estão planejando um tribunal em massa para julgar todas essas pessoas. Não sei quando. Não conheço o cronograma, mas esse é o foco principal na lista deles de coisas a fazer.

CG: Além disso, acho que o QAnon participará dos vazamentos de dados que começamos a discutir lá no ano de 2015. Em 2015, 2016, falávamos sobre vazamentos de dados que não acontecerão de uma vez. Serão feitos aos poucos, e isso viraria uma guerra de dados entre a cabala… Porque as pessoas envolvidas na Aliança não são santas de forma alguma. Vamos ver uma guerra de vazamentos de documentos dos dois lados.

David Wilcock: As pessoas na Internet estão muito empolgadas com isso, pois também há…Algumas pessoas mencionaram 13.000 indiciamentos confidenciais. Corey, quando esses indiciamentos forem revelados, o que acontecerá? Porque emitiriam indiciamentos confidenciais, em primeiro lugar? E quando forem revelados?

Eles emitem indiciamentos confidenciais para que os detalhes não vazem para os atores, sócios ou pessoas que estão ajudando os acusados. A melhor forma de dizimar uma organização é começar a indiciar um membro de cada vez,mas de forma confidencial, para que os detalhes não vazem.

David Wilcock: Geralmente, só emitem 1.000 ou 2.000 por ano, mas já existem 13.000 disponíveis nos bancos de dados públicos do governo, indicando que essa é uma operação em grande escala. E algo que as pessoas sempre nos perguntam… Já ouvimos isto tantas vezes… Vamos ver isso acontecer? As pessoas estão preocupadas com o que você disse agora, não querem que seja tudo secreto. -Pelo menos parte disso será visível?
-Sim. Boa parte ficará visível, mas os crimes contra a humanidade… As acusações serão de corrupção. Alguns detalhes serão alterados para evitar que as pessoas fiquem muito nervosas ou agitadas, pois algumas coisas horríveis serão reveladas. Porém, querem fazer isso gradualmente. As pessoas não conseguirão acreditar em boa parte do tráfego de humanos e dos crimes contra a humanidade. Terão que soltar informações, mas farão isso de forma lenta e prolongada, pegando na nossa mão como crianças. Porém, a Aliança da Terra tem feito acordos com a cabala, ajudando-a a negociar sua rendição. Um dos motivos é que eles não acham que aguentaríamos a verdade. Não tudo de uma vez. Vamos engasgar.

David Wilcock: Corey, este é um ótimo momento para fazer-lhe uma das perguntas do público. Nós recebemos uma pergunta sobre o QAnon. A pessoa perguntou: “O programa espacial secreto
será revelado por meio desse processo do QAnon que está acontecendo na Internet?”

Acho que podemos obter algumas informações mínimas. Recentemente, o QAnon mencionou que a missão SpaceX que entregaria… Supostamente, a carga foi perdida. -Muitas vezes, é isso que… ES: Não foi perdida. CG: Sim, os programas lançam algo e dizem que foi perdido, seja um satélite em Marte ou um satélite em volta da Terra. Então, eles o usam secretamente. Acho que, neste caso, e isso foi sugerido pelo QAnon, tratava-se de um dispositivo de pulso eletromagnético que sustenta esse pulso a partir da órbita geoestacionária. Eles queriam usar isso no conflito com a Coreia do Norte, que também foi descrito como… O complexo militar-industrial quer revelar algumas de suas tecnologias. Alguns disseram que essa seria uma posição de força para revelar essa tecnologia… Uma guerra contra a Coreia do Norte.

David Wilcock: Vamos falar sobre isso. Várias pessoas na Internet… Recebo muitos e-mails e comentários de pessoas que não gostam de nenhum tipo de demonstração de força dos militares. Eles prefeririam que nada acontecesse. Estão preocupados com a ideia de que um ataque à Coreia do Norte não teria justificativa. Porém, o que estou pensando aqui é que eles nos provocam bastante. Sempre dizem que querem bombear os EUA.

CG: Sim. Nos próximos dois meses, eles poderão lançar bombas nucleares através da atmosfera sem danificá-las.

David Wilcock: Algumas pessoas dizem que é só propaganda, que o país deles é atrasado e eles não poderiam fazer isso. Eles não fariam isso sem o apoio da cabala. Vários materiais e suporte científico foram fornecidos à Coreia do Norte não só pela China, mas pela cabala, que fornece a eles os esquemas de muitas das nossas tecnologias. Se você cortar o processo de P&D da criação de novas tecnologias, essa é a parte mais cara. É por isso que a China e outros países que obtiveram os esquemas depois que fizemos todo o trabalho puderam dedicar tempo e dinheiro e até aprimorar essas tecnologias.

David Wilcock: Emery, qual seria a relação entre um país como a Coreia do Norte e o que chamamos de cabala?

Eles os financiam. Financiam a Coreia do Norte. Já vi as imagens de satélite que mostram que a Coreia do Norte tem dois mísseis intercontinentais com cargas nucleares que funcionam, mas ainda estão contando a historinha e seguindo o roteiro. Nada será lançado em breve, que eu saiba, mas isso pode mudar a qualquer momento. A cabala está por trás disso, financiando o país.

David Wilcock: Emery, acho interessante que tivemos a Guerra da Coreia nos anos 50, Coreia do Norte versus Coreia do Sul. Isso foi divulgado ao público americano à época como se fosse EUA versus União Soviética, uma guerra nuclear… ES: E era isso mesmo. …trava na Coreia. ES: Exato.

David Wilcock: Então, está dizendo que isso não mudou?

Não mudou nada nesses anos todos. E foi uma guerra horrível. CG: A guerra nunca terminou, oficialmente. ES: Não. CG: É por isso que ainda tem uma fronteira lá. ES: Estão só dando uma trégua até que alguém precise deles para controlar o mundo de outra forma.

David Wilcock: Emery, nós dois crescemos com a ameaça de holocausto nuclear da Guerra Fria. Disseram-nos que a União Soviética era o nosso grande inimigo. Vários dos meus informantes têm uma visão muito diferente da União Soviética. Qual seria a sua perspectiva?

Acho que existe muita comunicação enganosa e desinformação. Essa Guerra Fria estava acontecendo. Então, começamos a preocupar-nos com outros países. Afinal, não éramos tão ruins assim. Dois países, os EUA e a União Soviética, pois outros países começaram a criar tecnologias que tínhamos que investigar e controlar, pois… Vamos deixar a Guerra Fria um pouco de lado enquanto criamos novas guerras menores e eliminamos todos esses líderes que podem estar pensando de forma abstrata em dominar o mundo.

CG: Acho que boa parte era teatro, pois há mais de 50 anos, os russos e estadunidenses vêm cooperando no espaço, colaborando e construindo estações espaciais e bases fora do planeta.

ES: Como eu disse, havia muita desinformação. Muitas coisas estavam acontecendo àquela época que não sabemos. Isso está claro agora e no futuro, como você disse. Trabalhamos juntos, pois existem ameaças maiores que eles no mundo. É isso que está ocorrendo.

David Wilcock: Isto vai para vocês dois. Existem pesquisas muito convincentes sobre a ideia de que Wall Street financiou a Revolução Bolchevique de 1917. Wall Street financiou o comunismo. Wall Street financiou Lenin. Wall Street financiou Trotsky. Wall Street financiou Stalin. Isso tudo…

ES: Os Rockefellers vendiam gás para nós e para os alemães ao mesmo tempo. E nós não tínhamos desconto.

CG: O facto de estarmos falando disso demonstra que isso está na consciência do público. Se estamos falando disso abertamente, isso nos dá uma ideia de porque, nos últimos 9 ou 10 meses,
os grupos da cabala estão correndo para as bases subterrâneas, levando consigo toda sua família e suprimentos. Uma das mais avançadas fica no Brasil, uma base muito avançada com todas as comodidades que as elites gostam de ter. Eles estão-se escondendo lá como formigas há quase 1 ano.

ES: É um bom lugar para eles. Qualquer coisa vale.

David Wilcock: Ouvi do Pete Peterson que existe uma área toda no Brasil que é basicamente uma nação não declarada que pertence à cabala.

CG: Na África também. Partes da África do Sul foram concedidas a um grupo de fora do planeta. Nem pertencem a nós mais, oficialmente.

David Wilcock: Emery, vimos um programa recentemente no Canal História chamado “Hunting Hitler”. Ele fala de uma grande presença alemã na América do Sul, onde os investigadores estavam encontrando corredores subterrâneos na América do Sul, na Argentina e no Brasil, que eram decorados com suásticas, bem como um resort inteiro que tinha uma piscina gigante
em formato de suástica, uma suástica no meio da piscina. Já ouviu falar de coisas desse tipo?

Sim. Os alemães fizeram muitas coisasàquela época. Construíram essas bases no mundo todo, não foi só lá. Porém, isso que você disse não me surpreende. As pessoas estão achando essas bases pequenas e grandes que os alemães construíram muito tempo atrás, gastando muito dinheiro e mão de obra, contratando trabalhadores locais nesses países de terceiro mundo para ajudar a construir e matando-os depois. Muitas coisas ruins estão acontecendo carmicamente com essas bases construídas e essas cidades subterrâneas que foram abandonadas.

David Wilcock: Quando você estava nos programas, obteve alguma informação específica sobre a relação entre a Alemanha e o programa espacial secreto ou tecnologias avançadas, ETs e coisas do tipo?

ES: Não de dentro dos programas. David Wilcock: Eles nunca compartilharam isso com você?
-Não. Não, só descobri isso depois.

David Wilcock: Porém, você já mencionou uma experiência muito enigmática que confirmou algo que ouvi, que são os OVNIs que sofreram quedas e estão no subsolo. Uma delas fica na região
da América do Sul. Considerando essas quedas, poderia falar especificamente sobre o Equador e a Costa Rica? Quero saber o que o Corey  tem a dizer sobre isso.

ES: Recentemente, visitei dois lugares que tinham naves extraterrestres que haviam caído e atravessado a crosta da Terra ou estavam passando transdimensionalmente pela Terra e ficaram presas em uma grande caverna. Existem duas. Uma fica na Costa Rica, e a outra fica no Equador. Quando fui a essa região e entrei na caverna, depois de caminhar um pouco, havia uma nave intacta e funcionando parcialmente.

David Wilcock: Como ela era? O que você viu?

Era um disco, uma nave do tipo mais oval, em formato de ovo, mas era um disco. Era tipo um ovo amassado. Havia uma flora e uma fauna lindas crescendo ao redor dela, tudo bioluminescente. Até o chão era diferente. Parecia ser feito de espuma.

David Wilcock: Na caverna? Na caverna totalmente escura. Tudo isso emanava um brilho muito interessante, mas não um feixe de luz. CG: Certo. Um brilho bioluminescente. Sim, que mal ilumina… ES: Mal ilumina, mas dava para ver algumas coisas. Até os animais lá eram um pouco diferentes.Lembro-me de ver uma toupeira sem pelos,roedores correndo pela caverna. E eles brilhavam. -Eles comiam as… -Exato. Exato. Sofreram mutações genéticas. Porque consumiam as… As plantas e os seres ao redor da nave. Essa área foi mantida muito limpa, o que me deixa muito orgulhoso deles, por muito tempo. O que mais posso dizer?

David Wilcock: Poderia nos contar o que viu na superfície? Como entrou? Havia uma base? Um prédio?

ES: Fica no meio da selva. Você só chega lá de jipe 4×4. Nada de especial. Não tem nenhum jato ou nave espacial legal, nem tubos de Maglev. Com certeza. É uma área muito inóspita. Quando você chega lá, fica a mais de 30 km de distância da próxima cidade ou vila. Essa área não é habitada. É uma área protegida. O governo de lá delimitou um perímetro muito legal, eficaz e incrível. É muito improvável que alguma forma de vida tenha atravessado o perímetro. Eles têm dois satélites só para monitorizar essa área. E, é claro, os militares da Costa Rica trabalham junto com os militares dos Estados Unidos lá. Porém, os EUA não têm nenhuma posse nem permissão para ir lá e pegar a nave, o que achei interessante.Acho que o motivo pelo qual o governo dos EUA ofereceu segurança militar nesse caso foi para ficar de olho nas coisas.

David Wilcock: Você mencionou os militares da Costa Rica.Eles cuidam do Equador e da Costa Rica nesse caso? Ou os militares do Equador cuidam do Equador?

ES: Não, é totalmente separado. Acho que a que fica no Equador é controlada pela… Pode ser controlada pela cabala, mas parece ser uma empresa civil que financia a presença militar para fazer a segurança lá.

David Wilcock: Então, você atravessa vários quilómetros na selva.

ES: Sim. E faz uma trilha de 1,6 km. Então, existe uma estação lá perto, mas não na entrada. Parece um buraco no chão de cerca de 7,6 metros de diâmetro e cheio de plantas e outras coisas.

CG: Algo parecido com um cenote? Sim.

CG: Com áreas afundadas? Sim, afundadas como um ralo no solo. Existe tanta flora e fauna nessa região, ela nunca foi limpa. Estão deixando tudo crescer. Quando você desce e atravessa…

David Wilcock: Você vai a pé ou de carro? A pé. Tem uma inclinação de 45 graus por uns 7,6 metros. Então, tem uma escadinha que desce até outra área na metade do caminho. Porém, todo mundo… Eles têm transportadoras grandes com pallets. É rudimentar, mas muito forte. Elas descem e sobem transportando pessoas, até quatro pessoas com equipamentos. Elas descem com as pessoas. E ficam muito perto da superfície. Quando você atravessa a área onde a luz começa a diminuir, depois de uns 30 metros, o chão começa a ficar diferente. Fica cintilante. E fica muito húmido. A humidade aumenta ainda mais, sendo que já é de 100% no topo.Então, você desce. Existe essa névoa cintilante de todos os lados. Não é assustadora, como no Dia das Bruxas e no clip de “Thriller”. É só uma pequena… O que quero dizer é que ela é translúcida. Ela fica a uns 30 centímetros do chão. Quando você chega lá, pode ser que haja alguns animais. Pode haver morcegos. E talvez outras criaturas que temos na Terra, mas são todas diferentes. As cores são diferentes. São iridescentes e brilham. E são amigáveis, a propósito.

David Wilcock: Qual era o tamanho da nave comparado com o tamanho da caverna em si?

ES: A caverna não era muito grande. Devia ter uns 22-24 metros de largura em um dos lados por uns 10 metros no lado menor. A entrada tinha uns 6-8 metros. Tinha um formato cónico, ficando maior e menor, maior e menor.

David Wilcock: Se existem essas cavernas que abrigam animais e plantas estranhos e você pode entrar nelas, porque elas não foram descobertas e documentadas por cientistas?

ES: Sim, isso é interessante. Essa nave emana uma espécie de atmosfera dentro da caverna que faz com que esses seres não queiram sair dessa esfera de energia, que mede uns 36 metros. Ela emana essa energia até quase a entrada dessa caverna, dentro de 15-25 metros. Então, devido a esse campo de energia que eles estão medindo e que eleva a frequência das células de todas as plantas e animais de forma muito… Todos são muito saudáveis. E estão crescendo. As plantas que existem lá são nativas da própria caverna, mas as que ficam de fora desse campo energético são muito menores e não têm o mesmo fator nutricional que as outras. Até os animais estão apresentando, por meio de testes… Descobri algo recentemente que não podia compartilhar antes, mas eles também são muito saudáveis. Suas garras e pelos são mais longos, e eles são um pouco maiores que as espécies normais que habitam essa parte da caverna, incluindo os insetos, minhocas e anfíbios que vivem lá. É um ecossistema muito dinâmico que essa nave criou devido à energia que ela emite.

David Wilcock: Qual é a diferença entre a caverna do Equador e a da Costa Rica? É o mesmo tipo de nave em formato de ovo amassado?

ES: Sim, são muito similares. As naves são um pouco diferentes. Porém, para facilitar a explicação, elas têm o mesmo tipo de efeito nos animais, nos mamíferos e anfíbios que vivem lá, bem como nas plantas. Parecem duas. Eles acharam uma forma de… Eles mediram há quanto tempo estão lá. Uma dela é um pouco mais recente que a outra. Essas naves caíram lá nos últimos 30-40 anos. Talvez mais recentemente. E os arqueólogos estão descobrindo coisas em toda a região das Américas do Sul e Central, até o Peru. Estão começando a explorar esses sistemas de cavernas em busca de naves e espécies diferentes. Está vazando para as vilas e para a população local que essas coisas existem. Agora, vemos vários caçadores de tesouros, piratas e outras pessoas que estão contrabandeando essas coisas. Acabei de ser informado que isso está acontecendo no Peru, estão saqueando essas coisas. Estão driblando a segurança. E os guardas também participam desse grupo de piratas e outras pessoas. O governo ainda não se apoderou dela.

David Wilcock: Isso é muito interessante, pois outro informante chamado Bruce tinha dito que havia muitas semelhanças incríveis entre o que está na Antártida e o que está no Equador.

ES: Exato. É por isso que também controlam essa região. Eu gostaria de ver… Primeiramente, ver, registrar e trazer de volta para o público o que está ocorrendo lá. Temos até os satélites que contratamos para essa missão, para que as pessoas possam nos seguir, podendo publicar e ver o que estamos fazendo. Outro fator nesse caso é a segurança. A segurança exige que aguardemos um pouco.

David Wilcock: Qual é a questão de segurança?

ES: Sempre que você leva um grupo de fora… E, é claro, eles sabem que estamos filmando… O que veremos será limitado em comparação com ir lá só com uma equipe. Se eu fosse um telespectador, gostaria de ver provas fotográficas ou vídeos  em vez de só ouvir uma história. É bom ter provas concretas. Também estou colaborando com as equipes do Equador e da Costa Rica no sentido de talvez trazer ao público algum objeto de dentro dessa caverna, o que seria muito difícil de fazer por questões alfandegárias.

Não estamos mais nos projetos, onde lidamos com equipamentos de bilhões de dólares e transportes complicados, e podemos fazer qualquer coisa que quisermos, desde que o chefe autorize.

David Wilcock: Corey, como vimos no “Hunting Hitler,” se esses alemães fizeram estações muito elaboradas no subsolo e na superfície da América do Sul, acha que talvez tenham encontrado
algo interessante lá?

CG: Com certeza. Encontraram naves, como ele disse… Existe uma grande quantidade de naves que são muito antigas, caíram na Terra e estão no subsolo. Descobriram coisas desse tipo. Descobriram bases antigas dos pré-adâmicos ou bases nas profundezas da Terra abandonadas há muito tempo. E descobriram como atravessar o sistema de fissuras que vai da América do Norte até a Antártida e é muito profundo. É um sistema de fissuras cheio de água que eles usam para viajar em submarinos enormes movidos a energia eletromagnética. São do tamanho de um navio porta-contentores. Eles carregam contentores. Já os vi descarregando um desses submarinos.

David Wilcock: Isso lhe parece familiar? ES: Sim. Sei disso porque passa debaixo de Nazca, no Peru. Eles acharam isso acidentalmente com algum tipo de radar. Existem submarinos grandes que usam esse sistema de fissuras aquíferas, por assim dizer. -É enorme. -E é verdade. Ele vai até a Antártida.

David Wilcock: Emery, considerando o que o Corey disse sobre os OVNis que foram encontrados lá, você tem alguma informação específica sobre naves que caíram?

Existem alguns lugares diferentes que eu conheço no mundo como Costa Rica, Equador, Antártida… E acabei de ficar sabendo do Peru, estou organizando uma investigação lá dentro de alguns meses.

CG: Sim, já ouvi falar disso.

 

ES: Está ocorrendo uma guerra para decidir a quem pertence, bem como os três túneis que levam lá. Porém, eles não entendem que existe um sistema de túneis enorme que vai até a América do Sul na terra, não na água. Isso é diferente. Faz parte de um trajeto ainda mais antigo, esses tubos de lava gigantes que cobram uma área muito extensa, passando por Nazca, no Peru, onde existe uma nave gigante no subsolo. Existem pessoas em animação suspensa nas paredes, além de vários artefatos.
CG: Na Antártida, existe um espaço-porto que foi construído pelos nazistas, mas foi entregue ao ICC como parte de uns acordos que eles assinaram. É um dos principais portos do programa espacial do CMI agora. Também ouvi falar de um que fica no Brasil, mas não sei muitos detalhes.
David Wilcock: Corey, por que você acha que está ocorrendo esse êxodo em massa do pessoal da cabala para essas bases subterrâneas e fora do planeta? Estamos em uma linha do tempo diferente da que eles queriam. Estamos na linha do tempo em que isso tudo será revelado. Todas as coisas horríveis que fizeram, os crimes contra a humanidade serão revelados. Estão fugindo. Sabem que os campos da FEMA que construíram serão as novas residências deles agora. Então, acham que podem fugir para o subsolo, fechar a tampa e viver suas vidas até que as coisas fiquem caóticas na superfície. Então, é só voltar e dominar o mundo.

David Wilcock: Algumas pessoas acham que não deveríamos permitir que eles “fujam”. Se eles fugirem para essas bases, nunca mais os veremos. Nunca mais os pegaremos.

CG: Tem gente que acha que estão pagando por sua própria prisão, mas, com as tecnologias que temos, eles não poderão se esconder.

David Wilcock: E o Sistema Solar? CG: Não se podem esconder no Sistema Solar. Se essas pessoas conseguirem entrar em áreas restritas controladas pela Aliança agora e que dão acesso ao sistema de portais, talvez consigam passar, mas terão que continuar fugindo para sempre. Eles conseguem rastrear viagens através de portais com base na resistência energética do portal. Eles sabem aonde você viajou. Conseguem descobrir tudo.

ES: Além disso, eles também não estão fugindo só de nós, caso você não saiba. Os extraterrestres além do nosso sistema também estão cientes deles. Existe uma grande recompensa para quem os capturar. Eles não podem fugir e nunca ser encontrados. Eles não são tão avançados assim em comparação com o que temos e compartilhamos com outras civilizações. Estamos por cima. Só não agimos ainda porque precisamos dos fatos e de todos os elementos no lugar certo, mas parece que o momento chegou, pois estão fugindo, o que é ótimo.

CG: Sim. Temos mais batalhas no futuro próximo, mas está muito claro que ganhamos a guerra. A nossa liberdade.

David Wilcock: Com base na Jornada do Herói, o dragão que o herói tinha que matar ficava sobre uma montanha de ouro. Que montanha é essa?

ES: Acho que estão tentando simbolizar a abundância. Pode ter algo a mais.

David Wilcock: O que obteremos quando eles forem derrotados?

Teremos abundância. Teremos água, comida e roupas gratuitas para todos no mundo inteiro. Sei que isso é normal. Todos aqui nos EUA têm roupas, mas estamos falando do mundo todo, tudo mudará no planeta. O fim da fome. Além da Terra, isso também afeta todas as outras dimensões e mundos.

David Wilcock: Espere um pouco. Você é um genocida. Quer criar uma bomba populacional. As pessoas vão cruzar como ratos. É isso que dizem nos programas. Não vão parar de cruzar, como podemos permitir isso?

CG: É só mudar para outro planeta. ES: Com essa tecnologia, e o Corey sabe disso, é o que vamos fazer. Vamos explorar o espaço gratuitamente.

CG: Podemos sustentar no planeta
quantas pessoas quisermos.

ES: Certo. Não demoraria muito. Existem vários desses lugares em outros planetas e na Lua. Já existem instalações e bases. E levar as pessoas ao espaço depois dessas revelações e quando as tecnologias forem liberadas de forma controlada, as possibilidades do que fazer e aonde ir serão ilimitadas. Porque você não vai ter que se preocupar com a conta de luz do mês.

David Wilcock: Também quero ressaltar que sempre que você permite que um país se desenvolva, o crescimento populacional chega a zero ou fica até negativo, pois você não precisa mais de vários filhos para sobreviver. Você tem trabalhadores capacitados que talvez não tenham interesse em ter uma família,

ES: pois querem focar-se no trabalho. Fazem o que gostam. Tudo muda dentro de você quando você faz algo que ama.

David Wilcock: Outra questão é que esse debate da superpopulação que a cabala usa como desculpa é uma realidade falsa, certo?

ES: Certo.

Corey, concorda com isso? O que acha das bases espaciais? Tem espaço suficiente para uma população?

CG: Não precisamos de mais espaço. Trata-se de sustentar o planeta sem consumir todos os recursos naturais. Já temos tecnologia suficiente que nos permite viver com poucos recursos naturais. E sem afetar a biosfera. Podemos ter o dobro das pessoas que temos no planeta agora, mas com um décimo da pegada de carbono.

David Wilcock: Um informante disse-me que poderíamos ter 20 bilhões de pessoas só na bacia do rio Amazonas, com os recursos que o planeta tem. Um planeta como a Terra pode sustentar ainda mais pessoas com conforto. Concorda? CG: Com certeza. ES: Não se esqueça das tecnologias que acompanham a energia e a água gratuitas. Também podemos limpar os oceanos, todo o lixo que flutua no Pacífico, os vazamentos de óleo e coisas do tipo. Podemos fazer isso em dois dias com essas tecnologias.

David Wilcock: Isso nos dá esperança. Muito obrigado pela presença de vocês.

Clarão Solar

 

Para assistir a outras temporadas (to watch other seasons):

1ª TEMPORADA / 1st SEASON

2ª TEMPORADA / 2nd SEASON

3ª TEMPORADA / 3rd SEASON

4ª TEMPORADA / 4th SEASON

5ª TEMPORADA / 5th SEASON

6ª TEMPORADA / 6th SEASON

7ª TEMPORADA / 7th SEASON

8ª TEMPORADA / 8th SEASON

9ª TEMPORADA / 9th SEASON

10ª TEMPORADA / 10th SEASON

11ª TEMPORADA / 11th SEASON

12ª TEMPORADA / 12th SEASON

No caso de ter dificuldades em abrir o episódio, deverá aceder no PC/Computador ou usar outro dispositivo ou então tentar mais tarde ou fazer o download. Há também limitações de visualização (100) e em alguns dispositivos não funciona sempre corretamente. Também se tiver o seu google drive aberto, poderá não permitir a visualização (terá de abrir noutro browser). Se ainda não conseguir, navegue de forma anónima: no google chrome (Windows) prima Ctrl + Shift + n.

Alerta-se que os episódios têm sido retirados da internet, portanto se detetar que o episódio foi denunciado, faça um comentário para indicarmos outro link.

Quem é COREY GOODE?

Revelação Cósmica temporada 12 episódio 3 (Corey Goode)

Partilhar no Facebook

4 Comments on “Corey Goode ~ REVELAÇÃO CÓSMICA T12E03 ~ Segredos do Estado Profundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.